28 de junho de 2012

Xuxa está perdendo luta contra seu passado pornográfico


Xuxa está perdendo luta contra seu passado pornográfico

Julio Severo
Em outubro de 2010 a apresentadora Xuxa Meneghel entrou com processo contra o Google exigindo que o site de busca não mostrasse nenhum link de sites que a relacionassem com as palavras “pornografia” e “pedofilia”.
Mas o Superior Tribunal de Justiça deu vitória ao Google por entender que “os sites de busca não podem ser obrigados a limitar resultados, já que são apenas o meio de acesso ao conteúdo e não os responsáveis pela publicação”.
“Imagens e vídeos em que ela apareça nua ou encenando atos sexuais não poderão ser retirados dos resultados da pesquisa”, diz a Folha de S. Paulo. Esse acervo pornográfico de Xuxa, hoje amplamente acessível pela internet, tem sido uma pedra nas ambições da apresentadora, que quer uma imagem internacional de ídolo das crianças.
Há, obviamente, uma incompatibilidade e incoerência enorme entre ídolo pornográfico e ídolo infantil. Nem Xuxa consegue conciliar esses dois papéis. Por isso, hoje, ela luta para esconder seu passado, especialmente seu filme de pedofilia.
Xuxa em cena de sexo com menino de 12 anos no filme pedofílico “Amor Estranho Amor”
Quando se busca no Google, por exemplo, “Xuxa” e “pedofilia”, essas palavras levam ao filme “Amor Estranho Amor”, filmado em 1979, em que a apresentadora aparece tendo relações sexuais com um menino de 12 anos.
Quanto mais Xuxa luta para tentar apagar o filme pró-pedofilia, mais versões piratas se espalham pela internet.
No final de sua carreira, Xuxa vê sua fama ganhando força graças a um passado de erotismo, pornografia e pedofilia.
E ela está perdendo sua luta contra seu passado, que está fazendo mais sucesso do que nunca.
Em contraste, sua campanha “Não Bata, Eduque” não tem enfrentado igual resistência. Desde o governo Lula, de quem ela recebeu apoio, até a Rede Globo, que também apoia sua campanha, Xuxa tem sido a principal voz na luta governamental e midiática para criminalizar o direito dos pais disciplinarem fisicamente seus filhos.
Xuxa fazendo propaganda de seu filme de pedofilia
A mulher com passado imoral se julga com moral para impor sobre pais e mães suas convicções pessoais como se fossem melhores do que os valores que ela, o governo petista e a Globo têm. Para eles, não é só “Não Bata, Eduque”, mas também “Não Ame as Crianças, Aborte-as” ou “Não Proteja as Crianças, Eduque-as no Homossexualismo”. Esse é o amor que eles têm pelas crianças.
Varada, cintada ou palmada poderia resolver esses excessos imorais na infância dos que hoje dominam o Brasil através do governo e da mídia. Com esse recurso moral, eles poderiam ter se tornado muito melhores do que são hoje para o Brasil e suas crianças.
Uma infância com disciplina e limites poderia ter dado para Xuxa a integridade moral de evitar um passado sujo do qual ela não se envergonha, do qual ela nunca pediu perdão para as crianças do Brasil, mas faz tudo para apagar a fim de não prejudicar sua carreira.
Eu gostaria que todos os sites que têm fotos de nudez e pedofilia da Xuxa fossem fechados. Mas minha motivação é diferente. Não é proteger a carreira dela. É proteger as crianças, e do monstro que a pornografia alimenta em abusadores de mulheres, de esposas e de crianças.
Pornografia, seja da Xuxa ou não, é sujeira. Portanto, o que a Xuxa deveria fazer é abandonar sua campanha contra palmadas e lançar uma campanha contra a sujeira da pornografia, mostrando seus malefícios para todos, inclusive para moças oportunistas que posam nuas em troca de dinheiro e fama suja.
Assim, o público veria que a luta dela contra a pornografia não é para proteger sua carreira e fama, mas para proteger crianças e adolescentes do próprio passado podre que rendeu muito dinheiro a ela.

11 comentários :

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Quem é Xuxa para falar de moral? Que exemplo ela foi (ou ainda é) para as nossas crianças? Quem ela pensa que é pra dizer como nossos filhos e netos devem ser educados?

Ela disse, na entrevista que deu ao "Fantástico", que foi vítima de abuso sexual na infância. E o que ela fez com o menino de 12 anos em "Amor estranho amor" não foi abuso sexual?

Se Xuxa se diz tão corajosa, por que ela não revela em público o seu passado sujo (sem esconder nada)?

Sinceramente, eu não acredito em uma única palavra dita por ela. Para fazer sucesso e ter riqueza, ela se prestou a fazer tudo que foi coisa (certa e errada). Até já ouvi dizer (não sei se é verdade) que ela chegou a fazer um pacto com o diabo para ser o que é hoje.

Xuxa nunca foi referência como pessoa, e nem tampouco exemplo de bom comportamento a ser seguido. Graça a Deus (e a mim), meus filhos e netos nunca assistiram (e jamais assistirão) ao programa da Xuxa. Aliás, eu já "aposentei" a televisão da minha casa há muito tempo, pois não desejo que minha família seja contaminada pelo lixo satânico da Globo. Faço como disse o salmista:

"Não porei coisa má perante os meus olhos" (Salmo 101:3)

E mais: dizer que Xuxa e a Globo são contra a pedofilia (ou contra qualquer outra imoralidade) é o mesmo que acreditar que o diabo se converteu a Jesus.

Quanto à Globo, nem precisa dizer muita coisa. Todos nós sabemos que é uma emissora de televisão totalmente a serviço do diabo. A programação dela (vinda diretamente do inferno) só tem destruído os lares de quem assiste o que ela oferece.

Parabéns ao nosso amado irmão Júlio Severo por mostrar ao público certas verdades que a mídia corrupta pró–homossexualismo nunca mostra.

ÉLQUISSON disse...

A pergunta do presbítero Valdomiro foi bem direta: por que Xuxa não revela o seu passado sujo (sem esconder nada)?

Se Xuxa fosse realmente tão corajosa (como ela quis fazer parecer na entrevista dada ao "Fantástico"), ela teria que dizer (em alto e bom som) em rede nacional:

– "Posei nua para a revista Playboy"

– "Fiz um filme de sexo explícito com um menino de 12 anos"

– "Fiz com que as meninas, através das minhas paquitas, fossem vistas como objetos sexuais pelos homens"

– "Fiz com que as crianças fossem precocemente erotizadas através do meu programa"

– "Eu só queria saber de ter grande audiência para o meu programa (e muito dinheiro na minha conta), não me importava como (se de maneira certa ou errada)"

(isso é só o que a gente sabe, fora outras coisas que ninguém sabe)...

Dizem que "quem não deve, não teme", não é verdade? Se Xuxa, aparentemente, não deve nada a ninguém (o que eu, particularmente, não acredito), por que ela não admite tudo isto abertamente em público? De quê (ou de quem) ela teria medo se confessasse todo o seu verdadeiro passado (sem esconder nada)?

"O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas aquele que as confessa e as deixa alcançará a misericórdia" (Provérbios 28:13)

Infelizmente, muita gente confunde reputação com caráter. Reputação é o que as pessoas pensam a nosso respeito. Caráter é o valor que os Céus nos atribuem. No caso, Xuxa prefere salvar a sua reputação em público querendo posar de boa moça (como se isso apagasse o passado sujo dela). Mas, interiormente, ela continua a ser a mesma pessoa: é uma mulher que não está nem aí para os males que o programa dela vem causando às nossas crianças (e, pelo jeito, não se arrepende do seu passado imoral). Que caráter ela tem? Nenhum!

E mais: da boca pra fora, é muito fácil para Xuxa dizer que se arrependeu (até mesmo o pecador mais pervertido faz isso). Eu quero ver é ela se arrepender de verdade: se humilhando de joelhos diante de Jesus, e confessando abertamente em público todo o passado podre que teve (sem esconder nada)!

"Em verdade Eu vos digo que haverá maior júbilo no Céu por um único pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não sentem necessidade de arrependimento" (Lucas 15:7)

"Assim é que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas antigas já passaram; eis que tudo se fez novo" (2 Coríntios 5:17)

Será que Xuxa teria essa coragem?

DUVIDO MUITO!

Johnatas Silva disse...

Que o Senhor tenha misericórdia de nossa nação! E que os crentes despertam do sono da indolência. Precisamos fazer alguma coisa....

goomba disse...

Hipocrisia e tirania em pessoa.Tenta calar a boca de todo mundo com seu poder e ajuda da globo.E ainda só quer passar a versão das fotos que só interessam a ela.Vai num programa lixo e só fala o que ela quer.Não aceita criticas e não fala toda história.Xuxa deveria se envergonhar desta vida de ladra de dinheiro das crianças.

Anônimo disse...

O pior é q não é só isso, há fotos de pornografia pesada também, seria quase como uma sacerdotisa babilônica/egípcia, com os simbolos(ocultos) q ela, muitas vezes, manifesta em suas apresentações, com certeza houve dedicações, onde se viu a justificativa mais torpe para o vil para o seu estilo de vida "familiar" q optou!

Anônimo disse...

Ao sentir fortemente o passado com todo o seu peso, Xuxa demonstra que nunca de fato se arrependeu dele. Leiam o livro O Peregrino, de John Bunian. Ali o fardo CAI das costas assim que o andarilho se depara com o crucificado, deixando a vida totalmente leve. É, dona "Xuxa", não tem jeito mesmo: o caminho do arrependimento CABAL e mudança RADICAL de rumo é o único que te resta. Como escreveu em forma de poema o escritor Vitor Hugo: é inútil tentar fugir da própria consciência. Boa sorte. Leandro Lopes

Conselheiro Cristão disse...

Infelizmente que ela fez ontem está repercutindo em um um péssimo resultado hoje, mas a questão mais importante e que ela deveria procurar fazer o bem hoje, e não apoiar aquilo que é incorreto, pois assim so se perde credibilidade.

João Emiliano Neto disse...

Xuxa é a suprema pedófila e suprema egoísta, pois só pensa na própria carreira graças a Deus já em declínio, mas que começou como um ícone cultural da destruição das mentes infantis através da pedofilia.

Penso que Xuxa ainda é suprema na hipocrisia, por fim, porque ela mesma se disse abusada em tenra idade, mas não pede perdão por ter feito um filme no qual um menino foi abusado. Não só Xuxa, mas outros medalhões de TV e cinema no Brasil, que participaram de Amor Estranho Amor e que hoje pousam de pessoas decentes e de família como Tarcísio Meira deveriam pedir perdão, também, pela afronta à moral, bons costumes e ao comum amadurecimento mental e sexual infantil.

Roberto disse...

Olá Júiio, olá leitores,

ÉLQUISSON concordo com tudo que você disse, mas aí iria ficar ruim é pra Globo... E acho que ela continua vinculada à Globo (deve ser contrato eterno). Mas se tivesse um pouco de coragem falaria mesmo, nem que não fosse no fantástico...

Anônimo disse...

tem, mais que escancara o passado da XUXA, na teve tudo e bonito e falso, a verdade e outra coisa, isso ai que esta, TEM MAIS MESMO QUE ESCANCARA MESMO A VIDA VERDADEIRA DA XUXA ...................

Sandro Assis disse...

Anne Grahan – Filha de Billy Grahan
Conta-se que a filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no “Early Show” quando a apresentadora Jane Clayson lhe perguntou : Como DEUS permitira algo tão terrível assim acontecesse no dia 11 de setembro de 2001?E, Anne Graham deu uma resposta profunda e esclarecedora.
Ela disse: “Eu creio que DEUS ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós. Por muitos anos nós temos dito para DEUS não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas. Sendo um cavalheiro como DEUS é, eu creio que Ele calmamente nos deixou. Como poderemos esperar que DEUS nos dê a Sua bênção e Sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco? À vista dos acontecimentos recentes, ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc.
Eu creio que tudo começou desde que Madalyn Murray O’Hair, uma ateísta, em 1963 se queixou de que era impróprio fazer orações nas escolas americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião. Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas… A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, não devemos roubar, e devemos amar o nosso próximo como a nós próprios. E nós concordamos.
Logo depois, o Dr. Benjamin Spock disse que não deveríamos corrigir nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto-estima . E nós dissemos: “um perito nesse assunto deve saber o que está falando”, e concordamos com ele. O filho do Dr. Spock depois cometeu suicídio.
Depois alguém disse que os professores e os diretores das escolas não deveriam disciplinar os nossos filhos quando eles se comportassem mal. Os administradores escolares então decidiram que nenhum professor em suas escolas deveria tocar em um aluno quando se comportasse mal, porque não queriam publicidade negativa, e não queriam ser processados. (Há uma grande diferença entre disciplinar e tocar, corrigir, dar socos, humilhar e chutar, etc.) E nós concordamos com tudo.
Aí alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem, e que nem precisariam contar aos pais. E nós aceitamos essa sugestão sem ao menos questioná-la. Em seguida algum membro da mesa administrativa escolar muito sabido disse que, como rapazes serão sempre rapazes, e que como homens iriam acabar fazendo o inevitável, que então deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas quantas eles quisessem, para que eles pudessem se divertir à vontade, e que nem precisaríamos dizer aos seus pais que eles as tivessem obtido na escola. E nós dissemos, “está bem”.
Depois alguns dos nossos políticos mais importantes disseram que não teria importância alguma o que nós fizéssemos em nossa privacidade, desde que estivéssemos cumprindo com os nossos deveres. Concordando com eles, dissemos que para nós não faria qualquer diferença o que uma pessoa fizesse em particular, incluindo o nosso presidente da República, desde que o nosso emprego fosse mantido e a nossa economia ficasse equilibrada.
Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia,
e uma apreciação natural da beleza do corpo feminino . E nós também concordamos Depois uma outra pessoa levou isto a um passo mais adiante e publicou fotos de crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição na Internet.
A indústria de entretenimento então disse: “Vamos fazer shows de TV e filmes que promovam profanação, violência e sexo ilícito. Vamos gravar música que estimule o estupro, drogas, assassínio, suicídio e temas satânicos.”
Agora nós estamos nos perguntando por que nossos filhos não têm consciência, e por que não sabem distinguir entre o bem e o mal, o certo e o errado,
por que não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios…