19 de julho de 2012

Grupo gay de Uganda faz segunda queixa contra pastor nos EUA


Grupo gay de Uganda faz segunda queixa contra pastor nos EUA

Julio Severo
Nesta semana, o grupo gay Minorias Sexuais de Uganda (MSU) e o Centro de Direitos Constitucionais (CDC), que recebe financiamento de George Soros, apresentaram uma queixa atualizada contra o Pr. Scott Lively por “Crimes contra a Humanidade”. A queixa foi apresentada num tribunal federal dos EUA, que, por causa da lei anti-homofobia aprovada no primeiro ano do governo de Obama, permite que qualquer ativista gay do mundo inteiro processe um pastor nos EUA.
Pr. Scott Lively
O Pr. Scott declarou que esse processo é no final das contas “uma tentativa de definir como crime minhas opiniões bíblicas contra a homossexualidade. O que está claro é que esse processo tem a intenção não só de me silenciar como uma voz eficaz de oposição à agenda ‘gay’, mas também de intimidar todas as outras pessoas que ousarem seguir meu exemplo”.
O motivo do processo é que anos atrás o Pr. Scott pregou em igrejas e no Parlamento de Uganda contra a homossexualidade. Sua base foi a Bíblia. Mas num esquema internacional para pegar o pastor americano, o MSU acusa que a pregação dele provocou uma onda de assassinatos de homossexuais em Uganda. A acusação falsa, que foi transformada em processo nos EUA, tem o único objetivo de intimidar e silenciar os cristãos.
O Pr. Scott disse: “Mas não estou intimidado, e pretendo usar qualquer notoriedade que esses brigões criarem para mim para avançar a causa de Cristo. Jesus deu o exemplo de coragem quando sob perseguição, exatamente como Ele estabeleceu regras para a família e sexualidade que estou me esforçando imperfeitamente para defender”.
O Pr. Scott também comentou: “A inteira guerra cultural é sobre a cosmovisão bíblica. Os covardes e os que agradam aos homens na tão chamada igreja ‘emergente’ se encolhem de medo na hora de defender a Bíblia em face do fascismo homossexual. Mas o remanescente se recusa a se render aos brigões, e estamos sofrendo os primeiros golpes — a primeira onda do tsunami de perseguição que está vindo contra os verdadeiros cristãos. As ovelhas e os bodes estão sendo separados, e o Senhor está usando a questão da homossexualidade como o divisor — exatamente como ocorreu com relação ao Grande Dilúvio e Sodoma. Esse processo exemplifica o contínuo crescimento do homofascismo nos EUA, significando o autoritário abuso de poder para suprimir toda a oposição à ideologia gay. Mas, por Sua graça, ganhando ou perdendo, continuarei a falar a verdade de Deus custe o que custar”.
Décadas atrás, não havia necessidade de pregar que o comportamento homossexual é pecado, pois a cultura, com suas raízes cristãs (ainda que imperfeitas), já tinha esse entendimento.
Contudo, o marxismo mudou a cultura, de modo que todos os antigos pecados se tornaram virtudes e sagrados, e todas as antigas virtudes se tornaram pecados. Agora, o homossexualismo é bom e belo, mas qualquer um que diga que o homossexualismo é anormal, perversão, abominação ou pecado é imediatamente rotulado de criminoso. Efetivamente, o marxismo jogou a verdade no chão e colocou a mentira no pedestal da idolatria social.
Numa era de paixão pelas mentiras doces, pregadores da verdade, como o Pr. Scott Lively, são verdadeiros heróis.

7 comentários :

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Já dá pra imaginar a situação: qualquer hora dessas vai aparecer na Internet um cartaz com a minha foto. Esse mesmo cartaz terá os seguintes dizeres:

PROCURADO: PRESBÍTERO VALDOMIRO

CARACTERÍSTICAS:

– HOMOFÓBICO;
– FUNDAMENTALISTA;
– PRECONCEITUOSO.

CRIMES DE QUE É ACUSADO:

– PREGAR A PALAVRA DE DEUS;

– DIZER QUE HOMOSSEXUALISMO É PECADO;

– SER CONTRA O HOMOSSEXUALISMO;

– SER CONTRA AS PARADAS GAYS;

– SER CONTRA O CASAMENTO HOMOSSEXUAL;

– SER CONTRA O KIT GAY PARA AS CRIANÇAS;

– SER CONTRA A PEDOFILIA;

– SER CONTRA O ABORTO.

QUEM SOUBER DO PARADEIRO DELE, FAVOR INFORMAR ÀS AUTORIDADES (POLÍCIA FEDERAL, MINISTÉRIO PÚBLICO, STF E PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA).

Se agir assim significa ser um criminoso, então eu sou um criminoso orgulhoso do que eu faço!

Podem pensar o que quiserem, mas eu nem me importo. Não vim para agradar a homens, mas para agradar a Deus. É como disse o apóstolo Paulo:

"Porque, procuro eu o favor dos homens ou o favor de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:10)

Podem fazer qualquer lei ímpia que obrigue a todos (até mesmo com ameaças de morte) a aceitarem o homossexualismo, mas, ainda assim, eu nunca irei me curvar aos desejos do diabo e dos homossexuais. Eu, como cristão, sempre prego (e sempre continuarei a pregar) contra o pecado. Nunca vou deixar de dizer que o homossexualismo é pecado (não estou nem aí para o que os homossexuais vão pensar de mim). Eles podem me prender, me perseguir, e fazer o que quiserem (eu não me importo). Mas eu tenho meus princípios morais e cristãos com os quais eu fui criado, e desses mesmos princípios eu NUNCA vou abrir mão. Adoto comigo o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Faço como disse o apóstolo Pedro:

"Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

A lei de Deus é soberana, eterna e imutável. Para Deus, pecado (seja qual for, inclusive o homossexualismo) é pecado sempre (e ponto final). A lei de Deus nunca irá se sujeitar (ou "se adaptar") aos tempos modernos ou ao "politicamente correto" do governo, dos homossexuais, dos abortistas, dos falsos profetas, e dos falsos evangelhos. A lei de Deus não foi feita para agradar aos homens (e nunca irá se sujeitar a homem nenhum). A respeito da lei de Deus, Jesus foi taxativo:

"Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim para revogar, mas para cumprir. Pois em verdade Eu vos digo que, até que passem os Céus e a Terra, nenhum i ou til jamais passará da lei, sem que tudo se cumpra" (Mateus 5:17–18)

Já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Mas, como quase sempre acontece na maioria das vezes, eles não me deram ouvidos. Muitos me xingaram de homofóbico (e de outros nomes feios que eu nem vou publicar aqui, por uma questão de educação), enfim, me insultaram de tudo quanto é jeito.

Só sei de uma coisa: estou com a minha consciência tranqüila (até porque eu já fiz a minha parte). Cumpri o meu dever de cristão (que é pregar contra o pecado). Se, mesmo assim, esses homossexuais não quiserem se converter, é problema única e exclusivamente deles. No dia do juízo final, será cada um por si diante de Deus na hora de prestar contas. É como alertou o apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Se os homossexuais e seus cúmplices quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

Anônimo disse...

Isso é uma monstruosidade para qualquer cidadão. Imagina, um cara em toquio endoidece e pode acionar um americano em seu lar, e esse é preso a revelia desses tribunais de exceção! Isso vai representar, além da destruição da Soberania do Povo Americano, Uma Perseguição generalizada aos Cristão pelas lideranças Comunista-islamicas por qualquer motivo! Como esse povo não vê esse Anti-cristo destruindo seus alicerces de nação? Tratados, acordos, negociações, interpol,etc.. deixam tudo de existir [formalmente], para representar esse "Anti-Nação"! Aniquilou-se o Estado de Direito e Juiz Natural!!!

Anônimo disse...

Boa noite irmão Júlio,

Os ativistas gays não são culpados de nada!! O culpado de tudo é a sociedade mundial num todo.
Quem mais promoveu a agenda gay nos E.U.A.? Alguém sabe? Eu tenho certeza como Obama vai ser reeleito. Quem mais promoveu no Brasil a agenda gay? Lula foi reeleito e ainda elegeu Dilma, que futuramente vai ser reeleita com maioria dos votos dos evangélicos - esses mesmos que reclamam do PT aqui.
Meu Deus! Olhem o exemplo da Russia! Proibiu a agenda gay no país e pronto! Existe uma frase em nossa(rasgada) Constituição que diz: "todo poder emana do povo". Predcisa dizer mais? 10%(de gays) não pode nunca mandar mais do que 90%. E é isto que está acontecendo
Nosso país está "entregue", como um barco sem rumo. Eu também acredito e confio muito em Deus. Mas ELE disse: "faça sua parte que te ajudarei". Aqui ninguém faz NADA para melhorar e quer que Deus resolva todos os nossos erros...
Primeiro e único passo para a sociedade e a família recuperar a diganidade e a honra, é TIRAR O PT DO PODER!
Alguém acha que o julgamente do Mensalão do PT no STF vai ser imparcial? Fiz uma pergunta, não para rir...!!!

Um abraço do baiano,
Lúcio

Anônimo disse...

Um dia os líderes do movimento gay, vão pagar pelos crimes contra a família e no grande trono branco, receberão a sua sentença. O futuro lhes mostrará o quanto erraram diante de Deus e afrontaram seus ensinos. Adalberto Pimentel

Lino disse...

Respondendo ao Lúcio:

Amigo Lúcio,

Você falou uma coisa que me chamou a atenção (e que eu destaco aqui):

"... Primeiro e único passo para a sociedade e a família recuperar a dignidade e a honra é TIRAR O PT DO PODER!..."

Lúcio, nesse ponto você está certíssimo. O governo do PT é um governo totalmente pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão. Ora, o que podemos esperar de bom de um governo que age totalmente a favor do diabo e de seus comparsas (e contra os mandamentos da Palavra de Deus)?

Para tentarmos mudar este quadro triste do nosso país, teríamos que apoiar pessoas que estejam verdadeiramente comprometidas com a obediência à Palavra de Deus (para tentar livrar o nosso país das trevas que nos cercam).

Mas a questão crucial é a seguinte: em quem votar? Quem seria o político (ou o partido) capaz de livrar (ou salvar) o Brasil do caminho do inferno que o PT colocou (juntamente com outros partidos que agem igual)? A questão que você levantou é de suma importância (e merece a nossa reflexão). Só que, infelizmente, não dá para achar, por enquanto, uma resposta 100% satisfatória.

Não quero ser pessimista, mas, sinceramente, eu não vejo nenhuma opção confiável, ou melhor, não vejo ninguém com coragem o suficiente para derrubar essa ditadura socialista (ou terrorista?) que está sendo silenciosa e sorrateiramente imposta a tudo e a todos. Espero estar errado, mas, do jeito que as coisas vão, eu só espero o pior daqui pra frente.

Olhando o nosso Congresso Nacional, o que temos? Sujeira, corrupção, roubalheira, escândalos dos mais diversos tipos, enfim, uma podridão total. Para mim, não há nenhum político desse meio que seja digno da nossa confiança (e, muito menos, merecedor do nosso voto).

O mais vergonhoso disso tudo é que até os integrantes da bancada evangélica, que deveriam dar o bom exemplo (e que deveriam ser a luz no meio das trevas dessa nossa política), têm agido da mesma forma, ou seja, têm se envolvido na mesma sujeira (e ainda aceitam negociar com este governo corrupto). Eu pergunto: como confiar em pessoas que agem assim?

E mais: para quem vamos apelar quando formos prejudicados de alguma forma? Não há, atualmente, nenhuma instituição considerada imparcial, idônea ou confiável para defender nossos direitos. A maior vergonha que tivemos foi ver o STF aprovar o casamento homossexual, uma atitude de total desrespeito à nossa Constituição (e que merece todo o nosso total repúdio). Isso sem contar que o mesmo STF, recentemente, se declarou favorável ao aborto.

Mas o que poderíamos esperar de diferente do STF, se os seus ministros foram indicados por Lula e Dilma? E não só ele, como também o Ministério Público Federal, Polícia Federal e outras instituições. Em todas elas, prevalece o corporativismo (defesa dos interesses de quem os empregou). É lógico: por que os dirigentes dessas mesmas instituições votariam contra os seus "chefes" (Lula e Dilma)?

Honestamente falando, o futuro do nosso país é sombrio. Eu já me preocupo com o que poderá acontecer com os meus filhos e também com as gerações posteriores. Diante disso, eu pergunto:

– Que exemplo o nosso país será daqui pra frente?

– Que esperança esta geração poderá ter se tal estado de coisas continuar como está (e se não houver nenhuma mudança para melhor)?

Deixo estas perguntas no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

P.S: Se alguém quiser se manifestar, esteja à vontade.

ÉLQUISSON disse...

Respondendo ao Lúcio:

Lúcio,

Você está certíssimo no seu comentário. Eu ainda diria mais: TODO E QUALQUER POLÍTICO PODE ATÉ TROCAR DE PARTIDO, MAS NUNCA VAI TROCAR DE CARÁTER. Em outras palavras: MUDAM AS SIGLAS, MAS OS INTERESSES (OU MELHOR, AS AGENDAS POLÍTICAS) PERMANECEM RIGOROSAMENTE IGUAIS!

Quase todos os políticos (inclusive os da bancada evangélica) são uns oportunistas: só ficam onde for conveniente (ou onde forem beneficiados ou favorecidos de algum modo). O que esperar de bom de quem age assim (somente visando os seus próprios interesses, ou os interesses de certos grupos)?

Quanto ao PT, eu diria o seguinte: o PT é versão brasileira da Al Qaeda. Talvez a única diferença entre ambos é que a Al Qaeda é um grupo terrorista que não tem (por enquanto) o poder político nas mãos, mas que, mesmo assim, ainda faz atentados terroristas em vários lugares do mundo (como foi o caso do 11 de setembro).

No caso do PT, ele chega a ser igual ou pior que a Al Qaeda (até porque tem poder para fazer tudo). Todas as políticas promovidas pelo PT são típicas de grupos terroristas (só o fato de ser pró–aborto já diz tudo).

Da mesma forma que você, eu também não vejo a hora de extirparmos este câncer maligno chamado PT do nosso governo. Aliás, a própria sigla (PT) já diz o que ele realmente é:

PT = Partido Terrorista

E mais: não basta tirar somente o PT do poder. Embora o PT seja o carro–chefe de toda essa sujeira, tem que tirar também o PSOL (do deputado homossexual Jean Wyllys), PV (do deputado pró–maconha e pró–aborto Fernando Gabeira), PC do B, PSDB (que diz ser oposição ao PT, mas que age exatamente igual ao PT quando está no poder), enfim, todos os demais partidos que possuem a mesma agenda do PT. Esses partidos são verdadeiros representantes do inferno aqui na Terra.

Assim como Jesus expulsou os vendilhões do templo (João 2:14–16), está na hora de expulsarmos esses terroristas do nosso governo!

NÃO VAMOS ENTREGAR O NOSSO PAÍS A SATANÁS E AOS DEMÔNIOS!

O BRASIL É DO SENHOR JESUS CRISTO, REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES PARA TODO O SEMPRE!

Anônimo disse...

Bem se formos falar de movimentos que são massa de manobra politica, eles são vários inclusive no meio evangelico, mas isto não isentará os culpados seja do governo ou seja dos movimentos contrários aos ensinos de Cristo. Adalberto Pimentel