6 de maio de 2012

Grupo gay ordena que polícia da Escócia recuse presente de Bíblias dos Gideões


Grupo gay ordena que polícia da Escócia recuse presente de Bíblias dos Gideões

EDIMBURGO, Escócia — A policia da Escócia recebeu ordens, por insistência da Associação Policia Gay (APG), de recusar presentes de Bíblias com o símbolo do distintivo policial escocês, uma oferta gratuita dada pelos Gideões Internacionais. A APG divulgou um comunicado dizendo que a Bíblia é “homofóbica” e exigindo que a polícia não se envolva no esquema.
Os Gideões queriam oferecer as Bíblias como um “valioso guia para se viver”, dizendo que as Bíblias podem “ser oferecidas a todos os membros da polícia, tanto aos funcionários uniformizados quanto aos funcionários civis”, diz o Instituto Cristão.
O comunicado da APG dizia que seus membros haviam “nos contatado expressando preocupação de que sua instituição policial estava oficialmente apoiando um livro religioso que contém texto que condena a homossexualidade”.
“A APG não sente que um serviço público, tal como a polícia, deveria ser visto como apoiando, por seu envolvimento ativo, qualquer religião particular acima de qualquer outra religião ou não-religião”.
Se as Bíblias devem ser oferecidas, “certamente isso pode ser feito sem nenhum envolvimento da instituição policial”.
Traduzido por Julio Severo do artigo de LifeSiteNews: Scots police ordered by homosexual police group to refuse Gideon bible gift

2 comentários :

HENRIQUESPACESUB1 disse...

OI JÚLIO ! PARABÉNS PELO BLOG , E QUE DEUS ABENÇOE A VOCÊ , E A TODA A SUA FAMÍLIA! ESTA É UMA NOTÍCIA LAMENTÁVEL.... QUANTAS VIDAS NÃO SERIAM SALVAS ATRAVÉS DESTAS BÍBLIAS?

Anônimo disse...

Eis a "tolerância"; os ativistas no Brasil querem seguir o exemplo escocês e mais além, pois também chama a Bíblia de homofóbica e pretendem a todo custo proibí-la no país, bem como os evangélicos.

Dou razão ao pastor Silas ao afirmar que são o grupo mais intolerante da pós-modernidade.