5 de junho de 2012

Lanterna Verde: o herói gayzificado


Lanterna Verde: o herói gayzificado

DC Comics se prostra diante do poderio da agenda gay na cultura americana

Julio Severo
O Lanterna Verde, herói do mundo dos quadrinhos, não tem escolha: terá de ser gay.
Por decisão dos chefões da DC Comics, o herói deverá se adaptar às tendências predominantes na mídia americana, cuja meta tem sido pintar os homossexuais com retratações positivas e simpáticas. Além disso, a gayzice atrai aplausos imediatos e garantidos da mídia americana descaradamente pró-sodomia.
Mas o herói não precisará se angustiar com seu destino. Como ele é ficção, não tem sentimentos, e pode ser direcionado para qualquer atitude ou decisão que seus empresários escolherem. Para ser gay, ele não precisará, como centenas de milhares de gays reais, passar por traumas na infância, onde um adulto homossexual abusou sexualmente de um menino indefeso. Ele não precisará sofrer a experiência de ser filho de mãe solteira ou dominadora, sem modelo saudável de masculinidade na figura de um pai.
O Lanterna Verde não precisará passar pelas experiências de traumas para se tornar gay. Bastarão umas canetadas e o personagem virará gay, por vontade de seus produtores.
Anos atrás, os supremacistas gays proclamavam que havia um gene gay. Com o mapeamento genético, a conclusão foi que tal gene não existe. Mas quem foi que disse que a ficção depende da realidade? Nos gibis, a homossexualidade pode com facilidade ser genética e muito mais. O personagem é um mero fantoche que se porta conforme a imaginação ou falta de imaginação de seu produtor.
O novo Lanterna Verde
Por isso, o Lanterna Verde foi sacrificado para atender às exigências do apodrecimento da cultura americana.
Se fosse um homem de verdade, o Lanterna Verde poderia fugir para a Rússia, para preservar sua masculinidade e se proteger das imposições imorais de seus empresários. Lá, por vontade do povo e do governo, os empresários não têm permissão de impor sobre personagens e sobre o público a propaganda gay. Os russos podem ter um milhão de defeitos, mas não o de se prostrar diante do deus da sodomia.
O povo e o governo dos EUA já foram, há muito tempo, como o povo e o governo da Rússia são hoje contra o homossexualismo. Aliás, o pai do moderno movimento pró-vida, Anthony Comstock, era um líder cristão americano que lutava intensamente contra a pornografia e a propaganda de prostituição e homossexualidade, tendo autoridade para mandar para a prisão seus promotores. Com Comstock, nunca na história dos EUA houve uma campanha tão vigorosa para enfraquecer a propaganda do mal.
Depois dele, o governo, as igrejas e a cultura americana foram aos poucos se degradando moralmente. De grande exportador de missionários cristãos, os EUA passaram para o maior exportador mundial da ideologia gayzista e abortista.
Entretanto, como o Lanterna Verde é apenas ficção, ele não reclamará dessas mudanças radicais que deturparam sua vida e mundo em quadrinhos. Ele aceitará qualquer coisa que a DC Comics lhe impuser: gene gay, relações gays, “casamento” gay, etc. Se quiserem transformá-lo em travesti ou garoto de programa, ele não reclamará. Ele se submeterá aos projetos de propaganda gay que por interesses econômicos ou ideológicos estão movendo a DC Comics.
Quem vai reclamar são seus fãs, que não foram consultados sobre os interesses e oportunismos dos empresários da DC Comics, que garantiu: “Teremos um líder dinâmico, que arrisca a vida pelas pessoas, que vem a ser gay”. Como ficção, ele é o oposto do gay real, que destrói sua vida e a dos outros, inclusive com doenças transmissíveis.
Dificilmente a DC Comics poupará atos sexuais nesse “dinamismo”. Afinal, se a meta é agradar ao supremacismo gay, não deverá faltar sexo gay. Daí, é melhor apagar as luzes, até mesmo da lanterna, e esquecer o herói que não conseguiu se salvar da gayzificação de seu personagem por causa das pressões gays sobre a DC Comics.
Se os ativistas gays não poupam nem Jesus Cristo — ora retratando porcamente a amizade dEle com o apóstolo João como “homoafetividade”, ora debochando dEle —, como pouparão um mero personagem de quadrinhos?
Eles poderiam se limitar a usar o chifrudo vermelho para retratar o gay perfeito, mas não tem graça usar gente da própria turma e espécie. Eles preferem parasitar figuras masculinas conhecidas a fim de alcançar seus objetivos.
O ativista gay americano Richard Ferraro comentou a homossexualização do Lanterna Verde: “Os jovens gays de hoje podem ver personagens gays em revistas em quadrinhos, filmes e muitos programas de TV que lhes mostram que eles também podem crescer para se tornarem pais, líderes ou até mesmo super-heróis”.
O projeto da DC Comics então faz parte de um plano maior de guiar e solidificar adolescentes e até crianças sexualmente confusos numa identidade gay.
O pai e a mãe que lutarem contra essa imposição da agenda gay em seus filhos através da DC Comics serão tratados como “criminosos” por causa de leis anti-discriminação? Os valores da radical e agressiva agenda gay estarão acima dos valores e bem-estar das famílias?
As chamadas leis anti-discriminação ficam invariavelmente do lado dos ativistas gays, deixando de lado pais, mães e família. O supremacismo gay atropela tudo em seu caminho e avanço, exigindo a transformação da sociedade, igrejas, Bíblia, lares e até revistas em quadrinho conforme sua imagem e semelhança.
Ativistas gays do mundo inteiro, em sua luta para doutrinas as crianças das escolas, poderão simplesmente levar um gibi para a sala de aula e dizer: “É natural. É normal. Vejam, até a DC Comics já está do nosso lado”.
Os promotores do kit gay no Brasil também vão querer usar os gibis da DC Comics para provar que a homossexualidade é normal para os jovens. É a ficção corrompida sendo usada para modificar a realidade e deixar mais doente e depravado o que já estava doente.
No que depender dos supremacistas gays, sua revolução vai gayzificar tudo. Como não conseguem ainda impor a homossexualização da Bíblia, usando homens de Deus e até Jesus como modelos gays, usarão e abusarão de personagens fictícios e até históricos.
O Lanterna Verde agora será, nos EUA e países influenciados por sua cultura podre, inclusive o Brasil, o Lanterna Gay.
Com a notícia recente do gay canibal no Canadá, nada mais apropriado para distrair o público do que impondo a propaganda de um gayzismo belo e doce que só existe nas estórias em quadrinho. E não há nos EUA hoje ninguém com a autoridade moral, espiritual e legal de Comstock para deter essa propaganda enganadora dirigida aos jovens.
Versão em inglês deste artigo: Green Lantern: the homosexualized hero

23 comentários:

Arnaldo Estevão disse...

Quando foi que os heróis da TV ou dos desenhos não foram tipificações de seres satânicos ou representações modernas dos Deuses da Grécia e de outras culturas pagãs ? Há centenas de coisas na cultura ocidental e oriental que deveriam ser denunciadas e rejeitadas por qualquer cristão e que nunca foram, agora essas brechas culturais irão ser usadas contra nós, a ausência que sinto no seu trabalho profeta Júlio, é que o senhor ainda não tenha feito uma amarração entre a cultura de depravação moral e desagregação da família com a opressão, a corrupção, violência e a fome de 1 bilhão de pessoas pelo mundo inteiro, mas não interprete isso como uma crítica, mas sim como um pedido e um incentivo.

A Paz de Jesus !

Jorge Bay disse...

Excelente texto irmão Julio! Uma flexa afiada que deve ser propagada na Internet e fora dela. Irmãos, mãos a obra, divulgando este texto nas páginas do Facebook, Google+, nos Blogs, Sites etc.

AnaMaria disse...

Também farão isso com o Batman. Pelo jeito, eles pergarão os melhores personagens que têm pra estragar.

Eu que costumo escrever umas histórinhas por diversão interpreto tal ação como algo anti-ético -- você está sabotando a natureza de seu próprio personagem, principalmente quando ele tem uma longa data de existência e de popularidade, só para agradar algo sujo.

Não estou dizendo que você não possa fazer o que quer com eles, mas se você não respeita nem seu próprio personagem, subtamente mudando-o, principalmente suas condições morais para rebaixá-lo (nesse caso torná-lo gay) por causa de alguma pressão suja, pecaminosa e fétida, é certo de que você também não respeita as pessoas do mundo real, sendo uma "Maria-vai-com-as-outras" > isso também é motivo da superlotação no inferno.

Bem, muitos escritores e contadores de histórias por aí vão encontrar milhões de motivos e milhões de formas de dizer que estou errada, mas qualquer um que lida com esse tipo de coisa sabe muito bem de que o personagem, quando trata-se de um bom criador- permite ao mesmo ter personalidade, dá-lhe atitude e caráter. Você planeja e escreve o enredo e acompanha seu personagem, escrevendo suas ações de forma honesta com o mesmo.

Se isso era uma surpresa ou alguma *** do tipo, de que esse era um lado secreto do personagem ou sei lá que bizarrice possa justificar isso, eis isso o que posso chamar de *** DE ENREDO, ou seja, você cagou no seu enredo. Você jogou fora seu trabalho e popularidade de anos numa hora para outra.

Anônimo disse...

Júlio olha, desta vez eu descordo de você, e não faço isso por que quero um herói gay, ou ache normal isto! Mas ao meu ver, e pouca gente acho que pensou isto, se você lê quadrinhos sabe o que significa terra2 e ainda mais Alan Scott é o Lanterna Verde homossexual, isto significa que a DC é a favor de Homossexualismo em outro Universo e tem ainda a faceta de ser um lanterna totalmente fora da normalidade dos lanternas! Na minha opinião a DC, fez que jogou a toalha e na verdade deu um tapa na cara das militancia gayzista! Pois para a DC, gay bom, é gay de outro universo! Já a Marvel e o casamento de Estrela Polar é, ai sim, ideologia pura, vide as desculpas pedidas pelo Capitão America no filme dos vingadores, mas isto é outra história!

K.E. disse...

Para dizer a verdade, a ilusão de jovens que alimentam, por meio de estórias de super-heróis, o sonho de defender os confortos do primeiro mundo e serem exaltados nunca foi saudável, e muitos deles poderiam ganhar alguns anos da vida se caíssem logo na realidade. A declaração do Richard Ferraro fez eu me dar disso.

Saga disse...

" Júlio olha, desta vez eu descordo de você [..] ao meu ver [...] se você lê quadrinhos sabe o que significa terra2 e ainda mais Alan Scott é o Lanterna Verde homossexual, isto significa que a DC é a favor de Homossexualismo em outro Universo [...] um lanterna totalmente fora da normalidade dos lanternas! Na minha opinião a DC, [..] deu um tapa na cara das militancia gayzista! [...]gay bom, é gay de outro universo"

A Terra 2 não é menos importante que a Terra 1. Os personagens da Terra 2, são os originais criados por volta da II Guerra. Então tem grande importância histórica por serem os herois dos quadrinhos conforme primariamente concebidos.

A Dc reformula seu hall de personagens de tempos em tempos por meio de sagas que usam conceitos de multiverso e realidades alternativas com várias terras paralelas. Depois do evento chamado de FLASHPOINT ela resetou mais uma vez seu multiverso REFAZENDO SEUS PERSONAGENS DO ZERO, inclusive suas Terras 1 e 2 [E 3 ou 4, ou a terra que for]

Então nem existe mais o original Allan Scott, pois nesses Reboots a essência dos personagens costumam sere alteradas para atender a demanda dos novos tempos.

O Superman atual [da Terra 1] já foi alterado para perder aquilo de defensor do "American Way". Alguns dizem já ter notado característas mais comunistas no Super-Homem Terra 1 após o último reboot...

"Já a Marvel e o casamento de Estrela Polar é, ai sim, ideologia pura" O Estrela Polar sempre foi gay, ele não "trocou" de time, como o novo Allan Scott. E por ser um personagem de terceiro escalão, não dá o mesmo frisson que um nome forte como "Lanterna Verde" . Pouco tempo atrás a DC também tornou a Batwoman [ou era batgirl? nem sei] gay e não deu o reboliço que tá dando com um personagem maior.

Fernando disse...

Menos mal que o Hulk, o Super Homem e o Fantasma continuam sendo machos. Ver o Homem de Aço, o Espírito que Anda ou o Gigante Esmeralda dando marcha a ré no quibe seria uma decepção terrível...

Nil disse...

Os super-heróis já fizerão tanto pela humanidade e por nós (na ficção), tá na hora de fazermos alguma coisa por eles.

Fãs do LANTERNA VERDE lutem por seu hêroi, os vilões agora ser tornarão reais de carne e ossos.

Os vilões que hoje humilhão e rebaixão seu heroi são os executivos da DC Comics.

Estes são hoje os vilões nojentos,mal-encarados e perversos que combatem o hêroi.

FÃS DO LANTERNA VERDE ACASO VISSEM SEU HÊROI AMADO EM UM FILME,DESENHO OU GIBI SENDO MASSACRADO,HUMILHADO,REBAIXADO POR VILÕES FICTICIOS NÃO SENTIRIAM UMA ENORME VONTADE DE AJUDÁ-LO.

Pois bem ! Se na histôrinha ficticia temos compaixão pelo hêroi sofredor,quando mais quando o hêroi verdadeiramente e realmente está sendo defenestrado pelos vilões, que se encarnarão em executivos da DC Comics.

O imaginário tornou-se real, FÂS do Lanterna Verde salvem seu Hêroi, pelo AMOR de DEUS, ele clama e súplica pela ajuda de Vocês.

Peço a todos que divulguem essa mensagem.
Pois esse acontecimento grotesco oferece uma oportunidade de realmente lutarmos uma luta digna de um Hêroi, contra a corrupção e imoralidade neste mundo tenebroso.

Fabiano disse...

Há anos o Mauríco de Souza, pai da Mônica, Cebolinha, Cascão e, inclusive a Tina, criou um "amiguinho gay" para a turma jovem, que se identificam com a hype TINA!
.
lblrs.blogspot.com/2009/11/revista-tina-sugere-personagem-gay-de.html?m=1
.
O Barack Obama que deve estar muito decepcionado... Ele jurava ser o primeiro "herói" das moçoilas!

Anônimo disse...

Eles tentam de toads as formas de se sentir bem com essa culpa eles carregam dentro deles sabem que isso "PECADO ABOMINÁVEL" não e algo normal e natural eles tem plena consciência por causa da prática da mesma.
Tentam forçar a barra da sociedade para serem aceitos cada dia a gente vê como DIABO não brinca em serviço usa e abusa dessas almas como ele entram na família e no casamento de um "homem e mulher" a
RAÍZ REAL DESSE PROBLEMA TÁ LA TRAZ COM SEUS PAIS A FORMA COMO TRATOU SEUS FILHOS E ENCAROU A "MATERNIDADE E A PATERNIDADE" E SEUS PAPÉIS TEM QUE DIZER A "VERDADE" A PARCELA REAL DE SEUS FILHOS TEREM ABRAÇADO A HOMOSSEXUALIDADE MENINO(A) VEM DE UMA FALHA GRAVE DO "PAI & MÃE" UNS SE COMEÇAR ANALISAR VAI LEMBRAR DE FATOS DESDE NASCIMENTO E DURANTE ADOLESCÊNCIA OU NÃO "CONSCIENTES OU INCONSCIENTES".
O "movimento homossexual é a AGLBT, de todos os jeitos e formas introduzí-los nas histórias até na produções de "entreternimento" sejam eles na ficção: novelas,teatro, cinema e na literatura e agora nas revistas em quadrinhos nos desenhos animados.
Cont.... Ester!!

Anônimo disse...

Achei um livro antigo aqui em casa na estante do meu pai uma preciosidade eu acho se acabasse o mundo hoje as únicas coisas que colocaria na minha mochila a BÍBLIA SAGRADA E ESSE LIVRO kkkkkkkkkkk.
Fala tudo sobre:
Importância de um Casamento sólido e feliz:
Entre eles mesmo primeira coisa no casamento HOMEM & MULHER e depois papel de cada um na vida dos filhos sobre a vida em família como um todo abaixo de Deus ela foi criada e planejada por ele para vencerem todos os desafios & obstáculos e serem felizes de verdade unidos e saudáveis em todos níveis é tudo isso de uma forma prática em parceria com o "Espírito Santo de Deus".
Deus chamou primeiro chama a família dele diz que serve-o a ele espera a gente vença primeiro dentro da nossa casa, casamento, criação dos filhos, os pais para fazer a
"DIFREENÇA" PARA EXALAR O PERFUME DE CRISTO NESSE MUNDO ESTÁ SEM ESPERANÇA, PERDIDOS E QUE VIVE EM TREVAS SE FORMOS DERROTADOS SEREMOS IGUAL O "MUNDO" ENTÃO QUAL SERÁ A NOSSA DIFERENÇA NA TERRA PERANTE AOS ÍMPIOS???.

TÍTULO DO LIVRO: "VIDA FAMILIAR CONTROLADA PELO ESPÍRITO SANTO" autores americanos cristãos casados Tim e Beverly Lahaye foi publicado Editora Betânia.
-----------------------------------
"Ele não precisará sofrer a experiência de ser filho de mãe solteira ou dominadora, sem modelo saudável de masculinidade na figura de um pai."(trecho artigo by Julio severo)

Nesse livro tem um capítulo fala sobre isso a "raiz do homossexualismo" baseado em pesquisas entrevistas.

cont... Ester!!!!

Anônimo disse...

A NATUREZA DA PATERNIDADE

O homem controlado pelo Espírto encontra na Palavra de Deus instruções específicas sobre a verdadeira natureza dessa sua função. Lemos em Efésios 6:4 o seguinte: "E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas cria-nos na disciplina e na admoestação do Senhor."

1)O pai deve amar os filhos."Não provoqueis vossos filhos à ira"
Toda criança precisa de amor, e, intuitivamente, busca isso nos pais. Se seu amor é rejeitado, ou se os pais não lhe demonstram "afeição", ele se enche de ira. Qualquer um que estude bem a juventude de hoje, observando a hostilidade que emana dos adolescentes e o alto índice de rejeição e negligência revelado pelos pais, deve reconhecer que estamos no meio de uma geração de filhos carentes de afeto. Quando fiz minhas pesquisas para a preparação do livro "The Unhappy Gays: What Everyone Shouldo Know About Homossexuality"(Os infelizes homossexuais: o que todos devem saber sobre o homossexualismo, iquei muito admirado ao perceber que todos os homossexuais são pessoas cheias de hostilidade.
Já mencionei aqui meu próprio problema de raiva, e também creio que já aprendi muita coisa nesse trabalho de aconselhamento, com casais e indivíduos raivosos; por isso acho que sei muita coisa sobre a ira do colérico. Mas nunca vi nada igual à hostilidade que se sente no homossexual. E qual a principal causa disso? A rejeição paterna. Um ex- homossexual, que agora pastor e está ajudando muitos a sair dessa vida infeliz, disse o seguinte:
cont....Ester

Anônimo disse...

- Conversei com 300 homossexuais, e ainda não vi nenhum que tivesse tido um bom relacionamento com o pai.
Um juiz de menores, que já julgou cerca de mil casos de deliquência juvenil, fez a seguinte observação:
- Ainda não vi em meu gabinte um só rapaz cujo pai o tenha levado para pescar, ou tenha ido a jogos de futebol com ele, ou que tenha passado momentos em companhia do filho.
Já aprendi que um homem que demonstra amor pelos filhos, que encontra tempo para ensinar-lhes algimas coisas, por mais ocupado que esteja, desfruta mais da presença e do amor dos filhos, depois que estes se tornam adultos.

Essa minha opinião chego conclusão sempre quando eu vou ler esse livro que não é todo mundo que nasceu com dom para casamento e se serem pais porque construir família saudável e estruturada não é fácil dá "trabalho" exige dedicação, esforço, sacrifício e principal disso tudo tem que ter um verdadeiro amor de um casal "homem e mulher" casados para primeiro com eles mesmos em seus casamentos e depois consequência vira sobre a vida dos filhos.

1)Eu acho Verdadeira absurdo mãe solteira e pai solteiro("ter filhos independentes")
que faz filhos sem estarem casados por aí vc são irresponsáveis querem viver a vida sem compromisso vivendo no pecado da fornicação(solteiros não casados)
Deus é claro isso pecado os fornicários não entram no Reino de Deus e pior de tudo vê crianças nascendo nessas relações descompromissadas aí gente vê mesmo ausência total da figura de um pai essa história pagar pensão e muita mãe desculpa usa "safadeza" usa criança para cutucar quem ela saiu numa noite as vezes não sabem quem é o pai da criança?

2) Casal casado tem que ter consciência meu se não querem trabalho são individualistas pensa mais seus estudos, empregos melhor eles não colocar filho no mundo irmão que será maldade não cuidar direito fazer eles sofrer ou adotar filho nesse mundo do cão.
Leio esse livro eu vejo porque ter filhos responsabilidade
É UMA MISSÃO DE VIDA DE UM CASAL FILHOS NÃO COMO CRIAR UM ANIMALZINHO CACHORRO, GATO, CAVALO, PAPAGAIO DEIXA LÁ NO CANTINHO E VAI VIVER A SUA VIDA ANIMAIS SÃO INDEPENDENTES E FILHOS NÃO OPOSTO SÃO "DEPENDES" DE VCS PARA CONSTRUÇÃO EMOCIONAL, ESPIRITUAL DELES DESDE NASCEM ATÉ CHEGAR A FASE ADULTA.

3)Vê faz umas tres semanas no canal 2 TV brasil programa domingo a tarde legal "PAPO DE MÃE" cada tem um tema nesse dia vê "ALIENAÇÃO PATERNAL" discutem sobre separação e divórcio de pais na verdade são as consequências terrríveis deve ficar muito contentes é esses "MOVIMENTOS ANTICRISTÃOS E ANTIFAMÍLIAS FEMINISTAS E HOMOSSEXUAIS ELES SÃO ALIADOS"
Aí esse casal um estão magoados e tristes pelo fim de um casamento muitos porque acham que "amor" acabou ou por terem sido traídos n motivos por não terem cuidado de seus casamentos não vigiaram o negócio foi pro "brejo" seja casal cristão ou não cristão se vc não cuidar do seu casamento quando leio esse livro me dou mais conta disso dessa realidade.
A gente que é Cristão a gente sabe pelo lado espiritual isso já atuação maligna para acabar com uma família porque base da família se vem pelo "CASAMENTO".
Mãe ou Pai brigas judiciais e usa os filhos para atingir o ex quer dizer quem fica nesse tiroteio todo a criança, adolescente, jovens ficaram presas fáceis de ir para o homossexualismo, drogas, crime etc... só desgraça nessas vidas e diabo e seus demônios batendo palma.
Ester!!!!!

Anônimo disse...

isso é muita boilagem, agora o lanterna verde virou lanterna rosa, o que falta mais? daqui há pouco vão tirar o verde amarelo pra colocar o rosa choque na bandeira? como diria o Robin amigo do Batman santa boilagem hehe, ôpa foi mal Robim também é gay e agora quem poderá nos defender? o chapolim? também não, ele usa o vermelho esquerdista patrocinador oculto e em alguns casos bem visíveis de todo e qualquer evento anti-cristão! Só sobrou o pastores nosso heróis, será que eles vão nos defender? acho que não, estão ocupados casando dizimistas fieis, Deus nos acuda a coisa tá feia! Parabéns pela matéria Julio Stark, quem será que vai comandar o tono de ferro? Joffrei rosa ou Jon Snow? Estou orando por vc Julio e por toda sua família, Deus os abençoe!

Heidar Targaryen Quintos

Eliseu Antonio Gomes disse...

Será que os vilões, opositores do Lanterna, serao acusados de homofóbicos?

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Não sei se a minha opinião vai ser muito pertinente em relação ao assunto deste artigo, mas eu vou dizer exatamente o que eu penso (vocês podem até me corrigir se, por acaso, eu estiver errado).

Religiosamente falando, a verdade é que os Estados Unidos era, até alguns anos atrás, considerado o país mais protestante do mundo. E muita gente dizia que era o país mais cristão do mundo. Só que, atualmente, não aparenta ser nada disso (pelo menos é assim que eu vejo).

Estive conversando com uma professora americana que esteve há pouco mais de 1 ano aqui em Recife (onde eu moro). Quando eu perguntei a ela como ela via os Estados Unidos no sentido moral e espiritual, ela me disse precisamente isto:

"O nosso país (Estados Unidos) tinha tudo para ser um país abençoado (e até para servir de referência cristã para o mundo). No começo, éramos muito tementes a Deus. O problema é que, com o passar do anos, o desenvolvimento científico e o progresso material e financeiro subiu à cabeça de alguns dos nossos governantes, e, com isso, eles já passaram a não se importar mais com a obediência à Palavra de Deus. Em outras palavras: a obediência a Deus e à Sua Palavra foi relegada a segundo plano".

E ela ainda acrescentou mais algumas coisas assustadoras:

"Em muitas cidades, há locais onde se pratica a bruxaria, existem pessoas que fazem parte de movimentos (como a Nova Era), há as que estão metidas em seitas satânicas (sem contar que a Igreja de Satã está situada na Califórnia), temos casos de pregadores evangélicos, políticos e agentes do governo envolvidos em diversos escândalos (inclusive escândalos sexuais), o homossexualismo está sendo propagado escancaradamente, e, também, há a tolerância ao islamismo. Enfim, o nosso país está se destruindo em todos os sentidos (inclusive moralmente). Que esperança podemos ter, ou melhor, qual será o futuro da nação americana se tal estado de coisas continuar?"

Eu respondi a ela exatamente o seguinte:

"Quando uma nação despreza a obediência à Palavra de Deus e passa a confiar somente na sua própria sabedoria, essa mesma nação fica entregue à própria sorte (como um barco à deriva num mar revolto, prestes a afundar). Os verdadeiros cristãos precisam voltar à obediência à Palavra de Deus para recolocar a nação no caminho certo".

Não sei se esta minha resposta foi 100% satisfatória, mas ela, de qualquer forma, aprovou. E eu até citei o Salmo 33:

"Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor" (Salmo 33:12)

Ela agradeceu a minha atenção e disse que iria divulgar o nosso diálogo num encontro evangélico.

Tem horas que eu fico pensando aqui comigo: será que aqui no Brasil não estaria acontecendo a mesma coisa? Se alguém daqui estivesse dialogando com essa americana, quem poderia dar uma avaliação exata dos Estados Unidos, ou melhor, qual seria o diagnóstico dos americanos no sentido moral e espiritual?

E mais: o que o Brasil precisa fazer para se tornar uma nação espiritualmente abençoada (como os Estados Unidos foi no princípio)?

Espero uma resposta sensata de alguém na primeira oportunidade.

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade

Eduardo Araújo disse...

Eliseu, ótima observação!

Eu não duvido nem um pouco que SIM: eles estão com a faca e o queijo na mão para levar a farsa da "homofobia" para os quadrinhos.

Anônimo disse...

Os EUA continuam um país protestante, o problema é assim como no Brasil, a covardia de muitos líderes e cristãos fazem com que a oposição ao cristianismo ganhe força, os gays, ateus, satanistas, ocultistas e todos os demais opositores ao cristianismo descobriram como atingir os cristãos, enquanto os cristãos vão as universidades para se formar em administração, história, e trabalhar em shoppings, e em empregos sem influência, os inimigos do cristianismo fazem jornalismo e usam esse grande poder para atingir a igreja, ocupam cargos de poder políticos, cargos de juízes, e cada vez mais os cargos de comando da nação vão sendo ocupados pelos inimigos dos cristãos, eles não são muitos como nos EUA e nem no Brasil, apenas desfrutam de posições de poder e por isso conseguem nos atingir, a rede Globo é apenas uma empresa, só que ela possui em seu quadro jornalistico e nos demais setores muitos gays, ateus, ocultistas e etc, que por terem espaço e oportunidade usam o veiculo para atacar o cristianismo, cristãos chegou a hora de trabalhar na Globo, usa-lá a nosso favor, veja o fato que eu disse: ELES NÃO SÃO MUITOS, ISSO É UM FATO, APENAS ESTÃO OCUPANDO LUGARES DE PODER E POR ISSO ESTÃO DEITANDO E ROLANDO! Amigos cristãos, acordem para as posições de poder de nosso país, precisamos ter mais juízes cristãos, jornalistas e repórteres cristãos, escritores cristãos, militares cristãos, convoco a todos os cristãos a mudarem seus cursos, façam direito encham a OAB do evangelho, se candidatem a politica, e assim nossa voz terá poder nessa nação, grande Julio Severo seu blog me inspira, um dia quando estivermos nas bodas do cordeiro espero te dá um abraço bem apertado brother, vai nessa tua força o Senhor é contigo soldado valoroso.

Stone Wilker

Anônimo disse...

Ganhei meu presente de véspera aniversário o amigo Stone disse: Esse todo meu "entendimento" claro porque nós da fé cristã principalmente os evangélicos porque?
Não escolhemos "carreiras" de influência na sociedade geral tá na hora de despertar de estudar e se formar e depois conseguir uma vaga para entar nas empresas de televisão seja Globo ou qualquer emissora brasileira e porque não até no exterior?
Principalmente nos meios de comunicação:
jornalismo e no meio artístico como escritor(a), atores e atrizes, cantores, apresentadores de tv sendo da FÉ CRISTÃ.
Que vão estar lá dentro para influenciar e não ser "influenciado" mostrar mesmo que vc é da FÉ CRISTÃ FIRME ESSSE VERDADEIRO TESTE SE VC É CRISTÃO MESMO OU NÃO.
Para alcançar objetivo que tá na bíblia sagrada ser de fato ser "sal nessa terra" e fazer a DIFERENÇA.
Tenho certeza que isso Deus quer que seus filhos tome ATITUDE se destaquem não só no nosso meio cristão mais principalmente objetivo atingir o mundo secular onde em sua maioria não são cristãos são de outras religiões.
BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
ACORDA POVO DE DEUS TÁ NA HORA DE FAZERMOS DIFERENÇA NESSE MUNDO SER A LUZ ONDE ESTÁ AS TREVAS.
INFLUENCIAR E NÃO SER INFLUENCIADO MAIS COM SABEDORIA IMPONDO O NOSSO SAL NESSA TERRA E NOSSA FÉ.
Mostrar que Cristão é competente tem talento e habilidades em várias áreas inclusive no jornalismo e meio artístico.
Ester!!!!!!

Anônimo disse...

Eu nunca imaginei já me falaram que eu tenho "dom" como "escritora" quem me falou isso são pessoas de outras religiões e uma do meio artístico que da área das artes cênicas e artes visuais.
Foi por causa de um comentário sobre seu curta fui a única que ela disse que eu tinha entendido o objetivo do filme.
Ela tem uma produtora do blog equipe de amigos "cineastas" ela me mandou um e-mail me dando os parabéns e me incentivando para entrar na área artística fiquei surpresa nunca imaginei esse retorno foi num domingo quando abri meu e-mail.
Conheci pela primeira vez pela tv no canal pública aqui no brasil tava programa mostrando seu curta metragem num programa tem lá, mostrar "curtas" ela virou desse dia em diante minha amiga virtual ela "atriz e cineasta" nasceu na colômbia mais veio viver no brasil desde pequena com a família tá no meio fez alguns trabalhos como atriz aqui no brasil fez participações emissoras grandes e ano passado tava na colômbia fazendo uma novela numa emissora principal de lá vou te dizer a maioria de colegas e amigos meus NÃO são da minha fé mais sempre a oportunidade nas conversas informal que tenho de forma sábia falar de Jesus Cristo dando meu testemunho de vida que ele fez e faz por mim sem me influenciar não faço o que eles fazem essa diferença.
É irmão quero fazer vestibular ainda esse ano vou prestar para "jornalsimo e medicina", mais vou ficar com a 1 opção e claro sem abrir mão de ser uma escritora secular.
Ester!!!!!

Anônimo disse...

Claramente a DC tomou essa decisão com a pressão do movimento gay. Na série Liga da Justiça o Lanterna verde (nessa série não sei porque ele é negro, e hoje não sei se o original é branco ou negro, isso não vem ao caso aqui) chega a tem relacionamento com a Mulher Gavião e chegaram a ter até um filho. Ele virou homossexual de uma hora pra outra então? Explica essa DC!

Anônimo disse...

Isso que dá votar em muçulmano. Já no caso dos brasileiros, por votarem em corruPTo, acabam correndo risco semelhante.

Anônimo disse...

É uma pena! Cresci lendo e vivendo os heróis da minha infância! Amava (e ainda Amo) o Lanterna Verde - como meu herói predileto - mas não sei a té por quanto tempo vou aceitar esse amor que, hoje, está se tornando uma tristeza pra mim.

Por que o mundo não acaba de uma vez por todas?