17 de outubro de 2012

Malafaia, desconhecimento e omissão: a ocultação da agenda gay do PSDB


Malafaia, desconhecimento e omissão: a ocultação da agenda gay do PSDB

Julio Severo
A cartilha anti-“preconceito” aprovada pelo governador de São Paulo José Serra em 2009 não é igual ao kit gay do PT. O único problema dessa cartilha é que disse que a homossexualidade é inata, não uma opção. Essas foram as palavras do cidadão Silas Malafaia neste vídeo dele: http://youtu.be/5Kd0rRwLcKs
Malafaia: conhecimento limitado sobre kit gay do PSDB
Não estou usando a palavra “cidadão” por menosprezo. No vídeo, Malafaia diz que fala como cidadão, não como pastor.
O cidadão Malafaia diz que teve acesso à cartilha e só viu aquele único problema. Os cidadãos de São Paulo poderiam muito bem verificar a cartilha, pois é um material público, pago com o dinheiro de cada cidadão de São Paulo.
Aliás, a cartilha, intitulada “Preconceito e discriminação no contexto escolar”, estava publicamente disponível no site da Secretaria de Educação do Governo do Estado de São Paulo neste link: http://file.fde.sp.gov.br/portalfde/Arquivo/B_Prevensao_07.02.11.pdf Mas com a polêmica que surgiu, o Governo do Estado de São Paulo achou prudente remover a cartilha do link, bloqueando o acesso dos cidadãos ao conteúdo do material.
Contudo, o cachê do Google mantém uma cópia do guia aqui.
O guia do PSDB, com seu jeito clássico de abordagem diplomática, menciona de modo geral “orientação sexual”, “desigualdades de gênero”, “diversidade sexual”, etc. O próprio texto diz que “O guia favorece a construção da identidade”.
O guia diz: “Ressaltamos o papel social dos educadores em sua função de atuar diretamente na formação de seres humanos”. Essa atuação, conforme diz o guia, envolve o tema “diversidade sexual na escola: uma metodologia de trabalho com adolescentes e jovens”.

Perigo oculto

Mas nada é explicado em profundidade. A leitura do guia é resumida e envolvida num emaranhado de palavras-códigos que são muito conhecidas dos ativistas esquerdistas, mas difíceis de entender para o grande público.
O principal perigo do guia está oculto. Sua função é encaminhar o professor a vários materiais de apoio, de fontes “confiáveis” para o governo de São Paulo, inclusive ECOS.
Por exemplo, o guia recomenda que, para combater o bullying, o professor deve usar o livro “A escola e os temas atuais”, de Sylvia Cavasin, chefona da ECOS.
Outros materiais e vídeos recomendados no guia também são da ECOS. Aí reside verdadeiramente o perigo.
Juntamente com a ABGLT, a ECOS foi oficialmente responsável pela elaboração do infame kit gay, autorizado pelo então ministro da Educação Fernando Haddad. A ABGLT e a ECOS receberam milhões do dinheiro público. O próprio colunista Reinaldo Azevedo chegou a denunciar ECOS em artigo disponível no meu blog. Azevedo diz que um dos vídeos que compunham o kit gay do PT era o DVD “Medo de quê”. Esse mesmo vídeo está na lista de materiais oficialmente recomendados no guia do PSDB.
O guia do PSDB em si não é um kit gay, mas astutamente leva o professor a materiais que efetivamente compõem um abrangente kit gay. Aliás, são as mesmas fontes do kit gay do PT.

ECOS: a organização por trás do kit gay e dos materiais recomendados pelo guia do PSDB

A ideologia da ECOS é a mesma ideologia do PT: aborto, homossexualismo, contracepção, etc. Por que então o PSDB considera, em seu guia, os materiais da ECOS como indispensáveis para os professores educarem as crianças?
A parceria entre ECOS e PSDB não é nova. Vem desde o governo Fernando Henrique Cardoso. Em seu Boletim Transa Legal para Educadores (Ano 2 Nº 4), ECOS disse:
Com o apoio do Programa Nacional de Controle das DSTs/AIDS do Ministério da Saúde, da entidade Advocates for Youth e da Fundação MacArthur, a ECOS iniciou, em 1994, o Projeto Boletim Transa Legal… O projeto envolveu 27 escolas municipais de 1º grau, 10 escolas estaduais de 1º e 2º graus e uma escola particular de 1º e 2º graus, aproximadamente 6 mil estudantes e 110 professores e coordenadores pedagógicos.
Desde 1994, ECOS vinha recebendo apoio oficial do Ministério da Saúde. ECOS estava também recebendo muito dinheiro de grandes fundações americanas, inclusive a Fundação MacArthur e Advocates for Youth. Num de seus documentos internos, Advocates for Youth (que antes era o Center for Population Options) disse:
Use os meios legais existentes para ampliar o acesso dos adolescentes à contracepção e ao aborto… A Convenção dos Direitos da Criança da ONU… deve ser explorada ao máximo para que possamos dar aos adolescentes informações e serviços de planejamento familiar e, onde for possível, serviços de aborto seguro. Além disso, a nível local em países com leis que dão acesso limitado ao aborto (no caso de estupro ou incesto ou somente com aprovação dos pais ou juiz), os defensores [dos direitos das crianças e dos adolescentes] devem tirar vantagem dessas partes da lei para promover mais acesso ao aborto seguro. Em outros casos, a legislação nacional dos direitos das crianças e dos adolescentes, tal como o Estatuto da Criança e do Adolescente do Brasil, pode dar meios de aumentar o acesso dos adolescentes ao… planejamento familiar. (Adolescents and Unsafe Abortion in Developing Countries, CPO. Washington, DC, EUA, 1990)

ECOS infiltrada na educação sexual das escolas brasileiras desde a década de 1990

ECOS orienta os professores a falar francamente com os alunos sobre qualquer questão sexual e “desmistificar crenças, tabus e preconceitos que existem sobre os diferentes aspectos da sexualidade”. (Boletim Transa Legal para Educadores, Ano 2 Nº 6) Para desinibir estudantes já a partir dos sete anos, ECOS recomenda que o professor “ensine” higiene sexual. O professor deve falar abertamente, na presença de alunos e alunas, que para lavar os órgãos sexuais externos “os meninos devem puxar o prepúcio para trás e as meninas devem limpar bem todas as dobrinhas da vagina”. (Boletim Transa Legal para Educadores, Ano 3 Nº 7)
Para “acabar com os mitos, desinformações e preconceitos que ainda cercam a sexualidade” e o uso da camisinha, ECOS emprega a abordagem da autoestima e outros meios psicológicos, a fim de “estimular os adolescentes a adquirirem novas habilidades e atitudes através de atividades como dramatizações e dinâmica de grupo”. (Boletim Transa Legal para Educadores, Ano 1 Nº 2) Seu boletim Transa Legal ensina os estudantes a transarem “livres” da gravidez e do casamento, com a proteção da camisinha e outros métodos de controle da natalidade. ECOS publica também materiais para educadores, alguns dos quais encorajam atitudes favoráveis à pratica do aborto entre as adolescentes. Para que as adolescentes se sintam à vontade com relação à questão do aborto deliberado, o professor é instruído a utilizar psicodramas. Se o educador enfrentar o caso de alguma adolescente grávida na sala de aula, ele não deve impor a ela suas opiniões pessoais nem deve fazê-la pensar que a maternidade é o único caminho. Seja o que for que ele saiba acerca da situação, ele é instruído a não entrar em contato com os pais sem a aprovação da menor. (Conforme informações do manual “Uma Questão Delicada”, publicado por ECOS e financiado por IPAS [IPAS é uma organização americana que, com a ajuda financeira do governo dos EUA, promove clínicas de aborto e esterilização em outros países], em 1995, p. 25.)
Há pelo menos vinte anos ECOS tem trabalhado com o PSDB e o PT, tanto no governo federal quanto na cidade e Estado de São Paulo, para minar a sexualidade das crianças nas escolas.

ECOS desde a década de 1990 trabalhando para alterar a sexualidade das crianças

No meu livro “O Movimento Homossexual”, publicado em 1998 pela Editora Betânia, eu já havia desmascarado ECOS, que publicou juntamente com a BEMFAM o manual “Adolescência: Época de Planejar a Vida”. A BEMFAM é a representante oficial no Brasil da Federação Internacional de Planejamento Familiar, a maior organização de aborto do mundo.
O manual traz um capítulo inteiro cujo objetivo principal é “ajudar os jovens a se tornarem mais conscientes sobre os estereótipos, e a assumirem papéis sexuais não tradicionais…” (Adolescência: Época de Planejar a Vida. Publicado em 1992 por The Center for Population Options e BEMFAM, p. 85.) Além disso, o professor é instruído a modificar os conhecimentos “tradicionais” dos seus alunos:
“Se queremos que os jovens superem as atitudes estereotipadas sobre seus papéis como homens e mulheres, devemos ajudá-los a perceber que os padrões tradicionais estão mudando...” (Adolescência: Época de Planejar a Vida. Publicado em 1992 por The Center for Population Options e BEMFAM, p. 84.)
ECOS deveria ter dito: nós estamos mudando os padrões tradicionais (homem e mulher) nas crianças de escola.
Se você duvida do poder da ECOS para mudar o comportamento dos jovens, é só considerar que ECOS já estava aliada ao governo FHC mais de uma década atrás. Considere também que seus materiais, hoje muito mais “avançados” e depravados, fazem parte do kit gay do PT e são oficialmente recomendados pelo guia aprovado pelo PSDB.
Obviamente, Silas Malafaia e Reinaldo Azevedo não se deram ao trabalho de examinar os materiais recomendados no guia do PSDB. Por isso, ambos estão dizendo publicamente que esse guia nada tem a ver com o kit gay do PT. Ambos acham que o guia do PSDB é totalmente inocente e inofensivo. Ambos acham que ECOS está aliada apenas ao PT. ECOS deve estar dando gargalhadas com a cegueira dos dois.

Doutrinação transversal

Claro que o guia do PSDB é mais geral, e lida com outras questões também. Mas desde a década de 1990, o PSDB sob FHC trabalha com o tema da transversalidade, estratégia amplamente presente nos Parâmetros Curriculares Nacional do Ministério da Educação de FHC.
Na transversalidade, o professor é treinado a inserir temas sexuais quentes em outras disciplinas, como matemática, ciência, português, etc. Hoje, ao se tratar de bullying na sala de aula, a transversalidade traz a questão da normalização homossexual diretamente no foco da atenção. Essa estratégia evita choque da população, principalmente dos pais, desestimulando a resistência. Essa é a razão principal por que a agenda gay avança com tanto sucesso em São Paulo sob o PSDB.
Não dá para torcer pelo PT. Mas se o PSDB ganhar, a agenda gay avançará em São Paulo como está avançando há muitos anos: tranquilamente e sem resistência.
Algum eleitor poderia dizer: “O PT vai estuprar meu filho 30 vezes. Mas o PSDB vai só dar dois estupros! Por isso, prefiro o mal menor!”

A população precisa fazer resistência

O cidadão Malafaia escolheu a opção de menos estupros do PSDB. Mas os cidadãos de São Paulo são obrigados a optar por esse “mal menor”? É possível exercer uma cidadania que proteja nossos filhos de todos os estupros? Claro que sim.
A solução é os cidadãos saírem às ruas para protestarem contra a falta de opções e dizerem: “Não queremos o candidato Haddad, com sua agenda gay descarada. Não queremos também o candidato Serra, com sua agenda gay diplomática e macia. Não queremos ECOS ameaçando nossos filhos nas escolas!”
Se um número grande de cidadãos fizer uma manifestação de rejeição aos dois candidatos que mentem e não defendem a família, haverá resultados. Mas se não houver resistência e protestos nas ruas, os eleitores e seus filhos dependerão da fatalidade.
Se Haddad ganhar, é certeza que sua agenda enfrentará a resistência de uma população que já está acordada para as intenções do PT.
Mas se Serra ganhar, temo que, como já ocorreu em vezes anteriores, a população terá dificuldade de enxergar, e mais ainda de confrontar, a agenda de tentáculos diplomáticos do PSDB que não para de avançar há mais de uma década.
Que o diga ECOS!
Não tenho o poder midiático que Silas Malafaia e Reinaldo Azevedo têm. Mas disponibilizo a eles e ao público em geral informações que mostram as verdadeiras forças ocultas por trás do kit gay do PT, as mesmas forças recomendadas pelo guia do PSDB.
Do ponto-de-vista da ECOS, tanto faz o PSDB quanto o PT ganharem. ECOS sabe que seu papel e importância entre eles estão garantidos.
Acho difícil Azevedo aceitar a realidade, pois sua paixão pelo PSDB supera a paixão de qualquer fã de time de futebol.
Mas que pelo menos Malafaia acorde, lembrando-se do que diz a Palavra de Deus:
“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” (Oséias 4.6.)
Dá para dizer também que os líderes estão sendo destruídos por não terem o conhecimento que precisam ter.
Cada um, pois, use o conhecimento aqui disponível para ajudar os líderes cristãos, eleitores e seus filhos a não serem destruídos pelas forças da depravação adotadas pelo PT e PSDB.
Leitura recomendada:

28 comentários:

Anônimo disse...

Pastor confuso. Dúbio. Ora apoia, ora é contra o PT.

Sempre trocando os pés pelas mãos.

Deveria se ausentar um bom tempo das pregações clichês e dos televangelismos, decorar menos a Bíblia e estudar.
Vir aqui e ler os artigos de Julio Severo; ler os artigos de Olavo de Carvalho, ver e ouvir os vídeos desse grande filósofo; ler artigos do Midia Sem Máscara e de Graça Salgueiro, além de tantos outros indicados nesses Blogs. Poderia ao menos, quem sabe, visitar o Blog do jornalista Reinaldo Azevedo que lançou ontem em Brasília seu segundo livro:
O Páis dos PTralhas II.

A preocupação com os lucros do "Vitória em Cristo" e de sua empresa parece ter dado comichão nos ouvidos desse homem.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Talvez as possíveis diferenças entre PT e PSDB sejam somente no campo econômico; mas em termos de agenda partidária (políticas pró–aborto, pró–homossexualismo, anti–família e anti–cristãs), ambos são rigorosamente iguais!

Na verdade, é a mesmíssima guerra diabólica de Satanás contra Belzebu (mudam somente os atores, mas o script é rigorosamente o mesmo)! No caso, os atores em questão são: Fernando Haddad (Satanás) e José Serra (Belzebu).

Quanto ao posicionamento do pastor Silas Malafaia, eu creio que ele deu o seu apoio a José Serra como uma possível forma de "combater" o kit gay de Fernando Haddad (e crendo que José Serra seria menos "explícito" em termos de imoralidade). Mas a cartilha homossexual do PSDB, embora não seja tão "direta" como a do PT, não deixa de ser perigosa. O PSDB usa um jogo de palavras tão sutil (e alguns termos como "orientação sexual", "desigualdades de gênero", "diversidade sexual", etc), que muitos não conseguem perceber a armadilha em que cairão! Em outras palavras: o PSDB é tão (ou mais) sujo quanto o PT! Parece que só o pastor Silas Malafaia não está querendo enxergar isso!

Independente de quem vença esta eleição (seja Haddad ou Serra), uma coisa é certa: quem for eleito vai fazer de tudo para impor a agenda homossexual à cidade de São Paulo (que já é conhecida pelas indecentes "paradas gays").

Portanto, cabe aos cristãos se mobilizarem pela defesa da família, da moral, dos bons princípios e da obediência à Palavra de Deus.

P.S: Se alguém quiser se manifestar, esteja à vontade

Anônimo disse...

Olá Júlio, tudo bem?
Abro aqui uma exceção à minha decisão de nunca comentar para elogiar o seu texto.
Em minha opinião, foi o melhor texto que eu já li sobre o assunto, demonstrando não apenas conhecimento dos fatos, mas compreensão profunda da situação.
Sou católica, mas minha filha estuda em colégio secular, BEEEM liberal. Foi escolhida pela eficiência dos professores de exatas e ciências e prepara bem para vestibulares concorridos (ela se prepara para ser médica desde pequena).
A escola da minha filha usa a agenda da ECOS.
Não é fácil educar uma filha adolescente a ser temente a Deus, modesta e casta em ambiente tão difícil. Há outros como ela, mas são a exceção da exceção. Ainda assim, confio que ela chegue bem à universidade, preparada para resistir a um ambiente ainda pior. Rezo todo dia para que tudo corra bem.
Minha filha já estudou em escolas que cumprem descaradamente o material da ECOS e em outros que cumprem de forma dissimulada.
Quer saber, achei mais fácil lidar com o escracho. Pelo menos com as cartas claras na mesa, podemos reconhecer nossos inimigos e preparar nossos filhos para enfrentá-los.
Seu poder midiático pode ser menor, mas suas palavras são verdadeiras.
Seu texto me ajudou a decidir pela anulação do voto. Devemos mostrar que não aceitamo nem o sujo, nem o mal lavado.
Parabéns pelo trabalho tão heroico!
Que Deus abençoe vc e sua família.

Anônimo disse...

Não vejo diferença entre as duas, para ambas as cartilhas são o mesmo kit gay em uníssono.

Wellington disse...

Não sei se seria exagero da minha parte, mas eu vou dizer uma coisa: não duvidem que, se Lula se candidatar em 2014, o Silas Malafaia vai dar apoio.

Não é só de Silas Malafaia que virá o apoio a uma possível candidatura de Lula. Esse mesmo apoio também virá de todo o segmento evangélico. Em outras palavras: se depender da bancada evangélica, o PT e os outros partidos com a mesma agenda sempre serão eleitos!

É hora de conscientizar a todos sobre a responsabilidade do voto. Depois, ninguém vai poder se queixar por ter colocado um ou mais corruptos no poder!

Diácono Elias (Igreja Batista Nova Jerusalém) disse...

Amado irmão Júlio Severo,

Do jeito que a nossa política está tão suja, não há nenhum candidato ou partido que seja merecedor da nossa confiança (e, muito menos, do nosso voto).

Infelizmente, ficamos sem uma opção válida durante as eleições. É sempre a disputa do "ruim" contra o "menos pior" (no caso, PT contra PSDB).

E o presbítero Valdomiro disse uma coisa muito certa: talvez as possíveis diferenças entre PT e PSDB sejam somente no campo econômico; mas em termos de agenda partidária (políticas pró–aborto, pró–homossexualismo, anti–família e anti–cristãs), ambos são rigorosamente iguais!

Não sei se o irmão Júlio e muitos daqui vão concordar comigo, mas eu penso o seguinte: se todos os eleitores do Brasil (inclusive os cristãos) tivessem orado e pedido discernimento a Deus antes de votar, não teríamos no poder um governo pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão. E nem elegeríamos uma bancada que se diz evangélica, mas que não tem tido nenhum compromisso com a Palavra de Deus (além de ser omissa no combate ao pecado e conivente com o mesmo governo)!

Creio que o problema está não somente em muitos dos políticos que se dizem cristãos (como os da bancada evangélica), mas também de alguns cristãos eleitores que os colocam lá. Alguns desses mesmos eleitores votam somente por votar, influenciados por alguém ("Vou votar no irmão da minha igreja, pois foi o pastor quem pediu"), ou sem saber quem realmente é o candidato, que ideais defende, quais compromissos tem, quais interesses visa, enfim, o que realmente fará ao ser eleito.

Daí, surgem certos "políticos cristãos" que estão mais preocupados em cuidar de seus negócios particulares (ou dos negócios de suas igrejas) do que em ter um compromisso sério com a Palavra de Deus e com questões que afetam a sociedade como um todo (especialmente a maioria cristã).

Torno a repetir o que eu já disse em um comentário feito num artigo anterior: é necessário que todo o povo e também as igrejas (a católica e a evangélica) sejam politicamente conscientizadas sobre os perigos do socialismo que está sendo sutilmente imposto no nosso país. Se em toda eleição colocarmos ímpios no poder, estaremos dando carta branca para que o diabo e os demônios ataquem a tudo e a todos (além de promoverem a destruição dos valores morais, familiares, e dos princípios cristãos). Em suma: o que não podemos fazer é perpetuar este ciclo vicioso, ou melhor, continuar alimentando essa política imoral e anti–cristã que tomou conta do Brasil. Aliás, não só o cenário político, mas, infelizmente, até algumas igrejas evangélicas estão infestadas de falsos cristãos gananciosos e vaidosos que só usam o nome de Deus para seus próprios interesses (ou para suas próprias conveniências).

Que este alerta seja amplamente divulgado a todos, para que todos saibam o quanto o voto é importante para decidir o futuro de um país.

Um grande abraço a todos,

Diácono Elias (Igreja Batista Nova Jerusalém)

Linux Family disse...

Bom dia Julio,
Acho que a questão principal vocês estão deixando de lado: O golpe de estado perpetrado pelo PT, um claro atentado contra o estado democrático de direito. O PT está em vias de fato de se perpetuar no poder, tem literalmente o congresso no bolso(mensalão) e está aprovando inúmeras leis que logo mais impedirá imprensa livre e qualquer oposição ao regime petista. Literalmente, viveremos em um país aos moldes da Venezuela/Argentina/Cuba socialistas populistas! Perto do PT, o PSDB hoje é um cordeirinho. Claro que o PSDB não é perfeito, mas até termos um partido realmente conservador nos defendendo(como a ARENA que está em vias de ser recriada), temos que fazer de tudo para dificultar os planos do PT. Depois que eles se consolidarem no poder(São Paulo é o último obstáculo), teremos dias de trevas no Brasil e dificilmente conseguiremos sequer ter voz para reagir a estes comunistas!! Neste momento Julio, devemos apoiar o inimigo do PT, mesmo que seja nosso inimigo oculto(para ganharmos tempo e combatê-los). Pense nisto!

Bill disse...

Nos cristaos no Brasil somos maioria, TEORICAMENTE, pois parece que somos uma minoria, pois o povo brasileiro votam em massa em pessoas de moral duvidosa e ate mesmo a pessoas que atacam os cristaos, porque isso? Por causa que a grande maioria dos cristaos Brasileiro nao tem educacao biblica.

De um lado eh aquele cristao que vai a missa no domingo e mais nada, do outro no movimento pentecostal vai ao culto espereando uma "profecia" revelada, como se fosse seu horoscopo, mas todos saem sem educacao, sem orientacao, votando em pessoas que sao contra sua fe e principios.

O caso eh que seremos esmagados, triturados, a influencia crita sera reduzida a NADA, e o pior de tudo, com a propria ajuda dos cristaos.

No caso do malafaia, eu nunca me enganei com ele, ele nao esta interecado nos principios cristaos, pois qualquer ze mane sabe que TODOS os PTistas tem a obrigacao de obedecer o partido, se nao fizer, eh expulso, entao a agenda gay eh uma bandeira do PT que todos do partido tem que seguir, o discurso do malafaia de que um PTista eh bom outro eh ruim eh falacia, balela, silas malafaia fazia parte do gorverno do lula, como colaborador em um setor, ele apoiou outros PTistas, ou seja, ele quer poder, influencia. Ele precisa QUEBRAR o envolvimento com qualquer um do PT, pois sinceramente, PT, como todo comunista esta contra Deus.

Anônimo disse...

Li a tal cartilha do Serra... Gente, que nojo! Induzindo de forma descarada as pobres crianças ao erro. Como pe que o Malafala não viu isso? E os pais cristãos, que porventura possa ter a infelicidade de de manter um filho numa escola que é OBRIGADA a seguir essa "filosofia"? É preciso esperar a criança chega em casa e desmentir tudo que foi dito durante a aula pra ela. E os coitados dos professores cristãos? Eu não sou professora, mas consegui me colocar no lugar de um. O negocio é pedir pra sair!!!

ELISEU disse...

Não sei se muitos daqui irão concordar comigo, mas eu penso o seguinte: todos os eleitores (principalmente os cristãos) deveriam investigar, procurar saber a verdade sobre os candidatos (sejam de que partido eles forem), como eles votam, como atuam no Congresso Nacional, quais ideais defendem, enfim, procurar se informar (e também esclarecer a todos), para que ninguém se deixe enganar pelos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições.

Lembro que tinha um vizinho meu que matava e morria pelo PT e pela esquerda. E era também um defensor ferrenho dos socialistas: Marx, Lênin, Stálin, Fidel Castro, Che Guevara (e outros). E não admitia que ninguém falasse mal deles!

Mas bastou eu mostrar alguns vídeos da TV Câmara e da TV Senado (e também algumas reportagens) mostrando como os esquerdistas realmente agem para que esse mesmo vizinho "acordasse". Quando ele finalmente viu a verdade sem nenhum disfarce, ele ficou tão horrorizado que me confessou: "Eu não sabia que esse pessoal (esquerda) agia assim nos bastidores".

Num primeiro momento, ele custou a acreditar no que estava vendo. Mas, como se diz popularmente, "contra fatos não há argumentos". Ele, finalmente, teve que admitir que tinha sido enganado todo esse tempo. Aí eu aproveitei a deixa e disse a ele: "Se o diabo se mostrasse como ele realmente é, ninguém jamais iria querer aproximação com ele. Mas ele sempre se apresenta como anjo de luz, para enganar os que não estão firmes na Palavra de Deus. Os esquerdistas agem da mesma forma (exatamente igual ao diabo): fazem mil e uma promessas mentirosas para se elegerem. É somente através da mentira que a esquerda consegue estar no poder (para depois mostrar a sua verdadeira face). Se não fosse pela mentira, os políticos do PT (e de outros partidos com a mesma agenda) jamais seriam eleitos"

Diz um ditado popular que "quem vê cara, não vê coração", não é verdade? Quantas promessas de muitos esquerdistas são feitas na nossa frente com um sorriso (mas com as intenções mais perversas escondidas por trás desse mesmo sorriso)?

Por isso é que o governo não tem nenhum interesse que o povo tenha conscientização política. É lógico: quanto mais ignorante for o povo, mais esse mesmo povo é fácil de ser enganado. Em outras palavras: o povo politicamente ignorante se torna uma massa de manobra facilmente manipulável nas mãos de quem está no poder. E considerando que este mesmo povo vota mais com a barriga do que com a cabeça, não é nenhuma surpresa termos um governo corrupto no poder.

Tendo um governo totalmente pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão, que futuro o nosso país terá com um governo corrupto e demoníaco desses no poder?

Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

Anônimo disse...

quarta-feira, 17 outubro, 2012

Fiquei sabendo agora dando uma zapiada na tv nos canais no programa dele "Vitória em Cristo" o Pr. Silas Malafaia dando umas "indiretas" a certas pessoas de blog e site por aí na internet que fica falando mal dele etc dos frequentadores dos comentários pois é...
Irmão essa indireta eu acho que foi para você ele já deve ter vindo aqui dá uma olhada no seu blog a não tenha dúvida disso rsrsrrsrsrs.
Só que eu acredito que ele não entendeu que aqui seu objetivo não é falar mal de pastor algum ou de denominação nenhuma igreja de Cristo espalhada nesse brasil e mundo não é tudo ao contrário.
Sim de denunciar os perigos, estratégias,armadilhas dos esquerdistas como eles agem e você eu vejo muito como um "professor", que um ano estou frequentando o seu blog aprendi muita coisa sobre política, sociologia, filosofia, psicologia,história mais quando estava na escola.
Você consegue explicar muito bem de uma forma prática e não rebuscada você escreve um artigo ou de outros artigos de outros autores isso para todos CRISTÃOS E NÃO CRISTÃOS.
Em se tratando do seu artigo você falou tudo sobre esses partidos o que há por detrás deles.
O PT: É algo mais explícito são diretos a favor das causas dos homossexuais.
PSDB: É mais discreto outra estratégia trazendo uma linguagem mais refinada e inofensiva mais está a favor tbm da causa homossexual você já falou eles são espertos e inteligentes usam "JOGO DE PALAVRAS".

Ester!!!!

Neokoros disse...

Se não podemos fugir da influência política, os nossos pastores/igrejas não deveriam orientar com mais afinco sobre os perigos da política tão liberal e suas consequências para a fé?.. Afinal, o eleitor precisa decidir. E sendo eleitor cristão, como fazer entre duas opções ruins?

Alfredo S disse...

Caro Júlio acredito que não entendi muito bem o seu comentário que argumenta sobre PT ser direto e PSDB Polido, pois me deu a impressão que acredita ser melhor votar no PT ao invés de votar PSDB "Já que não temos opção".
Se este for o caso, fico com o Linux Family e digo mais o PT também joga mais na dissimulação do que as pessoas perceberem, para isso e só dar um replay na linha do tempo desde a queda dos militares, e é por esta razão que esta no poder dez anos e ficara definitivamente.
Não se engane, o PT chegou onde esta, não foi mostrando as garras não.
O comunismo esta quase pronto para tomar o poder na América do Sul com a ajuda primordial do PT.
Prefiro lutar com uma cobra do que com um urso esfomeado pelo poder.
O PSDB e um covarde e tem seus medos o que torna ele fraco, por isso dissimula e para isso e só lembrar o que ÉLQUISSON disse...
2002 – Lula (PT) x Serra (PSDB)
2006 – Lula (PT) x Alckmin (PSDB)
2010 – Dilma (PT) x Serra (PSDB)
E agora 2012 – Haddad (PT) x Serra advinha que esta na frente com um monte de mentiras.
O próximo passo será o governo de São Paulo.
já o PT é os dois Aberto e dissimulado. Também é forte pois tem apoio de Farc, Irã de todos os governos comunista da América do sul, se faz de santo e herói dos fracos e trabalhadores para implantar uma ditadura que já começo com a mordaça na mídia e outros seguimentos.
De nada adiantou ele fazerem o jogo aberto, pois nos perdemos do mesmo jeito, aborto, casamento gay, eutanásia, infanticídio, roubos de impostos do povo, mordaça religiosa e tantas outras estão ai na nossa mesa e temos que engolir.
A Colômbia já se aliou as Farc, a bancada evangélica já se curvou ao PT e seu comunismo. Tudo isso debaixo de nosso nariz.
PSDB é o pião do diabo e o PT o próprio rei do inferno.

http://noticias.r7.com/videos/arsenal-de-bombas-misseis-e-armas-de-guerra-e-encontrado-em-sitio/idmedia/5080909dfc9b2bd6e1ece17c.html

http://www.averdadesufocada.com/index.php?option=com_content&task=view&id=6396&Itemid=91

Julio Severo disse...

Alfredo
O artigo é bem claro, mas parece que você escolheu lê-lo pela metade. Veja o que eu disse:
Não dá para torcer pelo PT. Mas se o PSDB ganhar, a agenda gay avançará em São Paulo como está avançando há muitos anos: tranquilamente e sem resistência.
Algum eleitor poderia dizer: “O PT vai estuprar meu filho 30 vezes. Mas o PSDB vai só dar dois estupros! Por isso, prefiro o mal menor!”
A população precisa fazer resistência
O cidadão Malafaia escolheu a opção de menos estupros do PSDB. Mas os cidadãos de São Paulo são obrigados a optar por esse “mal menor”? É possível exercer uma cidadania que proteja nossos filhos de todos os estupros? Claro que sim.
A solução é os cidadãos saírem às ruas para protestarem contra a falta de opções e dizerem: “Não queremos o candidato Haddad, com sua agenda gay descarada. Não queremos também o candidato Serra, com sua agenda gay diplomática e macia. Não queremos ECOS ameaçando nossos filhos nas escolas!”
Se um número grande de cidadãos fizer uma manifestação de rejeição aos dois candidatos que mentem e não defendem a família, haverá resultados. Mas se não houver resistência e protestos nas ruas, os eleitores e seus filhos dependerão da fatalidade.

ÉLQUISSON disse...

Amada irmã Ester,

Você está certíssima no seu comentário. O objetivo deste blog do nosso amado irmão Júlio Severo não é, de forma nenhuma, falar mal de nenhum pastor e nenhuma igreja (e nem de nenhuma outra pessoa ou entidade).

O que o Júlio faz é o que todo verdadeiro cristão deveria ter obrigação de fazer: denunciar o erro (seja de quem for), desmascarar as mentiras dos esquerdistas, alertar sobre os perigos do socialismo, do marxismo (e outras ideologias demoníacas que querem nos impor à força), combater o ativismo homossexual, defender a família, a moral, e a obediência às verdades eternas da Palavra de Deus, enfim, este blog é um canal abençoado por sempre estar sempre informando a todos (cristãos e não cristãos) de tudo o que acontece no Brasil e no mundo (e que mostra tudo o que a mídia corrupta nunca mostra).

O que o pastor Silas Malafaia precisa entender é que as alianças que ele faz com certos políticos só tem sido prejudiciais em todos os sentidos (tanto para ele como também para os cristãos em geral). E nós, cristãos, nunca vamos aceitar que alguém que se diz servo de Deus esteja fazendo campanha para ímpios a serviço do diabo!

Eu perguntaria ao pastor Silas Malafaia: será que ele já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?

A Palavra de Deus diz qual deve ser a postura de um verdadeiro cristão:

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o Maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14–16)

Será que o pastor Silas Malafaia ainda está lembrado disso?

Combater o mal maior com um mal menor (ou "menos pior") é o mesmo que querer corrigir um erro com outro erro. No caso, o PSDB é o "mal menor" diante do PT (que é o "mal maior").

Só que tem um detalhe crucial que muitos parecem não ver: o mal, independente de ser maior ou menor (ou de qualquer outra designação que inventem), é mal sempre (e precisa ser firmemente combatido). Quem tolera o mal tem parte com o diabo. E digo mais: um verdadeiro cristão JAMAIS vai apoiar qualquer tipo de mal (seja maior ou menor). O compromisso do cristão é única e exclusivamente com a obediência à Palavra de Deus, que combate o mal de todas as formas. Ainda que um mal menor se apresente de forma aparentemente inocente ou "inofensiva", não poderá jamais ser tolerado com a desculpa de se evitar um mal maior. Em outras palavras: mesmo que um mal menor seja, momentaneamente, a única opção válida (ou disponível) para se evitar um mal maior, ainda assim é um mal. Como se diz no popular, é como "trocar seis por meia dúzia" (não vai fazer nenhuma diferença ao final).

P.S: Se o irmão Júlio Severo ou alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

Alfredo S disse...

Então lhe peço desculpa mais uma vez pelo mal entendido de minha parte.
Eu li sim todo o texto, porem interpretei errado. Quanto leio uma matéria independente de gostar ou não se de onde for, aprendi a faze-lo por completo e isento de opinião até o fim, e muitas vezes adquirir outras fontes para só depois analisar tudo e montar minha própria opinião, porem isso não é uma garantia contra erro de interpretação, mas apenas uma forma de reduzi-la.
De minha parte, me disponho totalmente a participar de um movimento de protesto contra qualquer ato que v contar a família conservadora e tradicional e ainda mais quando este vem acompanha de ofensa cristã.
Atualmente tenho colocado em primeiro plano a preocupação de combate politico, para excluir o mais forte e de planos mais ambiciosos e deixar o corpo a corpo para o mais fraco. Foi ande expus o caso o Dragão PT e as galinhas do PSDB.
Vejo também com muita preocupação a questão da falta de um partido verdadeiramente cristão e pro-família, e sei que o atual governo não permitira que este vingue, assim isentivo aos verdadeiros cristãos 100% comprometido com o verdadeiro cristianismo e infinitamente com Deus e o senhor Jesus Cristo, pois foi desta mesma forma que entraram no poder só com outra bandeira.
Obrigado por seu esclarecimento e mais uma vez peço mil desculpas a você e a todos deste blog pelo meu mal entendido.

Que Deus abençoe você e sua família.

Téo disse...

Bem, analisando a sugestão do Alfredo, se fôssemos criar um partido político verdadeiramente cristão, eu até sugiro um nome: PVC (Partido da Verdade Cristã).

Este mesmo partido terá como diretrizes os seguintes pontos:

– Só poderão ser membros do partidos os verdadeiros cristãos comprometidos com a obediência total à Palavra de Deus; não serão aceitos ímpios e nem ex–integrantes de partidos esquerdistas, comunistas, marxistas e socialistas;

– Todas as decisões terão que ser tomadas sempre em comum acordo com o povo cristão (e sempre em obediência à Palavra de Deus); não serão permitidas as decisões sem consulta popular;

– A manutenção do partido será de responsabilidade somente de cristãos verdadeiramente comprometidos com a Palavra de Deus; não será aceita ajuda financeira (ou de outra natureza) de nenhum outro partido político, nem de nenhuma entidade governamental (seja qual for);

– Toda e qualquer proposta que for contra a Palavra de Deus deve ser firmemente rejeitada;

– O membro do partido que for visto em associação com ímpios ou que aceitar qualquer proposta fora dos princípios cristãos será sumariamente excluído; só será readmitido mediante genuíno arrependimento diante de Deus (e diante de todos os cristãos); em caso de reincidência no mesmo erro, sofrerá a exclusão definitiva (sem possibilidade de readmissão);

– O membro do partido deverá sempre votar de acordo com a sua consciência (e sempre de acordo com a obediência à Palavra de Deus); o voto contra os princípios cristãos será considerado falta grave, passível de punição (desde uma simples advertência até a exclusão definitiva);

– O membro do partido deverá permanecer sempre fiel à Palavra de Deus em toda e qualquer circunstância; não mudará de opinião, nem mesmo sob ameaça de qualquer natureza;

– Nenhum membro do partido jamais poderá aceitar suborno, chantagem, associação com ímpios, ajuda financeira, negócios de caráter suspeito ou duvidoso, propostas de voto a favor de causas diabólicas (homossexualismo, aborto, eutanásia, legalização de drogas, feminismo, marxismo, comunismo, socialismo e outras coisas erradas);

– O partido terá como prioridade zelar sempre pela família, pela moral, pelos bons costumes, e pela obediência à Palavra de Deus.

O que vocês acham de termos um partido assim na nossa política? Gostaria de saber as opiniões de todos!

Anônimo disse...

A cartilha está disponível nesse link: http://br.librosintinta.in/biblioteca/ver-pdf/file.fde.sp.gov.br/portalfde/Arquivo/B_Prevensao_07.02.11.pdf.htx

Alfredo S disse...

Téo, esta muito bom, mais permita opinar na questão de doações. Neste ponto aceitaria doações, porem o doador não pode e nem tem nenhuma vantagem ou favorecimento, pois já que é uma doação para uma causa nobre e justa não ha porque não aceitar mesmo que seja de pessoas não ortodoxa. porem devera se publica e transparente.

Mas, gostaria de lembrar que o caminho mais rápido sera a formação de um grupo ou sociedade secreta infiltrado dentro deste partido e das principais alas e serviços públicos até chegar a um numero de peso e assim derruba-los, claro que se houver um partido formado para auxiliar sera perfeito porem um de cada vez e muito discretamente. Mas temo que seja tarde para o que esta por vir. Na próxima postagem vou por alguns dados que tenho sobre certos acontecimento

Continue polindo sua ideia, pois e a partir delas que se germina as mudanças, mas sempre que por meditar e escrever sobre elas dedique uma hora de orações em um lugar de silencio e paz a só com nosso senhor Jesus Cristo e peça a ele que lhe guie através da sabedoria e vontade dele e de nosso Deus Pai do poderoso para sua gloria e nossa salvação.

Fique com Deus.

Gilson disse...

Respondendo ao Alfredo,

Quanto ao que o Téo quis dizer sobre a questão das doações, eu entendi assim (o Téo me corrija se eu estiver errado): qualquer pessoa pode fazer uma doação para o partido. Mas se ficar comprovado que essa mesma doação é de origem ilícita, criminosa ou duvidosa, terá que ser firmemente rejeitada. Isso é não só para dar bom exemplo, como também para zelar pelo bom nome (e pela reputação) do partido.

Exemplo: se um político corrupto do PT (ou de outro partido esquerdista) for contribuir financeiramente, essa mesma contribuição não poderá ser aceita. Isso por 2 motivos:

– Em primeiro lugar, o PT e outros partidos semelhantes são totalmente anti–cristãos. Um partido verdadeiramente cristão (ou instituição genuinamente cristã) jamais poderá aceitar qualquer tipo de ajuda vinda de um ou mais partidos corruptos (geralmente esses mesmos partidos fazem isso em troca de algum tipo de favorecimento). O mesmo critério é aplicado para o caso dessa doação ser de origem criminosa (como, por exemplo, proveniente de lavagem de dinheiro ou tráfico de drogas);

– Segundo, o sagrado não pode se misturar com o profano. Um partido genuinamente cristão nunca aceitará nada vindo de origem duvidosa ou diabólica. Quem é cristão não pode andar com ímpios (e nem aceitar nenhuma ajuda vinda de ímpios).

Já imaginaram como seria escandaloso (e também vergonhoso) um partido cristão receber um contribuição financeira vinda de um político envolvido no "Mensalão", ou de um traficante (como Fernandinho Beira–Mar), ou de um partido pró–aborto (como o PV, de Fernando Gabeira), ou de alguém com um passado sujo (como Xuxa ou Dilma Rousseff)?

Toda e qualquer doação que for feita para uma partido cristão tem que ser feita de maneira pública e transparente (além de saber a vida pregressa da pessoa que está doando). Assim como certos empregos exigem atestados de bons antecedentes (para saber se a pessoa não é procurada pela polícia, nunca teve nenhum problema com a justiça, ou nunca foi condenada por nenhum crime), um partido cristão deverá ser rigoroso na questão das contribuições. Um nome a ser zelado vale mais do que todo o ouro do mundo. É como diz a Palavra de Deus:

"Mais vale ter um bom nome do que as muitas riquezas" (Provérbios 22:1)

Alfredo S disse...

Gilson e Téo, você tem razão sim, realmente não da para pegar dinheiro de pessoas exclusas, como esta fazendo o PT com o dinheiro de FARC e outros meios, seria um dinheiro maldito.

Sabe não estou me sentido confortável, falado destes assuntos no blog de nosso amigo Julio sem pedir permissão.
Afinal seu blog é para denúncia de atos contra a família e a cristandade.

Devíamos primeiro pedir autorização ou achar outro meio de comunicação para isso.

O que acham?

Aprendiz disse...

Julio

Não concordo com você. Há diferenças gritantes.

1. Material distribuido pelo governo de São Paulo foi entregue exclusivamente aos professores, não às crianças. Um professor necessariamente ficou exposto a intensa propaganda gayzista em diversos cursos da faculdade, além de ser um adulto que tem condições de discernir. O material certamente não o influenciará, se já não foi influenciado pelos professores da faculdade. Já o kit gay foi feito PARA CRIANÇAS, para as influenciarem a experimentarem formas estranhas de sexo. É em si um ato criminoso.

2.O kit gay é obra de Haddad, que estava pessoalmente empenhado em mostrar pornografia homossexual às crianças. O material feito pelo goveno de São Paulo ocorreu por pressão de grupos infiltrados, aos quais o governo do estado se curvou numa tentativa de evitar mais ataques da imprensa pró-petista. Se grupos de pressão evangélicos fizerem pressão contra, suficiente para contrabalançar a pressão midiática dos gayzistas, o governo de São Paulo tira fora essa material com o maior prazer, porque não é agenda deles, mas imposta. Mas se Haddad ganhar, ele se esforçará pessoalmente para fazer material pornográfico para as crianças.

3. O PT tenta por todos os modos implantar um sistema totalitário no Brasil. Certamente não se pode acusar Serra disso.

Pode dizer à vontade que o PSDB também tem erros, mas nunca se poderá dizer que é igual so PT. O senso de proporções é o cerne da justiça.

Lino disse...

Aprendiz,

Em parte, você tem razão ao dizer que o PT está tentando impor um regime totalitário. Não é sem razão que toda a cúpula do PT está apostando todas as fichas nos candidatos a prefeito em diversas cidades do Brasil. Os estados que são governados pelo PT desejam muito ter vários prefeitos eleitos, a fim de façam parte desse mesmo regime que querem nos impor.

Com relação ao kit gay, você acha que os professores que receberam este material não sabem exatamente do que se trata? Seria muita ingenuidade crer que esses mesmos professores não conheçam o teor do que lhes está sendo entregue!

É claro que o PSDB, em termos de imoralidade, é "menos explícito" do que o PT. Mas isso não faz com que o PSDB seja melhor do que o PT. Pelo contrário: a agenda política de ambos é rigorosamente igual.

Para finalizar, faço das palavras do presbítero Valdomiro as minhas: independente de quem vença esta eleição (seja Haddad ou Serra), uma coisa é certa: quem for eleito vai fazer de tudo para impor a agenda homossexual à cidade de São Paulo (que já é conhecida pelas indecentes "paradas gays").

Portanto, cabe aos cristãos se mobilizarem pela defesa da família, da moral, dos bons princípios e da obediência à Palavra de Deus.

Linux Family disse...

Há que se esclarecer: O PT é um projeto de poder alicerçado no FORUM DE SÃO PAULO, com o objetivo claro de se perpetuar no poder, destruir a democracia que conhecemos e transformar o Brasil para que fique nos moldes comunistas e socialistas da Venezuela/Cuba. O PT está dando um golpe de estado(conforme Min. Celso de Mello) pois corrompeu o congresso e a grande mídia e está alterando leis(como o CÓDIGO PENAL) e corrompendo a CONSTITUIÇÃO. São Paulo é o último obstáculo contra os planos do PT!

Anônimo disse...

Graça e paz, Júlio severo.

É SIMPLES:

O cache do Google mantém uma cópia do guia elaborado pelo PSDB, enquanto o cachê do Serra e do PSDB mantêm o Malafaia bem adestrado aos seus intere$$es.

Irmão Marcos.

Alfredo S disse...

Meu caríssimo Linux Family, o povo esta sofrendo da Síndrome de Estocolmo, Se ainda não assistiu ao filme “Enjaulado” assista e terá uma boa ideia do que estou falando.
Algumas acham que as promessas de Haddad são honestas e que o governo de São Paulo com a parceria do governo federal será de sucesso garantido, mas este filme eu já vi, o da Marta mais conhecida como Martaxa e Lula em 2002 a 2004.
Outros estão vendendo o futuro de São Paulo e pela promessa da isenção da inspeção veicular, no sonho de que ele vai tirar salário dele as despesas deste trabalho, assim como ele acha que os remédios do posto de saúde e gratuito e que a bolsa família que na verdade e a bolsa escola do FHC e que é só imprimir e pagar. Mas já se perguntarão por que o governo não paga um salário de R$ 10.000,00 já que a intenção é acabar com a miséria.
Faça um tente faça uma visita a um presídio e pesquise que em eles votariam. Bom com o Auxilio reclusão de 930,00 e outros beneficio em quem será que eles votarão?
Não acredito mais em ingenuidade política. Mas sim na cegueira e fanatismo mesmo.
No ponto em que estamos onde ha apenas três opções PT - PSDB e Branco, analisar os candidatos apenas em um só único aspecto, Não é bem o que chamo de voto consciente e coerente. Nos outros demais casos e fácil diagnostica.
1 Fanatismo
2 Favoritismo
3 Ignorâncias dos fatos
4 Mau-caratismo
5 Miséria extrema
6 Ingenuidade
Esta semana comprei o livro "O chefe" escrito Ivo Patarra, com duas citações uma do Jurista Hélio Bicudo que se desligou do PT e outra de César Benjamin um dos fundadores do PT.
Mas não precisa esquentar a cabeça não, de qualquer jeito eles vão ganhar pela manipulação de votos, já que as urnas eletrônicas não são confiáveis.
Só por Deus, pois se depender dos homem o mundo já se perdeu.


Nilson disse...

Júlio Severo é o nosso Donoso Cortés: sabe que liberalismo e socialismo conduzem igualmente ao escândalo, conforme o conceito teológico comumente referido àquela reprimenda de Jesus aos que perdem os pequeninos de que nos fala o Evangelho.
O tempo é duro, fero, e, como Júlio Severo, acho que a verdadeira conduta cristã que a época exige é a intransigência e a hostilidade, sem mediação, sem quartel, ao Diabo que esses irresponsáveis do PSDB e PT representam. Que essa Sodoma desgraçada conheça seu fim!

carlos disse...

Prezado Julio Severo, são muito importantes essas informações que você nos traz, sobre o comprometimento de José Serra (PSDB) com a agenda gay.

E tem mais. O link abaixo fornece algumas outras informações que têm relação com o que você denuncia em seu artigo. Muita coisa já deve ser de seu conhecimento, mas pode ser útil para os amigos leitores.

José Serra a serviço do lobby gay
O compromisso de José Serra com o gayzismo
http://liberdadeexpressao.wordpress.com/2010/10/28/jose-serra-a-servico-do-lobby-gay/

O post mostra como José Serra, ao longo de sua carreira política, tem se dedicado a servir ao lobby gayzista: criando ESCOLA GAY infanto-juvenil e clínicas públicas exclusivas para travestis, utilizando a campanha contra AIDS para fazer propaganda gay, favorecendo paradas gays e outras políticas de interesse da militância homossexual.

As informações trazidas por você e pelo link citado ajudam a mostrar um fato importante, que passa despercebido por muita gente:

Quando se trata de, a mando do lobby gay, atacar a sociedade, tucanos como Serra são tão nocivos quanto seus "adversários" (parceiros) petistas.

Abs.