12 de dezembro de 2012

Derrotando Amalek


Derrotando Amalek

Marcello de Oliveira
Através das gerações, os judeus tiveram uma longa lista de inimigos. Os antigos egipcíos os escravizaram, os babilônios destruíram o templo, os grego-sírios  empenharam-se em substituir o judaísmo pelo helenismo e os romanos destruíram o segundo templo, exilando-os da terra que o Eterno havia prometido a seus pais, Jerusalém. Mas, dentre todos os seus inimigos, um deles é incomparável e sobressai em sua malignidade – aquele cujo ódio pelo povo judeu não encontrou paralelos. Seu nome é Amalek.
A Torá, cuja autoria é divina e que nos ensina a reverenciar a vida, a amar nossos semelhantes e não odiar nossos inimigos – nem mesmo os egipcíos que cruelmente os escravizaram – é categórica e implacável em se tratando de Amalek. “Lembra-te do que fez Amalek em teu caminho de saída do Egito. Quanto te encontrou no caminho e extirpou todos os que retardavam atrás de ti e tu estavas cansado e exausto e (Amalek) não temeu ao Eterno. Portanto, quando, o Eterno, teu D’us, te der descanso de todos os teus inimigos em volta de ti, na terra que o Eterno, teu D’us, te está dando por herança para possuí-la, apagarás a memória de Amalek de debaixo dos céus, não te esqueças” (Dt 25.17-19).
Amalek é identificado com a destruição em virtude do grau de ódio que nutre pelo povo judeu. Diferentemente de outros que perseguiram por razões políticas, econômicas, ideológicas ou religiosas, Amalek odeia os judeus sem motivo. Seu ódio é irracional e sem fundamento e extremamente poderoso. Amalek odeia os judeus simples e exclusivamente pelo fato de serem judeus. A ele não importa se os judeus vivem na terra de Israel, ou não; se são religiosos ou não; se são capitalistas ou não; liberais ou conservadores. Para ele, todos os judeus são iguais: um fenômeno indesejável que precisa ser extirpado da face da Terra.
Amalek, ainda, personifica a antítese do povo judeu. É uma criatura totalmente destituída de fé: nem em idolatria acredita. Seu objetivo básico é a negação do direito de Israel à existência. Amalek é a base das forças do mal neste mundo. Amalek não tem país, bandeira ou idioma. Assume identidades múltiplas. Enquanto o povo judeu é transparente e se faz ver enquanto povo, Amalek oculta sua identidade. Surge em épocas diferentes em diferentes lugares e é mestre na arte do disfarce. Apesar de suas heresia, às vezes, até se transveste com trajes religiosos. Como, então, identificá-lo?
Na história de Purim, no livro de Ester, lemos acerca do ódio que Haman nutria pelo povo judeu. Um episódio que se inicia com um conflito pessoal – a recusa de Mordechai de se curvar perante Haman – resulta em um decreto de genocídio contra todos os judeus – homens, mulheres e crianças. Ainda que Haman se sentisse insultado, não fazia sentido incluir todo o “povo de Mordechai” em sua vingança. Obviamente, usou Mordechai como pretexto para executar seus planos genocidas contra os judeus. Isso não surpreende já que ele era descendente direto de Amalek.
Na verdade, Mordechai servia na Corte – e até salvou a vida do rei de uma conspiração para assassiná-lo – e os judeus contribuíam para o desenvolvimento do reino, como fazem em todos os países onde residem. A acusação levada por Haman ao rei contra os judeus foi um estratagema para que pudesse executar seus planos malignos. Sua luta contra o povo judeu nada tinha a ver com o fato de seus membros se destacarem na sociedade maior: originava-se em um ódio fundamental contra uma nação que pertencia a um outro polo de existência. Haman e seus adeptos – os filhos de Amalek – postavam-se de um lado, o lado da escuridão e da maldade, enquanto Mordechai e seu povo se colocavam do outro – o lado da luz e da bondade.

Amalek e a origem do mal

Há um livro intitulado Conversas com Hitler, escrito por um antigo membro do Partido Nazista e amigo de Hitler. Em um dos diálogos registrados no livro, os dois conversam sobre os judeus e o autor diz a Hitler: “Cá entre nós… Nós dois sabemos que todas as imputações contra os judeus são falsas. Por que, então, você os odeia?” Ao que Hitler respondeu: “Não posso perdoar os judeus por terem inventado a moralidade” (grifo nosso).
A afirmação de Hitler é imprecisa. É o Eterno e não os judeus a origem da moralidade. É Ele quem determina o que é moral ou imoral, bom ou mau, certo ou errado. Mas os judeus foram, de fato, escolhidos por Ele (Há Kadosh Barukh Hú) O Santo, Bendito seja o Nome Dele – para serem seus porta-vozes. A afirmação de Hitler é imprecisa, mas especialmente reveladora por deixar clara a natureza de Amalek, e – ainda mais importante – por revelar a maneira como este vê o povo judeu.
Hitler, que personifica Amalek ainda mais integralmente do que Haman, nutria um ódio pelos judeus que continua a intrigar muitos. Por que ele, que estava tão determinado a conquistar o mundo, iria desviar-se de seu empenho bélico para assassinar o máximo possível de judeus? Historiadores, filósofos, teólogos, sociólogos tentam descobrir a razão para tão profundo ódio. Mas, para os judeus, não precisam pesquisar o passado de Hitler tão fundo em busca de uma explicação. Eles sabem exatamente por que Hitler os odiava.
Ele odiava o povo judeu acima de tudo porque nossa existência e essência representam tudo o que ele desprezava. O judeu, enquanto porta-voz de D’us, deve ser o representante do Divino no mundo. É isso o que mais enfurece Amalek. Esta força do mal pretende extirpar D’us do mundo. É reveladora a frase de Hitler que lutaria contra os judeus por ser sua forma de lutar contra D’us. Como Amalek não consegue lutar contra o Eterno, ele vai atrás de seus filhos.
Fonte: Davar Elohim
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

4 comentários :

Anônimo disse...

Sou a favor do povo judeu (quase incondicionalmente), mas essa deles escreverem D_us e não Deus, é uma das razões que me leva a entender, porque Jesus ainda não é Deus na vida desse povo. Para os judeus ortodoxos, o véu rasgado do templo dando livre acesso ao Pai é mera invenção e não factível com a verdade. Por isso o sofrimento desse povo 'escolhido' e assim será até que venham a dizer: "Bendito é o que vem em nome do Senhor!".

Antonio disse...

Parece coincidencia a grafia de haman e hamas.
Agora, sobre nao se saber o porque do odio contra os judeus, ora, satanas sabe que o cumprimento final da Biblia passa por eles e, imagina que, levando a cabo a "solucao final" frustrara os planos do Altissimo. E como se diz, "que viagem"!

"Aldo Santos" disse...

EXCELENTE POSTAGEM, AMIGO. VOU REPASSAR ESTA POSTAGEM.

AINDA ESTOU ESPERANDO SUA RESPOSTA.... MANDEI ALGUNS E-MAILS PRA VC E SEM RESPOSTA. ENTÃO RESOLVI COMENTAR POR AQUI, PRA OBTER SEU PARECER...


SOU EU, O ALDO SANTO DOS CANTOS DE ÁGUAS FURTADAS DO PIAUÍ DO BLOG O
GUARDA DE ISRAEL. VC FAZ AS POSTAGENS DAÍ E EU AJUDO A PROPAGAR
DAQUÍ... PODE LASCAR A CHIBATADA!! RS.

AMIGO, EM PRIMEIRO LUGAR QUERO AGRADECER MUITÍSSIMO PELA SUA
INFLUÊNCIA QUE PASSA PRA TODOS, DOS BONS COSTUMES E A VALORIZAÇÃO DA
FAMÍLIA E PELA LUTA CONTRA OS ADVERSÁRIOS CONTRÁRIOS À NATUREZA MORAL
HUMANA.

OBRIGADO TAMBÉM PELA ORAÇÃO PELO MEU FILHINHO, HELIABE KAIRO QUE ESTÁ
COM SAÚDE, GRAÇAS A DEUS. EU, MINHA ESPOSA E MEUS DOIS FILHINHOS
ESTAMOS BEM.

AMIGO, AQUÍ NO BRASIL TEM UMA PESSOA QUE ESTÁ CAUSANDO CONFUSÃO. CHAMADO DE RÚBENS SANDÉ QUE PREGA EM
VÍDEOS DO YOU TUBE QUE A BÍBLIA NÃO É A PALAVRA DE DEUS, E QUE ELA FOI
ADULTERADA POR CONSTANTINO. E DIZ TAMBÉM QUE O NOME DO SALVADOR É
YAHUSHUA HAMASHIA.(PODE SER, MAS SÓ SABEMOS FALAR O PORTUGUÊS)

QUEM NÃO É FIRMADO NO ROCHEDO DIVINAL, ESSAS PREGAÇÕES DO
RÚBENS ESTARIA CAUSANDO CRENTES ZUMBIS OU MELHOR, DESCRENTES ZUMBIS?.. POIS
APOSTATAM E DEIXAM DE CRER NA BÍBLIA E FICAM VAGANDO SEM SABER NO
QUE CRER... ISSO TÁ DANDO MUITA DÚVIDA E CONFUSÃO PARA MUITOS CRENTES.

O RÚBENS SÓ FEZ ATÉ A QUARTA SÉRIE DO PRIMÁRIO E TUDO QUE ELE PREGA EM
SEUS ESTUDOS, É BASEADO TOTALMENTE PELA INTERNET E SE ATREVEU FAZER
UMA ESCALA GENEALÓGICA DESDE OS TEMPOS DE MOISÉS ATÉ AOS DIAS DE HOJE.

ME FALE À RESPEITO DE TAL ASSUNTO, POR FAVOR. SEI QUE SEU TEMPO É
PRECIOSÍSSIMO E SEI TAMBÉM QUE ÉS HUMILDE PRA RESPONDER CADA UM.

AH, AÍ NOS ESTADOS UNIDOS TEM MUITO MARKET MULTINÍVEL, NÉ?.. O QUE
AQUI NO BRASIL PODERIA SER CRIME POR SE CARACTERIZAR PIRÂMIDE E
FORMAÇÃO DE CORRENTE. MAS ESTA EMPRESA DIZ QUE PAGA IMPOSTO PRO
GOVERNO BRASILEIRO E TEM CNPJ. TÔ FALANDO DA TELEX FREE:
http://www.telexfree.com/bo/home/
ME DIGA, VC QUE MORA NOS USA E TEM MAIS INFORMAÇÃO E ACESSIBILIDADE
PARA ME ESCLARECER SOBRE ESTE MARKET TAMBÉM.

AGRADEÇO, QUERIDO AMIGO. ABRAÇO, SAÚDE E PAZ.

AGUARDO SUA RESPOSTA.

AH, EU ME ENTREI NUMA BOCA QUENTE!.. SOBRE UMA MOÇA QUE RECENTEMENTE SE DECLAROU LÉSBICA E CONTRAIU DST E ESCONDIA DOS SEUS PAIS...

MAS ESSA É OUTRA HISTÓRIA. MANDO POR E-MAIL PRA VC. SE VC RESPONDER, CLARO.

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Prezado Júlio, minha gratidão ao irmão pela postagem do artigo.

O Ribono Shel Olam seja contigo. Sempre!

Marcello Oliveira