8 de janeiro de 2013

Mulher americana, sozinha com dois filhos pequenos, se defende de homem que invadiu sua residência


Mulher americana, sozinha com dois filhos pequenos, se defende de homem que invadiu sua residência

Mulher não identificada se defendeu utilizando as seis balas do revolver, errando apenas uma

O suspeito Paul Ali Slater foi encontrado com forte sangramento em uma estrada perto do local após bater o carro
O suposto assaltante tentou se dar bem, mas acabou gravemente ferido quando uma mãe se recusou a fazer o papel de vítima e fez vários disparos contra o rosto e o pescoço do meliante.
A mulher não identificada da cidade de Loganville estava em casa com seus filhos gêmeos de 9 anos na tarde da última sexta-feira quando alguém tocou a campainha.
Ela achou que era um vendedor ambulante e não atendeu.
Arrombamento: A mulher estava em casa na cidade de Loganville com seus filhos gêmeos de 9 anos quando o suspeito começou a tocar a campainha
Investigação: Foto de um adjunto do xerife ao lado da casa após os disparos na sexta-feira
Mais do que pediu: Mulher não identificada teria utilizado as seis balas do revolver, errando apenas uma
Mas depois de insistir na campainha, a pessoa começou a forçar a porta com um pé-de-cabra.
Ela rapidamente fugiu para o sótão com os filhos, mas não sem antes pegar seu revólver.
O assaltante, que a polícia identificou pelo nome de Paul Ali Slater, vasculhou todos os cômodos da casa, mas ao chegar ao sótão, ela estava preparada.

Arrebentado: O suspeito foi identificado como Paul Ali Slater, em foto anterior, que possui uma longa ficha criminal e havia saído da prisão recentemente.
O xerife Joe Chapman, do condado do Walton, contou à WSBTV: “O criminoso abriu a porta. É claro, na hora ele estava olhando para ela, seus dois filhos e um revólver calibre 38”.
A mulher teria disparado seis tiros, errando apenas um. Os outros disparos atingiram Slater na região do rosto e do pescoço.
O xerife Chapman contou ao jornal Atlanta Journal-Constitution: “O homem ficou de cara no chão, aos choros. A mulher disse a ele que ficasse no chão, ou atiraria novamente”.
Slater ainda conseguiu se levantar e voltar ao seu veículo, que estava estacionado fora da casa, mas seus ferimentos o deixaram sem condições de dirigir, e não demorou para ele bater o carro numa área de mata.
Ele foi encontrado pelos homens do xerife com forte sangramento em uma estrada do quarteirão.
O xerife Chapman contou ao jornal que ele pediu socorro aos guardas, dizendo: “Estou morrendo. Ajudem-me”.
Ele foi levado ao Centro Médico de Gwinnet para tratar dos ferimentos, e seu quadro é estável.
A agência WSBTV noticiou que Slater tem uma longa ficha criminal e havia sido solto da prisão em agosto.
O marido da autora dos disparos, Donnie Herman, diz estar feliz que sua mulher e filhos estão a salvo.
Herman disse à WSBTV: “Minha mulher é uma heroína. Ela protegeu as crianças. Fez o que tinha que ser feito como uma possuidora de arma de fogo responsável e preparada”.
Uma fuga malsucedida: Slater conseguiu retornar ao seu veículo, mas seus ferimentos o deixaram sem condições de dirigir, e não demorou para ele bater o carro numa área de mata
Marido: Donnie Herman diz estar orgulhoso da esposa, e feliz que sua família está a salvo
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do artigo do Daily Mail: “Mother shoots home intruder five times in face and neck after he cornered her in attic with her twins, 9
Leitura recomendada:

8 comentários :

ÉLQUISSON disse...

Torno a repetir, mais uma vez, o que eu já comentei em um artigo anterior semelhante a este: eu nunca usei uma arma em minha vida. Mas se algum criminoso tentar invadir a minha casa (ou tentar fazer algo contra alguém da minha família), eu não penso duas vezes: atiro para me defender (e até para matar em legítima defesa, se for necessário).

Muita gente, com certeza, iria me perguntar: "Mas você não é cristão? O verdadeiro cristão não tem medo de morrer. O verdadeiro cristão não usa armas. Você não confia no Deus em quem você crê?" Sim, eu realmente confio no Deus a quem eu sirvo. Porém, isso não significa que eu devo me expor deliberadamente ao perigo.

Em outras palavras: não é porque eu confio em Deus que eu vou deixar as portas da minha casa totalmente escancaradas para qualquer um entrar. Eu tenho que confiar em Deus, mas eu também tenho que fazer a minha parte (ou seja, me proteger). A respeito disso, Jesus disse:

"Eis que Eu vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas" (Mateus 10:16)

Vejam como Jesus disse: "Sede prudentes". O verdadeiro cristão é prudente sempre. Se depender somente da polícia, eu sei que eu não vou ter segurança nenhuma (esta é que é a verdade)!

Alguém concorda comigo?

Anônimo disse...

Parabens a essa corajosa mulher.

Anônimo disse...

No lugar dessa mulher, faria a mesma coisa. Onde já se viu quem condene a ela pelo o que ela fez??? Se esse assaltante conseguisse colocar as suas mãos nela e em seus filhos? Talvez ele fosse muito mais cruel, do que o que ela fez para a proteção da família e a sua própria.

Renato disse...

Aqui no Brasil, mesmo com a maioria desejando armar-se para se protegerer, foi negado pelos governantes, que continuam com essa obsessão em desarmar a população brasileira.

Antonio disse...

Ha alguns anos uma febre de islamizacao varreu as prisoes americanas, principalmente os prisoneiros de ascendencia africana. O "argumento" utilizado para a conversao foi o de que o Cristianismo e religiao de brancos (sic). Lembram-se de cassius clay, transformado na prisao em morramerd ali? Agora, mais um "ali" egresso da prisao mostra a que veio os adeptos da religiao de "paz".

Ricardo disse...

Certamente,a senhora "compromisso com a verdade" globo não noticiará,pois - obviamente - não há interesse.Por esta razão não desperdiço meu tempo com essa rede imunda!

Claudio Vaz disse...

Graças a Deus, mulher e crianças estão bem.

Espero que o "cidadão" invasor aproveite a NOVA chance que Jesus está lhe dando.

Élquisson, eu concordo totalmente contigo. Acredito que a mãe tem a obrigação de defender sua prole e o marido de defender toda sua família.

Ao 2º anônimo, TENHA CERTEZA que o criminoso seria muito, muito mais cruel com ela! Ora, o sujeito tinha a casa INTEIRA para vasculhar e levar! Mas não, ele queria encontrá-la. Com certeza não era para receber oração.

Renato, respeitosamente, podemos dar nome aos bois? Os petistas ladrões, os esquerdistas assassinos hipócritas, todos eles com seus seguranças (bem) armados, querem desarmar os cidadãos.
Raça de víboras.

HENRIQUESPACESUB1 disse...

Parabéns para esta Mulher , que soube exercer o seu direito a defesa. E cumprir o papel dado a Ela por Deus: O de proteger a sí , e a seus filhos.