1 de fevereiro de 2013

Conservadores lançam alternativa ao Facebook


Conservadores lançam alternativa ao Facebook

Julio Severo
Um grupo de conservadores americanos está lançando seu próprio site de rede social depois de aguentar o que chama de anos de censura e bullying esquerdista no Facebook.
O novo site, chamado de “The Tea Party Community” (Comunidade do Tea Party), vai ser oficialmente lançado neste sábado, mas a rede social para conservadores já atraiu mais de 60.000 membros.
O Tea Party ficou conhecido por seus candidatos conservadores nas últimas eleições americanas. Destaco, por exemplo, Michele Bachmann, apoiadora do Tea Party, que foi candidata na eleição presidencial passada nos EUA.
Bachmann é totalmente pró-vida e pró-família.
Para informações sobre seu conservadorismo, leia os seguintes artigos:
Já me cadastrei no “The Tea Party Community”. Para fazer seu cadastramento, vá a este link: https://www.teapartycommunity.com

No “The Tea Party Community”, você não se deparará com pornografia infantil, problema que inunda o Facebook. Além disso, você não será ameaçado nem excluído se confrontar mentiras politicamente corretas, inclusive sobre uma suposta sacralidade do comportamento homossexual ou abortista.
Aguardo você no “The Tea Party Community”!
Com informações do WND.
Leitura recomendada:

6 comentários:

Claudio Vaz disse...


Que excelente iniciativa. Já fiz meu perfil, aliás o primeiro numa rede social.
Obrigado, Julio.

Fabiano disse...

Opa... Tô nessa.
Apesar de não entender nada de inglês, vou tentar criar um perfil.

Guilherme disse...

Excelente idéia, bem que poderiam fazer isso por aqui também!!!

Casal Vintera disse...

Achei ótimo isso :) Finalmente vamos poder ter contato e trocar idéias com gente que tem os mesmos valores que nós :)
Só não consegui acessar a página ainda, parece que está sobrecarregada.

Wanderley Dantas disse...

O outro lado dessa moeda é ficarmos só trocando figurinha com quem pensa igual a gente. Pregar para convertidos é bem diferente de insistirmos em fazer apologética no terreno do inimigo. Eu entendo que a existência de ambos ainda é a melhor saída: em um, crescemos e nos fortalecemos; mas no outro, partimos para a divulgação e para mais o que der e vier! Abraços!

Anderson disse...

Irmão Júlio ... não estou conseguindo acessar a página, esta dizendo que estou restrito a acessar por conta da minha região ou país!