26 de fevereiro de 2013

Mudança de curso de Obama na Síria?


Mudança de curso de Obama na Síria?

Autoridades preocupadas com o número de jihadistas se unindo aos rebeldes

Aaron Klein
TELAVIVE – O governo Obama está considerando amenizar as exigências ao presidente sírio Bashar al-Assad para que renuncie, e em vez disso estimular conversas de reconciliação entre Assad e a oposição, de acordo com autoridades de segurança informadas do Oriente Médio.
As autoridades disseram que a Rússia tem atuado de forma importante para convencer os EUA a mudar sua posição, em grande parte devido a preocupações quanto ao grande número de jihadistas participando da insurgência contra o regime de Assad.
“A infiltração de jihadistas na Síria através da Turquia alcançou um número crítico, ao ponto em que o equilíbrio de poderes pode mudar para uma direção preocupante”, admite uma autoridade de segurança. “Chegou a um ponto em que a Turquia talvez seja a maior base da al-Qaeda no mundo”.
Os EUA disseram que entendem a questão e estão dispostos a mudar de posição, segundo a autoridade.
Ainda assim, segundo as autoridades de segurança do Oriente Médio, eles esperam mais uma onda de conflitos entre Assad e os rebeldes saturados pela al-Qaeda antes que as conversas de reconciliação comecem.
As informações surgem em um momento em que Assad se mostra confiante que suas forças irão derrotar a insurgência.
Ele fez a declaração no mesmo dia em que a Corte Penal Internacional recebeu ligações para lançar uma investigação de crimes de guerra contra seu regime.
“Temos certeza de que iremos ganhar; estamos seguros pelos acontecimentos políticos e militares”, disse Assad a políticos visitantes, de acordo com o jornal libanês pró-Assad “Al-Safir”.
“Isso não quer dizer que está tudo resolvido”, Assid teria dito. “Ainda temos muito a fazer politicamente e na batalha contra grupos terroristas radicais".
O WND noticiou há três semanas o aumento no número de jihadistas que entram na Síria pela fronteira turca, a uma taxa de milhares por mês, de acordo com autoridades de segurança informadas do Oriente Médio.
As autoridades afirmam que a Rússia e o Irã vêm compensando o aumento no fluxo de jihadistas fornecendo mais armas à Síria, incluindo proteções avançadas para o seu arsenal de mísseis.
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do artigo original de WND: OBAMA TO CHANGE COURSE ON SYRIA?
Leitura recomendada:

2 comentários :

Pr. Anselmo Melo disse...

A paz do Senhor meu irmão.
Criei um abaixo assinado solicitando a investigação do “senhor” Luiz Mott pelo Ministério Público Federal por crime de pedofilia.
Preciso de ajuda na assinatura bem como na divulgação da Petição Publica.
Este é o link para assinar: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N36699
Para divulgar basta enviar o mesmo link para seus contatos. A divulgação também pode ser feita usando as ferramentas disponíveis no próprio site “Petição Pública”.
Não podemos assistir tamanho absurdo de braços cruzados. Precisamos parar com a “choradeira” e agirmos. Conto com o irmão.
Caso deseje conhecer a figura objeto desta Petição Pública visite o link abaixo:
http://www.pranselmomelo.com.br/2013/02/luiz-mott-pedofilia-ja-enquanto-ainda.html
Um grande abraço.
Pr Anselmo Melo

Anônimo disse...

Boa noite irmão Júlio!

Pr. Anselmo Melo, eu gostaria de poder acompanhar este assunto de bem de perto - usando este blog do irmão Júlio - e saber do resultado final porque tenho absoluta certeza - como 2 + 2 são 4 - como o Ministério Público Federal não vai fazer nada contra o pedófilo Luiz Mott. Faço quastão de saber qual foi o resultado dessa petição. Em minha opinião, vevemos em um país sem justiça, e a prova maior disso a situação de irmão Júlio Severo. Um pedófilo declarado como Luiz Mott vive tranquilamente sem ninguém se levantar para pedir exclarecimentos contra sua apologia a um crime hediondo e tão vil, como a pedofilia. Já o irmão Júlio, foi obrigado a viver longe de seu país com sua família, só por denunciar crimes como este de Luiz Mott.
Eu não acredito que Ministério Público Federal vá fazer nada contra Luiz Mott. O M.P.F. seria rápido e eficaz se fosse denuncia de uma suposta "homofobia" - e olhe que não existe nenhuma lei que puna quem discorda do sexo fecal e anormal.
Eu era fã do Senador Magno Malta por sua luta no combate a pedofilia. Mas depois que Luiz Mott disse aquela frase criminosa: "PEDOFILIA JÁ! ENQUANTO EU AINDA ESTOU COM TUDO EM CIMA..." e não vi o Senador Magno Malta fazer nada contra ele, vir perceber que aquilo tudo era só uma faixada do Senador para se manter sempre na mídia. Tanto é verdade, que eu nunca vi e nem soube que ele se quer tenha tocado nesse assunto, quanto mais pedir explicações de Luiz Mott.
Mas sua atitude, não deixa de ser lovável e uma boa iniciativa, e deve ser apoiada por todos no combate a este crime nojento chamado pedofilia.
Quando eu vi o S.T.F. rasgar literalmente a nossa Constituição para aprovar a união "estável entre gays"... Eu pude perceber tudo!!! E não acreditar mais nas autoridades desse país.

Do baiano,
Lúcio