26 de fevereiro de 2013

Bilionário vai lançar replica do Titanic que, garantem, será “o mais seguro navio do mundo”


Bilionário vai lançar replica do Titanic que, garantem, será “o mais seguro navio do mundo”

Julio Severo
Clive Palmer, um bilionário da Austrália, iniciará a construção da nova versão do Titanic. O plano dele é que a viagem de estreia ocorra em 2016.
Palmer disse que 40 mil pessoas expressaram interesse em passagens para a viagem de estreia, que fará o percurso original de Southampton, na Inglaterra, para Nova Iorque, EUA.
No que alguns consideram uma tentação de destino para a fabricação de um navio que ficou famoso por terem dito que era “inafundável”, uns dos projetistas do novo Titanic declarou que será “o transatlântico mais seguro do mundo”.
A fabricação ocorrerá na China nos próximos meses.
O Titanic original foi o maior e mais luxuoso transatlântico quando afundou em 15 de abril de 1912 ao bater num iceberg.
Mas Palmer não se mostrou preocupado. Ele disse que devido a um (suposto) aquecimento global, não há hoje muitos icebergs no Atlântico Norte.
Eu diria que, sem a proteção de Deus, vãos são os planos e medidas de segurança do homem. Com ou sem icebergs, um navio sem a proteção misericordiosa de Deus corre o risco de ir para o fundo. E mesmo que não afunde, isso não significa que seus tripulantes não precisem de resgate. Todas as pessoas que são “tripulantes” da curta existência humana necessitam do resgate de Deus para escaparem do Inferno na eternidade.
Apesar do mito e enorme visibilidade que cercam o Titanic, não foi o maior desastre marítimo da história. O maior afundamento foi sofrido pelo navio alemão Wilhelm Gustlof.
Com informações da Associated Press.
Leitura recomendada:

2 comentários :

Soldier disse...

Amém, meu irmão! Palavras sob a influência do Espírito Santo são sempre sábias. Quanto ao novo Titanic, espero que o empreendedor do projeto não tenha a infeliz idéia de dizer blasfêmias como fizeram antes. Um dos sinais de grande perigo de naufrágio para a maior parte da humanidade consiste em acreditar na estória do aquecimento global, por exemplo. Sobre o Wilhelm Gustlof, nada justifica crueldade do ateu comunista que o torpedeou. Porém, consequências terríveis acontecem quando um povo se entrega à iniqüidade. Antes de embarcar no malfadado navio, o povo alemão embarcou na sedução satânica do nazismo. Mesmo que tenha havido vítimas totalmente inocentes me meio aos passageiros e tripulantes, creio que essa tragédia foi um fruto da escolha que os alemães fizeram quando elegeram Hitler.

Carlos Josafá disse...

A gang PT deveria embarcar nesse novo Titanic. Seria bom para o Brasil.