8 de junho de 2012

Miss Pensilvânia renuncia ao concurso de Miss Estados Unidos por causa de homem transexual que recebeu permissão de competir


Miss Pensilvânia renuncia ao concurso de Miss Estados Unidos por causa de homem transexual que recebeu permissão de competir

Katie Craine
NOVA IORQUE, EUA, 7 de junho de 2012 (LifeSiteNews.com) — Sheena Monnin, Miss Pensilvânia, renunciou a seu título nesta semana declarando que não concorda que homens que fizeram cirurgia de “mudança de sexo” tenham permissão de competir nas competições de Miss Universo.
Sheena Monnin: inconformada que mulheres bonitas sejam rebaixadas ao nível de um homem transexual
A Organização Miss Universo, organização responsável pelos concursos de Miss Estados Unidos, mudou sua política em abril para permitir que Jenna Talackova, um homem que fez cirurgia de mudança de sexo com 19 anos, compita no concurso de Miss Canadá.
Num email para a Organização Miss Universo, Sheena Monnin diz que não pode ser “parte de um sistema de concurso que tem até agora se distanciado tanto de seus princípios de fundação a ponto de permitir e apoiar que compitam também indivíduos que nasceram homens pela natureza”.
Sheena renunciou dizendo que ela não mais quer o apoio da organização. Homens transexuais nesta competição “vão contra toda fibra moral do meu ser”, disse ela. “Creio na integridade, elevado caráter moral e jogo limpo, e nenhuma dessas coisas são mais parte desse sistema”.
Sheena também disse que estava renunciando porque tinha razão para crer que a competição foi manipulada. A Organização Miss Universo nega a afirmação de Sheena dizendo que a competidora Sheena diz que viu uma lista das cinco principais competidoras antes que a competição negasse que ela viu.
Donald Trump quer processar moça que renunciou ao título de Miss Pensilvânia por causa de transexual
No programa “Good Morning America” da Rede ABC, Donald Trump disse para George Stephanopoulos: “Vamos processar esta moça”.
Os juízes reagiram com prazer quando a eventual vencedora, Olivia Culpo, a Miss Rhode Island, disse que apoiava a inclusão de homens transexuais no concurso. “Eu realmente aceito isso, pois creio que os Estados Unidos são um país livre”, disse ela.

11 comentários:

IMPORT disse...

Parabéns a essa moça. Não satisfeitos com os concursos de beleza de transexuais, estes querem deixar claro que podem ser melhores que mulheres, é muita necessidade de se auto afirmarem mesmo de tal forma que hj desconfio que homossexualidade seja realmente um transtorno mental.Fico imaginando esses transexuais que parecem muito uma mulher, um dia homens heteros casarão com transexuais achando que são mulheres pq o Estado não fará qualquer distinção no RG nem nada, pq tudo é homofobia.

WADO WARRIORS disse...

Donald tem que calar a boca e voltar para seus negócios! o sujeito acredita que por ser muito rico que pode mandar em tudo e todos!

Anônimo disse...

Todo mundo sabe que quem manda nesses concursos de beleza, o tal "mundo da moda", agencias de modelo,... são homossexuais.

Burras são as mulheres que se dizem cristãs e ainda querem ser famosas participando dessas coisas.

André

Anônimo disse...

O miss universo é propriedade do Trump. Por isso ele está processando a moça.

Homosexuais substituindo as mulheres de verdade? Sodoma e Gomorra.

Que Jesus volte logo e ponha fim nesse mundo maldito.

Nil disse...

Parabèns ! Para essa moça chamada Sheena Monnin. Ela é uma imagem boa de como foi a Judia Ester,uma moça judia incrivelmente bela que chegou a ser rainha da Pérsia e salvou o povo judeu do exterminio.
Sheena Monnin mostrou que uma mulher pode ser muito bela e tem um caracter igualmente belo.

Estou fardo de ver mulheres belissímas sem nenhum caracter,ordinárias,imorais,baixas,vulgares.
Modelos,misses que possão nuas em depravadas revistas masculinas,fazem filmes eróticos ou mesmo pornô.
Ganham a vida vendendo o corpo e passão uma imagem estremamente ruim das mulheres belas.

Sheena Monnin lembra-de te da meiga judia Ester que conquistava a todos com sua beleza e caracter excepcional.

Agora ! Quando a Olivia Culpo, a Bíblia mesmo diz que uma mulher bela sem caracter não passa de uma "porca".
Essa miss jamais será alguma coisa.

Anônimo disse...

Acho que deveríamos nos perguntar se a participação de mulheres no Mister mundo seria possível, se aceitariam uma mulher que fez mudança de sexo num concurso masculino??? ou a ideia é de apenas substituir as mulheres, desvalorizando-as por completo? A mulher hoje não é tratada como a palavra de Deus realmente indica, como vaso mais delicado, hoje a mulher esta muito marginalizada , em alguns países até mesmo são mortas por nascerem do sexo feminino. A necessidade de respeito e tratamento digno a nós mulheres.

ÉLQUISSON disse...

Imagino o quanto os pais desta moça devem estar orgulhosos! Mas, principalmente, imagino o quanto o Céu se rejubilou ao ver a coragem dela!

Sheena Monnin perdeu um título momentâneo aqui na Terra, mas ganhou algo muito melhor: a graça do Céu! Este é um presente que dinheiro nenhum do mundo jamais poderá comprar!

Ela não é a única a dizer abertamente o que pensa. Carrie Prejean, que perdeu o título de Miss California, também se manteve firme em suas convicções. Isso está registrado aqui:

http://juliosevero.blogspot.com.br/2009/04/miss-california-deus-estava-me-testando.html

Sheena Monnin pode não ser miss, mas sua atitude a transformou em um lindo anjo celestial (e em campeã moral). Que ela permaneça assim até a volta de Jesus.

Parabéns a esta moça pela sua postura em firme em não compactuar com a imoralidade mundana.

Neidy, serva do Deus altissimo disse...

Waddo Warriors, o Donald Trump e o dono do evento miss America, pelo menos ele manda e desmanda.

Anônimo disse...

Parabéns a garota, sem dúvida! O que precisa ser feito é denunciar Trump, e desgasta-lo! E principalmente, mostrar através desta garota, que não adianta tentar intimidar, pois é este o recado que esta, Trump, querendo passar. Pois quem deve sentir medo é ele!

goomba disse...

Apesar que o próprio concurso de miss é algo bem globalista e objetifica a mulher.A mulher é só vista como um saco de carne atraente que impulsiona os desejos fisicos dos homens.O movimento feminista ajudou isso.A roupa da mulher "normal" de hoje causaria inveja na roupa de uma prostituta dos anos 70.

Enquanto a mulher for escrava da beleza e do corpo e da moda cruel,ela será tratada como inferior e só vista nas ruas pela bunda que tem.Depois elas não podem reclamar que os homens tratam elas mal ou como inferiores.

Anônimo disse...

Parabéns a Miss tava concorrendo forçar a barra e colocar um "transexual" é uma falsa mulher não adianta tirar o orgão sexual masculino não fará um homem ser uma legítima mulher querer iludir a sua própria natureza que Deus te criou uma agressão a si mesmo.
Porque quem nasce mulher vai muito além do orgão sexual feminino a gente tem essência feminina coisa que um homem operado quer ser mulher jamais terá porque?
Ele nasceu com a natureza masculina a "virilidade" isso não sai Deus queria viesse homem ponto final.
Para concorrer com mulheres de verdade desvalida o concurso de MISS não tem sentindo valeu esse protesto.
Ester!!!!!!