22 de maio de 2012

Fantástico: Xuxa diz que sofreu abuso sexual


Fantástico: Xuxa diz que sofreu abuso sexual

Revelação irá abafar escândalo de filme de pedofilia que vem assombrando sua vida e carreira durante décadas?

Julio Severo
No programa Fantástico de domingo passado, Xuxa alegou que sofreu abusos sexuais na infância. Supostamente, foram três homens.
Xuxa, no Fantástico, revelando-se vítima de pedofilia
Sua declaração forte trouxe uma alta em sua imagem num momento em que sua carreira já não tem o brilho que tinha antes. O brilho tem sido cada vez mais ofuscado por um sombrio esqueleto em seu armário: Em 1982 ela fez o papel principal do filme “Amor estranho amor”, que contém cenas de pedofilia explícita em que ela seduz um menino.
Xuxa vem travando uma batalha judicial sem tréguas para que o filme, que tem perturbado sua carreira e fama, não seja oficialmente comercializado em DVD. Seus produtores haviam chegado a exigir 100 mil reais por ano para manter o filme “extinto”. O desgaste com o obsceno filme pró-pedofilia tem sido um flagelo na fama e bolso da atriz.
Xuxa, em filme pró-pedofilia, fazendo sexo com um menino
A trajetória de Xuxa, com suas recentes revelações de pedofilia na infância, teve um início com contexto previsível. Sabe-se que ela, por costume da família ou vontade própria, gostava de andar nua dentro de casa quando era menina. Crianças de lares com tais “hábitos” não raramente enxergam com “naturalidade” o sexo.
Qualquer homem moralmente são teria dificuldade de visitar uma casa onde o pai permite que sua filha de oito, dez ou doze anos ande “ao natural”. Não chega a ser “fora do normal” um lar com nudez descarada produzir abusos sexuais. É um ambiente produtor de tentações.
Tais lares, além de tornarem suas crianças vulneráveis aos oportunistas sexuais, não veem nada de errado em revistas pornográficas.
Xuxa como capa da Playboy: ganhando muito dinheiro
Xuxa não só tinha essa visão, mas também chegou a posar nua para várias revistas pornográficas, inclusive a mais famosa, a Playboy. O que era “natural” para ela acabou também virando fonte de renda.
Mesmo com esse histórico moralmente turbulento, ela acabou entrando no mercado infantil, com um programa primeiramente na TV Manchete e depois na TV Globo, onde dançarinas mirins com trajes curtos e a garotada garantiram para ela e para a TV Globo IBOPE e audiência. Ela passou de coelhinha da Playboy à rainha dos baixinhos.
É uma carreira infantil de sucesso alicerçada em assombrações pornográficas e pedofílicas.
Ela não era, é claro, o exemplo ideal para as crianças. Mas o mundo imundo da TV tem valores inversos de uma família que protege os filhos com valores morais.
Durante o governo de Lula, Xuxa encabeçou a campanha nacional “Não Bata, Eduque!”, lançada por Lula em Brasília. A campanha, de modo ostensivo, buscava a criminalização de pais e mães que aplicam castigos físicos como disciplina para o mau comportamento dos filhos.
Xuxa mostrou sua rebelião a esse mundo com limites para as crianças. Talvez ela anseie um mundo onde as crianças possam tranquilamente andar livres dentro de casa — livres de roupas — e assim estar mais preparadas para ver com naturalidade o sexo e a revista Playboy.
Mas a experiência de uma infância sem limites e sem roupas não trouxe felicidade para a menina Xuxa. Trouxe, pelo que alega ela, estupros. E trouxe, pelo que mostra seu currículo, seu estrelato num filme de pedofilia explícita e participação em revistas pornográficas.
Em todas essas décadas, Xuxa jamais reclamou de ter sofrido peso na consciência pela óbvia incoerência entre sua vida no mercado pornográfico e no mercado infantil. O que importava, talvez, fosse obter dinheiro, fosse de qual fosse a procedência.
Na entrevista ao Fantástico, Xuxa se queixa de um pai ausente, mas quando ela teve oportunidade de fazer diferença na sua vida, ela escolheu ter uma filha sem um pai. Ela determinou que a figura do pai ficasse ausente da vida de sua filha.
Depois de sua recente confissão de abuso sexual na infância, Xuxa deveria abandonar seu ativismo contra os direitos dos pais disciplinarem seus filhos e imporem limites — inclusive o uso de roupas — neles. Abuso e violência não é impor limites nos filhos, conforme hoje esbraveja Xuxa com sua campanha anti-pais, mas a falta de limites.
Seu ativismo agora deveria se limitar aos malefícios da nudez dentro de casa, de como essa prática torna as crianças presas fáceis de pedófilos, do sexo casual e da pornografia.
O ativismo dela deveria também incluir uma campanha de alerta para que os pais bloqueiem toda pornografia em seus lares.
E ela poderia também aproveitar e aparecer novamente no Fantástico para pedir perdão às famílias e crianças do Brasil pelo filme “Amor estranho amor”, onde ela mesma, já adulta consciente e com fome de grana, fez descarada propaganda pró-pedofilia.

20 comentários :

MikePernambuco disse...

Mentira. So' mentira. Tudo que vem de xuxa e' mentira. Trabalhei na extinta Rede Tupy e a conheci'amos bem. Esse papo de que foi estuprada tambem e' pura mentira. Todos sabi'amos que ela nunca teve limites no sexo e nem na busca pelo dinheiro e sucesso. Nao vou aqui comentar (ate' por questao de e'tica, ja' que ela nao esta presente ) coisas que ouvi'amos por quem frequentou muitas e muitas veses a casa dela. Betopernambuco

Robson Lelles disse...

Isso foi exibido na TV para as nossas crianças: http://www.youtube.com/watch?v=BMwZcMwmaic

tomara que ela tenha se arrependido - verdadeiramente.

Frau disse...

Nao julgo para nao ser julgada. Cada um sabe onde é a sua mais profunda dor. Xuxa foi muito forte ao contar o que aconteceu com ela, muitas pessoas passam a vida inteira sem coragem para isso. Se os pais erraram, se ela foi induzida a fazer filmes que nao eram corretos, se fez Playboy e tantas coisas nao certas, hoje ela tem a consciencia de saber que eram errada. Todos erramos, mais Deus nos dá a Alegria de nos arrependermos de nossos erros. Quanto tempo mais ela será cobrada pelo filme que fez ainda quase uma menina? Perdoar também é uma dádiva de Deus. Abracos!

LÍRIO DOS VALES! disse...

poxa mike fiquei curiosa agora,não querendo ser futriqueira mas sempre tive vontade de saber dos podres dos famosos por aí, não querendo julgar mas como foi dito não casa bem ter sido abusada e ter feito filme erótico.

Anônimo disse...

É... Ela aprendeu direitinho como praticar a pedofilia, pois acabou fazendo o mesmo com um menor.
Nem adianta ela vir com essa lorota, porque o povo sabe muito bem que o Pelé não a forçou a nada; ela sempre teve essa ganância de fama e fortuna... Começou bem, por cima da casca, escorando-se na fama do gigante do futebol.
Agora me veio uma comparação na memória: Qual a diferença dessa história - ou estória - da xuxa, com a comissão da verdade da Dilma?
Resposta: Nenhuma... O que existe aí, é uma grande semelhança.
Ambas com passado PODRE, e hoje se fazendo de vitimas!!!
Fabiano Santos.

Anônimo disse...

Frau.
Como tu mesmo disse... Ela até poderá ser perdoada, apagando o passado "sujo" dela. Mas ela deve fazer isto, humilhando-se perante Jesus, arrependendo-se do fundo do coração.
Mas não, isto ela não quer... Ela prefere "limpar sua imagem" frente ao ser humano, para que possa seguir ganhando fortuna.
Da boca pra fora, até o piór dos assassinos se arrepende... Quero ver é arrepender-se de joelhos em frente a Bíblia!!!
Aqui ninguém está julgando essa senhora, apenas debatendo sobre um golpe que ela e a poderosa PLIM PLIM querem, mais uma vez, aplicar nos brasileiros.
Fabiano Santos.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Quem é Xuxa para falar de moral? Que exemplo ela foi (ou ainda é) para as nossas crianças? Quem ela pensa que é pra dizer como nossos filhos e netos devem ser educados?

Sinceramente, eu não acredito em uma única palavra dita por ela. Pra fazer sucesso e ter riqueza, ela se prestou a tudo que foi coisa (certa ou errada). Até já ouvi dizer (não sei se é verdade) que ela fez um pacto com o diabo pra ser o que é hoje.

Ela disse que foi vítima de abuso sexual na infância. E o que ela fez com o menino de 12 anos em "Amor estranho amor" não é abuso sexual?

No que depender de mim, meus filhos e netos jamais assistirão ao programa da Xuxa. Não quero que minha família seja contaminada pelo lixo satânico da Globo.

Edigar Caires disse...

Xuxa nunca foi ' santa ', se está arrependida ou não é outra história. Mas penso que pior que Xuxa são os pais irresponsáveis que deixam pessoas do tipo dela adentrar seus lares para ' educar ' as crianças.

A maioria da sociedade é hipócrita, critica a televisão mas não a tira de dentro de casa e sequer regula seu uso, assim é com a TV, com a politica também, falam mal dos corruptos mas votam nele as vezes por favores... Não defendo a Xuxa e nem a julgo, mas se cada cidadão cuidasse mais de seu lar pessoas iguais a ela não teria tanta evidencia.

Há um ano redigi um artigo que fala sobre as consequência do uso da TV sobre a vida da família, cito de forma irônica a Xuxa, peço licença ao Júlio que se achar útil poderá postar um trecho bem como o link:

.... A estratégia vai ser esta: Vamos atacar por faixa etária e tipo de família, um veneno diferente para cada tipo de pessoa.

Aos bebezinhos e crianças vamos indicar os desenhos animados, já que é nesta idade que os humanos desenvolvem o conceito do que é certo e errado, em meios as desenhos vamos colocar sutilmente as pornografias, os palavrões, os gestos obsceno, as mortes dos vilões, já ate imaginei um personagem que vai cair como luva, olha o nome: pica pau, este vai detonar com as cabeças dos filhos dos bobos que forem entreguem para a gente tomar conta. Vamos desenvolver neles logo cedo o desejo de vingança, a sensualidade, o descaso pela vida.

Estou pensando em treinar uma atriz pornô, ate filmes com cenas de pedofilia ela vai fazer, depois damos a ela o titulo de ' rainha dos baixinhos ', ela vai tomar conta das crianças a manhã toda. Obá vamos colocar demônios com nomes bonitos tais como fada, guinômo, cinderela. Vamos atacar o bem pela raiz, destruímos o temor a Deus nos corações dele quando eles ainda forem crianças.

Certo, mas se nem todos os pais forem otários ao ponto de deixar uma TV tomar conta dos filhos? Não vai atingir a raça toda.

E você acha que não pensei nisto, depois da fase de criança vem a adolescência, pego de cheio nesta fase os que não forem domesticados na infância, já que eles mesmos falam que nesta idade os jovens são rebeldes. Não vai ter erro, vamos colocar pessoas bonitas e sensuais fazendo coisas ruins, assim a maioria deles imitam, já pensou quase uma geração de jovens usando drogas, bebendo, prostituindo, abortando, mentido para os pais, a gente cria o modelo e eles copiam. Lá no Brasil vamos criar uma filial do inferno e vamos denominar ela de Rede Globo, depois vem as outras, record, sbt, redetv, vamos colocar uma porcaria de nome malhação que será interminável, Vai atingir um público excelente por conta do horário.

Continua.........

Link: http://www.edigarcaires.com.br/o_cristao_e_a_tv.php

Fiquem na paz.

Nielson disse...

Estou com 38 anos de idade, e portanto fiz parte da geração de "baixinhos da Xuxa", mas nunca fui seduzido por ela. Lembro-me que ficava irritado com aquele monte de gente bricando para ganhar a "marca da xuxa" quando o programa acabava. Infelizmente, devido ao seu passado eu não acredito em uma única palavra que ela diz, e não me venham falar que estou sendo injusto, a Bíblia é muito clara: Você colhe o que planta. Quero que alguém que já viu o referido filme desta "rainha" negue que ela cometeu abuso sexual contra um menino, uma criança, e sobre isto, como muito bem lembrado em comentário anterior, ela não se arrepende? A Frau tenta defendê-la, e é claro que todos nós precisamos do perdão de Deus, mas para isto temos que nos arrepender, quando foi que ela se arrependeu? O arrependimento que ela manifesta é pelo simples fato de que aquele filme pode prejudicar sua imagem e consequentemente seu faturamento, jamais pelo ato horroroso que praticou. Esta senhora, juntamente com outros encaPeTados fez de tudo para aprovar a lei que tira dos pais o direito de disciplinar seus filhos. Será que ela pensa que com esta lei estará protegendo as crianças de serem abusadas? Só para quem for completamente louco, colocar no mesmo balaio os pais que corrigem seu filhos por amor, incluindo a vara, com pessoas doentes e/ou possessas que abusam de seus próprios filhos. Sem dúvida ela precisa muito se reconciliar com Deus, para ser perdoada e ter alegria na vida, o que logicamente sua fortuna não foi capaz de comprar. E primeiramente ela tem que chamá-lo pelo nome, com respeito e reverência, parando com aquela blasfêmia de "o cara lá de cima". Se é que ela se refere mesmo é a Deus...

Rubens Júnor disse...

Ótimo texto Severo.
O Robson Lelles nos ofereceu um vídeo que é um absurdo, quanto mais naquela época!

Anônimo disse...

Tudo o que eu sei é que minha filha (que hoje tem três anos) vai crescer sem sequer saber que é Xuxa... Tenho nojo dessa mulher

Roger disse...

Nada me tira da cabeça que esse depoimento foi cuidadosamente arquitetado para pressionar os legisladores, a imprensa e a família brasileira a votarem e aceitarem a lei anti palmada. Você tem toda razão irmão Júlio, note que ela nunca fez qualquer objeção quanto à indumentária própria ou de suas xuxetas e xuxetos ou sabe se lá como eram chamados. Também não fez qualquer menção ao filme. Ora, quando a dor é profunda e há o arrependimento (não na eventual acusação de estupro, pois como se sabe, ela era apenas uma vítima das circustâncias), mais no excessivo apego da sexualidade que ela e seu programa continha, evidente que ela teria que abrir o coração e dizer que errou, tanto pela erotização que sempre permeiou seu programa quanto pelo indecente filme em que, ela própria, como se enredo fosse de sua própria experiência, erotizava um menor de idade.

Assim, sem querer pretender impor minhas opiniões, fato é que sua suposta confissão, nada mais foi do que uma obra de engenharia social, de modo a quebrar a oposição de uma absurda lei pela compaixão de um ato isolado.

Aliás, é bom que se diga que sua tentativa de impedir a divulgação do filme não foi pelo arrependimento, mais pelo efeito devastador que esse filme causaria em sua imagem.

Roger

Manda Bala disse...

Isso está muito bem orquestrado.

Ela vai na Globo dar esse depoimento, bem no meio dos trabalhos de uma Comissão de abuso de menores ?

Ela fez campanha pela lei da palmada e agora isso ?

É um plano para tirar a autoridade dos pais,, é óbvio. Daqui a pouco vai ter agentes sociais petistas indo na sua casa ver se seus filhos estão sendo bem cuidados.

Xuxa é bem mais perigosa que parece.

Renato disse...

Excelente texto, Julio!

Forte, sem ser injusto; prudente, sem acobertar o erro.

Meu sinceros parabéns!

Paulo de Tarso disse...

Manda Bala, acertou na mosca. Quando soube dessa conversa para boi dormir, disse o mesmo para minha esposa, em outras palavras.

Paulo Teixeira disse...

Xuxa e seus marqueteiros são bem 'vivos'. Mais do que imaginamos ...

PEDIU PERDÃO ? Hã ...

Ela precisa vir a público pedir PERDÃO pelo passado. Fiquemos atentos pois deve vir algo por aí. Ou alguém pensa que os globais dão ponto sem nó ...

Fabrício Skyline disse...

Particularmente considero que haja um ponto positivo na exposição de Xuxa, que é o aumento no n° de denuncias contra exploração física de qualquer natureza.

Ampliar a discussão? http://pareceinteressante.blogspot.com.br/

Silvia C. disse...

Golpe ou não a verdade é que depois da entrevista as denuncias de abusos à menores aumentou e muito.

Robson Lelles disse...

Gente, sempre que citarmos alguma estatística, seria bom citarmos também a fonte, senão fica algo "jogado no ar", sem embasamento.

Por exemplo:
De onde saiu essa informação de que as denúncias aumentaram em consequencia daquela matéria?
E de quanto foi esse aumento?

É simples: basta postar o link de onde veio a informação. Creio que aí a conversa toma rumos mais sólidos.

cinenegocioseimoveis disse...

Amigos, fiz uma extensa reportagem sobre o passado à negro da Xuxa:


- XUXA MENEGHEL - ONDE ESTÁ A VERDADE?
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/05/xuxa-meneghel-onde-esta-verdade-maria.html

Abraço a Todos
Osvaldo Aires