23 de janeiro de 2013

Vinte Resoluções para Defensores da Família que Lutam Contra a Agenda Gay e Transgênera em 2013


Vinte Resoluções para Defensores da Família que Lutam Contra a Agenda Gay e Transgênera em 2013

Está na hora de ir além de pensamentos defensivos, ingênuos e ruins ante o ativismo homossexual agressivo e enganoso...

Peter LaBarbera
Hoje começando uma série de 20 partes no AFTAH (Americans for Truth about Homosexuality, que em português é Americanos a favor da Verdade sobre a Homossexualidade), apresentando resoluções para os “Guerreiros Culturais” e cidadãos comuns que se opõem à agenda LGBT altamente organizada e bem financiada. Para os novatos, “LGBT” significa Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros, o moderno movimento pelo pecado construído em torno da defesa da confusão sexual e depravação (homossexual).
A cada dia, o AFTAH irá publicar um artigo explicando uma “resolução” que aborda um mau hábito intelectual ou argumento gay pelo qual muitas pessoas bem intencionadas se deixaram enganar. Por exemplo, deixar-se levar pela falsa culpa bastante cultivada pelos nossos adversários. Iremos expor as mentiras, táticas esquerdistas e pensamentos errôneos que estão na raiz das concessões ideológicas e espirituais das pessoas ante o ardente ativismo gay.
O que se segue é um esboço das nossas resoluções para o Ano Novo. Algumas delas terão pontos em comum, mas cada item funciona de maneira independente como uma resposta a pensamentos errôneos aceitos na ficção dos ativistas homossexuais.  Espalhe-as entre seus amigos, parentes e colegas de trabalho; elas foram feitas para todos os que se sentem desgastados pela onipresente propaganda pró-homossexualismo na sociedade. Temos que admitir: todos nós somos afetados pela manipulação da mídia na questão homossexual, e precisamos voltar a ter confiança para defender o que é certo.
Nota do editor com relação à posição cristã do AFTAH: o Americans For Truth [Americanos pela Verdade sobre o Homossexualismo] é uma organização abertamente cristã, talvez mais do que a maioria dos grupos pró-família. Por isso, utilizamos a Bíblia e mencionamos Jesus Cristo em nosso trabalho. No entanto, os princípios morais e práticos que expomos são universais e interessam a um público muito mais amplo; até para agnósticos com consciência moral e que reconhecem que o homossexualismo é antinatural e não deveria ser estimulado pelas elites governamentais e culturais. O AFTAH é apoiado por pessoas de todas as religiões e até não religiosas, e serão bem-vindos todos os que concordam com nossa missão de voltar à sexualidade saudável (real, homem-mulher) no casamento.
Espero que aproveite as resoluções do AFTAH. A lista pode ser expandida, então convidamos todos a mandarem suas próprias ideias. Mande um e-mail para: americansfortruth@gmail.com. Que o Senhor o ajude a falar corajosa e abertamente pela Verdade (em amor genuíno e temente a Deus) em 2013! – Peter LaBarbera, www.AFTAH.org

Vinte Resoluções para Defensores da Família que Lutam Contra a Agenda ‘Gay’ e Transgênero em 2013

1) Saia da defensiva e vá para o ataque (livre-se daquela falsa culpa e da paralisante ambivalência; VOCÊ está defendendo a Verdade; ativistas homossexuais estão promovendo imoralidade, auto-ilusão e mentiras.
2) Siga a Deus e não ao homem (sustentes suas crenças bíblicas). Você teme a Deus ou à reação das pessoas?
3) “Questione a Autoridade”: Não acredite nas elites (nem mesmo nos “conservadores”) quanto à questão homossexual (por exemplo, a recente rendição de Newt Ginrich, pedindo a acomodação do Partido Republicano à “igualdade do casamento”). [Veja Números 9 e 12.]
4) Volte a focar no COMPORTAMENTO e suas consequências (pesquise “HSH [homens que fazem sexo com homens] e HIV”, ou “HSH e sífilis” no Google...)
5) Saia do campo de argumentação dos oponentes: isso começa restaurando a linguagem honesta no debate (por exemplo, a falsificação do “casamento” homossexual não é equivalente ao verdadeiro, de maneira que o termo gay “igualdade do casamento” é espúrio).
6 ) Reconheça, rejeite e refute a propaganda e as mentiras homossexuais (por exemplo, defender a moralidade não é nem “ódio” nem fanatismo).
7) Entenda que esse debate de fato é sobre o homossexualismo, e não apenas de “defender o casamento”.
8) [Consequência] Mantenha-se nos seus princípios; prometa a si mesmo: Eu NUNCA direi o farei nada que afirme o comportamento homossexual, bissexual ou de confusão de gênero (“transgênero”) como aceitável.
9) Não confie nos ditos republicanos, nem coloque a agenda deles diante da Deus. Incite-os a LIDERAR e fazer o que é certo (e aos democratas morais, é preciso enfrentar o mal dentro de seu partido). [Veja #3.]
10) Adote o senso comum e arregimente-se nele; livre-se do politicamente correto (por exemplo, será que o lugar de homens transexuais com seios falsos e pênis reais é no banheiro feminino?)
11) PARE de presumir que as vitórias gays são inevitáveis e não reversíveis (e não se sujeite ao intenso viés pró-homossexualismo da mídia).
12) [Relacionado ao #3] Pense por conta própria e não confie na FOX News para defender a Verdade sobre o homossexualismo (por exemplo, você sabia que Bill O’Reilly mudou de lado?).
13) Desafie a mídia esquerdista e o establishment educacional em seu rotineiro viés pró-homossexualismo e anticristão.
14) Informe um libertário a respeito da clara e presente ameaça que todas as leis pró-LGBT (incluindo o “casamento” homossexual legalizado) representam a todas as liberdades civis e religiosas.
15) Informe um ativista pró-vida sobre a ameaça da extensa agenda homossexual-bissexual-transgênero (muitos ativistas pró-vida são ingênuos e ignorantes a respeito da agenda homossexual e seus muitos paralelos com seu principal objeto de preocupação).
16) Seja um cristão verdadeiramente atencioso e compassivo (o amor e a amizade tenaz e divina exigem que você sustente os valores sexuais bíblicos e guie seus entes queridos para longe de comportamentos pecaminosos e destrutivos, além de inconstantes).
17) Seja um Guerreiro Feliz e entenda a visão mais ampla: defender a Verdade é algo VIRTUOSO, e além disso: não é a nossa verdade, é a verdade de Deus (e não faça o jogo do estereótipo dos nossos oponentes, de que cristãos são falsos moralistas e hipócritas raivosos).
18) Não seja preguiçoso: PENSE!… depois aja (não precisa ser gênio para refutar mitos, chavões e argumentos gayzistas).
19) Aborde pacientemente um jovem sobre o assunto: cabe a eles reinventar séculos de tradição judaico-cristã e dos ensinamentos sobre o amor, relacionamentos, família e casamento? (Resposta: não, mas primeiro precisamos entender o zeitgeist cultural pelo qual eles enxergam o mundo, além do constante fluxo de desinformação LGBT que estão absorvendo, antes que possamos responder a isso).
20) Reserve o maior da sua indignação para os que defendem o homossexualismo em nome de Deus, do tipo gayzistas religiosos (“cristianismo gay” é pura fraude, e eles precisam ser mais cobrados).
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do original do Americans for Truth: 20 Resolutions for Pro-Family Advocates Battling the ‘Gay’ and Transgender Agenda in 2013
Outros artigos que mencionam Peter LaBarbera:

5 comentários :

Anônimo disse...

Gloria a Deus que a Luz esta resplandecendo sobre as trevas.

A maligna e diabolica agenda gay deve ser fulminada pelo Poder de DEUS e trazer aqueles que vivem em tormento e nas trevas ao amor de Jesus Cristo.

O mundo gay nao e natural, e imoral, bestial, animalesco, nojento e podre, pois satanas nao brinca em servico.


Pastor Caleb.

MikePernambuco disse...

CASAMANTO DE VIADO E' UMA FARSA, UM TEATRO. UM FINGE SER MULHER,,,O OUTRO FINGE ACREDITAR. A ADOCAO DE CRIANCAS POR ESSES DESVIADOS, E' UM VERDADEIRO CRIME CONTRA UM SER INOCENTE, QUE TERA' DESVIADO SUA CONDUTA NORMAL PARA SEMPRE, PARA A IMORALIDADE , O ANORMAL. E O PIOR,,, EM MUITOS CASOS, ESSAS CRIANCAS SERAO PASTOS PARA ESSES PEDO'FILOS HOMOSSEXUAIS, COMO JA' SE REPORTAM EM MUITOS CASOS. O PRO'PRIO OBAMA E' HOMOSSEXUAL E USADOR DE DROGAS, CONFORME DITO EM LIVRO DE UM EX COLEGA SEU. Agora junto com essas 20 resolucoes,,,porque nao a incluir atuacao de todos advogados evenge'licos ou pro'-fami'lia em apoio a algum cristao, e atacar com processos, qualquer ativista gay que se porte em pu'blico indecentemente, seja com atos, vestimentas ou insulto a uma Fe'???? Sao milhares, talvez milhoes de advogados evange'licos em todos os pai'ses, e ate' juizes. Porque cada Regiao nao cria uma comissao de advogados, sem fins lucrativo para atuarem so' nessa a'rea ? Deus sabe que se eu fosse advogado, nunca deixaria de ter um gay militante,processado e nao sou evange'lico. To indo pro brasil pro'xima semana, e voltarei a contactar li'deres religiosos em Pernambuco n o v a m e n t e perguntando isso a eles.

Anônimo disse...

Há menos de um mês após o natal, movimento homossexualnazista agride fisicamente jovens católicos em Curitiba-PR. Vejam!

http://www.youtube.com/watch?v=zuxpaE759h8&feature=player_embedded

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Eis aqui as minhas sugestões para um cristão enfrentar o movimento homossexual:

1. Seja obediente a Deus (que é implacável contra o pecado) – Afinal, com quem você é comprometido: com a obediência a Deus (e à Sua Palavra) ou com o mundo (e sua sujeira)?

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, toda aquele que se faz amigo do mundo se torna inimigo de Deus" (Tiago 4:4)

"Porque, procuro eu o favor dos homens ou o favor de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se ainda estivesse agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:10)

2. Não confie nem creia em ninguém (nem mesmo naqueles que se dizem cristãos) – Somente em Jesus nós podemos confiar (somente Ele é verdadeiro). Não deposite sua fé (ou sua confiança) em nenhum homem.

"Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Romanos 3:4)

"Maldito o homem que confia no homem, que faz da carne o seu braço, e que aparta o seu coração do Senhor" (Jeremias 17:5)

"Nem todo aquele que diz: Senhor! Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas somente aquele que faz a vontade do Meu Pai que está nos Céus. Muitos, naquele dia, hão de Me dizer: Senhor, não profetizamos em Teu nome? E não expulsamos demônios em Teu nome? E não fizemos obras grandiosas em Teu nome? Porém, Eu vos confessarei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:21–23)

3. Não renuncie aos seus princípios – Lembre-se do que disseram os mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Mantenha suas convicções firmes até o fim, ainda que isto lhe custe a prisão (ou a morte).

4. Tenha firmeza em dizer que o homossexualismo é pecado – Não caia no canto da sereia dos homossexuais e nem da mídia corrupta (que insistem em dizer contra o homossexualismo é incitar o ódio contra os homossexuais).

5. Não aceite nenhum argumento dos homossexuais a favor desse estilo de vida pecaminoso – Seja firme o suficiente para dizer a eles que o pecado traz a morte (e que só Jesus pode dar vida eterna).

"O salário do pecado é a morte; mas o dom gratuito dado por Deus é a vida eterna em Jesus Cristo, nosso Senhor" (Romanos 6:23)

6. Diga aos homossexuais que todo pecado tem suas conseqüências – Fale a eles sobre os inúmeros casos de AIDS (e de morte) entre os homossexuais.

7. Nunca faça nenhum acordo no sentido de relativizar o pecado – Não aceite nenhuma proposta (por mais "inocente" ou "inofensiva" que aparente ser) de conciliação (ou tolerância) com os homossexuais. Seja corajoso o bastante para dizer que Deus não tolera o pecado (e que os homossexuais irão para o inferno após a morte se não se arrependerem dessa conduta enquanto ainda há tempo).

8. Fale do amor de Deus pelos homossexuais – Diga a eles que Deus ama o pecador, mas que Deus condena o pecado. Não hesite em dizer que amor não é a mesma coisa que permissividade (ou relativismo moral).

9. Diga aos homossexuais que Deus nunca mudará os Seus princípios – Seja corajoso o suficiente para dizer aos homossexuais que a lei de Deus não foi feita para agradar aos homens (e nunca irá se sujeitar a homem nenhum). Afinal, a lei de Deus não é para ser questionada: é para ser obedecida.

"Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim para revogar, mas para cumprir. Pois em verdade Eu vos digo que, até que passem os Céus e a Terra, nenhum i ou til jamais passará da lei, sem que tudo se cumpra" (Mateus 5:17–18)

10. Procure conscientizar a todas as pessoas sobre o perigo do movimento homossexual – Nunca deixe de dizer que o ativismo gay é uma séria ameaça à estabilidade da família (e também um perigo para toda a humanidade). Não se curve diante de nenhuma intimidação (seja de quem for).

Que estas sugestões sejam acatadas pelos cristãos corajosos o suficiente para enfrentar os ativistas homossexuais!

Claudio Vaz disse...


Bill O’Reilly mudou de lado?!

Eu não sabia disso.

"A cada dia, o AFTAH irá publicar um artigo explicando uma 'resolução' que aborda um mau hábito intelectual ou argumento gay pelo qual muitas pessoas bem intencionadas se deixaram enganar".

Por favor, peço ao Luis Gustavo Gentil e a Julio Severo que publiquem as traduções dessas resoluções para os que, como eu, são analfabetos na língua de Shakespeare.

Obrigado.