1 de junho de 2012

Cala a boca, Xuxa!


Cala a boca, Xuxa!

Não vi a comentada entrevista da tal Xuxa no Fantástico deste domingo, dia 20/05. Mas não pude ignorá-la por muito tempo, pois a primeira notícia que recebi nesta manhã, logo cedo, foi: “Cê viu que a Xuxa foi abusada na infância?”
Fora o surrealismo da revelação, ocorreu-me que aquela, certamente, não era a notícia que desejava ouvir logo no início da semana. Afinal, como uma mulher de 50 anos, aparentemente esclarecida, só agora, passado todo esse tempo, resolve falar sobre algo tão grave? E por que me irritou tanto esta informação? Parei para refletir sobre o motivo deste sentimento e, confesso, não foi difícil descobrir.
Esta senhora, lá pelos seus primórdios, vivia no mesmo condomínio do meu irmão, no Grajaú, Rio de Janeiro. Lembro-me das minhas sobrinhas, ensandecidas, indo buscar as grotescas sandalinhas cheias de brilhos no apartamento dela, na esperança de encontrar o Pelé que, vira e mexe, dava as caras por lá.
Desde os seus 20 e poucos anos de idade, ela comanda programas infantis cuja tônica é erotizar precocemente as crianças, transformando meninas em arremedos de mulheres sem se preocupar com sua vulgarização.
Os programas que comandou sempre tiveram como mote atropelar o desenvolvimento infantil em sua exuberância repleta de etapas simbólicas. Pasteurizou os encantos desta fase empenhando-se em exaltar a diferença entre possuir e não possuir os produtos que anunciava ou que levavam sua grife tais como sandálias, roupas, maiôs, lingeries, xampus, bonecas, chicletes, cosméticos, álbum de figurinhas, cadernos, agendas, computadores, sopas, iogurtes, etc., num universo insano onde ela, eternamente fantasiada de insinuante ninfeta, faz biquinho e comanda a miúda plebe ignara.
Xuxa: símbolo máximo da erotização da infância no Brasil
Cientes estamos todos de que esta senhora, durante muitos e muitos anos, defendeu zelosamente seu polpudo patrimônio utilizando-se da fachada de menina meio abobada que sequer sabia quantos milhões possuía. Costumava dizer que era a sua empresária que administrava suas posses cujo montante alegava, candidamente, desconhecer. Pobre menina rica. E burra, com certeza. Como se fosse possível alguém tão htapada tornar-se tão rica.
Talvez para esconder a consciência que tinha acerca do quanto ajudou a devastar a inocência de tantas gerações de meninas que lhe devotavam a mais pura idolatria, posou de inocente útil usando a mesma máscara que agora reedita para falar, emocionada, do seu mais novo pretenso drama/marketing.
Esqueceu-se de que sua audiência, formada, na sua massacrante maioria, por meninas, passou a ser considerada como alvo da desumana propaganda colocando-as como mero veículo de consumo.
Esqueceu-se, convenientemente, de comentar que milhares de garotas pelo Brasil afora foram abusadas sexualmente ao mesmo tempo em que eram, por ela, adestradas a vestirem-se e comportarem-se como verdadeiras lolitas.
Esqueceu-se de que ensinou atitudes claramente ambivalentes para crianças que não faziam a mais pálida ideia do que podiam mobilizar em mentes doentias.
Esqueceu-se de que a erotização tem sido ligada a três dos maiores problemas de saúde mental de adolescentes e mulheres adultas: desordens alimentares, baixa auto-estima e depressão.
Esqueceu-se também de que as crianças, diariamente bombardeadas com imagens de paquitas como modelos de uma beleza simplesmente inalcançável enquanto corpos reais, torturavam-se perseguindo um modo de serem belas, perfeitas, saudáveis e eternas.
Estimulando a sexualidade de forma tão precoce, essas meninas perderam grande e preciosa fase do seu desenvolvimento natural. E reduzir o período da inocência, certamente, acarretou-lhes desdobramentos nefastos.
Daí para ideia, cada vez mais presente, da infância como objeto a ser apreciado, desejado, exaltado, numa espécie de pedofilização generalizada na sociedade foi, apenas, um pequeno passo.
Num país onde as mães deixam suas crias, por absoluta falta de opção, frente à tevê sem qualquer tipo de controle e sem condições para discutir o conteúdo apresentado, encontrou esta senhora terreno mais que propício para disseminar sua perversa e desmedida ganância por audiência e dinheiro.
Fosse ela uma pessoa minimamente preocupada com a direção que a sexualidade exacerbada e fora de contexto toma, neste país onde mulheres são cotidianamente massacradas, teria falado sobre este suposto drama muito tempo atrás. Teria tido muito mais cuidado com os exemplos de exposição que passava. Teria norteado seu trabalho dentro de parâmetros muito mais educativos e, desta forma, contribuído para que milhares de meninas fossem verdadeiramente cuidadas e respeitadas.
Ou teria simplesmente virado as costas e ido embora.
Logo, frente ao seu histórico, não tem mesmo nenhuma autoridade para sustentar qualquer atitude fundamentada em belos e necessários méritos.
Porque são de grandes valores, bons princípios e atitude exemplares que nossa sociedade necessita de maneira urgente.
Portanto, cale-se, Xuxa!
Nota de Julio Severo: Esse texto, que foi muito bem escrito, está sendo distribuído por email e também foi enviado a mim. Por mais que eu tivesse procurado localizar o verdadeiro autor e origem, não consegui.
Divulgação: www.juliosevero.com
Fantástico na luta contra a pedofilia?

16 comentários :

Fabiano disse...

Eu ainda não tinha visto essa foto dela...
Caraca. Por que ela não mostrou esta imagem no fantástico?
A Globo deixou o rato cuidando o queijo!!!
Alguém poderia enviar esta imagem ao Magno Malta... Acho que vou fazer isto!!!
Ela deve mostrar esta imagem a Sacha - sei lá como se escreve o nome desta guriazinha -, e dizer: OLHA, FILHA... FOI ASSIM QUE A MAMÃE CONQUISTOU O CORAÇÃO DOS BRAZUQUINHAS; COM AUTORIZAÇÃO DOS PAIS.
Pois é, Julio... Cadê a Xuxa?
Ela viu que o brasileiro, em forma de protesto a tamanha hipocrisia, manifestou-se nas redes sociais.
XUXINHA... FAÇA UM FAVOR AO POVO BRASILEIRO, EM ESPECIAL OS "BAIXINHOS": NÃO ABRA MAIS A BOCA!!!
Quanto mais tu defende uma causa, menos ela ganha crédito... E a pedofilia é coisa séria!!!

Servo de Cristo disse...

é de revoltar, veja

Aqui:

http://www.criticasepensamentos.com/2012/05/xuxa-e-pedofilia.html

MARIA disse...

Manda esse texto para o Magno Malta!
Magno Malta buuuuuurrrro!

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Dizer que Xuxa e a Globo são contra a pedofilia é o mesmo que acreditar que o diabo se converteu a Jesus.

Xuxa nunca foi referência como pessoa, e nem tampouco exemplo de bom comportamento a ser seguido. Graça a Deus (e a mim), meus filhos e netos nunca assistiram (e jamais assistirão) ao programa da Xuxa. Aliás, eu já "aposentei" a televisão da minha casa há muito tempo, pois não desejo que minha família seja contaminada pelo lixo satânico da Globo. Faço como disse o salmista:

"Não porei coisa má perante os meus olhos" (Salmo 101:3)

Quanto à Globo, nem precisa dizer muita coisa. Todos nós sabemos que é uma emissora de televisão totalmente a serviço do diabo. A programação dela (vinda diretamente do inferno) só tem destruído os lares de quem assiste o que ela oferece.

Parabéns ao irmão Júlio Severo por mostrar certas verdades que a mídia corrupta nunca mostra.

Frau disse...

Nao concordo com o post, acho que quem nao tem pecados que atire a primeira pedra. Também acho que muitas das pessoas que estao tacando pedra hoje no que a Xuxa falou ja cometeram também muitas coisas erradas no passado. Quem tem um passado imaculádo é Cristo, o resto ja deu muita cabecada. Também acho que os anos 80 foi uma droga, a tv em nada ajudou, só atrapalhou a vida das pessoas. Mais continuo achando que a Xuxa foi muito, mais muito corajosa ao falar dessas coisas publicamente. E sim, criancas abusadas seguem dois caminhos, ou a prostituicao ou a aversao completa ao que representa o seu abusador. Se hoje ela fala em favor das criancas. e se conseguiu falar do seu abuso, é porque amadureceu, cresceu e se sente forte o suficiente para isso.

Idevam disse...

Concordo com o post e com um comentário que chama a atenção para a burice do dp Magno Malta e fico apensa sera que ele e tão desinformado a ponto de querer para símbolo de luta contra a pedofilia uma mulher que fez um filme semi pornografico com uma criança um menino de 12 anos que depois se tornou ator porno e muita falta de discernimento do dp

tito disse...

Houve um ti-ti-ti que no tempo em que dona Marlene era quem comandava os despojos de Xuxa (empresária)e que havia um pacto satânico entre elas e Satã e este pacto havia sido rompido por Xuxa vindo daí a "separação" litigiosa.Há também outro fato que confirma que a Rede Globo fazia/faz rituais satanistas com as peças da novela com os autores envolvidos para garantir audiência e sucesso,já houve alguma coisa publicada na imprensa quando da morte de uma alta funcionária da Globo responsável por tais rituais.Logo,a Rede Globo é comandada pela potestade das trevas
e os fundadores são membros da confraria mundial "Os Iluminatis" uma organização secreta fundada por 13 grandes empresários - é coisa do Diabo no domínio da mídia,pode crer.Mas,há cristãos des-informados que adoram aparecer na Globo para "pregar Jezuis" para eles e toda a audiência. Tito from brasília.

Anônimo disse...

SE FOSSE TALVEZ POBRE E HOMEM ESSA FOTO SERIA AVERIGUADA PELA VIGILANCIA QUE CUIDA SÓ DO ''NORMAL'' MAS COMO É DESSA MULHER, VAMOS DIZER TADINHA TÃO INOCENTE! EU NALDO SANTOS FUI ABUZADO POR UMA MULHER NÃO SEI SE ELA ERA DE MAIOR OU NÃO, SÓ LEMBRO QUE EU TINHA QUATROS ANOS,É EU IA BUSCAR GRAVETOS NA ROÇA, A ''INOCENTE'' MULHER FICAVA ESFREGANDO A ''LARANJA DAS BANDAS PARTIDAS'' SEM ROUPA EM MIM! COMOVENTE? TADINHA DELA TADINHA DA XUXUZINHA TÃO INOCENTE , JÁ PASSOU NÉ? MULHER PEDOFILA EXISTE? QUE ISSO COISA DA MINHA MENTE FERTIL ! ACORDA BRAZIL HIPOCRÍTA! ACORDA RAIO DE FRAU !

ÉLQUISSON disse...

Se Xuxa fosse realmente tão corajosa (como ela quis fazer parecer), ela teria que dizer (em alto e bom som) em rede nacional:

"Posei nua para a revista Playboy"

"Fiz um filme de sexo explícito com um menino de 12 anos"

"Fiz com que as meninas, através das minhas paquitas, fossem vistas como objetos sexuais pelos homens"

"Fiz com que as crianças fossem erotizadas precocemente através do meu programa"

"Eu só queria saber de ter grande audiência para o meu programa (e muito dinheiro na minha conta), não importava como (se de maneira certa ou errada)"

(fora outras coisas)...

Dizem que "quem não deve, não teme", não é verdade? Se Xuxa, aparentemente, não deve nada a ninguém (o que eu, particularmente, não acredito), por que ela não admite tudo isto abertamente em público? De quê (ou de quem) ela teria medo se confessasse todo o seu verdadeiro passado (sem esconder nada)?

"O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas aquele que as confessa e as deixa alcançará a misericórdia" (Provérbios 28:13)

Infelizmente, muita gente confunde reputação com caráter. Reputação é o que as pessoas pensam a nosso respeito. Caráter é o valor que os Céus nos atribuem. No caso, Xuxa prefere salvar a sua reputação em público querendo posar de boa moça (como se isso apagasse o passado sujo dela). Mas o caráter dela é rigorosamente o mesmo: é o de uma mulher que não está nem aí para os males que o programa dela vem causando às nossas crianças!

E mais: da boca pra fora, é muito fácil para Xuxa dizer que se arrependeu (até mesmo o pecador mais pervertido faz isso). Eu quero ver é ela se arrepender de verdade: se humilhando de joelhos diante de Jesus, e confessando todo o passado podre que teve!

"Em verdade Eu vos digo que haverá maior júbilo no Céu por um único pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não sentem necessidade de arrependimento" (Lucas 15:7)

Será que Xuxa teria essa coragem?

DUVIDO MUITO!

Elaine Cristina disse...

Poxa Severo você não sabe que,quem sofre abusos quando criança tende a ficar pervertida?digo por mim mesma que sofri na pele atos que quase destruíram minha vida,se não fosse o SENHOR eu não estaria aqui.Não julgue amado irmão que a paz esteja com você.

Julio Severo disse...

Oi, Elaine! É verdade que algumas pessoas se tornam pervertidas depois que são abusadas. Se é que Xuxa foi realmente abusada, os abusadores dela poderiam também alegar a mesma coisa: Fomos abusados também quando éramos crianças.

Assim, um vai transferindo a culpa para o outro.

O fato é que, a Xuxa abusou de uma geração inteira, por dinheiro e oportunismo. Se ela quer falar de abuso publicamente, que fale também de seus crimes. Embora não se saiba se ela realmente sofreu abuso ou não, o que ela cometeu de crimes e abusos tem rastro registrado. Como se diz, ela tem culpa no cartório.

Elaine, temos de amar os pecadores. Mas não é por isso que vamos deixar os assassinos, pedófilos e abusadores entrarem na nossa causa para fazerem o que querem, pondo em ameaça as nossas crianças.

Se a Xuxa entrar em nossa casa, que seja apenas para ouvir o Evangelho. Mas infelizmente, milhões de lares, inclusive cristãos, abriram suas casas para Xuxa através da televisão. E o que ela fez não foi bondade nem carinho pelas crianças. Foi abuso. Isso é inaceitável.

Fernando disse...

Essa foto é autêntica ou montagem?

Elaine Cristina disse...

Obrigada por responder irmão,sim é verdade concordo com você,se ela está realmente arrependida devia partir do principio de pedir perdão de também ter abusado de criança,mesmo no que ela considere arte,porque antes de sermos profissionais somos humanos e como tais temos que ter princípios,fui abusada e convivi quase um terço da minha vida me culpando e culpando a Deus,mais nem por isso maltratava crianças ou descontava nelas o que eu sofri pelo contrário,sempre fui amorosa e dou a elas o que na minha infância me foi tirado tão precocemente,a inocência de uma criança é algo que ninguém tem o direito de viola-la pois carregamos marcas para o resto da vida.Mais uma vez obrigada fica na paz irmão estou sempre acompanhando sua luta e te apresentando ao nosso Pai em ração vai nessa força!

Anônimo disse...

Mega verdade esse texto sobre a Xuxa é Júlio pena tinha que saber o autor(a).
Ester!!!!

Nil disse...

http://holofote.net/globo-debocha-de-evangelicos-personagem-evangelica-de-novela-nao-se-contem-e-faz-sexo-com-ex-marido/#comment-14615

A Globo como fez na novela América com a personagem Creusa anos atrás,outra vez arruma uma personagem para tarimbar a mulher evangélica de sem-vergonha.

Marco Teles disse...

Olá Júlio!

Aceitar pessoas como estas, sem arrependimento, apenas com remorso, na causa pró família, é deixar o Diabo colocar uma bomba de implosão em nosso meio. Aliás, isso seria equivalente a apoiar os pastores "muçulmanizados" que pregam o absurdo de que o governo americano mate os gays em nome da família.

Precisamos de pessoas sinceras e não de agentes infiltrados.

Oremos e alertemos o Dep. Magno Malta quanto a isso.