13 de novembro de 2012

Alunos evangélicos sofrem intolerância ao se recusarem a fazer trabalho sobre candomblé


Alunos evangélicos sofrem intolerância ao se recusarem a fazer trabalho sobre candomblé

Professor obrigou alunos a tratar candomblé como “cultura”, mas 13 alunos evangélicos resistiram à imposição

Julio Severo
Um grupo de 13 alunos evangélicos do ensino médio da escola estadual Senador João Bosco Ramos de Lima em Manaus (AM) iniciou, na semana passada, protesto depois de serem obrigados a fazer um trabalho defendendo as contribuições do candomblé para a sociedade brasileira.
O professor havia exigido que toda a classe escrevesse sobre o candomblé, mas ao se sentirem agredidos pela imposição, os estudantes evangélicos optaram por uma alternativa.
“Exijo de vocês um trabalho sobre candomblé como ‘cultura’!”
Com a orientação de seus pais, eles fizeram um trabalho muito inteligente sobre as missões evangélicas na África, mas a escola se recusou a aceitar. Por causa da intolerância das autoridades escolares, os alunos acamparam na frente da escola, protestando contra a atitude de forçá-los a aceitar uma cultura religiosa que viola seus valores e liberdade religiosa.
Os alunos aproveitaram e também protestaram contra a atitude dos professores de obrigá-los a usar livros que mencionam favoravelmente o homossexualismo.
Uma das alunas desabafou: “O que tem de errado no projeto são as outras religiões, principalmente o candomblé e o espiritismo, e o homossexualismo, que está nas obras literárias. Nós fizemos um projeto baseado na Bíblia”.
Ao tomar conhecimento do caso, a mídia esquerdista colocou as autoridades escolares na posição de heróis e os alunos, que são adolescentes, na posição de criaturas que precisam passar por um processo de “desinfecção” de preconceitos.
Aproveitando a hostilidade da mídia esquerdista contra a liberdade religiosa dos alunos, representantes do Fórum Especial de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros do Amazonas (FELGBTA), da secção do Amazonas da Ordem dos Advogados do Brasil e do Ministério Público do Amazonas foram à escola para defender publicamente a obrigação dos alunos evangélicos obedeceram à ordem do professor.
Para a lésbica Rosaly Pinheiro, do FELGBTA, o problema dos alunos evangélicos é na realidade racismo e intolerância à “diversidade” — termo que abrange praticantes do homossexualismo. “Nós temos dados de que 39% dos professores e alunos das escolas são homofóbicos”, disse a lésbica. Essa foi uma mentira descarada. De acordo com pesquisa de um instituto ligado ao PT, 99% da população brasileira demonstram aversão ao homossexualismo.
Para a representante do Ministério Público, Carmem Arruda, a situação também deve ser encarada como uma oportunidade para criar políticas de diversidade, de modo que os alunos vejam com naturalidade o candomblé, a homossexualidade e outras práticas consideradas ofensivas por crianças cristãs nas escolas.
Com a pressão dos grupos gays, do Ministério Público e da mídia esquerdista, a Secretaria de Educação do Estado, na pessoa de Edson Melo, disse na segunda-feira, 12 de novembro, que os alunos evangélicos não “podem passar uma borracha da história brasileira, e a cultural afro-brasileira está inclusa nela”. Ele reforçou que eles terão de apresentar um trabalho defendendo o candomblé como cultura, sob pena de tirarem zero.
Melo afirmou que desde 2003 existe a lei 10.635, que trata da obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena nas escolas. “Essa lei existe e é aplicada em todas as escolas brasileiras”, afirmou ele.
Os 13 alunos, se sentindo desamparados, prometeram encaminhar à Presidência da República um ato de repúdio, revelando que sofreram bullying de grupos gays, da direção da escola e das autoridades, e que estão tirando a liberdade religiosa deles só por serem evangélicos.
Pobres adolescentes! Não sei se adiantaria entrarem em contato com Dilma Rousseff, que aproveitaria para recomendar maiores políticas de “diversidade cultural” nas escolas, o que basicamente significa que todos devem acolher com carinho o candomblé e o homossexualismo.
Não há nenhuma autoridade evangélica em Manaus para ajudar esses adolescentes contra o bullying e intolerância que estão sofrendo?
Esse caso é simplesmente absurdo. O professor impõe um trabalho sobre candomblé, e a mídia esquerdista trata como intolerantes os adolescentes evangélicos.
Meses atrás, uma professora evangélica foi quase linchada pela mídia esquerdista e pela Secretaria de Educação de São Paulo, porque a educadora fazia uma reflexão voluntária sobre a Bíblia em suas aulas, sem forçar nada em ninguém. Mas nesse caso, a mídia disse que a intolerante ela era.
Seguindo a insanidade da mídia, será que se a professora forçasse todos os alunos a fazerem trabalhos sobre a Bíblia e sobre Cristo, as autoridades e jornalistas acusariam os alunos de intolerantes se protestassem contra a imposição?
A professora evangélica não impôs nada, e foi ameaçada, punida, difamada e quase fuzilada como intolerante. Mas quando um professor de Manaus OBRIGA alunos evangélicos a defender o candomblé em trabalho escolar, o intolerante não é o exigente, mas os adolescentes, que são covardemente sobrecarregados de ameaças.
Pobres adolescentes! Se fossem filhos de adeptos do candomblé e recusassem fazer trabalhos sobre a esmagadora herança cristã do Brasil, a imprensa esquerdista inteira sairia em defesa da liberdade religiosa delas. Mas como esses adolescentes são evangélicos, a ditadura esquerdista é implacável: submissão ou bullying.
Precisamos denunciar o bullying que esses adolescentes estão sofrendo do professor, grupos gays e Ministério Público. Se não aprendermos a defender nossos direitos desses brutamontes politicamente corretos, a opressão vai piorar sobre os nossos filhos.
Precisamos defender a liberdade de expressão e religião desses adolescentes evangélicos, pois se não o fizermos, a Globo, a Record, o governo do PT, os grupos gays e os grupos de candomblé não o farão.
Apelo, pois, para que todo o povo de Manaus socorra esse grupo de 13 alunos, que agiu certo. Se ninguém ajudá-los, a mídia, a Secretaria de Educação, grupos gays e o Ministério Público obrigarão os alunos a escrever sobre as contribuições do candomblé para a sociedade brasileira.
Nesse caso, eu falaria a verdade. O candomblé — que de acordo com os ensinos da Bíblia se enquadra na categoria de bruxaria — realmente fez grande contribuições. O problema é que nenhuma delas foi positiva e boa. Será que os alunos terão liberdade de falar a verdade?
Na prova, não havia alternativa. As respostas tinham de vir de acordo com a teoria de Darwin, e responder de acordo com essas mentiras violaria minha consciência. Tirei zero, assim como eu tiraria zero se tivesse de responder a insanas perguntas na Alemanha nazista ou União Soviética, que impunham absurdos sobre as crianças nas escolas.
Feliz é o aluno que não se submete às insanidades do Estado na escola.
Parabéns aos 13 alunos da escola estadual Senador João Bosco Ramos de Lima em Manaus!
Com informações de A Crítica e D24AM.
Leitura recomendada:

22 comentários :

Edigar Caires disse...

Tenho uma filha de 5 anos que vai para a escola ano que vem ( se daqui ate lá eu não mudar de opinião ), todo material que ela trouxer que faça apologia a candomblé, homossexualismo, libertinagem ou qualquer outras bizarrices eu rasgarei e colocarei fogo nos pedaços, escola é para ensinar e não para doutrinar. E que se danem os que pensam o contrário, em minha casa, minha vida e da minha família manda Deus e eu.

Ministério público e nem o escambau vai mandar e nem doutrinar os maiores bens que Deus me deu que são minha família e minha fé.

E a estou orientando desde criança para agir assim, ainda bem que Deus tem me dado capacidade para remar contra esta maré de idolatria, libertinagem e outras coisas que este sistema miserável de doutrinação está tentando nos empurrar goela abaixo.

Vou presso ou qualquer outra coisa mas não abro as portas do meu lar para nada que venha do diabo, e estas coisas que estes órgãos de educação ( ler-se doutrinação ) tentar impor nada mais é que coisas do diabo, literalmente falando.

Que venham, entre eles e minha família existe Deus e eu.

Edigar caires

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Amigo Edigar Caires,

Não só eu assino embaixo de tudo o que você disse, como eu ainda acrescentaria o seguinte: sabe qual é a verdade? O diabo e os demônios se sentem incomodados quando alguém mostra as verdades da Palavra de Deus. O diabo não quer que ninguém seja salvo. Ele sabe que o tempo dele já está se acabando, e que o destino final dele e de seus seguidores será o lago de fogo quando Jesus voltar.

Todo e qualquer engano demoníaco deve ser firmemente combatido e desmascarado (não importa o quanto pareça ser "inofensivo"). O verdadeiro cristão não pode (e nem deve) deixar de falar das verdades eternas da Palavra de Deus, seja onde estiver. É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Que pregues a palavra, que instes a tempo e fora de tempo, que repreendas e exortes, com toda a longanimidade e doutrina" (2 Timóteo 4:2)

Eu tenho o dever de respeitar a todas as pessoas (inclusive as adeptas de outras religiões). Agora, dizer que essas mesmas religiões são certas ou me aliar a elas (ainda mais sabendo que a maioria delas é demoníaca) é ser contra a Palavra de Deus. Como verdadeiro cristão, eu não posso agradar a Deus e ao diabo ao mesmo tempo. Sobre isso, Jesus foi taxativo:

"Seja, porém, a vossa palavra: Sim, sim; Não, não; porque o que passar disto é de procedência maligna" (Mateus 5:37)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Quem não é por Mim, é contra Mim; e quem Comigo não ajunta, espalha" (Mateus 12:30)

A mesma coisa é dita pelo apóstolo Paulo:

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o Maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14–16)

"Porque procuro eu o favor dos homens, ou o favor de Deus? Ou procuro agradar aos homens? Se ainda estivesse agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:10)

Desde já, dou meu apoio total a esses 13 corajosos alunos da Escola Estadual João Bosco Ramos de Lima, que não se curvaram diante da imposição satânica estatal. E deixo para eles alguns versículos para reflexão:

"No mundo tereis aflições; mas tende bom ânimo, porque Eu venci o mundo" (João 16:33)

"Sê fiel até à morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

"Bem–aventurado é o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, e não se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor; e nela medita dia e noite" (Salmo 1:1–2)

"Os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre" (Salmo 125:1)

ELISEU disse...

Dou meus parabéns ao Edigar Caires pela análise realista que ele fez sobre a nossa educação. Infelizmente, muitas escolas (principalmente as públicas) têm sido verdadeiros antros de perdição. E se não estivermos atentos ao que as escolas ensinam aos nossos filhos, fatalmente eles serão escravizados por todo tipo de pecado e vício.

Um dia desses, minha filha caçula (4 anos) me perguntou: "Papai, é certo 2 homens (ou 2 mulheres) se beijarem na boca em frente de todo mundo?" Quando eu quis saber onde ela tinha visto isso, ela me disse: "Lá na escola isso acontece direto, e a diretora não diz nem faz nada contra isso!". Ou seja, a escola era totalmente tolerante ao homossexualismo.

Não tive dúvidas: tirei minha filha de lá. Quando a diretora quis saber o motivo, eu fui direto ao ponto: "Não quero que minha filha seja contaminada pela sujeira daqui!". Aí ela quis contra–argumentar: "A educação de hoje tem que estar adaptada aos tempos modernos. O mundo evoluiu. Não podemos ter discriminação contra certas inovações".

Eu respondi a ela num tom bem direto (e bem grosseiro): "Eu nunca vou permitir que minha filha faça parte de um covil de demônios (como esta escola)!". Nada mais justo. Afinal, como pai de família cristão, eu não posso compactuar com o pecado (pois eu estaria colocando a integridade espiritual e a formação moral de minha filha em perigo)!

Hoje, ela recebe aulas particulares de professores cristãos tementes a Deus dentro da minha casa. Eu nem me importo em ter que pagar por isso, mas eu pago com satisfação. Pelo menos eu tenho certeza de que minha filha não estará espiritualmente desprotegida (e nem estará num lugar onde ela iria se corromper pelo pecado)!

Que tal se todos os pais de família agissem assim (para protegerem seus filhos das más influências)?

Fica aqui a minha sugestão para a análise de todos.

Anônimo disse...

Cabe aos líderes evangélicos e católicos comprometidos com a verdade, seja por trás ou dentro da política, proteger e advogar a causa desses adolescentes. Com a palavra: Silas Malafaia, Magno Malta, dentre outros...
...mas, onde é que eles estão???

Para o conhecimento do blogueiro e visitantes:

Procuradoria pede retirada do termo 'Deus seja louvado' das cédulas de real‏:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1184377-procuradoria-pede-retirada-do-termo-deus-seja-louvado-das-cedulas-de-real.shtml

Cha. S. disse...

Primeiramente, parabéns a essas crianças por sua atitude. Glórias a Deus pela vida de cada uma delas!

Eu acho que não adiantaria mandar carta para a Presidência, como fez aquela criança com dois ''pais gays'' que estaria sofrendo bullying nos EUA, enviando carta pro Obama, que prontamente respondeu.

Cadê a liberdade religiosa dessas crianças?????

Que essa família tenha sabedoria, nunca negando sua fé, e que Deus as guarde.

Deus te abençoe irmão Julio!

Paulo Teixeira disse...

Parabéns Julio por essa denúncia.

Onde estão os eminentes líderes e políticos evangélicos do Amazonas?

Dias atrás estavam na mídia pedindo votos para seus candidatos e agora desapareceram.

Vão deixar os alunos serem reprovados ou soferem perseguições por conta da atitude corajosa?

Esses absurdos precisam ser denunciados.

O Brasil precisa estar atento.

Ninguém é obrigado a fazer ou deixar de algo que fira seu imperativo de consciência.

Anônimo disse...

Se a norma no Brasil é desobedecer as leis, ainda que justas. É imperativo não obedecer leis injustas como a 10.635/03.

Jovens e pais, procurem seus advogados. Já!
Impeçamos a psicopatia esquerdopata antes que seja tarde!

Dr. Luciano Garrido disse...

Absurdo inominável, inacreditável. Que o professor pedisse um trabalho sobre o candomblé, ok. Mas pedir um trabalho que seja favorável ao candomblé suprime um direito elementar, que é a liberdade de consciência. Isso não é educação, é doutrinação fascista. É a antipedagogia. É preciso desmascarar esse tipo de atitude denunciando suas premissas. A pergunta é: sob quais aspectos o candomblé é igual à religião cristã? Acaso existem critérios objetivos, palpáveis, ou é tudo uma questão de mera opinião, tão válida quanto qualquer outra? Porque se esses critérios existem de fato, eles com certeza colocam a religião cristã infinitamente acima do candomblé. Caso não existam (não acredito nisso) a opinião dos professores não pode ser imposta.

Andre de Moraes disse...

É NESSA HORA QUE EU PERGUNTO: CADÊ OS EVANGÉLICOS POLÍTICOS QUE SE ELEGERAM POR TODO O PAÍS?
OS HOMOSEXUAIS E AS PESSOAS DE OUTRAS RELIGIÕES DEVEM ENTENDER O QUE SIGNIFICA "PRECONCEITO" E "INTOLERÂNCIA".
NÓS, EVAGÉLICOS NÃO SOMOS PRECONCEITUOSO, POIS PRECONCEITUOSO É AQUELE QUE TEM SUAS OPINIÕES FORMADAS SEM CONHECER O ASSUNTO, SEM BASES LÓGICAS, RACIONAIS, MAL FUNDAMENTADAS. E NÓS TEMOS NOSSOS CONCEITOS MUITO BEM FORMADOS E MUITO BEM FUNDAMENTADOS, COM BASES NA NOSSA CRENÇA (NOSSO DIREITO CONSTITUCIONAL) E NA CIÊNCIA.
QNTO À INTOLERÃNCIA. EU TOLERO AS PESSOAS DE CRENÇAS DIFERENTES E AS RESPEITO, E TBM RESPEITO O DIREITO DELAS TEREM A CRENÇA QUE QUISER, MAS NÃO TOLERO AS SUAS CENÇAS, POIS ESSE É MEU DIREITO: O DE NÃO CONCORDAR COM CRENÇAS ALHEIAS.
EMBORA SEJAMOS OCNSIDERADOS INTOLERATES E PRECONCEITUOSOS, NÃO ME LEMBRO DE NENHUMA NOTICIA MOSTRANDO QUE ALGUM EVANGÉLICO DISCRIMINOU, AGREDIU OU MALTRATOU UM HOMOSSEXUAL OU PESSOAS DE OUTRAS RELIGIÕES.
QNTO AOS ALUNOS QUE NÃO TOLERARAM ESSE AUTORITARISMO, DIGO QUE SÃO JOVENS DE CORAGEM E DE FÉ! PARABÉNS, ESSA É A ATITUDE QUE VERDADEIROS HOMENS E MULHERES DE DEUS DEVEM TER. MANTENHAM-SE NESSA POSIÇÃO E NÃO DEIXEM DE LUTAR POR SEUS DIREITOS!

Anônimo disse...

Vai aí alguns importantes esclarecimentos jurídicos. Anotem:

CONVENÇÃO DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS – CDC (ONU – 1989)

Brasil é signatário.

Os textos da Convenção garantem mecanismos legais que oferecem as bases para ações judiciais contra órgãos administrativos, entidades civis e de cunho social, escolar e outros.
(...)
Art.2º - Os estados assegurarão a toda criança sob sua jurisdição os direitos previstos nesta convenção sem discriminação de qualquer tipo baseadas na condição, nas atividades, OPINIÕES OU CRENÇAS DE SEUS PAIS, representantes legais ou familiares.

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (ECA)

(...) Cap. IV DO DIREITO à Educação, à cultura, ao esporte e ao lazer.

Art.53 – A criança e o adolescente tem direito à educação visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho, ASSEGURANDO-LHES:

III – direito de CONTESTAR critérios avaliativos, podendo recorrer às instâncias escolares superiores

§ Único: É direito dos pais ou responsáveis ter ciência do processo pedagógico, bem como participar da definição das propostas educacionais.

Art.71 – A criança e o adolescente têm direito à INFORMAÇÃO, cultura, lazer, esportes, diversões, espetáculos e produtos e serviços que RESPEITEM sua CONDIÇÃO peculiar de pessoa em desenvolvimento.

TÍTULO II

DAS MEDIDAS DE PROTEÇÃO

Capítulo I – Disposições Gerais

Art. 98 – As medidas de proteção à criança e ao adolescente são aplicáveis sempre que os direitos reconhecidos nesta Lei forem ameaçados ou violados:

I – por ação ou omissão da sociedade ou do Estado;
II – por falta, omissão ou abuso dos pais ou responsável;
III – em razão de sua conduta.

Capítulo II – Das Medidas Específicas de Proteção

(...)

Art. 100 – Na aplicação das medidas levar-se-ão em conta as necessidades pedagógicas, PREFERINDO-SE AQUELAS QUE VISEM AO FORTALECIMENTO DOS VÍNCULOS FAMILIARES E COMUNITÁRIOS.
(...)
II – proteção integral e prioritária: a interpretação e aplicação de toda e qualquer norma contida nesta Lei deve ser voltada à proteção integral e prioritária dos direitos de que crianças e adolescentes são titulares.
(...)
X – prevalência da família: na proteção de direitos e na proteção da criança e do adolescente ...

O Direito dos pais de conduzir a educação moral dos filhos está sendo atacado pelo Estado, pelas escolas e professores. Esse direito está esculpido na legislação Pacto de São José, no qual o Brasil é signatário.

http://www.portaldafamilia.org/artigos/texto065.shtml

Ad Iesum per Mariam.
Eduardo


Anônimo disse...

A que ponto nós chegamos! aqui no RJ, meu pastor,

líder da Igreja Internacional da Graça de Deus quase foi preso este ano por ensinar que as religiões afro são idolatria e quem as pratica está condenado ao inferno!

em sacerdote do candomblé deu queixa, e o delegado o repreendeu e o desafiou a dizer:

" duvido que você diga, na minha frente, que esse cidadão ( o pai de santo estava presente na delegacia ) adepto da religião afro vai para o inferno!" ele replicou: "se continuar nessa idolatria, com certeza irá! o delegado, claramente furioso, responde: " duvido que você tenha a coragem de afirmar que EU também vou para o inferno!"

pelo que meu pastor diz: "o senhor também vai, se não se arrepender de seus pecados e não reconhecer Jesus como Senhor e Salvador!"

Graças a Deus, meu pastor continua pregando, pois o que ele disse está de acordo com a liberdade de crença, de pensamento, de opinião, mas foi por um triz,e todos os membros sentiram isso, pois toda a congregação soube do caso. já que as autoridades estão fazendo apologia a idolatria e protegem a mesma com leis especiais contra o "racismo".

Meu pastor é um verdadeiro exemplo de fé e fidelidade a Cristo, Graças a Deus. Minha história não é fictícia, ela ocorreu há pouco tempo, na sede da IIGD de Madureira, na qual sou membro; postarei anônimo por questões de segurança, já que posso ser tachado de racista, ainda mais por ser branco, e já vi palestrante loira contrária à cotas ter carros depredado.

A Paz de Cristo a todos.

Anônimo disse...

É por essas e outras que tenho procurado me informar sobre como funciona o homeschooling...sinceramente não acredito que as coisas vão melhorar nas escolas, muito pelo contrário, não importa o quanto nos manifestemos contra esses absurdos, as coisas tendem a piorar, é Bíblico!

Soube por uma pessoa que trabalha em uma escola pública de ensino fundamental, aqui no Brasil, que há cartazes espalhados pela escola com fotos de "casais" homossexuais e crianças(representando uma família) acrescidos da seguinte frase: "Deus criou".

Vêem irmãos, o nível de perversidade dessas pessoas, não nos enganemos, as coisas não vão melhorar, lembrem-se do que está escrito:

"E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem".
(Romanos 1:28-32)

MikePernambuco disse...

E' LAMENTA'VEL QUE O QUE ESTA ACONTECENDO EM NOSSO PAI'S, TAMBEM E' CULPA DOS LI'DERES RELIGIOSOS. SAO OVELHAS QUE SE ESCONDEM, UMA ATRA'Z DAS OUTRAS PARA SEREM DEVORADAS POR U'LTIMO. AQUI NA AME'RICA TEM UMA RA'DIO BRASILEIRA ONLINE, ADMINISTRADA POR EVANGE'LICOS http://www.wsro.com/# QUE MAIS PARECE ESCRITO'RIO DO PC DO B,,, DA' PRA ACREDITAR ? LIGUEI VA'RIAS VEZES (AO VIVO) ANTES DAS ELEICOES, ALERTANDO DA AGENDA ANTI-CRISTA, POR TRA'Z DA CAMPANHA DOS DEMOCRATAS, LIDERADA PELO SR. OBAMA, MAS SEMPRE FUI RECHACADO. PASSEI A ME IDENTIFICAR COMO EVANGE'LICO QUE NAO SOU, MAS NAO FEZ DIFERENCA. NUNCA ABRI UM SITE E NELE VI UMA NOTI'CIA SOBRE LI'DERES RELIGIOSOS PROCESSANDO E PRESSIONANDO O JUI'Z PARA POR NA CADEIA ESSES GRUPOS CRIMINOSOS... PORQUE ??? --- QUANDO UM FIEL ENFRENTA ESSE GRUPO SOZINHO, NAO SE VER UM CHEFE DE SUA RELIGIAO ASSUMIR SUA DEFEZA EM PU'BLICO. QUAL A EXPLICACAO PRA ISSO ????? SINCERAMENTE NAO SEI. SERA' PORQUE CUSTA CARO CONTRATAR ADVOGADOS ???? MAS TEM MUITOS ADVOGADOS EVANGE'LICO,,,CATO'LICO,,,E ESPI'RITA. SERA' QUE UM ADVOGADO CATO'LICO, OU EVANGE'LICO COBRARIA PARA PROTEGER UM MENBRO DE SUA PRO'PRIA RELIGIAO ????? LI'DERES RELIGIOSOS DO MUNDO, INCLUSIVE DO BRASIL SABEM A FORCA PODEROSA DAS IGREJAS " UNIFICADAS " PARA LUTAREM CONTRA UM INIMIGO COMUM,,,,MAS O CARA'TER DESSES LI'DERES NAO E' DI'GNO DO PODER QUE TEM... E' ESTARRECEDOR. BETOPERNAMBUCO

Trindade disse...

Olá Júlio;
Só uma pergunta aos defensores dos chamados cultos africanos, ou de ancestrais afrodescendentes. Qual é a religião da maioria dos povos africanos na Africa? Resposta: O cristianismo.
Só aqui no Brasil é que o candomblé é considerado uma religião que representa o povo do continente Africano, porque no continente africano o cristianismo, hinduismo, budismo e os muçulmanos são muito mais representativos do que o candomblé.
A verdade é uma só: OS IDEÓLOGOS ESQUERDISTAS QUE TEM A PAUTA DO GOVERNO DO ANTICRISTO SABEM QUE AS RELIGIÕES CRISTÃS SÃO O ÚNICO OBSTÁCULO CONTRA O INTENTO SATÂNICO DELES.

Macedo disse...

Se o aluno macumbeiro se recusasse a fazer um trabalho sobre a história do protestantismo no Brasil, isso seria considerado um "direito" desse aluno pelo professor.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS.
É ASSIM QUE SE COMPORTA O HIPÓCRITA, SEJA UMA PESSOA, SEJA A MÍDIA.

Anônimo disse...

Caros Cristãos, quando ocorrer este tipo de pedida, usem a bíblia com sabedoria e entreguem um trabalho que demonstre claramente que Deus abomina esta perversões e coisas do inimigo. Uma oportunidade de usarmos Deus. sua Santa Palavra.

Claudio Vaz disse...

Julio Severo,
Boa noite.

Gostaria apenas de compartilhar com você o comentário que fiz no blog do ex-governador Garotinho.

Caso leia os comentários, perceberá que eu já tinha feito uma participação anterior lá, na qual foi respondia por ele ou por algum assessor.

Muito bem, quando li seu artigo, decidi recomendá-lo à Garotinho, com o seguinte comentário:

"Sr Governador, peço licença para ocupar novamente este espaço e, com perdão da arrogância, quem sabe, tocar em sua consciência.

Depois de conhecer seu blog em outubro, o acesso todos os dias e dificilmente deixo de ler algum post. Mas agora, governador, eu peço que o senhor acesse OUTRO blog para ler um artigo interessante. O link é esse: http://juliosevero.blogspot.com.br/2012/11/alunos-evangelicos-sofrem-intolerancia.html

Repare que a mesma LAVAGEM CEREBRAL da qual o senhor é REALMENTE e INJUSTAMENTE vítima, faz vítima também jovens brasileiros que cometeram o "grande erro" (na realidade o maior acerto de suas vidas) de seguir Jesus Cristo. Essa lavagem é, na realidade, resultado da GUERRA CULTURAL que o Brasil e o Ocidente sofrem há décadas, mas que se acentua nos últimos anos.

E essa GUERRA CULTURAL, governador, cujo intuito é conquistar CORAÇÕES E MENTES, dá-se nos mais diversos ambientes - inclusive escolas, OAB e MP - mas, principalmente, na MÍDIA ESQUERDISTA que a impulsiona e a alimenta.

Tudo que o senhor já fez, ou fizer quando voltar ao governo será tratado pela mídia esquerdista como "populismo". Lembra-se quando o senhor se queixava disso durante seu governo? Ela, a mídia esquerdista, NUNCA lhe dará apoio porque o SENHOR É CRISTÃO, GOVERNADOR!

Quando o senhor faz, é "populismo" quando o PT faz é "política popular", é "justiça social"! Hipocrisia pura.

Acredito que o senhor não negará sua fé. Mas o senhor precisa RENEGAR seu passado esquerdista, QUANDO ENTENDER que o ESQUERDISMO É INCOMPATÍVEL COM CRISTIANISMO.

Não há vergonha em reconhecer um erro, governador. Pelo contrário, é demonstração de maturidade.

Como sempre, governador, finalizo desejando que o senhor fique na Paz de Cristo e que Deus abençoe toda sua família".

***FIM DO COMENTÁRIO***

Desculpe, caso tenha me estendido muito.

Claudio Vaz

Julio Severo disse...

Parabéns, Cláudio, por sua recomendação ao ex-governador Garotinho! De fato, ele tem um histórico esquerdista muito forte, graças à influência nefasta de Caio Fábio, que sabia converter qualquer um ao esquerdismo. Para mais informações sobre Caio: http://juliosevero.blogspot.com/2012/11/o-heretico-neo-panteista-e-seus-fas.html

Claudio Vaz disse...

Boa tarde.

É, Julio Severo, este seu artigo incomoda mesmo.

Enviei-o também para meu irmão, que é mais esquerdista que José Dirceu. Sua resposta:
"Somos um país laico. Tolerância a todas as formas de manifestação! Neste caso, religiosa."

Enviei-lhe, então, minha tréplica:

"O ESTADO é LAICO. Significa que o ESTADO não possui religião alguma e, principalmente, PROTEGE TODAS AS RELIGIÕES.

O PAÍS, segundo sua constituição, permite ampla LIBERDADE RELIGIOSA. Significa que todas as pessoas no Brasil, nativos, residentes ou estrangeiros, podem manifestar LIVREMENTE sua religião, sua fé, inclusive manifestar pensamento contrário a essa ou aquela doutrina religiosa (LIBERDADE DE EXPRESSÃO).

Não precisamos de gurus do politicamente correto, que colocam frases feitas em nossa boca, precisamos e devemos amar o conhecimento e A VERDADE, e não os diplomas".

***FIM DO COMENTÁRIO***

Quis compartilhar contigo isso também. Obrigado.

Claudio Vaz disse...

Julio Severo,
Bom dia.

Bem, finalmente aquele comentário que fiz no blog do ex-Governador Garotinho foi aprovado e está publicado, veja o link:
http://www.blogdogarotinho.com.br/lartigo.aspx?id=12210

Poderá observar também meu comentário, o do dia 21/10/2012, às 22:05:06, quando afirmei pela primeira vez que esquerdismo é incompatível com o cristianismo.

Obrigado. Deus abençoe toda sua família.

Ricardo Augusto disse...

Boa noite Julio. Antes de mais nada quero dizer que concordo com algumas visões que você traz aqui comuns ao meio social como o aborto, a questão da homossexualidade, a pedofilia, a prostituição e outras mais, todas estas fora do campo religioso. A liberdade de opinar é muito bem direcionada por qualquer um que a saiba usar, que aliás está garantida por Lei. Eu sei muito bem que todas as religiões que não pertencem ao cristianismo são tachadas por demoníacas e outros adjetivos semelhantemente cabíveis. Eu já fui cristão na organização das Testemunhas de Jeová. Tenho conhecimento pleno de que dentro do cristianismo há inúmeras denominações que discordam entre si sobre a interpretação da Bíblia. Não vou aqui explanar quais são, pois você tem este conhecimento, creio. Entretanto, quero dizer que quando eu era cristão, uma vez, na aula de inglês no ensino médio, fui comunicar minha professora de que eu não iria fazer um trabalho sobre o Halloween. Para mim aquilo transigiria minha consciência em saber que era uma forma de bruxaria condenada por Deus. Na época fui muito bem compreendido por ela. Fiquei muito satisfeito pela razoabilidade que ela demonstrou. Uma pessoa TOLERANTE pela crença alheia. Não só este caso me ocorreu, houve outros. Porém não me esquentava com o trabalhos contrários à minha convicção religiosa. Simplesmente não fazia, e isso não alterava minha nota bimestral, pois os trabalhos anti-cristãos, se é que posso usar esta definição, eram minudências frente a toda agenda educacional proposta. Segui como cristão até o fim dos estudos básicos, muito intrépido e feliz por isso. Depois que deixei o cristianismo continue sendo feliz. Hoje enxergo que os ensinamentos de Jesus estavam certo. Um deles é que o homem é vil e pífio. Busca seus próprios interesses. Impõem suas filosofias, doutrinas e dogmas a outros como únicos e verdadeiros, sejam quais forem, vide os fariseus que Ele descrevia. O cristianismo se espalhou pelo mundo como uma pandemia. Não encontrou barreiras para erguer seus templos e dissipar seus ensinamentos. O primitivos cristãos, diz a Bíblia, só poderiam ter galgado tal exponenciação de divulgação de Cristo pelo milagre de começarem a falar línguas diferentes. Caso não fosse o feito, com certeza o cristianismo estaria confinado ao seu recôndito lugar de surgimento, assim como as religiões afro estão. Nesta altura do campeonato da História só posso dizer que o mundo está cada vez pior pelas infinitas manifestações de discórdias violentas e injúrias praticadas entre os humanos. Se me pedissem para eu fazer um trabalho sobre o candomblé, confeccionar-lo-ia com muita vontade, pois em minha visão ela pode até gozar dum puxa-saquismo do governo e ser endemoniada por outras religiões que a mim não inferiria nada em violar minha fé em Deus. Sim, estes jovens tem o direito de recusar a executar o trabalho sobre o candomblé, assim como os do candomblé podem negar o mesmo. As duas religiões fazem parte da História do Brasil, sendo o cristianismo a mais antiga, só não antiga diante das crenças indígenas. Só posso dizer que liberdade de opinião não se pode camuflar como insulto, e isto está ocorrendo frequentemente hoje em dia. Lamentável! Jesus disse: "Todas as coisas, portanto, que quereis que os homens vos façam, vós também tendes de fazer do mesmo modo a eles; isto, de fato, é o que a Lei e os Profetas querem dizer." Para mim isto engloba tanto ajudar o próximo quando ele passa por problemas, seja de qualquer natureza, quanto o respeitar como ser humano em sua essência como livre para crer no que for. Forte abraço!

Anônimo disse...

Concordo que fatos históricos devem ser registrados. Como católico não me importo se meus filhos tiverem que fazer um trabalho sobre fatos históricos ou mesmo sobre a influência desta ou daquela realidade. Quando estive na Inglaterra não me opus a visitar templos anglicanos. Fui observar a arquitetura, obras de arte, ou seja a história. Não significa que estou aderindo a fé anglicana. Da mesma forma, se vou almoçar em um restaurante, não pergunto a religião dos garçons, da cozinheira ou dos donos do estabelecimento. Se vou ao mercado, não me recuso a fazer as compras porque a caixa é evangélica ou espírita. Isto eu concordo. Temos que conviver todos dentro de preceitos de harmonia, tolerância e liberdade religiosa. Mas apologia a religião que não seja a minha ou a outros conceitos repudiados pela fé que pratico é inaceitável. Parabéns ao autor pelo texto, parabéns ao Júlio Severo pela denúncia e parabéns aos alunos e seus pais que se mantiveram íntegros. Pelo que percebemos, os alunos foram obrigados a fazer a defesa do candomblé, entre outras situações repudiadas pela fé evangélica. Eles não foram apenas obrigados a fazer um trabalho de registro histórico, mas foram compelidos a violar seus princípios de fé. Inadmissível. Temos que protestar e ficar atentos a ditadura que lentamente vai se instalando neste país. Que o Senhor abençoe estas crianças e seus pais.