31 de março de 2013

EUA: Igreja metodista se recusa a fazer casamentos normais até união gay ser aprovada


EUA: Igreja metodista se recusa a fazer casamentos normais até união gay ser aprovada

Se não é para todos, não será pra ninguém. Foi essa a decisão da igreja metodista Green Street, da Carolina do Norte, com relação ao “casamento” gay.
A igreja metodista decidiu que, enquanto não houver a legalização da união, casamentos normal entre homem e mulher também não serão realizados na congregação.
“Na igreja Green Street consideramos que as pessoas do mesmo sexo que estão comprometidas numa relação não são menos sagradas para nós e para a nossa comunidade,” afirmou a pastora Kelly Carpenter em comunicado.
Ainda de acordo com a pastora, os homossexuais devem ter todos os direitos das outras pessoas.
“Consideramos que os homossexuais são dignos de receber os santos sacramentos do casamento. Rejeitamos qualquer noção que os torne cidadãos de segunda classe no Reino de Deus,” declarou a pastora.
Adaptado do site homossexual A Capa.
Leitura recomendada:

5 comentários :

Anônimo disse...

Só não entendo porque você ataca periodicamente o Islã , o Islã não tolera homossexuais ,nem satanistas ,nem assassinos nem estupradores ,etc, etc, etc . Gosto de você admiro sua luta mas não entendo o ataque . Temos um Deus em comum e um adversário também comum.

Fabiano disse...

Anônimo... Tu só esqueceu de dizer que o islã também combate o cristianismo.

Anônimo disse...

É importante falar que não é há nenhum documento oficial emitido pela igreja Metodista Americana aprovando o ato. Foi 1 igreja e não a denominação.

Dom Rafael disse...

E por quê a igreja então não ESPULSA essa mulher?
Sobre a notícia: tinha de ser mulher mesmo!
Salam.

Thiago Oliveira disse...

Eu sou metodista batizado nesta Amanda congregação mas se a moda
Chegar aqui eu bol