7 de novembro de 2012

Pentecostais do Brasil: Crescimento da igreja em risco por causa do socialismo


Pentecostais do Brasil: Crescimento da igreja em risco por causa do socialismo

Julio Severo
A Associated Press publicou uma reportagem curiosa nesta semana. A reportagem disse:
O pentecostalismo era outrora visto como uma grande ameaça à Igreja Católica do Brasil. As igrejas pentecostais, muitas delas fundadas por evangélicos dos EUA, viram o número de seus membros dobrar mais de 12 por cento da população do Brasil durante a década de 1990, com cerca de metade dos membros estimados como ex-católicos.
Durante a década de 1990s, a economia do Brasil sofreu hiperinflação e outras desgraças, e as igrejas pentecostais ativamente recrutaram membros nas favelas e periferias das cidades brasileiras oferecendo conselhos práticos de melhoria de vida e ministério cristão.
Desde 2003, porém, as igrejas pentecostais estão vendo seu crescimento desacelerar. A percentagem de brasileiros se chamando pentecostais avançou lentamente de 12,5 por cento da população para 13,3 por cento.
O que é fascinante é que 2003 é a data em que o ex-presidente Luiz Inácio “Lula” da Silva começou seu governo pró-aborto e pró-sodomia.
No passado, Lula e seu socialismo eram vistos como “demoníacos” pelos pentecostais. Por sua vez, os pentecostais eram vistos como “radicais” pelos protestantes.
No entanto, mediante os esforços de um ex-pastor superastro presbiteriano, que trabalhou para tornar Lula e sua ideologia agradáveis aos olhos dos evangélicos, os pentecostais começaram a fazer o que alguns grandes líderes protestantes (presbiterianos, luteranos, metodistas, etc.) vinham fazendo há décadas: marchar ao som da música marxista.
As igrejas protestantes nessa marcha são basicamente estagnadas, numérica e espiritualmente. O que não é de surpreender é que as igrejas pentecostais começaram a sofrer um crescimento lento depois de decidirem marchar com os protestantes.
Na eleição presidencial de 2002, pela primeira vez na história dos protestantes do Brasil, 500 grandes líderes protestantes, pentecostais e neo-pentecostais deram as mãos para eleger Lula.
O ex-superastro presbiteriano? Desde seu sutil trabalho progressista na década de 1990 para levar os pentecostais e neo-pentecostais para seguir a Teologia da Missão Integral (a variante protestante da marxista Teologia da Libertação), ele vem levando uma vida de desonra. Sua glória passada se desmoronou depois que escândalos financeiros e sexuais destruíram seu casamento e ministério no final da década de 1990.
Contudo, o desmoronamento moral dele aconteceu tarde demais para salvar pelo menos as igrejas pentecostais e neo-pentecostais das ideias progressistas dele adotadas pelos protestantes. Os pentecostais foram hipnotizados pelos seus persuasivos argumentos intelectuais progressistas, que trouxeram crescimento ideológico, mas nenhum crescimento espiritual. Eles se esqueceram das palavras do Apóstolo Paulo:
“Minha mensagem e minha proclamação não se formaram de palavras persuasivas de conhecimento, mas constituíram-se em demonstração do poder do Espírito”. (1 Coríntios 2:4 KJA)
Seduzidos pelos argumentos do superastro presbiteriano, muitos pentecostais e neo-pentecostais pararam de ver Lula, seu partido e o socialismo como “demoníacos”.
As consequências foram pavorosas. A ideologia e as políticas socialistas que Lula e seus camaradas injetaram no Estado brasileiro estão experimentando um crescimento extraordinário, enquanto os pentecostais e neo-pentecostais estão vendo a desaceleração de seu próprio crescimento.
Socialismo: o beco sem saída da igreja
Há alguma compatibilidade entre Cristianismo e socialismo? As igrejas que o adotam entregam seu crescimento a ele.
A reportagem da Associated Press não conseguiu reconhecer, mas 2003 é uma data inesquecível na história brasileira. Foi o ano em que Lula começou a governar com sua radical agenda politicamente correta de homossexualidade e aborto. Foi o ano que começou o crescimento desacelerado dos pentecostais.
O socialismo é uma religião, que exige você, sua família, seu bolso, sua saúde, seus filhos, a saúde deles, a educação deles, sua opinião, seus sonhos, etc.
A qualquer momento que algum grupo cristão o adota, fica mais fraco e o socialismo fica mais forte.
Os pentecostais do Brasil tiveram oportunidades abundantes de aprender essa lição com a trágica experiência esquerdista da CNBB e de muitos de seus irmãos protestantes, especialmente o ex-superastro presbiteriano, mas não quiseram.
Agora, eles não têm nenhuma escolha: terão de aprender com seus próprios pecados.
Leitura recomendada:

24 comentários:

ÉLQUISSON disse...

Se o diabo se mostrasse como ele realmente é, ninguém jamais iria querer aproximação com ele. Mas ele sempre se apresenta como anjo de luz, para enganar os que não estão firmes na Palavra de Deus. É como bem disse o apóstolo Paulo:

"E não vos admireis disto, já que o próprio Satanás insiste em se transformar em anjo de luz. Não é muito, portanto, que os seus ministros apareçam como ministros da justiça; e o fim deles será segundo as suas obras" (2 Coríntios 11:14–15)

Marxismo, esquerdismo, comunismo e socialismo (e outras variações) são invenções do diabo. E essas mesmas ideologias têm diversos objetivos em comum:

– Destruir a família;

– Eliminar todos os valores morais e os bons princípios;

– Legalizar o aborto;

– Destruir a fé cristã;

– Corromper (ou destruir) as igrejas;

– Promover o homossexualismo;

– Aprovar a eutanásia;

– Usar a tirania (ou a ditadura) para permanecer no poder, sempre com o argumento mentiroso de ajudar os pobres e necessitados;

– Eliminar todos os opositores do socialismo;

– Impor a idéia de que todos devem ser submissos somente ao Estado (ou melhor, que o Estado deve substituir Deus em todas as áreas da vida humana).

Estas ideologias usam um jogo de palavras tão sutil (compaixão, ajuda aos necessitados, e outros termos semelhantes) que conseguem enganar facilmente muitas pessoas (principalmente aquelas que não têm conscientização política)! Daí a razão de muitos partidos esquerdistas (PT, PC do B, PV, PSOL e outros semelhantes) estarem no poder em quase toda eleição!

Se essas ideologias diabólicas (e também as teologias corrompidas como Missão Integral, Prosperidade e Libertação) contaminaram o nosso sistema educacional (e também as nossas igrejas e nossos seminários), foi devido à negligência dos servos de Deus (que se deixaram seduzir pelos enganos do diabo). Toda e qualquer filosofia, ideologia ou teologia tem que ser obrigatoriamente testada e aprovada pela Palavra de Deus (para saber se é verdadeira ou não). Foi como disse o apóstolo Paulo:

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade" (2 Coríntios 13:8)

Eu prefiro ficar com a Palavra de Deus, porque somente ela tem todas as respostas que eu preciso! Não confio em nada que venha do homem. Novamente o apóstolo Paulo se manifesta:

"Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Romanos 3:4)

Será que eu estou certo neste meu ponto de vista? Gostaria de saber as opiniões de todos.

Lino disse...

Em 1913, Lênin escreveu o "Decálogo", um documento contendo 10 itens que apresentam ações táticas para a tomada do poder. Este documento é a cartilha de como o PT (e outros partidos esquerdistas) realmente agem nos bastidores.

Um aviso importante: qualquer semelhança com os dias de hoje não é mera coincidência! É pura realidade!

Vejamos o que diz o "Decálogo":

1 – Corrompa a juventude e dê a ela total liberdade sexual;

2 – Procure se infiltrar nos meios de comunicação de massa, e depois controle todos eles;

3 – Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a promover discussões sobre assuntos sociais;

4 – Destrua a confiança do povo em seus líderes. Faça com que eles fiquem com a imagem denegrida perante a opinião pública;

5 – Fale sempre sobre democracia e em Estado de Direito; mas assim que puder (e tão logo haja a primeira oportunidade), assuma o poder sem nenhum escrúpulo;

6 – Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País (principalmente no exterior), e provoque o pânico e o caos na população por meio da inflação;

7 – Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;

8 – Provoque distúrbios sociais e contribua para que as autoridades constituídas não as proíbam;

9 – Contribua para a destruição dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não–comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;

10 – Procure catalogar todos aqueles que possuem armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando, deste modo, que seja impossível oferecer qualquer resistência à nossa causa.

Anexo ao mesmo "Decálogo", tem mais um outro documento intitulado "Os 10 princípios da esquerda". Vejamos quais são estes mesmos princípios:

1 – Os esquerdistas crêem que não existe moral. Na verdade, os esquerdistas crêem apenas na moral que for favorável a eles mesmos, isto é, "não roubar" vale somente para os outros (mas os esquerdistas podem roubar à vontade para si próprios e para aqueles que os ajudam);

2 – Os esquerdistas promovem o anti–convencional, violentam os costumes e preferem a descontinuidade. Não gostam de seguir certas regras diferentes das que eles mesmos criam;

3 – Os esquerdistas derrubam tudo que seja pré–estabelecido. São, por natureza, contra todo e qualquer sistema padronizado (que contém princípios já determinados há muito tempo);

4 – Os esquerdistas agem com imprudência e irresponsabilidade, não importando quais prejuízos venham a causar aos que estão sob seu comando;

5 – Os esquerdistas desejam a uniformidade universal: todo mundo igual (exceto eles, quando estão no poder usufruindo dos privilégios);

6 – Os esquerdistas não se impõem limites e acreditam que podem melhorar, aperfeiçoar e acabar com as imperfeições de tudo, inclusive do próprio ser humano. Para fazer uma omelete, é preciso quebrar os ovos (mas eles partem para quebrar todos os ovos, mesmo que não consigam fazer omelete alguma);

7 – Os esquerdistas são contra a liberdade e a propriedade privada. Preferem a escravidão, embora a chamem, de maneira sutil, por outros nomes: igualdade, responsabilidade social, justiça social, senso de coletividade, etc;

8 – Os esquerdistas impõem coletivismo forçado. Tudo deve ser de todos (mas somente sob controle total do Estado);

9 – Os esquerdistas desejam o poder desmedido e a liberação de todas as paixões humanas (marxismo clássico e marxismo cultural);

10 – Os pensadores esquerdistas não querem estabilidade: pregam a revolução perpétua. Dizem promover a paz, mas são os maiores incentivadores de todas as guerras e lutas armadas.

Diante disso tudo que foi mostrado aqui, eu pergunto a todos: alguém ainda tem mais alguma dúvida das reais intenções do governo do PT (e de outros partidos com a mesma agenda política)?

Everaldo disse...

Mais uma vez, sou obrigado a repetir o que eu já comentei em um artigo semelhante a este: todas as ideologias que foram citadas pelo Élquisson (marxismo, comunismo, esquerdismo, socialismo e suas variações) têm como objetivos destruir a família, a nação, a fé cristã, a obediência à Palavra de Deus, a moral e os bons costumes. São ideologias criadas pelo diabo.

De todas essas ideologias, a principal (e a mais perigosa) é o socialismo (que é o que o governo corrupto de Dilma e os demais partidos esquerdistas querem implantar no Brasil). Como cristãos, nossa obrigação é combater toda e qualquer ideologia que seja contra a Palavra de Deus.

Lembro que, há um certo tempo atrás, o nosso amado irmão Júlio Severo, certa vez, publicou aqui neste espaço um excelente artigo denominado "Por que não sou socialista". Este mesmo artigo desmascara as mentiras do socialismo (eis o link de acesso):

http://juliosevero.blogspot.com/2010/01/por-que-nao-sou-socialista.html

Da mesma forma que o Júlio colocou no seu ótimo artigo (o qual eu já tive a felicidade de ler), eu também cito aqui alguns dos meus motivos pessoais por que não sou socialista (e por que o Brasil não pode e nem deve ser governado por um sistema socialista).

10 RAZÕES POR QUE NÃO SOU SOCIALISTA (E POR QUE NÃO ACEITO O SOCIALISMO COMO GOVERNO PARA O BRASIL):

1 – Não sou socialista porque o socialismo tem suas raízes originadas em sociedades secretas (como a Maçonaria). Muitas dessas mesmas sociedades são adeptas do ocultismo e do satanismo (ou seja, são anti–cristãs);

2 – Não sou socialista porque o socialismo corrompe e destrói todos os valores morais e cristãos da sociedade, além de promover e glorificar certas aberrações: homossexualismo, aborto e eutanásia (e tudo que é contra a Palavra de Deus);

3 – Não sou socialista porque o socialismo combate Deus, a pátria e a família. Isso sem contar que Karl Marx (o fundador do socialismo) era satanista;

4 – Não sou socialista porque o socialismo sempre usa o argumento de que é um sistema criado para atender a vontade de todos (isso para que seja possível somente o proveito de alguns poucos);

5 – Não sou socialista porque o socialismo só aceita a cultura política socialista, a qual produz um único padrão de orientação de massas. Este mesmo padrão age não de acordo com o bem coletivo, mas sim com o interesse de quem está no poder. É o chamado pensamento politicamente correto;

6 – Não sou socialista porque o socialismo é um totalitarismo disfarçado que deseja moldar o mundo à sua imagem (e à sua ideologia). Diz ser democrático, mas, na verdade, é autoritário (ou seja, não tolera quem se manifeste contra). Todos são obrigados a aceitar as diretrizes socialistas sem questionar;

7 – Não sou socialista porque o socialismo produziu o feminismo, que é um movimento subversivo apoiado na luta de sexos para o domínio da classe feminina. A conseqüência é o desequilíbrio e a instabilidade familiar, obrigando homens e mulheres a competirem (ao invés de se complementarem);

8 – Não sou socialista porque não compactuo com a mentira. Todos os governos socialistas sempre usam a mentira de defender os interesses do povo somente com o intuito de se auto–promover (e estar sempre no poder). Sem contar que o socialismo procura eliminar impiedosamente todos os seus opositores;

9 – Não sou socialista porque não aceito o argumento de que Jesus foi socialista. Jesus nunca Se valeu de Seus milagres para fazer campanha política ou promoção pessoal. É uma blasfêmia dizer que o nosso Salvador foi (ou ainda é) adepto de uma ideologia causadora de mais de 100 milhões de mortes;

10 – Enfim, não sou socialista porque não aceito que a Palavra de Deus seja substituída por filosofias ateístas, esquerdistas, subversivas, diabólicas, e anti–cristãs.

Que esta minha mensagem sejam divulgada em todas as igrejas (e em todo o país), para que o nosso povo seja conscientizado (e para que muitos não se deixem enganar pelas mentiras do socialismo).

Anônimo disse...

Julio, aconteceu a mesma coisa com a Igreja Católica.

O número de católicos caiu devido a invasão de pensamento marxista pregado pelos teólogos da libertação e a ajuda maníaca da CNBB dentro da Igreja.

O crescimento de pentecostais no Brasil só aconteceu porque os marxistas dentro da Igreja Católica distorceram toda a Doutrina e criaram o tal "olhar para os pobres".

Marcos

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Não sei se a minha opinião vai ser muito pertinente (ou muito apropriada) para o assunto deste artigo, mas eu vou dizer exatamente o que eu penso (vocês podem até me corrigir se, por acaso, eu estiver errado).

Diz um ditado popular que "o povo tem o governo que merece". Nunca, aqui no Brasil, isso ficou tão evidente, ou melhor, nunca esse mesmo ditado se confirmou de maneira tão clara como nestes últimos anos.

Basta fazermos uma análise dos governos de Lula (anterior) e de Dilma (atual). Além de serem do mesmo partido (PT), ambos são rigorosamente iguais em todos os aspectos (já que possuem a mesmíssima agenda política). Senão, vejamos alguns dos pontos que eles têm em comum:

– Promoção de políticas de apoio aos "direitos humanos" (leia-se privilégio para os homossexuais e perseguição aos cristãos);

– Discriminalização do aborto, já que o aborto é somente um "caso de saúde pública" (ou seja, o aborto, para eles, não é um crime contra uma vida inocente e indefesa);

– Censura à liberdade de imprensa (e ainda dizem, com a maior cara de pau, que vivemos num país democrático!);

– Tolerância às religiões afro–descendentes, sob o argumento de que elas fazem parte da nossa cultura, e, como tal, não podem ser discriminadas (como o diabo dessas mesmas religiões se disfarça em anjo de luz, só falta dizer que todas elas são de Deus);

– Distribuição de "kits educativos" nas escolas, com a alegação de combater a homofobia (uma forma bem sutil de fazer com que as nossas crianças sejam induzidas ao homossexualismo, promovido pelo ex–ministro Fernando Haddad e por toda a corja do governo e dos homossexuais);

– Homenagem às "vítimas" do regime militar (ninguém jamais procurou saber o verdadeiro passado de Dilma).

Enfim, estas são apenas algumas das muitas semelhanças entre os governos de Lula e o de Dilma (na verdade, o governo de Dilma nada mais é do que a continuação do governo de Lula).

E por que o povo, mesmo sabendo disso tudo, ainda assim vota neles? Por uma razão muito simples: recebendo a "ajuda" (Bolsa–Família) do governo, quem é que não quer ser sempre beneficiado pelo mesmo governo de alguma forma?‏ Tem até gente que ainda tem a cara de pau de dizer: "Se o governo é bom (já que ajuda o povo com o Bolsa–Família e outros benefícios), por que votar contra o mesmo governo?" Isso lembra aquela máxima do antigo Império Romano: "Dai pão e circo ao povo, que o império sobrevive".

Não tenho nenhum medo de dizer: a nossa política está tão podre e tão corrompida, que nem mesmo os políticos da bancada evangélica não são dignos da nossa confiança (e, muito menos, merecedores do nosso voto).

Se o povo tivesse vergonha na cara, não colocaria corruptos no poder em troca de qualquer tipo de assistencialismo. Só que o povo, durante as eleições, vota mais com a emoção do que com a razão (ou melhor, vota mais com a barriga do que com a cabeça). E isso, infelizmente, já criou um ciclo vicioso muito difícil de ser quebrado.

Portanto, diante de tudo que foi dito aqui, só dá pra chegar a uma única conclusão: enquanto prevalecer este quadro, ou melhor, enquanto o povo ainda continuar adotando esta mentalidade clientelista (isto é, de só votar em troca de algum tipo de ajuda ou assistencialismo), o nosso país vai estar sempre sendo governado por corruptos.

Que estas palavras sirvam de alerta para que todos, a partir de agora, sejam mais cuidadosos na hora de votar (e não se deixem enganar pelas promessas mentirosas dos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições)!

ELISEU disse...

Marcos,

Infelizmente, tanto o nosso sistema educacional como também o religioso foram contaminados por idéias esquerdistas, marxistas, comunistas e socialistas.

No caso da educação, o que acontece é o seguinte: da escola primária à universidade, todos são educados na mentalidade socialista de que o governo deve sempre atender às necessidades de todos (e, principalmente, que todos devem ser submissos ao mesmo governo).

A mesma coisa acontece em algumas igrejas e seminários: devemos sempre ter compaixão pelos pobres e necessitados, e ser contra os opressores (no caso, os ricos).

E o que os professores, padres e pastores (que são doutrinados nas mesmas idéias) ensinam a todos? A mesma ladainha de sempre:

– O rico é o principal culpado pela pobreza e pela miséria do mundo;

– O capitalismo é um sistema onde uma minoria fica rica e a maioria vive na pobreza;

– O capitalismo é desumano, pois o pobre, para sobreviver, é obrigado a vender sua força de trabalho ao rico;

– O pobre trabalha para dar lucro ao rico. Muitas vezes, trabalha o dia inteiro e só recebe o valor equivalente a apenas uma única hora de trabalho (isto é, trabalhou de graça para o rico na maior parte do tempo);

– O capitalismo é egoísta, pois o rico só quer o melhor pra si (e nem se preocupa com o pobre);

– O governo tem que tirar dos ricos para dar aos pobres;

– O socialismo é o único governo capaz de promover a igualdade social para todas as pessoas;

– Jesus ama os pobres e oprimidos e tem ódio dos ricos. E ainda citam as palavras que Jesus diz sobre isso: "É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus" (Mateus 19:24)

Todos já saem da escolas, universidades, igrejas e seminários após terem sofrido essa lavagem cerebral. Aí já fica gravado na mente de todos (e já se torna um pensamento comum) que toda a miséria do mundo é causada pelo rico, que o rico vai para o inferno após a morte, que o pobre deve sempre permanecer na pobreza (fingida ou conveniente em certos casos), e que o pobre deve sempre confiar no governo (leia-se políticos esquerdistas) e nas suas propostas de melhoria ou de ajuda (como o "Bolsa–Família" e outros assistencialismos eleitoreiros)!

Eu pergunto:

– Não é exatamente isto o que acontece nas nossas escolas, universidades, igrejas e seminários?

– Não é exatamente esta a propaganda que os partidos marxistas, esquerdistas, comunistas e socialistas (como o PT e outros partidos com a mesma agenda política) divulgam em toda a mídia (para iludir o povo que não é politicamente conscientizado)?

Deixo estas perguntas no ar para alguém daqui responder na primeira oportunidade!

O PROTESTANTE disse...

Pentecostais são analfabetos e tremem diante de protestantes.

Sevóide, cada ranger de dentes seu é um lágrima de gozo para aqueles que lutam contra sua teologia conservadora. Continuaremos firmes e fortes combatendo o conservadorismo que você defende. De forma reta: fulminar a teologia conservadora. simples assim.rs

Anônimo disse...

Eliseu, e eu disse algo diferente?

O que eu disse no meu comentário é que o próprio crescimento do pentecostalismo no Brasil se deu primeiramente a invasão marxista dentro da Igreja Católica.

Repare que o protestantismo mais antigo aqui no Brasil (luteranos, presbiterianos, anglicanos,...), que existe desde do século XIX, mais ou menos, nunca teve muitos seguidores no país.

Na época a Igreja Católica não estava contaminada de pensamentos anti-católicos.

Assim que houve a invasão marxista dentro da Igreja Católica (provavelmente já na década de 50 do século passado), o número de católicos despencou.

Marcos

Marcio Estanqueiro disse...

O que acho é que o cristão precisa também conhecer política, ideologias, pois fazem parte do arsenal do inimigo. Como vamos escapar de sua atuação na igreja, se não conhecermos seus ardis? O cristão precisa ter personalidade e fazer a sua parte, não seguindo pastores comprometidos com o Sistema, com o Estado e com o Socialismo. A propósito, em meu blog escrevi um artigo parecido com esse, sem saber do mesmo. Vejam: http://www.marcioestanqueiro.blogspot.com.br/2012/11/inversao-de-valores.html . Um grande abraço.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Marcos,

Sei que eu vou ser criticado por alguns leitores e comentaristas, porque eu vou colocar aqui um comentário que eu já postei em artigos anteriores. Mas, devido ao teor da sua opinião, sou obrigado a repetir o mesmo comentário (até porque tem tudo a ver com o que você colocou aqui).

Eu diria que houve uma falta de vigilância do povo em geral contra a infiltração e a proliferação de idéias esquerdistas, marxistas, comunistas e socialistas na nossa política e no nosso sistema educacional. E, infelizmente, essas mesmas idéias também contaminaram as nossas igrejas (por negligência dos servos de Deus).

Em virtude disso, o verdadeiro evangelho de Jesus vem sendo deturpado e distorcido por muitos pastores. Como prova disso, temos várias "teologias": Prosperidade, Missão Integral, Libertação (e outras semelhantes). Em outras palavras: são criados outros evangelhos (que são, na verdade, falsificações do verdadeiro evangelho de Jesus).

Só que o apóstolo Paulo, a respeito disso (dos falsos evangelhos e das falsas teologias), disse em alto e bom som:

"Mas ainda que nós mesmos ou até um anjo do Céu vos apresente um outro evangelho diferente daquele que eu vos tenho pregado, seja anátema. Assim como já vos disse antes, agora novamente vos digo: se alguém vos anunciar um outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. Porque, procuro eu o favor dos homens ou o favor de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:8–10)

Há muitos anos atrás (mais precisamente na década de 70), quando eu era um jovem recém–convertido (fui consagrado a obreiro alguns meses depois), eu lembro que, durante uma pregação na igreja onde eu congregava, o pastor disse (num tom profético): "Irmãos, vai chegar um tempo em que o evangelho do Senhor Jesus Cristo será desprezado. Muitos vão se deixar seduzir por idéias demoníacas, e vão inventar outras crenças (e outras teologias fora da Palavra de Deus). E, infelizmente, muitos dos servos de Deus serão influenciados por essas mesmas idéias (que também vão contaminar a igreja do Senhor). Não deixemos que nada isso venha a nos afastar da pureza da Palavra de Deus, e não abandonemos a verdade".

Num primeiro momento, achei que o pastor estava sendo pessimista demais. Ao final do culto, eu perguntei a ele: "Pastor, o senhor não está exagerando? Quem pode ir contra a verdade da Palavra de Deus?" E ele me respondeu: "Meu filho, a Palavra do Senhor tem que se cumprir. Vai acontecer muita coisa antes da volta de Jesus. E isso que eu falei é apenas uma de muitas delas. Tenha certeza disso, porque a Palavra do Senhor é verdadeira. Estive orando em casa e o próprio Senhor me revelou tudo isso".

Hoje, passados 40 anos após eu ter ouvido a pregação desse mesmo pastor (que hoje descansa no Senhor), vejo tudo se cumprindo: escolas, pessoas e igrejas corrompidas por filosofias marxistas, socialistas, comunistas, esquerdistas, e outras filosofias anti–cristãs (sem contar outras teologias e outros evangelhos). E a tendência é tudo piorar cada vez mais!

O que o pastor falou naquela época (e que está acontecendo hoje) só faz confirmar as palavras do apóstolo Paulo:

"Mas o Espírito expressamente adverte que em tempos posteriores muitos apostatarão da fé, e darão ouvidos aos espíritos enganadores e às doutrinas de demônios" (1 Timóteo 4:1)

Alguém ainda duvida da veracidade da Palavra de Deus?

A verdade progressista vos libertará disse...

Eu nunca vi governo nenhum perseguir igreja nenhuma. Agora falar que lula tem poder até sobre o livre arbítrio das pessoas é o nível máximo da sua imbecibilidade, se por um lado você critica que existam gays e mulheres que abortam e acredita que a culpa é do pt, por outro lado você não tem nada a propor para estes casos. Ou você propõe a morte , isto já fizeram na idade e não deu certo..

Em 500 anos desde o descobrimento do brasil a igreja nunca foi perseguida nunca sofreu agravos nenhum ,

Tem sorte que quem segue você não pensa e são analfabetos funcionais e analfabetos sobre a nossa própria história.

Dita uma ação direta do lula contra a igreja? Vai falar do haddad e do kit gay? Ou da marta e a pl 122? Tudo faz parte de um processo democrático tanto que nem a pl 122 foi aprovada, e nem o kit do ministério da educação na gestão do haddad foi distribuido.

Eu não sou petista , mais lendo um texto tão desonesto em relação a verdade em que vivemos que este pt-nazista só pode assombrar a mente de retardados mentais que sofre de transtornos esquizofrenicos.

E o pior é você ler isto e ter que concordar comigo, mais é obrigado fechar o olho e continuar na mentira.

Cita uma lei ou uma emenda constitucional promulgada pelo pt contra a igreja. Viu você tem que calar a boca porque não existe ,vocês estão criando um espantalho e colocando chifres em cabeça de cavalo. Que vergonha vocês são uns derrotados e não tem verdades a dizer.

Plínio disse...

Já que o "ofendido" acima (o tal "A verdade progressista vos libertará") faz questão de saber se existe alguma lei contra a igreja, aqui está uma prova incontestável disso: Lei n.º 10.948 (de 5 de novembro de 2001), sancionada por Geraldo Alckmin (governador de São Paulo).

Vejamos o que esta mesma lei diz em alguns de seus principais trechos:

Artigo 1º – Será punida, nos termos desta lei, toda manifestação atentatória ou discriminatória praticada contra cidadão homossexual, bissexual ou transgênero.

Ou seja, por essa lei eu estou discriminando um homossexual se eu disser que o homossexualismo é pecado (e eu devo ser punido por isso). E onde fica o meu direito à liberdade de expressão?

Constituição Federal, Título II, Capítulo I, Artigo 5º, Inciso IV: "É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato"

Eu sou livre para dizer o que eu quero. E eu aproveito a minha liberdade para dizer aos homossexuais com todas as letras: SOU CONTRA O HOMOSSEXUALISMO (E TAMBÉM CONTRA E CONTRA TODA E QUALQUER LEI PRÓ–HOMOSSEXUALISMO)! Sinto muito se os homossexuais se sentirem ofendidos, mas eu penso assim (eles aceitem se quiserem)! Eles podem até me chamar de homofóbico, fundamentalista, preconceituoso, mas eu não estou nem aí para o que ele vão pensar da minha pessoa! Eu digo sem medo: sou contra o homossexualismo e ponto final (e ninguém jamais vai me fazer mudar de opinião)!

Artigo 2º – Consideram-se atos atentatórios e discriminatórios dos direitos individuais e coletivos dos cidadãos homossexuais, bissexuais ou transgêneros, para os efeitos desta lei:

II – proibir o ingresso ou permanência em qualquer ambiente ou estabelecimento público ou privado, aberto ao público;

O homossexual pode ir para onde quiser. Agora, fazer suas nojeiras em público (e querer que todos aceitem sem dizer nada) é absurdo. Eu não sou obrigado a aceitar (e nem ver) coisas erradas em público.

VI – praticar o empregador, ou seu preposto, atos de demissão direta ou indireta, em função da orientação sexual do empregado;

Por exemplo: um homossexual pode roubar dinheiro de uma empresa à vontade e não pode ser demitido só porque é homossexual. Se o tal "A verdade progressista vos libertará" não está lembrado, roubo é um motivo para demissão por justa causa (e pode até dar cadeia). Será que ele admitiria um empregado homossexual ladrão na empresa dele?

VII – inibir ou proibir a admissão ou o acesso profissional em qualquer estabelecimento público ou privado em função da orientação sexual do profissional;

Uma escola cristã tem a obrigação de zelar pela integridade moral dos seus alunos. Por que essa mesma escola iria permitir que o seu bom ambiente de ensino seja contaminado com as nojeiras de um homossexual?

VIII – proibir a livre expressão e manifestação de afetividade, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos.

Então, se eu ver um casal de homossexuais se beijando (ou fazendo qualquer indecência em público), eu não posso dizer nem fazer nada. E se eu tiver um filho pequeno, meu filho é obrigado a achar isso bonito! Então, o respeito às famílias não vale nada, não é?

Eu pergunto: essa lei (de autoria do ex–deputado Renato Simões, do PT) não é algo do PT contra as igrejas (e contra os cristãos)?

Anônimo disse...

Escrevam o que eu estou dizendo: ou o Brasil acaba com o socialismo, ou o socialismo acaba com o Brasil

Trindade disse...

Olá Júlio;
Bela sacada, pois esse texto mostra uma coisa que o Espirito Santo já tinha colocado em meu coração há algum tempo e inclusive eu já havia comentado anteriormente sobre a infiltração da esquerda nos Seminários católicos e protestantes e essa infiltração pouco ou nada influencia os pentecostais, pois a grande maioria de seus pastores eram leigos e não estavam contaminados, e como resposta Deus os usou dando um grande crescimento numérico e também para alertar os cristãos tradicionais do risco que corriam se aliando aos progressistas, mas os pentecostais foram contaminados também e não tem porque Deus continuar os abençoando, mas como o Corpo de Cristo (Igreja) é viva e dinâmica eu sei que Deus já esta agindo para que outro movimento aconteça e o Seu Nome continue a ser glorificado.
Acredito que neste tempo do fim haverá um grande avivamento, pois é profético (Joel 2v28) e Deus NUNCA abandonara ou mudara o seu plano, pelo contrario Ele o cumprira.
Outra coisa importante para alertar os cristãos que estão dormindo e votando na esquerda é mostrar os planos do anticristo e compara-lo com as ações da esquerda e seus planos de governo e certamente o cristão que tem o Espirito Santo entendera sem maiores dificuldade, acreditem, eu fiz isso com minha mãe que é analfabeta no conhecimento secular e hoje ela orienta até pastores sobre as ações da esquerda em sua igreja, ela virou uma espécie de “consultora” politica e em época de eleições ela recebe várias visitas pedindo orientação em como votar sem entristecer o Espirito Santo e como testemunho da ação dela eu tenho uma história interessante, aqui em nosso município sobraram dois candidatos no segundo turno e como um era evangélico e muito amigo dos cristãos, mas mesmo assim ela não aconselhou voto nele, e o motivo segundo ela era bem simples: O fulano se diz evangélico, mas se candidatou pelo PV e recebeu apoio do PT, como o cristão pode votar nele?
Enfim acreditem, estamos do lado vencedor apesar de às vezes vermos o contrário, mas nunca deixe de acreditar que Deus esta no controle.

Diácono Elias (Igreja Batista Nova Jerusalém) disse...

Amigo Trindade,

Para abençoar as suas sábias palavras (e assinar embaixo de tudo o que você disse), eu torno a repetir o que eu já postei num comentário feito num artigo semelhante a este: se todos os eleitores do Brasil (inclusive os cristãos) tivessem orado e pedido discernimento a Deus antes de votar, não teríamos no poder um governo pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão. E nem elegeríamos uma bancada que se diz evangélica, mas que não tem tido nenhum compromisso com a Palavra de Deus (além de ser omissa no combate ao pecado e conivente com o mesmo governo)!

Creio que o problema está não somente em muitos dos políticos que se dizem cristãos (como os da bancada evangélica), mas também de alguns cristãos eleitores que os colocam lá. Alguns desses mesmos eleitores votam somente por votar, influenciados por alguém ("Vou votar no irmão da minha igreja, pois foi o pastor quem pediu"), ou sem saber quem realmente é o candidato, que ideais defende, quais compromissos tem, quais interesses visa, enfim, o que realmente fará ao ser eleito.

Daí, surgem certos "políticos cristãos" que estão mais preocupados em cuidar de seus negócios particulares (ou dos negócios de suas igrejas) do que em ter um compromisso sério com a Palavra de Deus e com questões que afetam a sociedade como um todo (especialmente a maioria cristã).

Portanto, é necessário que todo o povo e também as igrejas (a católica e a evangélica) sejam politicamente conscientizadas sobre a responsabilidade do voto. Se em toda eleição colocarmos ímpios no poder, estaremos dando carta branca para que o diabo e os demônios ataquem a tudo e a todos (além de promoverem a destruição dos valores morais, familiares, e dos princípios cristãos). Em suma: o que não podemos fazer é perpetuar este ciclo vicioso, ou melhor, continuar alimentando essa política imoral e anti–cristã que tomou conta do Brasil. Aliás, não só o cenário político, mas, infelizmente, até algumas igrejas evangélicas estão infestadas de falsos cristãos gananciosos e vaidosos que só usam o nome de Deus para seus próprios interesses (ou para suas próprias conveniências).

Que este alerta seja amplamente divulgado a todos, para que todos saibam o quanto o voto é importante para decidir o futuro de um país.

Um grande abraço,

Diácono Elias (Igreja Batista Nova Jerusalém)

Trindade disse...

Olá Júlio;
Permita-me dirigir ao amado irmão Diácono Elias;
Prezado Diácono Elias, sempre tenho observado seus oportunos comentários neste abençoado blog, e gostaria de agradecer as suas palavras e reforçar um pedido a todos os leitores, que a melhor palavra aos cristãos sobre eleições e em quem votar é oriente-los A NÃO ENTRISTECER O ESPIRITO SANTO COM SEUS VOTOS e essa época sem eleições é a melhor, pois ninguém irá pensar que o irmão esta tentando fazer campanha para candidato A ou B; Esse alerta é importantíssimo, pois vejam o exemplo dos cristãos americanos que hoje estão tão cauterizados que mesmo sob todos os alertas e os gays nas ruas apoiando o Obama e mesmo assim os cristãos consentiram e o elegeram, portanto pode ser que para nós ainda há tempo de recuperarmos, será difícil, mas não é impossível.
Outrossim, Diácono Elias como líder em sua congregação faça discípulo sobre a importância do voto cristão e não desanime nunca, pois a vitória já é sua em nome de Jesus Cristo.

Alfredo S disse...

A verdade progressista vos libertará, vou ter que enumerar os pontos discordantes.
1 - Você mesmo(a) acaba de afirmar que existe ação contra a igreja, quando diz "Dita uma ação Direta do Lula contra a igreja" si é direta ou indireta, ambas são ação contra a igreja, tenha santa paciência. Isto e o mesmo que prova material e prova circunstancial, ou seja e como o mensalão cade a mala que levou o dinheiro, cade o dinheiro e a filmagem, não tem, porem os indícios comprovam o crime por circunstancia. Outro exemplo você encontra na sua suíte um homem tomando banho e seu marido nu enrolado nos cobertores, o que isso significa? como prova material nada certo, mais a circunstancia serão prova para um caso de adultério.
2 - Tanto o Kit Gay como a PL122, só não foram aprovadas graças a um grupo que defende a família e a decência, pois quem criou estes projetos e você sabe não as tem.
3 - Você se diz não petista e o texto e desonesto, ora que esta sendo desonesto aqui é você ao negar e fingir que não é petista, a única verdade que falou neste paragrafo, foi "que este pt-nazista" que não lhe assombra, mas e nazista! só que você não tem ideia do que é isto.
você da mais uma prova de que é petista pelo seu "Lules" "Em 500 anos desde o descobrimento do brasil" no ultimo paragrafo você assina que é petista ao dizer "você são uns derrotados" Bom que ganhou as eleições foi o PT.
4 - Ao chamar nos de analfabetos funcionais e analfabetos culturais, posso afirmar que aqui ninguém assina documentos importantes sem ler como fez seu o presidente que se gaba de ser analfabeto, e quanto a alfabetismo cultural que tal ""Em qualquer lugar do mundo que eu vou, eu tenho que levar flores ao túmulo do herói nacional. No Brasil não tem."
Fonte - Site da Radiobrás e vários jornais" talvez você também não conheça não é mesmo.
5 - Aonde você leu aqui que "critica que existam gays" me mostre onde eu tal matéria, se você tiver a capacidade de interpretar uma frase, vera que criticamos a conduta sexual dos gays , não fazemos como seu amado presidente em pelotas “Pelotas é a cidade pólo, né? Exportadora de viados, né?”
6 - Aborto é a morte de um indefeso, a mãe e adulta pode superar traumas, a medicina e avançada e pode socorre la, o sistema de saúde e do PT e tão bom que "Ah, se tivesse um SUS nos Estados Unidos, como seria bom para os pobres" quem disse isso? acho que foi lula, então a mãe não corre risco de vida não é mesmo, mais sim a criança.
7 - O PT-Nazista como você mesmo expressou, odeia a democracia, pois se um governo sabe que a maioria de seu povo não esta de acordo com um coisa, não cria leis contrarias, se tem duvidas levam a plebiscito. mas ai vem aquela historinha de que custaria muito. O dinheiro e nosso, e o valor seria menor do que eles levam com mensalões e outas corrupções. Alem é claro de se borrarem de medo de plebiscito com a tentativa de dividir o dividir o pará em 3 estados para mais cabides, e se deram mal.
8 - Recapitulando, Ditadura é quando uma minoria impões sua vontade comtra a oposição da maioria. Por isso só existe governo ou partido Ditadores, pois ele são minoria com relação ao povo que ele governa e impõem suas vontades. e não o inverso.
e só ouve plebiscito porque o povo fez pressão, caso contrario teriam criado mais cabide de emprego.

Não nos temos filiação a partidos esquerdista seja ele PT ou PSDB, nosso partido é Nossa Família, Ética, Moal Decência.
Você esta no lugar errado, aqui não ficamos de quatro, mas sim ajoelhamos para das graças ao nosso Bom Deus.
Nossa lei esta na Bíblia, e não seus projetos e cartilhas imorais.
Não temos a pretensão de cargos políticos para corromper, nem nosso objetivo e a presidência para impor um ditadura, só queremos que nos de o direito de discordar assim como você discordam de nos, que aceitem nos como somos e nossa reivindicações pois também somos brasileiros

marcelo disse...

Partidos Políticos, no fundo, não passam de facções criminosas, voltadas para a perpetuação no poder deles próprios e dos grupos que os financiam, e isso a "qualquer custo", mesmo que signifique ceifar vidas alheias ou manter o povo chafurdado na lama da ignorância e dos vícios de todas as espécies.
Meus caros, tudo isso não passa de RELIGIÃO inventada pelo diabo para adoração própria, pois é certo que quando se adora riquezas, poder, glória, determinada personalidade, pensamentos humanos, etc., na verdade está se adorando a satanás e não a Deus.
Dominados pelo poder demoníaco, o povo, na mais completa ignorância (vide o que ocorreu na prefeitura de SP), outorga poderes aos seus mestres para que vivam à custa do trabalho de milhões de escravos, em troca de pão e circo (droga, perversão sexual explícita, cultos ao diabo, etc.).
Deixem os mortos enterrarem seus mortos e parem de retórica, como se não conhecessem as Escrituras. A ABOMINAÇÃO terá que se instalar na terra, querendo o homem ou não, e cada um de nós é um instrumento para que isso, mais cedo ou mais tarde, aconteça.
Quanto às eleições da cidade de SP, há muito que os paulistas e paulistanos legítimos não sabem o que é eleger alguém, pois o nordeste já tomou conta da capital bandeirante. De sorte que esperar lucidez dos habitantes de SP é pura hipocrisia...lá existe um curral eleitoral.
Se o cidadão Lula disser que em SP é o Marcola que tem que ser eleito, o povo todo, honrado em obedecer a voz do mestre, votará nele...é RELIGIÃO ou não?

Anônimo disse...

Oi, Julio! Este tema: A esquerdização da igreja evangélica e seu afastamento da moral cristã bíblica, é tema de um livro, ou pelo menos um ebook. É uma dica! Um grande abraço!

Péricles disse...

Júlio,

Conforme o anônimo do dia 10 disse, este tema da esquerdização da igreja evangélica e seu afastamento da moral cristã bíblica é um tema perfeito para um livro (ou um ebook).

Se bem que você também poderia, antes de escrever um livro ou um ebook específico sobre este mesmo tema, postar mais artigos referentes a ele.

Gostaria de saber o que você acha desta sugestão

Anônimo disse...

Inacreditável e lastimável que ainda há cristãos e pastores que apoiam o comunismo e a esquerda no Brasil.

Pastor Caleb.

Anônimo disse...

Seria bom se, além do irmão Júlio Severo, outros cristãos também pregassem contra o comunismo e a esquerda.

viviane silva disse...

Oi boa noite Julio, realmente a esquerda está tomamdo conta deste país á mas de 10 anos, implantado o Marxismo cultural por todas as partes. Vou deixar uma confissão como arrependimento, votei no Lula 2 vezes em 2002 e 2006, eu vim o Pt como uma esperança para os pobres e sofridos desta nação, gostava de suas ideologias que pregava ou ainda pregam a esperança, igualdade para todos, direitos para todos, porque vi que através da esquerda o povo sofrido desta nação, principalmente os que moram nas favelas e periferias iam ter uma verdadeira paz, mas quando chegou em 2010, não votei na Dilma, pois apoiava o aborto, o homossexualismo que são coisas que Deus abomina certo, certo. Mas o que eu fez mudar meu voto, sou uma cristã afastada da igreja e entro constantemente sempre em sites cristãs como o seu e tantos outros para saber mas sobre as obras da igreja, mas também os estudos seculares que vocês fazem destas ideologias que vem destruindo a Igreja cristã na terra, pois venho pesquisando na net sobre o Marxismo o Pai do comunismo e como os países que adotaram este sistema de governo,trouxe o terror e sofrimento , e agora isto está acontecendo em nosso país.
Mas também culpo a Elite e as demais Elites da America latina, pois sendo a maioria cristã permitiu que estes revolucionários chegassem ao poder, não fazendo nada pelo mas pobres, mas sim humilhando-os, como os Monarcas e a Igreja faziam na Idade média. Este foi meu comentário.

bruno henrique de abreu disse...

Caro irmão Julio,
Muitas vezes já li artigos desse blog, e nunca me surpreendi com o que lia, pois sou ex-marxista e conheço pelos estudos e militância que tive la dentro os seus métodos e sua forma de pensar. Hoje tenho nojo do marxismo pois conheci a Cristo e sua Palavra e as notícias que vejo infelizmente não me surpreendem, alias, já até imagino algumas das coisas que veem por aí.

Mas ao ler esse artigo fiquei surpreso: É sério que as igrejas pentecostais e neo-pentecostais adotaram a ideologia marxista, ainda que em parte, por causa do pastor que foi superastro na década de 90 e hoje mora em brasília? Os apoios as candidaturas, não foram ingenuas por parte dos líderes evangélicos? Ou uma troca de favor barata, achando que estariam fazendo avançar o Reino de Deus? Será que líderes evangélicos, sabem REALMENTE o que é a doutrina marxista?

Enfim, falo isso pois para quem veio de um meio marxista radical, como eu, ao conhecer a Cristo ficou muito evidente que eram coisas completamente antagônicas.

Abraços,
Deus abençoe,
Bruno