28 de outubro de 2012

GospelMais e BíbliaMenos?


GospelMais e BíbliaMenos?

Dar publicidade para difamações traz menos glória para o Evangelho. É GospelMenos, não GospelMais.

Rev. Alberto Thieme
Já escrevi ao GospelMais sobre sua atitude antibíblica de dar publicidade para artigos polêmicos de indivíduos que focam seus ataques quase que exclusivamente nos pentecostais.
Deixei claro que esses indivíduos deveriam estudar mais a Bíblia, orar mais e difamar menos.
Meu primeiro artigo sobre o GospelMais está aqui: http://juliosevero.blogspot.com/2012/08/o-polemico-antipentecostalismo-de.html
Contudo, eis que agora o GospelMais dá publicidade para o maior de todos os polemistas e difamadores: Caio Fábio.
O GospelMais publicou um artigo com Caio disparando sua metralhadora difamatória contra vários pastores, como se ele tivesse uma mínima moral para apontar os erros de quem quer que seja.
O povo de Deus não deveria ficar gastando seu tempo lendo artigos de menosprezo e depreciação de irmãos, sejam eles pentecostais ou tradicionais ou avivados.
Se quiser criticar os desvios de uma meia-dúzia de pastores, bispos e apóstolos que usam a TV para montar seu império financeiro, vá até eles e os combata diretamente. Ninguém tem o direito de falar da “noiva de Cristo”, sua igreja. Entretanto, muitos fazem isso covardemente, pois sabem que se falarem diretamente para algum deles poderão ser processados. Por isso, falam das igrejas pentecostais o que querem. Nessas críticas, cabe tudo, principalmente mentiras.
Como não fui atendido no meu pedido e vendo novamente o GospelMais voltando a investir contra a Igreja de Cristo, tenho o direito de NÃO considerá-lo GospelMais como tal, mas sim como GospelMenos, porque não estão observando o que a BíbliaMais diz quando fazem publicidade de artigos do Pr. Vargens atacando os pentecostais.
E agora fazem publicidade de um artigo do ex-pastor Caio Fábio. Qual é o objetivo disso tudo? Mostrar o quanto ele se apostatou? Isso já está provado, conforme a carta de Judas.
Se os responsáveis pelo GospelMais levassem a sério o significado de GospelMais, seriam BíbliaMais também. Mas, ao darem ampla publicidade novamente para um artigo contra a Igreja, seu comportamento é de GospelMenos e BíbliaMenos, pois ambos autor e dono do GospelMais desconhecem o que diz a Bíblia em Provérbios 6:16-19, onde Deus mostra que, entre sete coisas que ele odeia, a sétima é a que ele mais abomina: “Aquele que espalha contenda entre irmãos”.
O espalhamento ou publicidade desse pecado é pior que os seis pecados anteriores, que incluem até assassinato, porque os primeiros seis pecados são cometidos por ímpios e o sétimo, infelizmente, é cometido apenas por “irmãos”, pessoas que conhecem a Deus. Por isso, Deus o chama de “abominação”.
Infelizmente tanto Caio Fábio quanto o GospelMais, com sua ampla publicidade dos difamadores da Igreja de Jesus Cristo, e outros estão atacando a Noiva de Cristo. Com tal publicidade, Caio é visto pela geração mais jovem como novo Lutero, novo Calvino e até mesmo como um novo Apóstolo Paulo, conforme disseram alguns leitores do GospelMais nos comentários do artigo sobre Caio.
Quanto ao artigo do ex-pastor Caio Fábio, ele deveria escrever outro texto, para ampla distribuição. Ele deveria pedir perdão ao povo que tem tido a coragem de entrar nas favelas, ir aos estádios e a outros lugares perigosos para pregar a Palavra de Deus e bem como a todos os pentecostais que por quase duas décadas foram fiéis leitores de seus livros, ouvintes de congressos, contribuintes de vários ministérios que foram dirigidos pelo ex-pastor Caio Fábio. Por que agora Caio Fábio os trata como “material descartável”?   
A publicidade que o GospelMais deu ao artigo difamatório de Caio Fábio gerou vários comentários positivos, inclusive rótulos de profeta e novo Martinho Lutero ao ex-pastor que pecou contra a sua vida, sua primeira esposa e a igreja brasileira.
Infelizmente os que chamam Caio de profeta e Martinho Lutero não conhecem seu passado.
Posso ajudar você a entender quem é esse ex-pastor, pois o conheci pessoalmente.
Primeiramente, gostaria que você considerasse que quem está escrevendo este artigo é um pastor idoso, de 65 anos de idade, e quase 40 anos de ministério evangelístico e pastoral.
Achei por bem escrever este artigo para que a população cristã mais nova seja informada corretamente e se termine de uma vez por todas essas contendas que uns poucos líderes e pastores estão criando para caluniar os pentecostais.
A VERDADE OCULTA PARA QUEM NÃO ACOMPANHOU OS FATOS: Primeiramente, Caio Fabio precisa pedir perdão à Igreja Presbiteriana do Brasil, onde ele era pastor ordenado. Ele foi rebelde à disciplina que recebeu, quando a Bíblia diz: “Na verdade, nenhuma correção parece no momento ser motivo de gozo, porém de tristeza; mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos que por ele têm sido exercitados” (Hebreus 12:11).
Caio cometeu adultério, pecando sexualmente por longo tempo com sua secretária, e quando o escândalo veio à tona, o casamento dele foi por água abaixo e sua família caiu aos pedaços. Estou certo, Caio? Todas essas tragédias serão tudo coincidência?
Mesmo assim, ele permaneceu irredutível e eu nunca soube que Caio pediu perdão aos pastores responsáveis pelo ministério dele. A atitude de se submeter à disciplina e pedir perdão é bíblica, porém Caio sofre de SOBERBA.
Nunca vi também um artigo dele pedindo perdão aos milhões de brasileiros cristãos que o tinham como um exemplo em todas as áreas da vida. Caio era visto e tratado como um super-apóstolo, pois pastoreava pastores com suas prédicas, palestras, livros e outros meios de comunicação.
Seu pecado foi se agravando:  ele acabou largando a secretária-amante, mas não voltou para a esposa. Ele casou com outra mulher, uma pastora. Segundo a Bíblia, ao casar com a pastora depois do adultério ele prosseguiu no estado de adultério.
Esse é um resumo do passado recente de Caio Fábio. Só escrevi isso para alertar a geração mais jovem que o admira sem conhecer a realidade da sua vida.
Caio Fábio está em imensa dívida com a Igreja Brasileira, a mesma igreja que é hoje vítima de suas críticas grotescas.
A igreja pertence a Cristo e ninguém tem o direito de falar mal dela. Há uma onda de REBELDIA que tomou conta de alguns líderes mais proeminentes que depois de se aproveitarem das igrejas evangélicas brasileiras pedindo contribuições (muitas vezes para igrejas pentecostais), vendendo seus livros, CDs e DVDs, ficam amargurados e despejam ataques infundados. Depois de viverem uma vida abastada à custa da igreja, cospem nela. E depois que perdem as mordomias, escrevem e gravam seus fulos discursos para falar mal das igrejas que lhes deram dinheiro e luxo.
Caio tinha uma casa confortável num condomínio caro em Niterói. Tinha também uma casa na Flórida, EUA, para onde viajava todos os meses. Ele vivia, mensalmente, entre EUA e Brasil. E agora reclama dos que sustentavam suas mordomias e ganâncias? E agora ataca os que pagavam suas caras viagens aéreas?
O que há para se admirar num homem como Caio, que dedica sua vida a reclamar dos que não mais lhe dão dinheiro e mordomias?
Para mim, Deus pesou a mão sobre o ministério dele, que se acabou. Cadê a pujante VINDE? Durante três anos, eu trabalhei na VINDE, na área de informática, ajudando esse ministério que eu considerava valioso.
Cadê os programas de TV, os congressos lotados de pastores e líderes? Cadê o ministério social com os favelados? A Oficina da Esperança tornou-se um monturo e se acabou. Crianças voltaram para as ruas e muitas delas já morreram.
O estrago verdadeiro de suas atitudes pecaminosas e impensadas trouxe desgraça a muitos lares: ISTO PRECISA SER CONSERTADO, CAIO!
E agora você vem com inovações, pregando um evangelho de difamações contra pastores e suas igrejas que ajudaram você a viver confortavelmente? Conte os defeitos deles para Deus e as bênçãos para os homens.
A destruição ministerial de Caio teve um começo bem claro: Quando se faz aliança com os ímpios, Deus age contra o servo dEle. Desde o Antigo Testamento, Deus pune.
Desde a década de 1980, Caio já estava envolvido com a Teologia da Missão Integral. Na década de 1990, ele já tinha contato com Lula, a quem ele introduziu sorrateiramente aos evangélicos, trazendo a miséria do marxismo para dentro da Igreja Brasileira.
Caio foi o primeiro pastor influente no Brasil a manter contato com Lula na década de 1990. Seu charme eclesiástico foi decisivo para preparar todos os grandes líderes evangélicos (tradicionais, pentecostais e neopentecostais) para apoiar o candidato Lula em 2002.
Ele jogou a Igreja Brasileira no lodo socialista, e agora acusa-a de estar doente. Com seu adultério e mau-caráter, ele perdeu o dinheiro das igrejas que o sustentavam, e agora cospe no prato que o alimentou e engordou.
E o GospelMais o engorda de publicidade, para que as novas gerações o vejam como “profeta” contra os pastores, em vez de um mero homem revoltado por perder o dinheiro e mordomias desses mesmos pastores.
Engordar Caio Fábio com publicidade não dá glória ao Evangelho. Dá gloria ao homem.
Por isso, quando o GospelMais glorifica Caio Fábio, Renato Vargens e outros homens difamadores de pastores, dando-lhes propaganda gratuita, o único título que lhe cabe é GospelMenos.
Editado por Julio Severo
Leitura recomendada:

15 comentários :

Anônimo disse...

Tipos como Caio levam a definição:

"Há aqueles que passam por uma floresta, e so enxergam lenha para a fogueira". (Leon Tolstoi)

MARIA disse...

Na verdade, em uma entrevista concedida a tal revista Eclesia, o rev. Caio Fábio, quando peguntado sobre o que dizer aos milhares de irmãos evangélicos que o tinham como referencia no meio evangélico, ele disse: "meu irmão, me perdoe". Pelo que vemos desde então, o rev. parece não ter levado esse pedido às últimas consequências, já que ele não aceitou a disciplina da Ig. Presbiteriana e por tudo que tem dito e feito desde a época.
O que ocorre é que lastimavelmente o rev. fez do ministério pastoral um fim em si mesmo, e quando ficou sem o ministério, ficou também sem chão, e esqueceu-se de que poderia viver pela graça, sem ministério algum, e esperar que Deus restaurasse todas as coisas. E vez disso, passou a viver de ressentimentos e da profunda dor que deve ter-lhe causado toda sua situação. Que Deus tenha misericórdia do rev. Caio Fábio.

Anônimo disse...

Engraçado foi por esse site "gospel mais" publicaram uma notícia desse blog que eu cheguei ano passado 2011 aqui no blog do ativista cristão julio severo não conhecia ele e tão pouco seu trabalho.
É triste perceber os rumos que o blog tá tomando eles darem espaço a "irmaus" que estão cheio de invejas, malidicências, dores de cotovelo, contra as igrejas neopetenconstais, petenconstais, que ataca não é só irmãos eles mal sabem que estão pecando contra ao Deus se eles não se arrependerem para céu eles não vão não porque a igreja de cristo não é de homem algum que o mesmo levantou cada líder e suas denominações cristãos vai dá conta a Deus no juízo final nenhum ser humano foi autorizado por Deus agora para falar mal daquela denominação tal etc...

Pelo histórico desse ex pastor Caio Fábio fui estudar o histórico dele e tudo que aconteceu com o mesmo a "queda" sabe qual é maior desgraça de um pastor e cristão em geral ele não ter um encontro real com Deus e não nascer de novo não sei alguém sabe aí isso são pecados que precisam ser arrancados dentro do ser humano:
Orgulho, vaidade, soberba e seus derivados são sintomas que a pessoa não conheceu Jesus Cristo de fato de verdade não teve seu ser ainda transformado e modificado pelo Deus vivo e ser como Senhor Jesus Cristo ter a imagem divina e ter suas atitudes, comportamentos e ter mente de Cristo.
Um pastor ou qualquer cristão não pode misturar e ser "técnico" no evangelho de Cristo ele tem que ensinado pelo ESPÍRITO SANTO DE DEUS somente a PALAVRA DE DEUS não tem mão de sabedorias humanas nisso e beber dessas fontes.
Como Deus fala na bíblia sagrada para o ser humano quer adquirir conhecimento e sabedoria o princípio básico: TEMOR DE DEUS significa:
OBEDIÊNCIA E SACRIFICAR A SI MESMO PARA TUDO QUE É PECADO SE ESVAZIAR DE TUDO QUE VC SABE HUMANAMENTE FALANDO E LEVAR A CRUZ DE CRISTO E SE ALINHAR SOMENTE AO QUE DEUS FALA NA PALAVRA DO NOSSO DEUS VIVO A CERCA DE TODAS QUESTÕES HUMANAS.
O que derrubou esse homem foi "orgulho e vaidade" ele não caiu quando adulterou ele já estava caído e perdido vale lembrar que foi esse sentimento que derrubou o LÚCIFER/O DIABO NOSSO ADVERSÁRIO ELE ERA UM ANJO DE LUZ MAIS QUANDO ELE COMEÇOU NO SEU CORAÇÃO A INVEJAR E COBIÇAR O TRONO DO DEUS VIVO ELE SE REBELOU E NÃO SE ARREPENDEU FOI EXPULSO DO CÉU PELO PRÓPRIO DEUS DALI PRA FRENTE SE TORNOU O INIMIGO DO DEUS VIVO.
Por isso Deus vivo não tolera um ser humano mesmo ele sendo cristão ter esse espírito do orgulho, vaidade, soberba que acha mais importante que todo mundo e que despreza os outros, pisa, humilha o seu próximo que quando a pessoa demonstra essas características de orgulhoso(a) ele lembra do diabo.

Isso que acontece quando orgulho não é retirado da pessoa pode tá na igreja e fazendo até a obra de Deus é tudo mais pessoa ainda orgulhosa ela precisa se despir de si mesma urgentemente antes que esse orgulho a leve a queda.
OBS: Lembrem- se disso quem tiver lendo isso aqui que o"orgulho" é porta aberta e fonte maligna quem tem precisa tirar isso da sua vida se isso não ocorrer menos ou mais dias ele te levará a cometer outros pecados um abismo chama outro abismo.
ORGULHO PRECISA SER COMBATIDO E VISTO COMO PECADO IGUAL A FORNICAÇÃO, HOMOSSEXUALISMO, ADULTÉRIO, DESONESTIDADE, ROUBO, ASSASSINAR, INVEJA ETC...

O ORGULHO É CARACTERÍSTICA DE SATANÁS E DIFERENTE DISSO É A "HUMILDADE" QUE CARACTERÍSTICA DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.
Ester!!!!!

Gilson/atlanta disse...

Caio Fábio ou Caiu o Fabio, sofre da síndrome de lúcifer.
lúcifer se achava o perfeito, melhor que qualquer anjo, arcanjo e até mesmo melhor que o próprio Deus.
Mas na verdade lúcifer não passava de um anjo frustrado em seus próprios planos. Assim é Caio Fábio, sofre da mesma síndrome, se acha melhor que qualquer líder, se acha melhor que qualquer igreja, se acha o mais santo, mas não passa de um frustrado em seus próprios planos.
lúcifer causou rebelião no céu, Caio causa rebelião dividindo a igreja de Cristo com seus discursos vazios, porém cheio de veneno e malícia.
e Quanto ao Renato Vargens como disse o Julio em outro artigo, é um "apologeta"formado na universade genizah, (risos).
Parabens pela matéria, Deus os abençoe em Cristo Jesus!

Gilson/atlanta

Anônimo disse...

Caio Fábio pregou, por alguns domingos, meses atrás na primeira Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro (Centro), mesmo sob a reprovação de alguns membros.

Conclusão: em um determinado domingo, antes de encerrar a pregação fez uma oração que parecia um arrependimento por seus pecados, algo muito estranho. Parece até que chorou. Muita gente nem entendeu aquilo.

Resultado: a partir daquele domingo (uns dois meses atrás) não voltou mais lá (até segundo eu soube).

Caio precisa arrepender-se de seus erros, humilhar-se, voltar para sua esposa e voltar à simplicidade do Evangelho.

Ele tem que entender que sua alma vale mais do que ideologias e guerrinhas.

Saga disse...

Severo, Alberto Thieme e amigos.

Eu já julgo que saem muitas coisas ruins sobre o ambiente "gospel" no Brasil, por que a situação gospel do país está crítica mesmo.

Concorda com o que o próprio blog do Severo aqui sempre denuncia, temos hoje em dia "Lutador de UFC gospel", comunista gospel e gayzista gospel...enfim.

Os nomes dos principais expoentes de liderança evangélica no país estão envolvidos em escândalos regularmente e se acusam uns aos outros de forma pública...

Entre outras coisas infelizes que rolam....

Jorge Matos disse...

Acho que voces estão cometendo o serio pecado de julgar o proximo. O julgamento pertence somente a Deus. Caio Fabio vai prestar contas a Deus e não aos homens. Quando ao pedido publico de perdão, pelo que sei, ele já o fez em diversos momentos. O que o Julio Severo quer? Um documento oficial, registrado em cartório? Deus já o perdoou, a IPB já o perdou, agora cabe a nós perdoar tambem. Não precisa ser perfeito e nem ter um passado limpo para pregar o evangelho. Se fosse assim Paulo nunca teria sido apóstolo. Nós só ouvimos pregadores que "nunca pecaram gravemente". Está na hora de entendermos que quando há arrependimento e perdão Deus pode restaurar vidas e ministérios, como fez com o Rei Davi. É bom lembrar que Caio nunca vai ser o que foi no passado. Deus perdoa mas não nos livra das consequencias do pecado. E creio que Caio tem sentido o peso de seus pecados, não precisamos dar nenhuma ajuda com nossos juizos de valores. Precisamos, como cristãos, aprender a orar pelos pecadores tambem. Graça e Paz. Rev. Jorge Matos Soares Jr.

Alessandro disse...

Eu não cheguei a acompanhar o Caio Fábio no auge de seu ''sucesso'' ministerial. Fui conhecer seu trabalho pela internet e confesso que fiquei desapontado e espantado com seu linguajar esdrúxulo e suas acusações gravíssimas dirigidas a alguns líderes evangélicos.Percebi o veneno do ressentimento que escorriam de suas palavras, não era possível que estava vendo o outrora grande ícone do evangelho brasileiro.

Pesquisando mais sobre seu passado, vim a conhecer o caso do Dossiê Cayman do qual ele é um dos protagonistas, uma história e um caso ainda não esclarecido, envolto em densas nuvens que carecem de explicações por parte desse ''varão de plutarco ''.


Somando-se ao já conhecido e não menos lamentável caso extra-conjugal e de sua atitude posterior a revelação do caso ( casando-se novamente e criando sua própria )não se sujeitando à disciplina eclesiástico e o recente ataque disferido contra a Palavra de Deus negando-lhe um artigo precioso e caro do cristianismo histórico a infalibilidade da bíblia.

Não sei quem esse Caio Fábio julga ser, porém os fatos depõem contra a auto imagem que ele cria de si próprio. Quem é esse homem para apontar o dedo contra a Igreja de Cristo, quem é esse senhor para dizer que a Igreja evangélica brasileira está enferma, quem ele pensa ser para posar de um novo reformador!

Hipócrita, tire primeiro as traves de seus olhos, antes de querer retirar cisco dos olhos de outros, se ele não enxerga o quão errado é sua postura como pode pretender ser um novo Lutero.

Julio Severo disse...

Rev. Jorge, você deveria ter dito: “Acho que Caio Fábio está cometendo o serio pecado de julgar o próximo quando ataca os pentecostais. O julgamento pertence somente a Deus. Caio Fabio vai prestar contas a Deus”.

Se Caio Fábio vai prestar contas a Deus, por que os pentecostais deveriam prestar contas a ele?

Sobre sua atitude de comparar o caso do Rei Davi com o ex-pastor Caio Fábio, é só ler meu artigo: http://juliosevero.blogspot.com/2009/11/caio-fabio-bispo-macedo-adulterio-e.html

Cito uma parte do artigo aqui:

Davi é a vítima preferida dos que insistem em justificar as repreensibilidades das condutas dos Caios, Macedos e outros pastores. Mas eles ignoram um fato importante: Davi não era sacerdote. Em termos modernos, Davi não era pastor nem líder religioso. Havia na época de Davi os sacerdotes, que trabalhavam no cargo moderno de pastor. Eles ocupavam exclusivamente a função de liderança religiosa. Mais nada.

Por outro lado, Davi ocupava exclusivamente a função de liderança política. Ele era rei. Em termos modernos, ele era presidente. Mais nada.

As qualificações para sacerdote e pastor são muito mais elevadas do que as qualificações para presidente.

O sacerdote precisa ser irrepreensível. O pastor precisa ser irrepreensível. Davi era um homem segundo o coração de Deus como político. Mas se ele fosse sacerdote e pastor, ele teria a obrigação de ser irrepreensível. Como sacerdote e pastor, ele só poderia ser um homem segundo o coração de Deus com uma reputação e conduta irrepreensíveis. Ser irrepreensível é ter uma reputação excelente, é estar acima de acusações de caráter.

Além disso, o político Davi era casado com várias mulheres. Mesmo os sacerdotes da época dele não tinham várias esposas. Os sacerdotes tinham apenas uma mulher, e esse requisito continuou obrigatório para todos os pastores casados no Novo Testamento.

Neokoros disse...

Eu ia muito no GOspelMais, até perceber que o site sobrevivi basicamente dos escândalos do meio evangêlicos.... (Afff!)
Há coisas mais interessantes pra saber no meio gospel, além da troca de farpas...

Renato disse...

Evangelho mesmo é na Igreja do Senhor, no meio da congregação. Confiar 100% em sites de notícias é perigoso.

Anônimo disse...

Sr Jorge Matos, esse seu comentario parece ter vindo de um recem convertido. Julgamento é diferente de admoestacao.

Saulo

mari oliveira disse...

Cresci vendo na Tv os congressos para pastores e famílias de Caio Fábio. Adolescente, visitei com meu pai inúmeras vezes a Fábrica da Esperança para visitar um amigo do meu pai que trabalhava lá e vi a grandeza daquele prédio. Infelizmente durou pouco tempo e não foi usado realmente para o propósito que foi divulgado. Nunca vi um pedido de perdão de Caio Fábio. E hoje ele tem tanta exposição na mídia internet que ele conseguiria espalhar essa novidade rapidinho... Claro que desejo o perdão dele. Principalmente que ele se redima. Ele machucou toda uma geração de cristãos da Igreja Brasileira. Acho que sua alma está muito amargurada, sua família caiu em desgraça total, e ele não vê saída pra isso, e realmente, pecado sempre vai ter consequências. E a cada dia que ele se nega a isso, entristece ainda mais os da antiga. Creio também que sua amargura exposta no obriga como cristãos a amar essa ovelha desgarrada, e orar para que um dia ele olhe para trás, para o rastro de mágoa e engano que ele deixou no país, peça perdão, e seja sábio em suas palavras quando outros o procurarem para falar, tentando tirar de sua alma o veneno contra a Igreja Brasileira.

Que Deus tenha misericórdia dele e de nós também!

Ricardo disse...

Esse Caio Fábio lembra um outro charlatão, o Inri Cristi.

Duas piadas.

Júlio Lins disse...

Também concordo que esses sites "gospel", em sua grande maioria, só servem para difamar as igrejas neopentecostais. O autor do texto falou uma coisa muito importante. Praticamente apenas as igrejas pentecostais e neopentecostais têm coragem de subir favelas e frequentar presídios para pregar a Palavra de Deus. Quanto a esses que só falam mal, onde estão os seus frutos?