31 de outubro de 2012

Uma nova Reforma para contra-atacar as grandes portas do inferno?


Uma nova Reforma para contra-atacar as grandes portas do inferno?

Martinho Lutero dá um alerta importante para os pais de hoje

Julio Severo
Ao assinar a Declaração de Independência dos Estados Unidos, Samuel Adams afirmou: “Tenho a confiança de que neste dia o reinado do protestantismo político se iniciará”. Os 56 signatários eram na grande maioria protestantes.
De acordo com Patricia Bonomi, professora emérita da Universidade de Nova Iorque: “Os colonos americanos eram 98 por cento protestantes”.
O estadista britânico Edmund Burke discursou no Parlamento Britânico em 1775 dizendo: “Todo protestantismo… é um tipo de dissidência. Mas a religião que mais predomina em nossas Colônias do Norte [os EUA] é um refinamento do princípio da resistência; é uma dissidência da dissidência, e o protestantismo da religião protestante”.
O reinado do protestantismo politico nos EUA começou a declinar quando o liberalismo invadiu as igrejas, e havia pouca dissidência; e quando uma educação centrada no Estado substituiu uma educação centrada na família, com mínima dissidência das igrejas e famílias.
Hoje, pela primeira vez em sua história, os Estados Unidos não têm uma maioria protestante, de acordo com uma recente reportagem da Associated Press. Enquanto o liberalismo está aumentando em suas igrejas protestantes, os EUA estão vendo o declínio dos membros dessas igrejas e muitos de seus líderes fazendo dissidência do próprio Evangelho.
É claro que os atuais protestantes americanos são muito diferentes dos primeiros reformadores, que fizeram dissidência contra o mal por amor ao Evangelho.
O protestantismo teve suas origens em 31 de outubro de 1517, quando Martinho Lutero postou as 95 teses na porta da Igreja de Wittenberg. Intimado a comparecer diante do Imperador Carlos V para ser julgado, Lutero foi declarado criminoso. Frederico da Saxônia o escondeu no Castelo de Wartburg onde ele traduziu no Novo Testamento para o alemão.
Lutero mais tarde escreveu: “Muito temo que as escolas comprovarão ser as grandes portas do inferno, a menos que elas diligentemente trabalhem para explicar as Santas Escrituras, gravando-as no coração dos jovens”.
Povos e nações deram atenção ao aviso de Lutero nas 95 teses, e o resultado foi bênçãos para eles por meio da livre leitura e interpretação da Bíblia. O primeiro aviso foi essencial para a época dele.
O segundo aviso dele é para os povos e nações em nossa época. As escolas modernas não fazem esforço algum para explicar ou gravar a Bíblia no coração dos jovens. Pelo contrário, as escolas estão gravando o homossexualismo e outras perversões no coração dos jovens.
As escolas efetivamente se tornaram as grandes portas do inferno. E você não precisa dar atenção à voz profética de um alemão de quinhentos anos atrás.
As provas e resultados dessas grandes portas do inferno estão na mente e coração de muitas crianças protestantes, de crianças católicas e de crianças não-cristãs.
É tempo de dar atenção a Lutero de novo.
É tempo de dar aos seus filhos escolas que expliquem e gravem a Bíblia em seus corações jovens.
É hora de resgatar seus filhos das grandes portas do inferno e tornar seu lar uma escola.
Faça de seu lar as grandes portas do Céu.
Dê atenção a Lutero.
Faça dissidência e oposição às grandes portas do inferno.
Escolha a educação escolar em casa.
Com informações de “American Minute Wednesday, October 31, 2012.”
Leitura recomendada: Blog Escola em Casa

9 comentários :

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

A educação familiar é, sem dúvida, a que forma o caráter do verdadeiro homem. É dentro do lar (juntamente com a família) que a pessoa se torna um bom cidadão. Só que o Estado quer usurpar este direito da família (que é sagrado por natureza).

O problema é que o Estado quer se achar no direito de dizer aos pais que tipo de educação eles devem dar aos seus filhos. Sabemos que a atual educação dada pelo Estado corrompe os bons princípios que foram ensinados no lar.

E mais: considerando que o nosso sistema educacional é todo contaminado por idéias esquerdistas, marxistas, comunistas e socialistas (que são, na verdade, doutrinas de demônios), não é de se espantar que, da escola primária à universidade, todos já saem educados dentro dessas mesmas idéias (que têm como ponto em comum a concepção socialista de que o governo é quem deve atender às necessidades de todos). Isso sem contar que uma escola com a mesma linha de pensamento ensina a todos a aceitarem o homossexualismo e o aborto como algo normal, tolerância às religiões afro–descendentes como sendo parte da nossa cultura, combate à homofobia (que eles, sutilmente, pregam como "respeito às diferenças"), enfim, coisas que são totalmente contra os princípios cristãos e bíblicos.

Uma coisa é certa: NENHUMA ESCOLA OU UNIVERSIDADE, POR MELHOR QUE SEJA, JAMAIS VAI SUBSTITUIR INTEGRALMENTE A FAMÍLIA EM TERMOS DE FORMAÇÃO MORAL! É A FAMÍLIA QUEM DÁ A VERDADEIRA EDUCAÇÃO AO SER HUMANO!

Torno a repetir o que eu já comentei em um artigo semelhante a este: qualquer país pode ter a melhor educação do mundo. Mas se esse mesmo país não colocar a Palavra de Deus como prioridade, a educação que esse mesmo país oferece aos seus cidadãos não passará de uma fábrica de demônios com diplomas de faculdade. É como bem disse o apóstolo Tiago:

"Quem, dentre vós, é sábio e tem verdadeiro entendimento? Que o demonstre por seu bom proceder cotidiano, mediante obras praticadas com humildade que têm origem na sabedoria. No entanto, se abrigas em vosso coração inveja, amargura e ambição egoísta, não vos orgulheis disso, nem procureis negar a verdade. Porquanto esse tipo de sabedoria não vem dos Céus, mas é terrena; não é celestial, mas demoníaca. Pois, onde existe inveja e rivalidade, aí há confusão e todo tipo de atitudes maléficas" (Tiago 3:13–16)

A verdadeira educação só é obtida no ambiente da família. E a melhor educação é dada pela Palavra de Deus, porque ela é quem forma o verdadeiro homem. É como diz o livro de Provérbios:

"O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência" (Provérbios 9:10)

"Ensina à criança o caminho no qual ela deve andar; e quando envelhecer, ela não se desviará dele" (Provérbios 22:6)

Que todos nós possamos lutar para educarmos os nossos filhos dentro dos nossos lares (e na obediência à Palavra de Deus), para que eles sejam futuros bons cidadãos!

P.S: Se alguém quiser se manifestar, esteja à vontade.

Esther Kochav disse...

Não vejo condições das crianças serem educadas nas escolas.
A mentirosa teoria da evolução, a imposição do homossexualismo, as más influências e muitas coisas mais... Que triste e perigosa situação!
Se um dia eu tiver filhos, eles serão educados no lar.

Na escola, através da teoria da evolução, aprende-se que Deus não existe. Mas a Palavra de Deus nos ensina que negar a existência dEle é como loucura:
Salmos 14:1
“DISSE o néscio no seu coração: Não há Deus. ...”

Vejamos um pouco do que a Palavra de Deus diz sobre a verdadeira sabedoria:

Salmos 111:10
“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre.”

Provérbios 1:7
“O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.”

Provérbios 2:6-8
“Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento.
Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos. Escudo é para os que caminham na sinceridade,
Para que guardem as veredas do juízo. Ele preservará o caminho dos seus santos.”

Provérbios 9:10
“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência.”

Esses outros versículos também me fazem refletir sobre a educação no lar:

Provérbios 22:6
“Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.”

Provérbios 24:3
“Com a sabedoria se edifica a casa, e com o entendimento ela se estabelece;”

ÉLQUISSON disse...

Amada irmã Esther Kochav,

Você está certíssima no seu comentário (concordo em gênero, número e grau com tudo o que você disse). Realmente, não vemos nenhuma condição de termos as nossas crianças recebendo uma boa educação nas nossas escolas nestes últimos tempos.

Além da evolução e da imposição do homossexualismo, há também a propagação de idéias esquerdistas, comunistas, marxistas e socialistas (como o presbítero Valdomiro citou sabiamente no comentário dele), e outras ideologias anti–cristãs. Em outras palavras: as nossas escolas estão todas corrompidas.

Diante de toda essa sujeira do nosso sistema educacional, de que adianta uma pessoa ter estudado nas melhores escolas e universidades e não ter uma vida santificada diante de Deus (ou só viver na prática do pecado)?

É justamente por isso que Deus não escolhe pessoas tidas como "cultas" para serem Seus profetas. Ele escolhe justamente aquelas que são ignorantes (na visão do mundo). É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes" (1 Coríntios 1:27)

Jesus afirma a mesma coisa ao dizer:

"Graças Te dou, ó Pai, Senhor do Céu e da Terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim Te aprouve" (Mateus 11:25–26)

Tem até uma frase que sintetiza isso de forma bem clara: "DEUS NÃO ESCOLHE OS CAPACITADOS, MAS ELE CAPACITA OS ESCOLHIDOS"

Alguém ainda tem alguma dúvida de que a verdadeira educação só pode ser obtida através da obediência à Palavra de Deus?

Lino disse...

No meu tempo de criança, eu estudei em escola pública. Naquela época, lembro que havia o ensino religioso obrigatório (era parte integrante do currículo escolar). Antes de começar a aula, nós rezávamos o Pai Nosso. Tínhamos também aulas de Educação Moral e Cívica, éramos educados dentro dos bons costumes (e do respeito a todas as pessoas). Tínhamos até aula de etiqueta, boas maneiras, procedimento pessoal, enfim, a escola pública nos ensinava a ser verdadeiros cidadãos de bem.

Naquela época, a educação escolar era um verdadeiro complemento da educação familiar. Os próprios pais faziam questão de colocar os filhos em escolas públicas (que, em sua grande maioria, eram administradas por religiosos). E por ter uma disciplina bastante rígida para punir com rigor qualquer erro, nós aprendíamos a obedecer ordens. Não estou dizendo que a escola pública daquele tempo era 100% perfeita (sem falhas), mas ela, pelo menos, se preocupava em zelar pela integridade moral dos seus alunos.

E o presbítero Valdomiro disse uma verdade: a partir do momento em que filosofias e idéias marxistas, comunistas, esquerdistas e socialistas começaram a se infiltrar no nosso sistema educacional, a escola pública começou a se corromper. O ensino religioso e o de Educação Moral e Cívica foram retirados do currículo escolar. A disciplina rígida que havia foi relaxando (e, depois, deixada de lado). E o que aconteceu depois disso tudo? A escola pública passou a "se adaptar" às idéias e filosofias que foram introduzidas (e passou também a tolerar tudo que é sujeira). Resultado: as escolas públicas hoje são verdadeiros antros de perdição. Hoje o que rola dentro delas é o uso de drogas e bebidas alcoólicas, gravidez de adolescentes, homossexualismo, enfim, uma podridão total. Em outras palavras: faltou uma vigilância contra a proliferação de idéias erradas dentro das nossas escolas públicas.

Será que hoje haveria alguma possibilidade de fazer com que a escola voltasse a ter o mesmo padrão de comportamento moral dos tempos antigos?

Gostaria de saber as opiniões de todos.

P.S: Se o irmão Júlio Severo quiser se manifestar, esteja à vontade

Antônio Acácio disse...

A paz do Rei, Senhor e Mestre a todos!

Estou completamente desacreditado no ensino que é ofertado pela rede pública. Tenho três herdeiros, duas princesas e um príncipe, e recentemente postei aqui no blog do júlio que tratava da psicologia, uma situação difícil que estava enfrentando com o meu primogênito (14 anos), pois o mesmo já reprovou 02 anos e não tem interesse pela pedagogia, e sempre que me chamavam na escola para resolver problemas indisciplinares dele, sempre...sempre....sempre me diziam "seu filho precisa ir ao psicólogo", porém no meu coração nunca sentia que deveria levá-lo ao psicólogo, uma vez que tenho certeza que meu filho não é doido, demente ou qualquer outra coisa desse tipo, ademais eu acredito piamente no "Psicólogo dos Psicólogos chamado JESUS CRISTO", e esse nunca erra, e seu diagnóstico é preciso - certeiro.
Não me arrependo do que fiz, tirei o meu filho da escola, mais não me rendir aos ardiz do governo impío e do príncipe deste governo (satanás).

A DEUS SEJA A HONRA, A GLÓRIA E O LOUVOR PARA SEMPRE!

Everaldo disse...

O presbítero Valdomiro disse uma coisa muito certa (e que eu transcrevo aqui):

"... qualquer país pode ter a melhor educação do mundo. Mas se esse mesmo país não colocar a Palavra de Deus como prioridade, a educação que esse mesmo país oferece aos seus cidadãos não passará de uma fábrica de demônios com diplomas de faculdade..."

Valdomiro, você está certíssimo. Para que melhor prova disso do que os médicos que realizam milhões de abortos em clínicas clandestinas? Por que esses mesmos médicos, ao invés de agirem contra a vida, não usam o conhecimento que obtiveram na universidade para salvar vidas? Este é somente um exemplo da educação que não coloca a Palavra de Deus como prioridade.

Em termos de verdadeira educação, diga-se de passagem, nada se compara à Palavra de Deus. É como diz o livro de Provérbios:

"O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência" (Provérbios 9:10)

A mesma coisa é dita pelo apóstolo Paulo:

"Toda a Escritura é inspirada por Deus, e é proveitosa para ensinar, repreender, corrigir as coisas, disciplinar na justiça, a fim de que o homem seja plenamente preparado para toda boa obra" (2 Timóteo 3:16–17)

Precisa dizer mais alguma coisa além disso?

Anônimo disse...

Fiquei sabendo domingo o pastor comentou que dia 31 DE OUTUBRO, foi onde nasceu a reforma PROTESTANTE na batuta de LUTERO.
Ele perguntou assim que dia 31 outubro se comemora o que gente? Teve pessoal que gritou dia das bruxas o que?
Que bruxas que nada a gente queima ela e toda bruxaria e magia com poder de Deus em nome do Senhor Jesus Cristo em oração.
Essas coisas que brasil acaba adotando dos nos Estados Unidos comemoram lá o "halloween" desceu a lenha adotar só coisa negativas e direto do inferno e igual filmes: magia, espírita etc.... harry potter aquele ficou famoso o bruxinho etc...
Essas duas semanas agora de novembro não sei você tá sabendo irmão a minha igreja está lançando nas salas de alguns cinemas brasileiros um filme:
Cristão baseado no livro que o missionário RR Soares escreveu eu já lê faz algum tempo já fiquei impactada só em lê fara agora numa tela de cinema essa história ficcional e tem mistura de realidade
"TRÊS HISTÓRIAS E UM DESTINO", foi filmado aí nos EUA com atores americanos e uma produção espetacular eu vê trailer pode entrar no site: /www.treshistoriaeumdestino.com.br/
Eu acho Julio que já deve tá salas de cinema aí nos Estados Unidos não sei poderia conferir e agradeceria muito se você fizesse um artigo sobre esse filme se puder eu agradeço precisamos divulgar e espalhar.

Toda cristiandade tem que lotar os cinemas BRA esse filme não e dá IIGD e de todo cristão seja qual for a denominação para ir prestigiar um filme cristão está dublado para português nossa língua eu vou levar pessoas não cristãos para vê esse filme forma evangelizar quem não é de Jesus Cristo.

Ester!!!!!

ELISEU disse...

O que a irmã Esther Kochav e o Antônio Acácio falaram a respeito das escolas é a mais pura verdade. Infelizmente, muitas escolas têm sido verdadeiros antros de perdição. E se não estivermos atentos ao que as escolas ensinam aos nossos filhos, fatalmente eles serão escravizados por todo tipo de pecado e vício.

Um dia desses, minha filha caçula (4 anos) me perguntou: "Papai, é certo 2 homens (ou 2 mulheres) se beijarem na boca em frente de todo mundo?" Quando eu quis saber onde ela tinha visto isso, ela me disse: "Lá na escola isso acontece direto, e a diretora não diz nem faz nada contra isso!".

Não tive dúvidas: tirei minha filha de lá. Quando a diretora quis saber o motivo, eu fui direto ao ponto: "Não quero que minha filha seja contaminada pela sujeira daqui!". Aí ela quis contra–argumentar: "A educação de hoje tem que estar adaptada aos tempos modernos. O mundo evoluiu. Não podemos ter discriminação contra certas inovações".

Eu respondi a ela num tom bem direto (e bem grosseiro): "EU NUNCA VOU PERMITIR QUE MINHA FILHA ESTUDE NUM COVIL DE DEMÔNIOS (COMO ESTA ESCOLA)!". Nada mais justo. Afinal, como pai de família cristão, eu não posso compactuar com o pecado (pois eu estaria colocando a integridade espiritual e a formação moral de minha filha em perigo)!

Hoje, ela recebe aulas particulares de professores cristãos tementes a Deus dentro da minha casa. Eu nem me importo em ter que pagar para isso, mas eu pago com satisfação. Pelo menos, eu tenho certeza de que minha filha não estará espiritualmente desprotegida (e nem estará num lugar onde ela iria se corromper pelo pecado)!

Que tal se todos os pais de família agissem assim (para protegerem seus filhos das más influências)?

Fica aqui a minha sugestão para a análise de todos.

Anônimo disse...

A escola é uma agência do inferno. Como servo do Senhor e amor pelo meu filho, como poderia mandá-lo todo dia para um pedaço do inferno? Ele nunca foi lá.... Nem um dia.