19 de maio de 2012

Pastor Silas Malafaia lidera marcha pela família tradicional


Pastor Silas Malafaia lidera marcha pela família tradicional

Luiza Souto
Líder da Marcha para Cristo, que reúne evangélicos e católicos na tarde de hoje no centro do Rio de Janeiro, o pastor Silas Malafaia disse à Folha que a igreja nunca foi contra os homossexuais, mas que Deus não aceita seus atos. "Deus ama a todos, mas amar não significa aceitar seus atos", disse Malafaia.
O pastor disse respeitar a todos. "Quero que os homossexuais sejam livres para fazer o que quiserem. Eles que querem amordaçar a gente"
Malafaia também criticou as igrejas que aceitam gays. "Não considero essas igrejas evangélicas. É uma tentativa de dar legalidade a um comportamento que a bíblia condena", disse.
A marcha este ano tem quatro vertentes: Liberdade religiosa, liberdade de expressão, à favor da família tradicional e da vida.
Sete trios elétricos animam os fiéis. Eles seguirão até a Cinelândia, onde o pastor pregará e vários cantores gospel se apresentarão.
Divulgação: www.juliosevero.com
Silas Malafaia e seu apoio a FHC, Lula e Serra

4 comentários :

Anônimo disse...

Não pude ir espero ter sido uma benção a "MARCHA PARA JESUS" no Rio de janeiro minha cidade onde eu nasci quero que todos moradores temam e conheçam ao meu Deus vivo. Ester!!!!!!!!!

Fabiano disse...

Interessante é ver o prazer da mídia em deixar o povo alheio, desinformado quanto a grandeza do evento.
Mas, se fosse marcha da maconha ou parada gay, eles (em especial a plim plim) ficam 2 dias dando foco e fazendo apologia ao tal "protesto". Mas, como é um evento aonde não envolve drogas, bebidas alcóolicas,
sodomia, deboches contra Cristãos e desrespeito às famílias, a esquerdista mídia não acha graça.
O Datena, esta semana superou os limites do esquerdismo, ao criticar um reporter que fazia a cobertura de um homem casado envolvido com travestis... Alguém filmou o depravado traidor da esposa fazendo programa com um gay, e disse mandar o vídeo à esposa do safado se ele não desse uma quantia em dinheiro. O coitado do reporter se viu em mas lençois, ao não dizer que "as florzinhas prostitutas" nada tinham a ver com isto.
O datena perguntou (naquele tom prepotente e arroante dele): POR QUE NÃO DIZ QUE OS TRAVESTIS NÃO TEM NADA A VER COM ISTO? ALGO CONTRA ELES?
Eu pergunto:
Isto é ou não uma ditadura gayzista?
Por que, este mesmo Datena, não dá foco a um colega de emissora - Malafaia -? Ele que se diz cristão e já até arrumou encrenca com os pseudos-ateus?!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Essa caminhada do Pr. S. Malafaia está com cheiro de Planalto. Será?

Reegonato disse...

Olha "labaredas", acredito que não, mas se ele entrar nessa, já tem meu voto, mesmo eu não sendo evangélico, está claro que ele é um dos raros líderes religiosos que batem de frente com esse esquerdismo que está dissolvendo a família brasileira.