9 de maio de 2012

Obama: Jesus é a base do apoio ao “casamento” gay


Obama: Jesus é a base do apoio ao “casamento” gay

Vitória conservadora na Carolina do Norte contra uniões gays impulsiona Obama a declarar apoio ao “casamento” gay

Julio Severo
Finalmente, Obama confessa que é a favor do “casamento” gay. “Acabo de concluir que para mim pessoalmente, é importante ir em frente e afirmar que penso que as duplas de mesmo sexo têm o direito de se casar”, Obama disse nesta tarde numa entrevista para Robin Roberts, jornalista da ABC News.
Ninguém ficou surpreso com a declaração de Obama, pois seu governo, desde o início, vem promovendo e impondo a agenda gay com agressividade fenomenal. Em dezembro do ano passado, seu governo ordenou que todas as embaixadas e órgãos dos EUA no exterior fizessem da agenda gay prioridade absoluta. Essencialmente, o decreto de Obama transforma os EUA em uma poderosa agência policial mundial a favor do homossexualismo.
Obama acha mais seguro usar Jesus, não Maomé, para apoiar “casamento” gay
Antes de chegar à presidência, Obama era um senador esquerdista que apoiava publicamente o “casamento” gay. Mas desde a primeira eleição presidencial, ele tem se mantido em discrição e “silêncio”, dando a entender que mudou de ideia, embora suas ações descaradamente pró-homossexualismo deixassem claro que sua “mudança” era só de lábios.
O que parece ter arrancado Obama do armário da incoerência entre seus lábios e ações foi a vitória que o povo da Carolina do Norte obteve recentemente contra os supremacistas gays. Esquerdistas de peso como o ex-presidente Bill Clinton entraram na votação do estado americano que estava decidindo proibir ou não o “casamento” gay, a união civil gay e todo tipo de parceria gay.
Billy Graham, o maior evangelista do mundo, entrou na briga, e saíram perdendo Bill Clinton e todos os supremacistas gays. Diante do quadro lúgubre para os extremistas, Obama, num momento de muita emoção e revolta contra a derrota decisiva na Carolina do Norte, não se conteve e saiu do armário, determinado a mostrar para o público americano e mundial que o “casamento” gay é certo e que Billy Graham e o povo da Carolina do Norte estão errados.
Contudo, ele não deixou transparecer tal motivação. O que ele apontou como motivação foi sua “fé”, usando como exemplo a declaração onde Jesus diz que devemos tratar os outros como gostaríamos de ser tratados. Ele disse: “Pensamos acerca da nossa fé, que está na raiz de nossas convicções, não só de Cristo se sacrificando em nosso favor, mas também de nos amarmos uns aos outros”.
Mencionar Jesus hoje para apoiar qualquer ideia ou prática perversa não traz consequências. Mas Obama, o grande defensor do islamismo como “religião de paz”, jamais ousaria dizer que a base para seu apoio ao “casamento” gay é Maomé. O mundo islâmico inteiro se levantaria em brados e bombas.
Entretanto, ofender os cristãos, ou insultando Cristo ou usando o nome dEle profanamente para promover ideias e práticas contra a natureza dEle, é conduta normal de esquerdistas.
No passado, os homens que viviam em aberrações confessavam que a base de seus atos era Satã ou Satanás. Mas hoje, homens desse tipo perderam a vergonha, usando e abusando do nome de Jesus em defesa de suas pérfidas escolhas. Só não ousam usar e abusar do nome de Maomé ou do Corão com o mesmo objetivo.
Com sua confissão em reação à derrota esquerdista na Carolina do Norte, Obama se torna o primeiro presidente dos Estados Unidos a declarar apoio público ao “casamento” gay.
Com informações de LifeSiteNews.

10 comentários :

Netto disse...

Esperteza dele, mesmo sendo um islâmico nominal ele sabe que atribuir ao islã apoio ao homossexualismo ele iria sofrer com o terrorismo, cristãos são de paz, assim como os judeus que foram massacrados na segunda guerra mundial... é fácil atacar quem não quer se defender usando a violẽncia, mas o Juiz Supremo, nosso Deus, o julgará.

Fabiano disse...

Tomara, Deus queira, que as filhas desse "depravado presidente" não sigam o exemplo do pai. Acho que ele não se agradaria nem um pouco vendo as meninas numa capa de revista, trocando beijos "calientes" com outra fêmea.
É a velha estória: Pimenta nos olhos dos outros é engraçado, no nosso, queima...
Por que ele não "casou" com um homem? Ou ele é da opinião: faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço?
Daqui algum tempo, os radicais muçulmanos "soltam uma bombinha" na cabeça deles, garanto que esse descarado vai culpar os "fanáticos Cristãos".
Quem duvida é louco!!!

Anônimo disse...

Ele tem fortes característica de ser o anti cristo.
Não é novidade algo sempre esteve tão claro ele estar ao lado dos ativistas e do "movimento homossexual" e suas vertentes.
Só foi tomar posse no governo faz de tudo para legalização do "casamento gay" geral nos EUA e em outros países tbm com sua filha ONU mandando e desmandando aff Ester!!!!

pr Gui artista disse...

Ora pessoal não é de se admirar que Obama fosse tomar tal atitude pela arvore se conhece o fruto para arrancar votos dos nossos irmãos americanos ele usa a Igreja batista como se um fervoroso cristão usando até aquele seu amigo pastor para fazer sermões favoráveis a ele o que acho uma grande falta de visão daquele pastor ,vocês lembram disso.
Dias atras Obama declarou tristeza ao saber que o direito concedido de união de homossexuais foi vetado ,ora esto não atitude de cristão nem aqui nem lá EUA.

Idevam disse...

Obama e um Demagogo Anti-Cristão e o Pior e que mesmo mostrando isso a chance de Reeleição dele e consideravel

Nil disse...

Vídeo que mostra Lula dizendo ser a favor do casamento gay.

Dilma e Lula são a favor do casamento gay e contra a igreja
http://www.youtube.com/watch?v=mLQLh7LrOyg

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXx
Será porque Lula disse o mesmo que Obama e quase não teve repercurssão no Brasil e no mundo ?????

Neokoros disse...

A melhor época para político contar mentiras é em época eleitoral, quando quer votos. Com Obama aconteceu o contrário: finalmente ele é sincero e fala uma das verdades nas quais acredita. Políticos: vá entender! Aff!

Anônimo disse...

Bom dia irmão tava meditando ontem a noite sobre esse assunto do Sr Presidente Obama vêr a público e de lábios finalmente confessar claramente que defende a legalização do "casamento gay" em seu país antes era algo que meio escondia a sua real posição sobre essa questão.
Me rementeu a passagem bíblica de mateus 10:26.

26)"Portanto, não os temais.Não há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber- se."
----------------------------------
Realmente nosso Deus vivo ele todo poderoso NÃO vai deixar ngm se enganado a vida inteira.
Uma hora outra qualquer "pecado" pessoa comete vai vir a TONA uns pode até esconder dos homens ngm vêr mais de Deus é díficil no juízo final vai ser revelado tudo da pessoa se ele foi cristão verdadeiro em santidade e reto ou NÃO.
ELE VÊ TUDO OLHOS DELE PASSA POR TODA TERRA NOS VÊ NU ESPIRITUALMENTE COMO ESTAMOS ELE ESQUADRINHA OS NOSSOS PENSAMENTOS, ALMA, ESPÍRITO SÓ ELE PODE FAZER ISSO PORQUE ELE NÓS CRIOU MUITO FORTE ISSO TUDO COMO DEVEMOS NOS EXAMINAR E VERIFICAR COMO ANDA NOSSA VIDA COM ELE NÃO PODEMOS NÓS ENGANAR QUEM TÁ "PECADO" ESTÁ SEPARADO DE DEUS E SE NÃO SE NÃO CONFESSAR E NÃO SE ARREPENDER VERDADEIRAMENTE E CHEGAR MORRER ASSIM PERDERÁ A SUA "SALVAÇÃO" JESUS CRISTO MISERICÓRDIA DA NOSSAS ALMAS E DA HUMANIDADE O "INFERNO" É UMA REALIDADE QUEM VAI PRA LÁ NÃO SAIRÁ NUNCA MAIS SERÁ ATORMENTADO PELO DIABO E SEUS DEMÔNIOS NOITE E DIA AFF. Ester!!!!!!

TNK Dojo disse...

Jesus não concorda com esse governo abominável; pare de apelar senhor Obama!

Marcos Barbosa disse...

Barack Obama entra em contradição querendo sugerir que Jesus apoiaria casamento homossexual. Jesus foi claro ensinando a orientação da sexualidade humana em uma relação família entre um homem e uma mulher.

Marcos cap 10 ver 6-9, palavras de Jesus:
"Mas desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea, por isso deixará o homem a seu pai e sua mãe e unir-se-á à sua mulher e serão os dois uma só carne. Por isso o que Deus juntou não separe o homem."
É de se notar que este ensino constitui-se em mandamento dado pelo senhor Jesus. Diante disso queria ver o que diriam os ativistas gays. Que Jesus também é homofóbico? Dizem eles que é amor. Pois bem, se de fato Jesus é amor, com amor ele ensinou justamente o mencionado e deixou este e outros ensinos a quem quiser seguir, e quem os segue aí sim se torna um cristão. E Jesus ainda afirma: "Este ensino não é meu, mas do pai que me enviou." Quem aceita e guarda as minha palavras tem tanto a mim como ao pai." Como cidadão brasileiro e cristão sigo o ensino de Jesus e acredito exatamente no que proferiu. Que naturalmente o homem se una à uma mulher e forme família. Mas vemos o ativismo gay se manifestando no intuíto de tornar toda a manifestação de pensamento contrária às questões homossexuais como crime de preconceito. E isso à nível racial, o que é um absurdo, querer tratar comportamento sexual como causa de racismo. Além de que estes ativistas gays caem em contradição muitas e muitas vezes, como o apresentar pessoas gays representando um Jesus também gay nas paradas. Mas Jesus ensinou uma coisa só sobre a relação sexual humana. E aí ativistas gays, Jesus foi um homofóbico? Vocês dizem é amor. Se é a amor por que vocês não querem seguir o seu ensino claro à respeito da sexualidade humana? Jesus disse que seus mandamentos não são penosos. Não trato mal homossexuais, não tenho problema algum em recebê-los em casa ou conviver no trabalho e escola. Mas daí querer me taxar de preconceituoso apenas por não concordar com casamento entre pessoas de mesmo sexo? Cadê a convivência pacífica com o contrário que um ou outro ativista gay fala por aí? Irão processar pessoas forçando-as a comungar do que vocês acreditam como sexualidade? Como cidadão brasileiro e cristão deixo aqui meu protesto. Não concordo com casamento entre pessoas de mesmo sexo, acredito que Deus fez a mulher para o homem e sigo isso, não admito que se ensine aos filhos que virei a ter futuramente outra coisa além do que acredito, que se ensine a convivência pacífica entre as pessoas!!! Não adimito alguém sugerir por aí que sou odioso por divergências às questões homossexuais. Repito, Jesus então não é amor, é ódio, se se pensar pela lógica do movimento gay, pois ele ensinou que a relação sexual humana é orientada entre um homem e mulher, da qual naturalmente se nascem filhos. Fica claro que: para os ativistas gays, no entendimento dels, as igrejas apresentaam preconceito em relação aos homosseuais, mas por ignorância deles mesmos. Claro que parte deles até sabem e conhecem de cor a bíblia e querem mesmo é fazer guerra como bem declarou um deputado gay na mídia falando que a sociedade conservadora é do mal. Está na hora de cidadãos cristãos aprenderem a se organizar e a se defender, ver e perceber o que ocorre aqui no Brasil e no mundo e se defenderem indo à justiça se for o caso. Em estado democrático de direito. Pois para levar qualquer cidadão à justiça como tentam levar Silas Malafaia, Marisa Lobo e qualquer pessoa pública e profissional da área de humanas, isso eles farão com leis aprovadas que dêem causa racial aprovadas à questão homossexual. Não se tenha dúvidas!!! Sem mais.