3 de agosto de 2012

Pravda publica ataque às políticas pró-aborto de Dilma


Pravda publica ataque às políticas pró-aborto de Dilma

Matthew Cullinan Hoffman
2 de agosto de 2012 (LifeSiteNews.com) — A versão em português do serviço noticioso comunista russo Pravda (“Verdade”) apresentou um artigo escrito pelo ativista pró-vida Alberto Monteiro atacando as políticas pró-aborto da presidenta brasileira Dilma Rousseff em sua primeira página na semana passada. O serviço noticioso mostrou um link para o artigo na parte de cima da página, e a imagem de Dilma ao lado da figura de uma mulher grávida com um feto vermelho dentro de seu corpo.
O artigo acusa Dilma de violar suas promessas de campanha, em que ela se comprometeu a não introduzir leis para legalizar o aborto. O artigo também deu links para várias declarações de bispos e padres católicos denunciando Dilma e explicando a conivência de organizações internacionais que buscam impor agendas de controle populacional no Brasil.
“Farta documentação, encontrada no Diário Oficial da União, mostra que o governo Dilma, através do Ministério da Saúde, em convênio com a Fundação Oswaldo Cruz, contrariamente às promessas que a presidente havia assumido durante a campanha eleitoral, ESTÁ DANDO CONTINUIDADE A NOVAS INICIATIVAS PARA IMPLANTAR O ABORTO NO BRASIL, cujos princípios datam de 2009, época do governo Lula”, escreve Monteiro.
“O Brasil, e muitas outras nações juntamente com ele, estão sendo encaminhados a uma nova forma de ditadura, desconhecida até o momento nos anais da história… O problema transcende as fronteiras de qualquer país, já que faz parte de um plano conjunto pesadamente financiado por organizações internacionais que investem na promoção do aborto em todo o mundo”, declara também Monteiro.
A decisão do Pravda de publicar uma convocação pública de oposição à agenda pró-aborto de Dilma é um sinal do apoio crescente das causas pró-vida e pró-família entre os russos.
Sob a liderança de Vladimir Putin, o Estado da Rússia se tornou forte apoiador da Igreja Ortodoxa Russa, e em anos recentes vem adotando medidas para eliminar subsídios estatais para a maioria dos abortos. Putin também anunciou planos para oferecer subsídios para famílias maiores.
Tais medidas foram provocadas em parte pelas diminuições populacionais que a Rússia sofreu na década passada. Em fevereiro deste ano, o primeiro-ministro Medvedev avisou: “Estamos enfrentando o risco de virar um ‘espaço vazio’ cujo destino não será decidido por nós”. Ele acrescentou: “O preço histórico da escolha entre ação e inação é praticamente 50 milhões de vidas humanas durante os próximos 40 anos”.
As prefeituras de Moscou e São Petersburgo, que estão sob a administração do Partido Rússia Unida de Putin, têm também feito oposição firme à implementação de “paradas gays” e outras exibições públicas por parte do movimento homossexual.
A liderança comunista da Rússia foi a primeira a legalizar o aborto na história da Europa moderna, embora em grande parte fosse proibido sob a liderança de Josef Stálin. Depois da morte de Stálin foi de novo legalizado, e é hoje uma das principais causas de mortes entre os russos, com 74 abortos para cada 100 nascimentos vivos.
Traduzido por Julio Severo do artigo de LifeSiteNews: Pravda publishes attack on Brazilian president’s pro-abortion policies

Um comentário :

ÉLQUISSON disse...

Todo aquele que acredita nas mentiras do PT (e de outros partidos com a mesma agenda política) é um verdadeiro trouxa.

Os esquerdistas agem sempre da mesma forma: eles se apresentam sempre bem intencionados, e conseguem enganar a todos com suas falsas promessas. Depois que são eleitos, aí é que eles mostram a sua verdadeira face. São mestres na arte de enganar. Jesus diz exatamente como eles agem:

"Vós (esquerdistas do PT e de outros partidos com a mesma agenda política) sois de vosso pai, o diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi um homicida desde o princípio, e não permaneceu na verdade, porque nele não existe verdade. Quando ele mente, fala só do que lhe é próprio; pois é um mentiroso e o pai da mentira" (João 8:44, o parêntese é meu)

Só pra relembrar: na campanha presidencial, Dilma esteve seriamente ameaçada de não ser eleita por admitir sua posição pró–aborto. Quando ela viu o perigo que estava correndo, ela assinou um documento em público se comprometendo em não legalizar o aborto. E o povo, como sempre, acreditou nas promessas mentirosas dela (e ela foi eleita).

Este é o verdadeiro caráter dos marxistas, esquerdistas, comunistas e socialistas para conquistar o poder. A tática é sempre a mesma: enganar o povo com promessas mentirosas e usar de todo meio sujo para se eleger. Só mesmo os eleitores sem um senso crítico apurado (ou sem conscientização política) é que caem como trouxas nesse conto do vigário. Em outras palavras: só não entende, não aceita e não enxerga isso (as mentiras do PT e dos demais partidos com a mesma agenda política) quem não quer!

E como todos daqui certamente devem estar lembrados, o STF se declarou favorável ao aborto. E nem poderia ser diferente. Considerando que seus ministros foram escolhidos por Lula e Dilma, por que esses mesmos ministros votariam contra as determinações de seus "chefes"?

Tendo um governo totalmente pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão, que futuro o nosso país terá com um governo corrupto e demoníaco desses no poder?

Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!