26 de janeiro de 2013

Justiça obriga pais que educam filhos em casa a matricular filhos na escola


Justiça obriga pais que educam filhos em casa a matricular filhos na escola

Julio Severo
O pai e a mãe de dois adolescentes de 13 e 14 anos, que educam seus filhos em casa, em Belo Horizonte, foram obrigados pela Justiça a matricular os meninos em escola pública ou particular, num prazo de 30 dias. O caso foi denunciado pelo Ministério Público que acusou o casal de “abandono intelectual” dos filhos.
Juízes decidem: filhos pertencem ao Estado
A decisão do juiz da Vara Cível da Infância e da Juventude de Belo Horizonte, Marcos Flávio Lucas Padula, foi proferida em 16 de janeiro, mas divulgada pela corte somente nesta sexta-feira (25).
No processo, os pais afirmaram que possuem prioridade sobre o Estado no oferecimento da educação escolar para os filhos. Eles mostraram que um dos meninos foi aprovado no exame de conclusão do ensino fundamental — prova suficiente para comprovar que os filhos não estão intelectualmente abandonados.
O Ministério Público, porém, mostrou que o Estado tem o direito exclusivo de impor a escola formal como única opção para os pais, afirmando que é “direito” (mais propriamente traduzido como obrigação) de toda criança e adolescente o acesso à educação formal.
O Conselho Tutelar do Barreiro, região de Belo Horizonte onde a família reside, chegou a intimar pai e mãe por violar o direito do Estado de impor sua educação sobre os adolescentes do casal. Eles foram intimados para fazer as matrículas dos filhos. Quando disseram que continuariam educando em casa, o Conselho Tutelar acionou o Ministério Público contra o casal por “abandono intelectual”.
Se abandono intelectual significa deixar os filhos sem a doutrinação imoral das escolas do Estado, de fato os pais cometeram esse “crime”. As escolas estão ensinando tantas depravações que deixariam qualquer prostituta de bordel envergonhada.
As crianças voltam muitas vezes da escola com vergonha de dizer aos pais as “lições” de sexo homossexual e outras imoralidades que aprenderam em sala de aula.
Nesse quadro cada vez mais real no Brasil, os pais cristãos têm a obrigação moral de remover os filhos das escolas e educá-los em casa. O próprio Martinho Lutero nos deu um alerta profético 500 anos atrás: “Muito temo que as escolas comprovarão ser as grandes portas do inferno, a menos que elas diligentemente trabalhem para explicar as Santas Escrituras, gravando-as no coração dos jovens”.
Se a Justiça do Brasil não estivesse tão adoecida por ideologias politicamente corretas, não se envolveria na opção educacional dos pais para os filhos, nem os puniria. Em vez disso, intimaria e puniria ministro da Educação e outros agentes do Estado que passam dia e noite elaborando estratégias para impor kits gays e outras depravações para as crianças de escola.
É claro que o casal de Belo Horizonte não cometeu “abandono intelectual” e crime algum, pois educam os filhos em casa. Mas o Estado e seus agentes usarão qualquer desculpa e mentira para manter os filhos debaixo do seu poder e manipulação doutrinária.
O juiz considerou que, apesar de deterem o poder familiar, “os pais não estão autorizados a simplesmente retirar os filhos da rede regular de ensino, uma vez que isso os priva também do convívio social”.
O convívio social na escola hoje atira, em grande parte, as crianças à má influência de drogas, violência e prostituição. É uma socialização negativa, na melhor das hipóteses. Mas o Estado insiste nessa desculpa. 
Para fundamentar sua opinião de total controle do Estado sobre as crianças e a proibição da educação escolar em casa, o juiz se amparou no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e na Constituição Federal.
O Brasil se transformou numa “democracia” ditatorial. Se o casal de Belo Horizonte trabalhasse como professores, distribuindo kits gays nas escolas, o juiz e outros agentes do Estado elogiariam seus serviços ao Estado pró-sodomia. Mas pelo fato de que cometeram o pecado imperdoável de tirar seus filhos dos braços do monstro estatal, o juiz mostra toda a sua força em favor dos interesses do gigante estatal contra um indefesa família.
Nos primeiros séculos, os cristãos desobedeciam ao Estado romano quando obedeciam a Deus.
Se os pais cristãos do Brasil crerem e demonstrarem que os filhos pertencem a Deus, estarão definidamente desobedecendo ao Estado. Se tentarem tirar os filhos dos braços do monstro estatal, estarão cometendo um “crime”.
Com informações do UOL Notícias e R7.
Leitura recomendada:
Visite o Blog Escola em Casa:

8 comentários :

Casal Vintera disse...

Ó Deus...até hoje?
Até quando vamos ficar à mercê das injustiças desse nosso governo louco?
Eu ando pela cidade e vejo crianças andando pelos sinais e me pergunto, pq o governo não vai perseguir os pais dessas crianças que estão sem nenhum tipo de orientação e amparo, correndo risco de serem mortas na rua.
Ao invés de ficar enchendo a paciência e ameaçando famílias de bem que cuidam e amparam seus filhos?
Aff

Fabiano disse...

Caso o filho rode, ou seja, venha a repetir o ano anterior, os pais podem entrar com um processo, alegando incopetência do estado?
É isto que os fanfarrões de esquerda chamam de DEMOcracia?

Anônimo disse...

Boa tarde amigo e irmão Julio,

Estou comentando somente discordar do "Casal Vintura".
Desde criança que ouço dizer este dito popular: "faça sua perte, que Deus te ajudará". Hoje a humanidade - principalmente - o brasileiro, quer que Deus faça tudo, sem ao menos o povo fazer a sua parte. Falam tão mal do governo PT e já deram 12 anos de governo para Lula - digo assim, porque não acredito em um governo Dilma. Uma presidente que aceita interferência do ex em seu governo, não tem moral para governar. E segundo circula na net, no segundo simestre Dilma já começar a campanha pela a reeleição, e que em 2018 Lula assumirá mais uma vez o poder. E em se tartando de Brasil, eu infelizmente ACREDITO QUE ISTO VÁ ACONTECER! O dono do Brasil - o Lula - já disse, que: enquanto ele viver, o PT não sai do poder.
Pra mim os culpados desse governo estar no poder, são os evangélico, que chegaram ao cúmulo de acreditar no que Dilma escreve e promete e escreve - e sabendo do passado de Dilma Rousseff.
Portanto, não é este governo que é ruim, muito pior do que este governo é quem o mantém no poder.

Um abraço do amigo baiano,
Lúcio

Gilson disse...

No episódio da tentação no deserto, o diabo, ousadamente, ofereceu todos os reinos do mundo (e suas riquezas) a Jesus, dizendo: "Tudo isto eu Te darei, se, prostrado, me adorares" (Mateus 4:9). Mas Jesus rebateu com firmeza todas as investidas do diabo ao dizer: "Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e somente a Ele servirás" (Mateus 4:10)

O que esse episódio bíblico tem a ver com o fato de muitos que se dizem cristãos estarem se deixando influenciar pelas mentiras do PT e de outros partidos com a mesma agenda política (além de votarem nesses mesmos partidos)?

Tudo a ver!

Vejamos:

O Estado marxista–comunista–esquerdista–socialista (aqui representado pelo governo corrupto do PT) age igual ao diabo quando propõe ao povo: "Tudo isto (saúde, moradia, educação, empregos, segurança, e outros benefícios) eu te darei se você eleger os meus representantes (do PT e de outros partidos com a mesma agenda política) e deixar que, através deles, somente eu (e não Deus) satisfaça todas as suas necessidades"

Considerando que o povo que não tem conscientização política vota mais com a barriga do que com a cabeça, a maioria não resiste a essa tentação (principalmente quando o Bolsa–Família ou outro assistencialismo eleitoreiro é oferecido)!

A mesma coisa acontece quando esse mesmo Estado diz aos políticos da bancada evangélica e aos líderes de muitas igrejas: "Tudo isto (cargos com altos salários, concessões de emissoras de rádio e canais de televisão, e mil e uma mordomias) eu te darei se você permitir que eu aprove as minhas políticas (a favor do aborto, do homossexualismo, da perseguição aos cristãos, e da destruição das famílias) e não faça (e nem diga) nada contra o meu governo"

Considerando que muitos desses mesmos políticos e líderes estão se vendendo (ou sendo facilmente influenciados) por qualquer coisa, a maioria aceita sem questionar (ainda mais quando vê muito dinheiro à sua frente)!

Alguém concorda comigo?

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao casal Vintera e ao Fabiano,

A educação familiar é, sem dúvida, a que forma o caráter do verdadeiro homem. É dentro do lar (juntamente com a família) que a pessoa se torna um bom cidadão.

Só que o Estado quer usurpar este direito da família (que é sagrado por natureza). Em outras palavras: o Estado quer se achar no direito de dizer aos pais que tipo de educação eles devem dar aos seus filhos. Sabemos que a atual educação dada pelo Estado destrói os bons princípios que foram ensinados no lar.

E mais: a partir do momento em que idéias esquerdistas, marxistas, comunistas e socialistas (que são, na verdade, doutrinas de demônios) começaram a se infiltrar no nosso sistema educacional, as escolas (principalmente as escolas públicas) se corromperam por completo. Em virtude disso, não é de se espantar que, da escola primária à universidade, todos já saem educados dentro dessas mesmas idéias (que têm como ponto em comum a concepção socialista de que o governo é quem deve atender às necessidades de todos). Isso sem contar que uma escola com a mesma linha de pensamento ensina a todos a aceitarem o homossexualismo e o aborto como algo normal, tolerância às religiões afro–descendentes como sendo parte da nossa cultura, combate à homofobia (que eles, sutilmente, pregam como "respeito às diferenças"), enfim, coisas que são totalmente contra os princípios cristãos e bíblicos.

Uma coisa é certa: NENHUMA ESCOLA OU UNIVERSIDADE, POR MELHOR QUE SEJA, JAMAIS VAI SUBSTITUIR INTEGRALMENTE A FAMÍLIA EM TERMOS DE FORMAÇÃO MORAL! É A FAMÍLIA QUEM DÁ A VERDADEIRA EDUCAÇÃO AO SER HUMANO!

Torno a repetir o que eu já comentei em um artigo semelhante a este: qualquer país pode ter a melhor educação do mundo. Mas se esse mesmo país não colocar a obediência à Palavra de Deus como prioridade, a educação que esse mesmo país oferece aos seus cidadãos não passará de uma fábrica de demônios com diplomas de faculdade. É como bem disse o apóstolo Tiago:

"Quem, dentre vós, é sábio e tem verdadeiro entendimento? Que o demonstre por seu bom proceder cotidiano, mediante obras praticadas com humildade que têm origem na sabedoria. No entanto, se abrigas em vosso coração inveja, amargura e ambição egoísta, não vos orgulheis disso, nem procureis negar a verdade. Porquanto esse tipo de sabedoria não vem dos Céus, mas é terrena; não é celestial, mas demoníaca. Pois, onde existe inveja e rivalidade, aí há confusão e todo tipo de atitudes maléficas" (Tiago 3:13–16)

A verdadeira educação só é obtida no ambiente da família. E a melhor educação é dada pela Palavra de Deus, porque ela é quem forma o verdadeiro homem. É como diz o livro de Provérbios:

"O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência" (Provérbios 9:10)

"Ensina à criança o caminho no qual ela deve andar; e quando envelhecer, ela não se desviará dele" (Provérbios 22:6)

Que todos nós possamos lutar para educarmos os nossos filhos dentro dos nossos lares (e na obediência à Palavra de Deus), para que eles sejam futuros bons cidadãos!

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

Claudio Vaz disse...

Qual pai ou mãe aqui não prepara SUA FILHA para ir para faculdade?

Qual pai ou mãe aqui prepara SUA FILHA para ser ESPOSA?

Caso alguém queira me chamar de 'machista' sugiro, anteriormente, procurar este termo na Bíblia. Obrigado.

Prof. Raul Sallenave disse...

Claro que o governo não irá permitir esse tipo de formação. Como eles vão ensinar marxismo para as crianças? Mas o MST pode ter suas escolas nos acampamentos e doutrinar as crianças para o socialismo. Essa obrigatoriedade de matricular as crianças aos 4 anos de idade é para ir moldando elas aos pensamentos do marxismo cultural.

Anônimo disse...

CONCORDO COM O ENSINO EM CASA, desde que os pais sejem diplomados, tenham tempo, condições e que o filho já passou por bullying...Eduquei meus filhos em casa, porém estavam matriculados em escola sim, mas nada a ver com a língua portuguesa ou mesmo a escrita...Em casa aprendia todas matérias, incluindo a doutrina, isso todos *pais atenciosos* ensinam em casa, filosofia de vida, religião, falamos sobre política e suas funções, escolhi bons livros, enfim...o que na escola não tem, principalmete recebeu em casa o que inexiste nas escolas, AULA DE EDUCAÇÃO: não xingar, não ofender os colegas, não provocar ou fazer panelinha contra outros, respeitar as pessoas em seu modo de viver, de vestir, cor, raça, altura e peso, saber ouvir e entender o outro...educação dada diariamente em casa. Quando meu filho maior entrou pela primeira vez numa escola brasileira aqui no Brasil no final do ensino fundamental, em apenas meio ano, ficou entre os primeiros colocados e a partir daí sempre ensinou os colegas de classe, em TODAS provas, em todas matérias. COM TODO O CONHECIMENTO QUE TEVE EM CASA AJUDA DIARIAMENTE OS COLEGAS... POIS, entender os professores na sala de aula está cada vez mais difícil, eles vão na sala para descarregar em cima dos alunos suas tensões familiar, problemas particulares......é comum ver crianças de 7,8, 9 anos tendo aula em casa de amigos, de conhecidos e kumon...SENDO ASSIM; Mesmo matriculados os alunos estão sendo alfabetizados em casa (casa do vizinho, do parente, do amigo, os pais estão pagando outros para ensinar o que na escola nada aprendem, apesar de irem todos dias para a escola). O QUE FAZEM OS PROFESSORES NA SALA DE AULA QUE AS CRIANÇAS NÃO CONSEGUEM ENTENDER QUE 2+2 SÃO 4, OU QUE LETRA o COM LETRA i, FORMA oi...AS CRIANÇAS VOLTAM PARA CASA SABENDO TODA ROTINA DA PRÔ FORA DA ESCOLA, O QUE O MARIDO DISSE, O QUE A FILHA DELA FEZ, O RESTAURANTE QUE FORAM...MAS NA HORA DA TAREFA NADA SABEM. Alunos bons e educados sofrem bullying e aqueles que praticam bullying tem os agrados dos funcionários que parecem gostar disso...Presenciei esse fato, senti essa experiência desagradável e vejo que muitos alunos se ENCONTRAM DENTRO DE UMA BOLHA NAS ESCOLAS, SÃO ISOLADOS PELOS COLEGAS, PELOS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM PANELINHAS PARA AGRADAR SOMENTE FILHOS DE SEUS AMIGOS...TIVE QUE TROCAR DE ESCOLA OUTRO FILHO , POR SER MELHOR ALUNO DA CLASSE, MUITO ELOGIADO POR TODOS PROFESSORES PELO ÓTIMO COMPORTAMENTO E NOTAS, UMA CRIANÇA FELIZ E PARTICIPATIVA...MAS PARECE QUE A DIRETORA, INFELIZ COM SUA VIDA, NÃO APRECIAVA VER OS ELOGIOS QUE BONS ALUNOS RECEBEM DOS PROFESSORES, ERA DEMAIS E MAIS UMA QUEIXA CONTRA A DIREÇÃO DA ESCOLA EM NADA RESOLVERIA, SERIA APENAS ...AGORA ESTOU PAGANDO PARA QUE ELE POSSA ESTUDAR EM PAZ E HOJE ESTÁ FELIZ ONDE NÃO HÁ PANELINHA POR FUNCIONÁRIOS E DIREÇÃO.

>>>NÃO HÁ COM CERTEZA PESSOAS MELHORES NO MUNDO QUE OS PAIS PREOCUPADOS E ATENCIOSOS PARA EDUCAR SEUS FILHOS.<<<
O mundo está invertido, CRIANÇAS NA GUERRA, VIOLÊNCIA E ABUSO INFANTIL, FILHOS ABANDONADOS, DROGAS NAS ESCOLAS, PROFESSORES ESTRESSADOS, SEM CONTAR QUE MUITAS REVOLTAS NAS RUAS, QUEBRA-QUEBRA, AGRESSÕES SÃO FEITAS POR AQUELES QUE FREQUENTARAM ESCOLA...E, VENDO TUDO ISSO, HÁ QUEM TEM TEMPO PARA CRITICAR PAIS QUE QUEREM EDUCAR SEUS FILHOS COM SUA PRÓPRIA FORÇA DE VONTADE E AMOR.
**NÃO AFIRMO QUE ESCOLA NÃO SEJA BOA, MUITAS SÃO BOAS, TEM UMA BOA DIRETORIA, BONS PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DISCIPLINADOS QUE DÃO EXEMPLO AOS ALUNOS.....AFIRMO AQUI QUE, PAIS QUE TIVERAM SEUS FILHOS MALTRATADOS NA ESCOLA E TEM CONDIÇÕES ADEQUADAS E HABILIDADE PARA ENSINAR, DEVERIAM SIM, FORMAR SEUS FILHOS UM BOM PROFISSIONAL, RESPEITADOR E RESPONSÁVEL, O QUE FALTA NESTE MUNDO...PAIS ASSIM, DEVE TER O DIREITO DE TIRAR SEUS FILHOS DE DENTRO DA BOLHA QUE COLOCARAM NA ESCOLA...Só os pais que sofrem com seus filhos agredidos na escola é que sabe a necessidade de tirá-lo da bolha da escola.