12 de março de 2013

Presidente do PT pede saída de Pr. Marcos Feliciano de comissão


Presidente do PT pede saída de Pr. Marcos Feliciano de comissão

Em março do ano que vem, petistas voltam a puxar o saco dos “crentes”. Ou: Promessa de Gilberto Carvalho de PT disputar espaço com evangélicos está sendo cumprida

Reinaldo Azevedo
Em 2010, o PT buscou desesperadamente o voto dos evangélicos. O deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, conforme ele mesmo revela em vídeo, foi uma das lideranças evangélicas que negociaram com os petistas. Já expus detalhes dessa relação.
Marcos Feliciano apoiando Dilma Rousseff em 2010
Muito bem! Nesta segunda, chegou para a festa quem faltava: o presidente nacional do PT, Rui Falcão. Agora ele também quer a saída de Feliciano da Comissão, segundo informa a Folha. Expressou-se nestes termos: “Foi uma péssima indicação; não esperávamos que o PSC fosse indicar um fundamentalista”. O presidente do diz esperar que o Congresso “possa reconsiderar” a decisão e “convencer o PSC a fazer outra escolha”. Outro chefão petista, Paulo Vannuchi, ex-ministro dos Direitos Humanos e diretor do Instituto Lula, também pediu a saída do deputado pastor: “As coisas são reversíveis. É preciso insistir na linha das manifestações deste sábado e dialogar com o presidente da Câmara, para sensibilizar que é ruim esse ambiente”.
O deputado enfrentou um novo protesto nesta segunda, desta vez em frente à unidade de Ribeirão Preto da Igreja do Avivamento. Cerca de 200 pessoas cobraram a sua saída da comissão, portando cartazes com acusações de homofobia e racismo. Ele seria homofóbico porque se opõe ao casamento gay e racista por conta de uma frase escrita no Twitter. Já expliquei por que tanto o tuíte como a a acusação são ridículas. O nome disso é, sim, intolerância. Mas intolerância de quem mesmo?
A suposição de que só alguém “que pensa o que a gente pensa” pode presidir uma comissão fala por si mesma. Desde o começo, os petistas davam apoio de bastidores ao movimento contra Feliciano. Agora que veio a público o entendimento eleitoral entre o deputado e o partido, revelado no vídeo aqui divulgado, Falcão resolveu tirar o corpo fora.
Eis aí. Está sendo ministrada uma importante lição às correntes evangélicas que começaram a chamar os petistas de “companheiros”. Têm a solidariedade do partido só até a página 13. Dali para diante, se preciso, o partido entrega os aliados aos leões sem pestanejar.
Falta um ano e sete meses para a eleição. Ali por volta de março do ano que vem, os petistas mandam, de novo, seus emissários procurar as lideranças evangélicas com promessas e primícias. Esses líderes até podem ser “abençoados” com prebendas, mas o eleitorado, é certo, estará sendo enganado.
Tudo está saindo conforme o planejado. Gilberto Carvalho avisou em janeiro de 2012 que a próxima tarefa do PT seria disputar influência com os evangélicos. É o que o partido está fazendo. Lideranças petistas estão procurando representantes dessas correntes religiosas para desqualificar Feliciano e para demonstrar que ele não tem o apoio nem dos fiéis de denominações similares à sua.
Escrevo pela enésima vez: não tenho a menor simpatia pela prática política (e, até onde vi, nem pela religiosa) de Feliciano. Mas as duas acusações são absurdas, muito próprias de um tempo em que esses movimentos militantes decidem quem vai e quem não vai ser demonizado, quem pode e quem não pode dizer o que pensa. São verdadeiros tribunais de linchamento público. Não basta ser contra o casamento gay para ser homofóbico. A acusação de racismo, então, avança a linha do mau-caratismo. Segundo os critérios daqueles mesmos que estão nas ruas, Feliciano é filho de uma negra. O que ele falou sobre a  descendente de Noé e a África é só uma bobagem, não racismo.
Posso detestar tudo o que Feliciano pensa, mas não me venham pedir para silenciar diante desse espetáculo grotesco de intolerância. Menos ainda para participar do linchamento a que aderiram setores “progressistas” da imprensa, que não cumprem o mínimo da nossa profissão: explicar por que as duas acusações não fazem sentido. E nem por isso precisam defender que Feliciano fique lá. No debate público, é perfeitamente possível escolher uma coisa ou seu contrário sendo honesto intelectualmente tanto num caso como noutro. O que está em curso é de uma desonestidade intelectual assombrosa.
Reinaldo Azevedo é católico e colunista da revista Veja.
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Evangélicos progressistas exigem remoção de Marcos Feliciano da Comissão de Direitos Humanos

12 comentários :

Nil disse...

Julio ! Todos devem recortar que há 2 anos atrás o presidente Ahmadinejad visitou o Brasil e foi super bem recebido. Quase não houve protesto contra ele,os raros protestos contra ele foram organizados por judeus e estrangeiros.

Em Brasilia vi pela TV (uma vergonha) num protestou havia só estrangeiros que protestavam contra o Tirano de Teerã.
Guardo em minha mente a figura de uma adolecente que protestava energicamente. (ONDE ESTAVA OS ADOLECENTES E JOVENS BRASILEIROS).

Vi de relance na internet que Marcos Feliciano na presidência da Comissão dos Direitos Humanos poderia denunciar essa relação tão amistosa com o Irã. País no qual os Direitos Humanos são terrivelmente desrespeitados.

Lembremos do caso de pastores,perseguidos,presos e ameaçados de execução no Irã.
Marcos Feliciano como pastor não iria aceitar esse apoiou,amizade do BRASIL ao Irã de forma alguma.

Agora eu perguntou . O que faz essa Dorminhoca Comissão de Direitos Humanos da Câmara que não abriu o "bico'" ,hora nenhuma quando o Sanguinário ditador do Irã visitava o Brasil ?

Abaixou vídeo mostra as barbaridades que acontece no Irã.

http://www.youtube.com/watch?v=AwKM_vusLNM


Não esqueçamos das ótimas relações do Brasil com as cruéis e sanguinárias ditaduras africanas,como o governo do Sudão.

Lula inclusive esteva lá na Àfrica.

Anônimo disse...

Tomara que agora, os cristãos evangélicos aprendam de vez o que de fato e de verdade apoiar e VOTAR no PT ( partido os trabalhadores ).

PT - NUNCA MAIS.

Pastor Caleb.

Robson Ayugusto disse...

É incrivel, e talvez tão grave quanto o linchamento de Feliciano, a omissão das lideranças evangélicas, até da sua própria igreja mãe. No passado os tempos de opressão revelaram os verdadeiros cristãos, parece que em breve chegará o tempo em que sabermos quem realmente permanecerá como imitador do Senhor e apologista de sua palavra. "os covardes não herdarão o reino..."

Soldier disse...

Quero pedir licença ao nosso irmão Júlio para abordar aqui um comentário que foge um pouco ao assunto do artigo.

Quero me dirigir aos irmãos em Cristo, como também a todos os amantes da liberdade, da paz e da família.

A situação em que nos encontramos na atual conjuntura, nos faz refletir e nos leva à conclusão que justamente num momento que estamos sob ameaças e cercados de inimigos, encontramo-nos dispersos e isolados uns dos outros, exceto por elos de ligação abençoados como o nosso irmão Julio Severo, além de outros guerreiros que se dedicam a exortar as pessoas de bem sobre a gravidade dos fatos que hoje ocorrem.

Uma vez que o Senhor nosso Deus tem tomado servos como ele para essa missão, creio que o irmão Julio sentiria-se feliz em poder ser um meio de aproximação entre nós todos, sendo como um pombo correio (risos), através de seu e-mail, para que pessoas como eu, Claudio Vaz, Presbítero Valdomiro, Élquisson e outros amigos que já são familiares aqui no blog, possam se adicionarem entre si em redes sociais, Skype etc.

Cada um de nós poderia enviar um e-mail para o irmão Julio, que encaminharia os contatos de um para o outro.

Proponho isso uma vez que não convém que cada um de nós exponha publicamente nossos contatos pessoais, por causa de víboras que também acessam este blog para espreitar o que for publicado.

Aqui fica a sugestão, caso o Julio concorde e possa informar seu e-mail aos demais.

Grande abraço a todos, na Paz do Senhor Jesus.

Soldier disse...

De certa forma, essa é uma lição muito bem merecida para o Feliciano. É a consequência da impiedade de apoiar os inimigos de Deus.

Não é à toa que ele já recebeu a alcunha de Marcos Felizvoando...

jjmac disse...

Impressionante o barulho que esta ocorrendo em torno da eleição de Marcos feliciano.

Impressionante mesmo fica quando comparamos este "barulho" que a midia esta fazendo com não dar um pio sequer quanto a posse de Renan Calheiros, Eleonora M., etc...

Soldier, concordo completamente com você, os cristãos que de uma forma ou outra lutam contra esses absurdos que acontecem estão isolados, infelizmente não temos uma "militancia" atuante. Realmente é urgente a nossa união.

Aproveito para agradecer ao Julio, por todo seu trabalho. Que Deus te abençoe e renove suas forças a cada dia!

Anônimo disse...

Senhor Julio Severo, averigue através de suas fontes a veracidade desta e informação e então, em confirmando-a, divulgue-a. Grato.
.
Jean Wilis processado por humilhar alunos:
.
http://ohomossexualismo.blogspot.com.br/2013/03/jean-wyllys-e-processado-por-humilhar.html

Anônimo disse...

A Paz do Senhor esteja com todos. Estive um tempo fora desta seção pois me recuperava de um grave acidente que sofri, e agora que Deus tem me reabilitado estou voltando com muita alegria. Minha lucidez não foi afetada e continuei acompanhando tudo o que acontece no nosso Brasil. Em relação a este caso em particular, a primeira tentação é de dizer mesmo que Marcos Feliciano está colhendo o que plantou, já que foi um dos apoiadores do caPeTa, mas aí eu lhes pergunto: E o irmão Júlio Severo, o que ele fez para ser perseguido pelos gaystapo? Ele jamais deu qualquer tipo de apoio a este partido de demônio, muito pelo contrário, foi uma das primeiras vozes a desnudar a falsidade desta corja. Agora, tanto Malafaia como Feliciano devem estar experimentando aquilo que o Júlio já sofreu, e espero que Deus possa mudar o entendimento destes dois líderes evangélicos e de outros que se posicionaram favoráveis ao caPeTa, inclusive servindo de cabos eleitorais. Até hoje espero um posicionamento claro do Malafaia dizendo-se arrependido de ter trabalhado para estes sectários de Satanás, pois o que vimos até agora foi sua atitude de apoiar um candidato contrário (Serra) nas últimas eleições. Mas finge não ter responsabilidade nenhuma nas duas eleições do caPeTa maior, que transformaram o Brasil num dos países mas avançados do mundo na defesa da causa gayzista. Que Deus possa iluminá-los, que possam se arrepender e pedir perdão a Deus e aqueles que eles ajudaram a enganar.

Anônimo disse...

O Soldier rem razão! O Feliciano está sendo picado pela cobra que ele alimentou. Mas creio que não é a hora de uma suposta aliança de pastores se colocarem contra ele publicamente. Na verdade, isso mostra o que já sabemos há séculos...que a Igreja no Brasil está dividida e rachada por interesses vazios e mesquinhos. Mas ainda há tempo de mudar...

Alan de Barros

MISSIONÁRIO MARCELO disse...

Bando de desocupados que esquecem a missão da igreja que é de evangelizar e depois reclamam que Deus não abençoa este país de crentes que se preocupam mais com o alheio do que o que pertence ao Pai. O tal do Inri Cristo se preocupa mais com deus do que estes que deveriam ser embaixadores do Reino. Acorda Brasil e olha para cima !

Julio Severo disse...

Pelo que estou vendo no seu perfil, Missionário Marcelo, você é presbiteriano e seguidor do Genizah. Por que não estou surpreso com sua opinião?

Anônimo disse...

É de admirar que esse partido maligno do PT lógico eles odeiam os cristãos verdadeiros e a IGREJA DE CRISTO independente da placa denominacional eles querem barrar a luta repito dos cristãos verdadeiros contra seus valores e ideologias malignas e pecaminosas.

Ester!!!