27 de janeiro de 2013

“Era um lugar alegre, cheio de borboletas e grandes nuvens rosadas”: Eminente neurocirurgião está CONVENCIDO da existência do paraíso após uma odisseia fora do corpo


“Era um lugar alegre, cheio de borboletas e grandes nuvens rosadas”: Eminente neurocirurgião está CONVENCIDO da existência do paraíso após uma odisseia fora do corpo

* Eben Alexander, formado na Universidade de Harvard, não acreditava nos relatos de pacientes sobre experiências fora do corpo
* Agora ele afirma ter passado por um lugar cheio de borboletas durante um coma
* Ele descreve que ‘um som como um glorioso canto vinha do alto’
* Afirma que passou pela experiência acompanhado de uma jovem
Leslie Larson
Um cientista cético que passou a carreira estudando a mecânica do cérebro e ignorando relatos de pacientes a respeito de viagens a mundos paradisíacos revelou sua extraordinária conversão após um encontro com o pós-vida, durante uma experiência de quase morte.
Conversão: O Dr. Eben Alexander, neurocirurgião de Harvard, relata em seu livro ter passado por uma experiência fora do corpo durante um coma
O Dr. Eben Alexander passou 15 anos atuando como um neurocirurgião acadêmico na Universidade de Harvard, mas sofreu um ataque quase fatal de meningite em 2008 e ficou sem atividade cerebral durante um estado de coma que durou sete dias em um hospital da Virgínia.
Embora estivesse inconsciente e sem reação a estímulos durante o período, agora ele descreve uma “odisseia completamente vívida e coerente” para um lugar do além, cheio de borboletas e onde ecoava música, que abalou seu ponto de vista sobre a consciência humana.
Ele afirma ter entrado em um lugar cheio de nuvens e ao som de cantos, e foi recebido por uma linda mulher de olhos azuis.
O Dr. Alexander descreve sua mudança de paradigma, de um foco exclusivo na compreensão científica do cérebro para a consideração do âmbito espiritual da mente, em um artigo profundamente meditativo publicado na revista  Newsweek, que antecede o lançamento do seu livro intitulado Proof of Heaven  (Prova do Paraíso).
“Como um neurocirurgião, eu não acreditava no fenômeno das experiências de quase morte”, escreve ele em seu artigo, explicando como anteriormente confiava em “boas explicações científicas para as jornadas paradisíacas fora do corpo descritas por pessoas que por pouco não escaparam da morte”. 
Embora se considerasse nominalmente um cristão, reconhece que não tinha fé suficiente para acreditar na vida eterna.
Quando seus pacientes faziam relatos de terem ido ao paraíso durante suas experiências de quase morte, ele se baseava no “atual entendimento médico do cérebro e da mente”, e considerava os relatos como auto-ilusão.
Cético: O Dr. Eben Alexander era indiferente às descrições dos pacientes sobre jornadas ao paraíso após experiências de quase morte... até que o cientista experienciou ele próprio um paraíso de nuvens rosas.
Mas depois que se tornou o paciente, afirma ter “experimentado algo tão profundo que me deu uma razão científica para acreditar na consciência após a morte”.
O médico de 58 anos possui uma linhagem impressionante. Seus antepassados eram eminentes políticos e figuras conhecidas na sociedade de Tennessee. Seu pai era Chefe de Neurocirurgia da Universidade de Wake Forest de 1948 a 1978.
Alexander, quando jovem, se formou na escola Phillips Exeter Academy, recebeu seu título de bacharel pela Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill em 1975, e sua licença médica pela Universidade de Duke em 1980.
Ele passou 15 anos ensinando neurologia na Faculdade Médica de Harvard e na Universidade de Virgínia, dando palestras e pesquisando sobre mapeamento cerebral e tumores cerebrais, além de tentar entender a cognição.
Em 2008, o médico pai de dois filhos estava “em boa saúde e bom estado”, preparando-se para embarcar em um passeio com seu filho a um vulcão na América do Sul, conta ele em uma entrevista sobre o caso ao podcast Skeptiko.
Mal sabia ele que logo se tornaria um paciente no mesmo hospital onde lecionava.
Vívida: Alexander detalha sua experiência em seu livro, Proof of Heaven. Uma amostra do relato também foi publicada na revista Newsweek.
A vida do médico quase foi encurtada em 10 de novembro de 2008, quando acordou às 4h30min da manhã para se aprontar para o trabalho no Hospital Geral de Lynchburg, na Virgínia, onde trabalhava como neurocirurgião.
De repente, começou a sentir fortes dores nas costas, e em 15 minutos estava paralisado pela agonia, mal podendo se mexer.
Sua esposa, Holley, correu para ajudá-lo e começou a massagear suas costas para aliviar a tensão, mas sua situação piorou.
Antes que começasse a ter um ataque de convulsão, suas últimas palavras para a esposa foram, “Não ligue para o telefone de emergência 911”, e perdeu a consciência, sem nenhuma memória do que aconteceu na semana seguinte.
Felizmente para ele, sua esposa não deu atenção ao seu conselho e ele foi levado às pressas ao hospital, onde foi diagnosticado com meningite bacteriana.
“Todo o meu córtex, a parte do cérebro que controla os pensamentos e as emoções, e que essencialmente nos torna humanos, havia parado de funcionar”, relata em seu artigo.
“Os médicos apuraram que ele, de alguma forma, eu havia contraído uma forma muito rara de meningite bacteriana que na maioria das vezes ataca recém-nascidos. Bactérias E. coli penetraram meu líquido cefalorraquidiano e estavam comendo meu cérebro”, acrescenta.
Ele ficou respirando com ajuda de aparelhos em uma UTI, e por seis dias foi tratado com um antibiótico triplo para combater a bactéria, mas seu cérebro tinha pouca funcionalidade e ele não respondia a estímulos, levando os médicos a acreditar que ele nunca voltaria ao normal.
Quando sua família já se preparava para o pior, de repente no sétimo dia ele abre os olhos.
Seu tubo respiratório foi removido e ele miraculosamente disse aos médicos, “Obrigado”.
Eben sofreu de amnésia e não conseguia se lembrar de nada de sua vida antes da doença, e permaneceu confuso durante os primeiros dias depois de voltar do coma.
Mas à medida que se recuperava, começou a se lembrar de memórias vívidas de uma experiência mental mágica durante o seu período de coma.
Doença: O Dr. Alexander, na foto com uma tomografia do seu cérebro infectado, ficou em estado de coma durante sete dias, e os médicos não acreditavam que ele iria retornar. Um mês depois ele estava quase completamente recuperado
“Não há explicação científica para o fato de que, enquanto meu corpo estava em coma, minha mente, meu eu consciente e interior, estava viva e bem”.
“Enquanto os neurônios do meu córtex estavam abalados e completamente desativados pelas bactérias que os atacaram, minha consciência, sem a ajuda do cérebro, viajou a uma outra e maior dimensão do universo: uma dimensão que eu nunca sonhei que existisse, e que o velho eu, de antes do coma, ficaria mais do que satisfeito em explicar como simplesmente impossível”, escreve. 
Ele afirma ter entrado em um “lugar de nuvens — grandes, bufantes e rosadas”, cheio de borboletas e criaturas angelicais que eram “como nada que já conheci neste planeta. Eles eram formas superiores, mais avançadas”.
Nesse mundo celestial, ele escutava um som estrondoso como um glorioso canto, que vinha do alto”, que lhe dava uma sensação de alegria e assombro.
Uma linda jovem o acompanhou durante a sua estadia, “ela era jovem, e me lembro dos seus traços em todos os detalhes. Tinha bochechas altas e olhos azuis escuros. Cachos castanhos dourados emolduravam seu lindo rosto”.
Paraíso: O médico afirma que o lugar que visitou era cheio de borboletas, música e criaturas angelicais mais gloriosas do que os humanos jamais poderiam imaginar.
Alexander admite que sua descrição pode soar como algo que saiu diretamente de Hollywood, mas para os céticos ele afirma que tem uma sensação clara de que foi de fato real, e “não era uma fantasia irreal e passageira”.
Depois dessa incrível experiência em 2008, Alexander conta que houve impacto tanto profissional quanto espiritual em sua vida.
Agora, o cientista concentra suas energias em “investigar a verdadeira natureza da consciência e deixar o mais claro possível o fato de que somos muito mais do que nossos cérebros físicos, tanto para meus colegas cientistas quanto para a população em geral”.
Mas o autointitulado “cristão não praticante” agora afirma que sua experiência com o paraíso aprofundou seu entendimento de Deus e fortaleceu sua fé.
“No cerne da minha jornada está a constatação de que somos amados e aceitos incondicionalmente por um Deus ainda mais grandioso e incomensuravelmente glorioso do que o que eu conhecia”, conclui.
Leitura recomendada:

13 comentários :

Elender Góis Gallas disse...

apesar de interessante, ainda fico com o que a bíblia me diz, isto é, que os mortos não tem consciência. ora, se até satanás pode se transformar em anjo de luz, o que ele viu não é comprovadamente da parte de Deus.

jorge.oraetlabora disse...

Extraordinário !
Mais uma prova para os ateus - e mesmo para muitos que, dizendo-se cristãos. têm uma Fé débil !

Abençoados os que não precisam de provas para acreditar !

Julio Severo disse...

Oi, Elender! O relato do médico é importante porque muitos médicos hoje agem como se não existisse vida na eternidade. Mas achei interessante um comentário que Bruno Franco Oliveira postou minutos atrás no meu Facebook: Bom sobre religião, Jesus jamais criou alguma pessoal, quem fez isso foram os homens, Jesus trouxe a mensagem de salvação e nos ensinou dando o próprio exemplo como andar com Deus. O céu não pertence a nenhuma religião e sim somente aos que crêem em Jesus como seu único e suficiente salvador e o adoram em espírito e em verdade. Relatos sobre experiência fora do corpo são encontradas na bíblia pelo apóstolo Paulo como está escrito: "Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu".(2 Coríntios 12:2). Recomendo assistirem ao documentário "O Fenômeno Lázaro", este é o link: http://www.youtube.com/watch?v=yT1jVMimlkA

Roberto disse...

Olá Júlio, muito interessante esse relato, parabéns pela notícia.
Seria bom que esse livro saísse em português, alguma editora fizesse a tradução. Eu por exemplo, como tantas pessoas, não tem tanto domínio assim para ler todo o livro em inglês, seria bom se alguma editora se interessasse.
Um abraço!

Anônimo disse...

Com relação ao assunto deste post, gostaria de dizer, em primeiro lugar, que concordo plenamente que a bíblia é que deve ser o referencial para a fé cristã, pois no caso das chamadas EQMs (Experiências de Quase Morte), as mesmas podem ser até mesmo enganadoras no que há a possibilidade de manipulação satânica no sentido de induzir as pessoas envolvidas neste tipo de experiência ao universalismo. Existe inclusive um tipo de religião denominada “religião ômega” que defende a perigosa ideia de que o céu é para todos e que não há nada que se temer na morte, baseando-se tendenciosamente apenas em EQMs positivas (de visões do céu), porém minimizando ou ocultando ao público as experiências negativas (de visões do inferno). Apesar disso, devemos ser intelectualmente honestos em reconhecer que não é porque existem enganos, que então é tudo engano. A bíblia também diz que aos homens é dado morrer uma só vez vindo logo após o juízo (Hebreus 9:27), e Jesus ensina, que quando o ser humano morre, ou os anjos de Deus o levam para a glória, ou o seu destino será o hades (inferno) de forma bem consciente e real (Lucas 16:19-31), portanto a ideia segundo a qual a existência humana é extinta na sepultura é enganosa, o que se extingue na sepultura é o corpo humano, sendo assim o que está dentro do túmulo é apenas o corpo material sem vida (portanto não pode saber de nada), enquanto o espírito continua consciente e enfrenta as consequências eternas de sua escolha de ter aceitado ou negado a Deus. Tais experiências, portanto, existem e são bem reais, mas estas devem sempre ser consideradas falsas quando entram em contradição com o testemunho bíblico, pois a bíblia é que deve julgar as experiências e nunca o contrário. Por outro lado, as EQMs pode ser, sim, uma poderosa ferramenta no que se refere ao combate ao ceticismo e ao ateísmo, que pregam a ideia da extinção definitiva do ser vinculada à morte do corpo, visto que a existência humana seria de natureza apenas material. Já existem diversos estudos, produzidos por especialistas de renome, que comprovam a veracidade das EQMs, apresentando fortes argumentos da existência de vida pós-morte e da sobrevivência da consciência fora do corpo, a partir de relatos com alto grau de coerência e riqueza de detalhes, de pessoas que estiveram no limite da morte, e que pela graça de Deus, retornaram para contar a história. Para aqueles que desejam entender um pouco mais sobre este assunto, sob uma perspectiva bíblica, recomendo a leitura do livro “Eles viram o inferno - experiências extracorpóreas de pacientes que voltaram da morte - Dr. Maurice S. Rawlings “ ou mesmo assistir no youtube o documentário “Testemunho de Pessoas que viram a Morte” cujo link é: http://www.youtube.com/watch?v=83b3a2TrhD0


Paz e graça a todos
Magno

Anônimo disse...

Há muitos casos constatados pela medicina e fora dela com esses tipos de relatos. No entanto, muitos profissionais materialistas e pseudo-cientistas associam isso ao cortex cerebral e não a experiências espirituais.

Anônimo disse...

Estas EQM-Experiência de Quase Morte estão muito bem debatidas no livro "Fatos sobre a Vida após a Morte" e, geralmente, são ilusões promovidas por demônios. Na maioria dos casos, as pessoas que vivenciam EQM passam a não aceitar a questão do inferno e castigo, da redenção por intermédio de Cristo, tornam-se ocultistas, espiritualistas ou mesmo simpatizantes de tais doutrinas, além de pregarem o universalismno e/ou panteísmo. Portanto, para saber se a EQM levou ao Céu bíblico ou a uma ilusão diabólica, basta olhar os frutos posteriores da pessoa.

ana maria zaiden disse...

Para aqueles que têm dúvidas quanto a experiência de quase morte sugiro a leitura/ver o vídeo do testemunho de Glória Polo que viveu EQM. Poderão constatar, inclusive, o testemunho de vida hoje vivido por ela: verdadeira conversão e confiança em Jesus por tudo o que ela viu e ouviu. Vale a pena, pois ela segue o que Jesus lhe disse quando dessa experiência: que ela deveria dar esse testemunho ao mundo todo, incansavelmente.

HENRIQUESPACESUB1 disse...

Anônimo disse...
Estas EQM-Experiência de Quase Morte estão muito bem debatidas no livro "Fatos sobre a Vida após a Morte" e, geralmente, são ilusões promovidas por demônios. Na maioria dos casos, as pessoas que vivenciam EQM passam a não aceitar a questão do inferno e castigo, da redenção por intermédio de Cristo, tornam-se ocultistas, espiritualistas ou mesmo simpatizantes de tais doutrinas, além de pregarem o universalismno e/ou panteísmo. Portanto, para saber se a EQM levou ao Céu bíblico ou a uma ilusão diabólica, basta olhar os frutos posteriores da pessoa.

segunda-feira, 28 janeiro, 2013 CARO ANÔNIMO: O que vc afirmou revela TOTAL desconhecimento do assunto. Atribuir o poder sobre a vida e a morte ( que só cabe a DEUS) ao demônio ou a alguma entidade maligna , prova que de fato , não entendeu a Bíblia , , embora vc possa tê-la lido. As pessoas que passam por esta experiência tem sim, uma consciência da responsabilidade espiritual que todos nós temos , inclusive , sobre as impressões e influência que causamos sobre o nosso próximo. Só pra configurar oq eu acabei de afirmar , posso em verdade te contar sobre a experiência sofrida por um amigo meu , pessoal , que era ATEU , e hoje é diácono , aqui , na cidade onde resido. Ele passou por uma EQM, depois de sofrer um ataque cardíaco , na qual atravessou um túnel e se encontrou com um ser de luz , maravilhoso , de uma luz gloriosa e que o amava completamente! este ser diss ea ele exatamenbte nestas palavras : O ÚNICO CAMINHO PARA MIM , É DEUS , NOSSO SENHOR JESUS CRISTO! NÃO HÁ OUTRO!. E completou : O ÚNICO A JULGAR AQUÍ SOU EU ! E EIS QUE JULGO COM BENEVOLÊNCIA! no final desta experiência , o mesmo foi deixado por este SER DE LUZ ( que no meu entender é o próprio DEUS) em um lugar terrível , cujo sofrimento e dor deste lugar transcende o nosso entendimento. O SER DE LUZ disse a ele que estava mostrando para onde ele iria se não mudasse o seu caminhar , e que ele contasse a sua experiência a todos , por que não era SEU desejo que as pessoas fossem para aquele lugar , passar a eternidade. O inferno , assim como o paraíso , são condições ETERNAS ! E é nossa responsabilidade o nosso destino espiritual. Portanto , qualquer afirmação de que estas experiencias não provém de DEUS , que está no controle de TODAS AS COISAS , vem na contra-mão do conhecimento. Leiam e pesquisem , pois só a verdade liberta.

HENRIQUESPACESUB1 disse...

Peço desculpas ao anonimo acima , o qual eu postei o comentário, pois devido a movimentação aqui no meu quarto , acabei copiando e colando o comentário errado .O que eu deveria ter colado no meu comentário anterior é este , e não oq eu anexei. É ESTE AQUI: 7 comentários:

Elender Góis Gallas disse...
apesar de interessante, ainda fico com o que a bíblia me diz, isto é, que os mortos não tem consciência. ora, se até satanás pode se transformar em anjo de luz, o que ele viu não é comprovadamente da parte de Deus.

domingo, 27 janeiro, 2013

HENRIQUESPACESUB1 disse...

Ao leitor Magno: Qual a editora e aonde posso achar no Rio de Janeiro Não estou encontrando este livro no google...“Eles viram o inferno - experiências extracorpóreas de pacientes que voltaram da morte - Dr. Maurice S. Rawlings .

rone mimi disse...

O sangue de Abel clamava a Deus após seu assassinato.
O rico e Lázaro estavam conscientes no relato de Jesus..
Jesus disse ao ladrão na cruz que no mesmo dia estaria com ele no paraíso. Você ainda diz que a bíblia afirma que não existe consciência?
Vamos estudar mais Dr.

Anônimo disse...

Oi, HENRIQUESPACESUB1 , a paz de Cristo.

Quando adquiri este livro, o fiz comprando direto em loja física, há algum tempo, e não saberia lhe indicar alguma loja física em que você possa encontrá-lo. Porém fiz uma pesquisa na internet e constatei que você pode adquiri-lo via loja virtual. Os endereços deixo logo abaixo. Desejo-lhe uma excelente leitura e bençãos de Deus sobre sua vida e família.

Obs.: ao comprar via loja virtual, verifique não somente o valor, mas também prazo de entrega e principalmente a reputação da Webshop. Dê preferência às mais conceituadas no mercado e que tenham telefone para contato. É sempre bom ligar para a loja antes de proceder a compra via WEB.

http://www.ebxlivros.com.br/livros/RA1553/9788527502269/eles-viram-o-inferno.html?origem=buscape

http://www.ciadoslivros.com.br/eles-viram-o-inferno-0-edicao-1-p214548/

http://www.estantevirtual.com.br/sebouniverso/Dr-Msurice-S-Rawlings-Eles-Viram-o-Inferno-64120130

http://www.livrariaresposta.com.br/v2/produto.php?id=28597&origem=1

Paz e graça
Magno