16 de janeiro de 2013

Polícia prende homem suspeito de cometer estupro homossexual contra os dois filhos adotivos


Polícia prende homem suspeito de cometer estupro homossexual contra os dois filhos adotivos

Luis Carlos confessou ter abusado dos menores de 12 e 17 anos
Um homem de 59 anos foi preso por suspeita de estuprar os dois filhos adotivos, de 12 e 17 anos, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Na delegacia, Luis Carlos Borges admitiu que abusava constantemente dos menores.
— Peço perdão a eles e a todos pelo que eu fiz. Eu infelizmente pequei.
A polícia apreendeu computadores, potes de gel lubrificante e CDs com imagens pornográficas.
Segundo a polícia, Luis Carlos chegou a enviar fotos dos filhos nus a um adolescente de São Paulo.
O suspeito responderá por estupro a vulnerável e por ter repassado imagens de pornografia infantil. A pena dele pode chegar a 40 anos de prisão.
Fonte: R7
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

4 comentários:

Anônimo disse...

Que absurdo! 40 anos de prisão? provavelmente não ficará nem 10 anos...

Anônimo disse...

Bom dia irmão Júlio!

Enquanto isso na terra da raínha Elizabeth II: "Elton John dá as boas vindas ao segundo filho, Elijah Joseph Daniel Furnish-John..." Que crime cometeram essas crianças para viverem no meio dessa DUPLA DE ANORMAIS?
Eu torci muito para o mundo realmente acabar mesmo no dia 21/12, porque moralmente e dignamente, este mundo já está acabado!
Aqui está mais uma prova que esse mundo está acabado: "Após liberação, Uruguai registra 200 abortos em 40 dias."

Um abraço do amigo baiano,

Lúcio

Anônimo disse...

Quando espocam notícias envolvendo criminosos homossexuais, o movimento gay não diz uma palavra, e ainda faz o que pode para esconder os casos.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Se esse homossexual fosse a vítima (ou seja, se fosse ele que tivesse sido assassinado), aí a Globo e toda a mídia corrupta seriam imperdoáveis: com certeza iriam dizer que seria mais caso de homofobia (e que os cristãos seriam os culpados pela morte desse homossexual).

De uma imprensa totalmente a favor do homossexualismo (contando, ainda, com todo o aparato deste governo corrupto e imoral), ninguém nunca vai ter alguma reportagem imparcial (ou que não seja tendenciosa).

E o Lúcio disse uma coisa muito certa: moralmente e dignamente este mundo já está acabado. Isso nem chega a ser surpresa. Do jeito que o pecado já dominou o mundo por completo, praticamente já não existe mais o temor a Deus em certas pessoas (como esse homossexual).

E mesmo que esse homossexual passe 40 anos (ou mais) na prisão, o que vai adiantar? Será que a prisão vai fazer com que ele mude de comportamento (ou seja, que ele deixe de ser homossexual)? Só o tempo dirá.

O que precisamos fazer (isto sim) é dizer aos homossexuais que eles precisam se arrepender desta vida pecaminosa e se converterem enquanto ainda há tempo! Depois da morte, não haverá mais outra oportunidade! É como diz a Palavra de Deus:

"Aos homens está ordenado morrerem uma única vez, vindo, após isso, o juízo" (Hebreus 9:27)

Será que os homossexuais vão ser corajosos o suficiente para estarem diante de Jesus após a morte?