25 de junho de 2012

O governo é o problema


O governo é o problema

Julio Severo
Trinta anos atrás, o presidente Ronald Reagan disse em seu memorável primeiro discurso de posse: “O governo é o problema”. (Assista ao vídeo aqui: http://www.youtube.com/watch?v=wteMdwFo0Pw) Não que o governo na época dele estivesse fazendo o que está fazendo hoje, promovendo a sodomia, o aborto e até o islamismo.

O governo já era o problema porque não parava de se intrometer e mutilar a liberdade e direitos naturais das pessoas. O governo, que tem a responsabilidade de controlar a criminalidade, estava ocupado controlando os assuntos não-criminais das pessoas. Isso era realmente um grande problema. Isso era o governo.
Esse problema era tão grande que Reagan, como presidente, estava sem condições de lidar com todos os tentáculos do Problema. Ele estava determinado a abolir a vergonhosa lei americana de aborto, que tem assassinado sistematicamente milhões de seus cidadãos em gestação, mas a poderosa máquina do Problema tornou impossível que ele tirasse essa vergonha dos EUA. O Problema foi poderoso demais para ele.
Ele estava em condições de dizer que o governo era o problema porque ele estava na cabeça do Problema, e ele viu seu poder e perversidade, que estão ficando cada vez maiores.
Hoje, o Problema está focado na promoção mundial de problemas, inclusive da sodomia e do aborto, com a ajuda de outros Problemas — governos que voluntariamente ou não aceitam as tendências imorais na cultura e políticas dos EUA.
É agora um Problema Global. Humanamente impossível de ser detido. Arrogante. Imoral. Assassino. Cruel.
Muitos apontariam o dedo e diriam que o problema é seu atual presidente. Mas ele é apenas um presidente problemático do Problema Global.
O Problema cresceu tanto que agora consegue continuar marchando mesmo sem seus presidentes problemáticos, embora eles tenham sido muito úteis no avanço de sua marcha de perversões.
Presidentes problemáticos se sentem à vontade com o Problema. E igual sentimento têm os admiradores deles.
Supremacistas gays, que foram convidados do atual presidente problemático, fizeram gestos obscenos para o quadro do Presidente Reagan durante uma recente recepção de orgulho gay na Casa Branca.
Supremacista gay fazendo gestos obscenos para o quadro do Presidente Reagan na Casa Branca
Eles se sentem à vontade com seu problema na Casa do Problema. Mas eles não se sentem à vontade na presença da imagem de um homem que, mesmo sem condições de domar o Problema, conseguiu apontar com precisão sua natureza e perversidade.
A mera imagem dele é um incomodo para os problemáticos.
Com mais Reagans, o Problema teria um grande problema!
Versão em inglês deste artigo: The government is the problem
Versão em espanhol deste artigo: El gobierno es el problema
Postar um comentário