20 de maio de 2012

Disney cancela seriado anticristão depois de protestos


Disney cancela seriado anticristão depois de protestos

Embora alguns cristãos tenham, pelo que tem sido alegado, gostado muito de “GCB”, o seriado da Disney ofendeu muita gente. Agora, a Disney o tirou do ar.
GCB foi baseado na novela “Good Christian B*tches” (Adoráveis P*tas Cristãs) de Kim Gatlin.
Seriado “Good Christian B*tches” (Adoráveis P*tas Cristãs)
Ted Baehr, fundador e publicador de Movieguide, disse que o fato de que ABC/Disney cancelou seu “preconceituoso” seriado GCB, que zombava e ridicularizava os cristãos, foi uma “vitória da fé e valores”.
Movieguide fez parte de uma campanha nacional para convencer anunciantes a abandonar o seriado e apoiar programação que respeitasse mais a família. David Outten de Movieguide recentemente escreveu uma carta aberta ao presidente da Disney exortando-o a remover o seriado.
Baehr disse que o GCB violou a próprio compromisso expresso da Empresa Walt Disney (em seu documento empresarial “Alvos de Cidadania 2012”) de “defender e inspirar nossa audiência principal de crianças e famílias” e ajudá-las a fazer “uma mudança permanente e positiva no mundo”.
“Não se inspira nem se defende ninguém zombando e ridicularizando sua fé”, afirmou ele.
Baehr comentou que, de acordo com várias pesquisas nacionais de opinião pública, 92 por cento dos americanos dizem que acreditam em Deus, 76 por cento afirmam ser cristãos e pelo menos 73 por cento acreditam que Jesus Cristo é Deus e/ou Filho de Deus e que Jesus Cristo é “o Filho de Deus que morreu por nossos pecados”.
“Há mais de 2,3 bilhões de cristãos no mundo inteiro”, acrescentou ele. “Por que você quereria ofender essa vasta audiência de consumidores?”
Baehr disse que ele estava também preocupado que o seriado cancelado parecia se encaixar nos estereótipos antiquados sobre cristãos no tão chamado “Cinturão Bíblico” de estados como Texas, Alabama, Mississippi, Carolina do Sul e Georgia.
“Temos a obrigação de condenar esse tipo de intolerância e bullying”, concluiu ele.
Traduzido por Julio Severo do artigo de Charisma: Disney Cancels “GCB” Amid Christian Outcry

4 comentários :

AnaMaria disse...

Estamos sofrendo na mão de uma minoria. Bem, eles podem tentar acabar com os cristãos; pregar ódio ao cristianismo; sabotar sua credibilidade e principalmente ao teísmo; doutrinar as massas e as novas gerações; tentar fazer com que as pessoas sirvam ao Estado...

Mas querendo ou não, Deus quem sempre ganha no fim.

Anônimo disse...

Essa tem que ser resposta dos cristãos verdadeiros boicotar qualquer meio de entreternimento: TV, TEATRO, CINEMA que denigre a imagem das pessoas que professam a
FÉ CRISTÃ EVANGÉLICA OU FÉ CATÓLICA A FÉ DE CADA UM RESPEITO ACIMA DE TUDO ELES NÃO TEM O DIREITO DE INVENTAR UMA PERSONAGEM "CRISTÃ" DETURPANDO E COMPARAR A PESSOAS QUE USAM O CORPO ISSO ABSURDO OFENDENDO A FÉ DOS OUTROS E FAMÍLIAS COMO DIZ UM BOM VELHO DITADO:
"RESPEITO É BOM E GENTE GOSTA" AFF SEMPRE QUE PÚBLICO SEJA NO BRASIL OU NO EXTERIOR FAZER ISSO E AUDIÊNCIA DELES CAIR VÃO TEM QUE PENSAR "DUAS VEZES" VAI TER QUE TIRAR DO AR MESMO DENIGRIR A FÉ DOS OUTROS E NOME DE JESUS CRISTO E DO DEUS VIVO SE FALTA A ELES IMAGINAÇÃO DOS ROTERISTAS E AUTORES ISSO PROBLEMA DELES ISSO NÃO É ARTE E DESARTE.
AGORA VÊ APELAR BAIXAMENTE E ATACANDO OS OUTROS NÃO DÁ PARA SER TOLERADO DIGO REPITO: "RESPEITO, RESPEITO, RESPEITO É TUDO" PARABÉNS AO PÚBLICO AMERICANO. Ester!!!!!!

Pr.Afrânio Medeiros disse...

E o Pior é que existem pregadores como o R. R. Soares da Igreja Internacional da Graça de Deus que ainda vendem pacotes da programação de Wal Disney em sua TV por assinatura....FIM DOS TEMPOS.

José Maria disse...

Na Califórnia, pela época da Páscoa, um magote de gays filhos da puta sai se vestindo de "Jesus" apenas para zombar da fé alheia...