30 de maio de 2012

Pátrio poder ameaçado por “lei da palmada”


Pátrio poder ameaçado por “lei da palmada”

Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz
“Acusai-nos de querer abolir a exploração das crianças por seu próprios pais? Confessamos este crime” (Marx e Engels, Manifesto Comunista, Parte II, 1848).
É próprio dos regimes totalitários, como o comunismo e o nazismo, a intervenção do Estado na intimidade da família, subtraindo aos pais o seu inalienável direito-dever de educar os filhos. Segundo tais ideologias, as crianças seriam confinadas em creches ou escolas estatais, enquanto os pais teriam tempo “livre” para trabalhar para o Estado fora do lar.
Estamos sendo governados por um partido que ostenta em sua bandeira a estrela vermelha de cinco pontas, símbolo internacional do comunismo. Não é de se estranhar que ele queira retirar o que ainda resta da autoridade dos pais sobre os filhos.
Coerente com sua ideologia, o governo petista enviou ao Congresso Nacional em 16/07/2010 a Mensagem MSC 409/2010, que “altera a Lei n  8.069, de 13 de julho de 1990, que dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, para estabelecer o direito da criança e do adolescente de serem educados e cuidados sem o uso de castigos corporais ou de tratamento cruel ou degradante”.
A proposta, que recebeu o nome de Projeto de Lei 7672/2010, deverá ser votada no dia 30 de maio de 2012 pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados. Ela é o 7º item da pauta. O relator é o deputado Alessandro Molon (PT/RJ).
O que pretende o projeto? Que os pais sejam proibidos de matar seus filhos? Isso já é crime previsto pelo Código Penal (art. 121). Que os pais sejam proibidos de causar lesão corporal em seus filhos? Isso também já é crime (art. 129, CP). Que os pais sejam proibidos de abusar dos meios de correção e disciplina? Isso já está incluído na figura penal de “maus tratos” (art. 136, CP).
Que pretende então o projeto? Que os pais sejam proibidos de usar castigos corporais como forma de correção. Castigos corporais abusivos? Não. Qualquer castigo corporal, inclusive uma leve palmada na mão de uma criança que teime em querer colocar o dedo na tomada elétrica. Para os efeitos do PL 7672/2010, entende-se por castigo corporal o mero “uso da força física que resulte em dor”. Não se requer que a dor seja intensa ou insuportável. Basta que a criança sinta dor.
Não é crível que o governo esteja preocupado com a dor das crianças. Se assim fosse, ele não estaria - como está - tão interessado em promover o aborto por todos os meios.
A intenção, como já se disse, é solapar a família, destruindo o pátrio poder e dando ao Estado poder imediato — e não apenas subsidiário — sobre as crianças em processo de educação.
Todo cidadão pode protestar contra essa investida do totalitarismo estatal telefonando gratuitamente para o Disque Câmara (0800 619 619) e dizendo: “Quero enviar uma mensagem a todos os membros da CCJ”.
Interrogado sobre o conteúdo da mensagem, pode-se dizer: “Solicito a Vossa Excelência que respeite o sagrado direito de os pais disciplinarem seus filhos, votando contra o PL 7672/2010”.
Além de gratuito, o Disque Câmara é mais eficiente que as mensagens enviadas por correio eletrônico. Rapidamente se percebe a repercussão da manifestação popular.
Sejamos rápidos. O projeto está para ser votado.
Divulgação: www.juliosevero.com
Atenção: Projeto anti-palmada será votado em 30 de maio

11 comentários :

Bruno Willian disse...

Parabéns Julio, não tenho muitas esperanças pela reprovação do projeto. O congresso nacional não "houve" a população brasileira há muito tempo.
Pra mim só há uma maneira de derrotar a ideologia marxista. Derrubando o governo federal.

Daniel disse...

Já fiz minha parte.

Anônimo disse...

A máscara do movimento gay caiu! ABGLT acusa discriminação contra travestis em comercial de cerveja... O que mais se pode esperar?

http://www.youtube.com/watch?v=gWs0Yv7oTH4&feature=player_detailpage

Antônio Acácio disse...

Graça e Paz varão de Deus!
Enviei uma msn a todos os menbros da ccjc declarando abertamente o meu repúdio a esse insano projeto da lei da palmada. Tmb liguei para a frente parlamentar evangélica, que por sua vez me informaram que o famigerado projeto foi tirado de pauta essa semana....
Gnd abraço, guerreiro!
Paz, saúde e bem a vc e família!

Mandabala disse...

Não vamos nos enganar. Todas essas mudanças Marxistas nas leis são de 8 anos para cá.
O acesso do PT ao poder foi a maior tragédia da história do Brasil.

Lino disse...

Diz um ditado popular que "quando o gato não está em casa, o rato cria asa". Enquanto os que se dizem servos de Deus estão dormindo (e estão sendo negligentes no combate ao pecado), o diabo e os demônios (bem como os seus escravos) estão muito bem acordados (e estão atacando impiedosamente a tudo e a todos)!

Esses políticos que se dizem evangélicos estão sendo piores que os ímpios mais pervertidos! Estão sendo cúmplices do pecado (e são culpados diante de Deus)!

Se Jesus aparecesse repentinamente em muitas dessas instituições (Senado, Câmara dos Deputados, e outras), com toda certeza Ele iria expulsar de lá os políticos que se dizem cristãos (e que têm tolerado o pecado). E com certeza Ele iria dizer as mesmas palavras que disse quando expulsou os vendilhões do templo:

"Está escrito: A Minha casa é casa de oração; mas vós a transformastes em um covil de ladrões" (Mateus 21:13)

Não é exatamente isto o que tem acontecido na nossa política (e nas nossas instituições de modo geral)?

É justamente por isso que eu não confio em nenhum político (nem mesmo nos da bancada evangélica). É como disse, com muita sabedoria, o apóstolo Paulo:

"Seja Deus verdadeiro e todo homem (principalmente político) mentiroso" (Romanos 3:4, o parêntese é meu)

Será que eu estou certo neste meu ponto de vista?

Anônimo disse...

Júlio, URGENTE... acesse o site antes que saia do ar:
.
RECEITA de ABORTO DOMESTICO publicado na rede
.
Método para abortar com Misoprostol
.
http://observatoriodamulher.org.br/site/index.php?option=com_content&task=view&id=17&Itemid=61
.
Printscreen e denúncia já!

Fabiano disse...

Se um menor de idade, vamos dizer com 14 ou 15 anos, comete um crime, geralmente chamam os pais para prestar depoimento.
Hoje os pais tem uma ótima desculpa: NA HORA EM QUE EU TENTEI EDUCAR ESTA CRIA, VOCÊS ME PROIBIRAM... AGORA, SE VIREM!!!

Anônimo disse...

Já fiz minha parte! :)
Muito bom o Disque Câmara!

Patricia disse...

Olá Julio, também entrei em contato com os deputados da CCJ. Procurei notícis hoje na internet e não achei. Vc sabe como ficou esta votação, foi aprovada? Abraços,
Patricia

Julio Severo disse...

Oi, Patrícia! A votação da Lei da Palmada foi removida da pauta na quarta-feira. Isso significa que a colocarão em pauta outro dia. No Congresso Nacional é assim: toda vez que percebem que o povo reage, eles mudam a data da votação, de preferência para um dia em que ninguém esteja prestando atenção. Mas não vamos baixar a nossa guarda. Vamos continuar fazendo pressão.