9 de abril de 2012

O desfile da injustiça

O desfile da injustiça

Os ataques contra Silas Malafaia e outros cristãos do Brasil

José Bernardo
“Ai da cidade rebelde, impura e opressora! Não ouve a ninguém, e não aceita correção. Não confia no SENHOR, não se aproxima do seu Deus. No meio dela os seus líderes são leões que rugem. Seus juízes são lobos vespertinos que nada deixam para a manhã seguinte.” Sf 3:1-3
No ano passado o desfile anual para promoção do homossexualismo, que acontece em São Paulo com indevido financiamento público, perpetrou indefensável abuso espiritual contra os cristãos em geral ao usar um texto bíblico fora de contexto como tema. Além disso, ao usar referências do catolicismo, tipificando ícones como modelos homossexuais, e ao ridicularizar posições católicas com o pretexto de promover uma questionável prevenção à AIDS, agrediu os católicos. Truculentos, indecentes e imorais, os atos de grande violência paga com dinheiro público não receberam atenção do Ministério Público, incapaz, devido à vergonhosa conivência do governo que os financiou.
Exatamente da mesma forma, sempre pago pelo governo e certamente estimulado pela impunidade, o evento similar em Rio Branco, no Acre, cometeu abuso espiritual ao utilizar música evangélica na promoção de relações carnais que a Bíblia claramente reprova, as quais o apóstolo Paulo classificou de “contrárias à natureza” (Rm 1:26).
Diante da incapacidade e inércia do Ministério Público e de outros setores do governo, vários líderes religiosos e muitos cristãos levantaram a voz em protesto contra tal abuso, exercendo legítimo e natural direito de resistência à agressão. Entre eles destacou-se o pastor Silas Malafaia que em programa de televisão que sucedeu ao infeliz episódio em São Paulo disse: “Os caras na Parada Gay ridicularizaram símbolos da Igreja Católica e ninguém fala nada. É para a Igreja Católica ‘entrar de pau’ em cima desses caras, sabe? ‘Baixar o porrete’ em cima pra esses caras aprenderem. É uma vergonha”.
Embora eu discorde do uso dessa linguagem por um pastor e ainda que não concorde com todas as posturas teológicas do pastor Silas Malafaia, sei reconhecer que a expressão ‘descer o pau’ e tantas similares são usadas cotidianamente no Brasil com o significado de agir com firmeza. De fato, agir com firmeza contra os referidos abusos é o direito que a autoridade pública não praticou. Mas, tiradas do contexto em um vídeo editado com clara má intenção e apresentadas ao mesmo Ministério Público, antes inerte diante dos abusos dos homossexuais contra os cristãos, as afirmações do pastor Silas Malafaia geraram desproporcional reação.

Um abismo, outros abismos

O desfile de injustiças, desmandos e vergonhas continua. Ao denunciar os excessos da ação contra o pastor Silas Malafaia no plenário do Senado na semana passada, o senador Lindbergh Farias (PT/RJ) foi fortemente reprovado por uma instituição homossexualista do partido no governo. A firme intenção de calar uma das poucas vozes que se levantaram para defender o direito evidencia um problema maior. Como se sabe, na última década, Estado e Governo se confundiram em um retrógado populismo, da mesma forma Governo e partido governista. Assim, institutos do partido começam a agir como governo e já como Estado. Isso desautoriza o Estado e o impede de agir com justiça.
Então, uma notícia também da semana passada faz supor íntima relação com o uso particular da máquina pública para conveniência de uma minoria que deseja impor suas práticas “contrárias à natureza” ao restante da sociedade. “Dois jovens ameaçaram quebrar uma igreja Evangélica e agredir os frequentadores nesta terça-feira (3), na rua Frei Cirino João Primon, no bairro Senhor Divino, em Coxim, MS. Segundo informações policiais, no local estava acontecendo um culto, quando os dois rapazes, um de 21 anos e outro de 16 passaram na rua e começaram a ameaçar um dos religiosos, um homem de 34 anos, dizendo que era para pararem com o culto se não eles iriam quebrar toda a igreja e agredir as pessoas que ali estavam.”
Ao perseguir os evangélicos por motivos religiosos o movimento homossexualista, inclusive usando o Ministério Público, está promovendo violência que já se evidencia por toda parte. É urgente que os evangélicos resistam ao pecado. A democracia está sendo abortada no Brasil. Enquanto ela não morre, antes mesmo de ver a luz, devemos exigir que o Estado de Direito seja restabelecido. O financiamento aos movimentos homossexualistas deve ser cortado imediatamente. A promoção do homossexualismo deve ser restringida, pois não cumpre interesse social. Os movimentos que cometeram abusos contra a fé nos desfiles de São Paulo e Rio Branco no ano passado devem ser responsabilizados criminalmente e punidos. O Ministério Público deve se livrar da influência política de tais movimentos particulares, se eximir da ação contra o pastor Silas Malafaia. Os promotores envolvidos na denúncia vazia devem se desculpar pelo uso da autoridade contra o direito de resistência. Finalmente, a bem da justiça, o Estado deve se declarar incompetente em questões de fé e recuar no intento de legislar sobre o que os cidadãos creem.
Divulgação: www.juliosevero.com

19 comentários :

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Quando os homossexuais e seus comparsas promovem a abominável, nojenta e pecaminosa "Parada Gay" em qualquer lugar do Brasil (seja em São Paulo ou em qualquer outra cidade), ninguém diz nem faz nada contra. Nessas horas, não aparece nenhuma autoridade moral com coragem o suficiente para protestar ou impedir a divulgação dessa bandalheira em público.

Mas quando uma igreja cristã faz qualquer pregação ou publica qualquer mensagem ou texto bíblico contra o homossexualismo (como no caso do outdoor em Ribeirão Preto), os homossexuais imediatamente alegam: "Homofobia!" E a justiça (ou injustiça?), prontamente, entra em ação para punir, com o rigor da lei, todos os que forem "preconceituosos"!

Torno a repetir o que eu já disse em comentários anteriores: não há, atualmente, nenhuma instituição considerada imparcial, idônea ou confiável para defender nossos direitos. Não temos a quem apelar quando formos prejudicados de alguma forma. A maior vergonha que tivemos foi ver o STF aprovar o casamento homossexual, uma atitude de total desrespeito à nossa Constituição (e que merece todo o nosso total repúdio). Isso sem contar que o STF "entendeu" que sexo com crianças menores de 14 anos já não é mais crime (como já foi publicado num artigo anterior)!

Mas o que poderíamos esperar de diferente do STF, se os seus ministros foram indicados por Lula e Dilma? E não só o STF, como também o STJ, Ministério Público Federal, Polícia Federal e outras instituições. Ao invés de defenderem, a família, a moral e os bons costumes, essas mesmas instituições preferem atender aos ditames e aos caprichos do movimento homossexual. E há uma razão muito simples pra isso: em todas elas, prevalece o corporativismo (defesa dos interesses de quem os empregou). É óbvio: por que os dirigentes dessas mesmas instituições votariam contra os seus "chefes" (Lula e Dilma)?

De uma coisa eu tenho plena e absoluta certeza: Jesus voltará um dia para julgar a todos (inclusive os homossexuais e seus cúmplices). O próprio Jesus garantiu:

"Não seles as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo. Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, que se suje ainda mais; e quem for justo, procure se manter justo; e quem é santo, continue a se santificar. Eis que Eu venho sem demora, e tenho Comigo o Meu galardão para dar a cada um segundo a sua obra. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, o Primeiro e o Derradeiro. Bem–aventurados aqueles que lavam as suas vestes no sangue do Cordeiro, para que possam ter direito à árvore da vida e entrem na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os idólatras, os homicidas, os que se prostituem, e todo aquele que ama e pratica a mentira. Eu, Jesus, enviei o Meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas; Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã" (Apocalipse 22:10–16)

Se os homossexuais e seus comparsas quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

ÉLQUISSON disse...

Eu concordo em gênero, número e grau com o presbítero Valdomiro, e ainda diria mais: do jeito que a imoralidade e o pecado já contaminaram o mundo inteiro (e do jeito que o homossexualismo está sendo escancaradamente divulgado), estamos inevitavelmente caminhando a passos largos para o mesmo destino final de Sodoma e Gomorra.

Pode ser que eu esteja enganado (me corrijam se eu estiver errado), mas, de acordo com as profecias da Palavra de Deus, o cálice da iniqüidade humana está ficando mais cheio a cada dia que passa. E vai chegar um momento em que esse mesmo cálice fatalmente vai transbordar. E quando isso acontecer, aí não vai ter mais jeito: a paciência de Deus vai chegar ao fim e Ele, inevitavelmente, vai entrar em ação para dar um basta na maldade humana!

Neste mesmo dia, Jesus voltará. E desta vez Ele virá não mais como o frágil cordeiro a ser oferecido em sacrifício pelos nossos pecados, mas agora como o Soberano Juiz para julgar a tudo e a todos!

E uma coisa é certa: os homossexuais e seus cúmplices que não se arrependerem agora de suas nojeiras vão conhecer (e também sentir) todo o rigor da lei de Deus contra o pecado quando estiverem diante de Jesus!

Será que eles querem ver para crer? Ou eles estão duvidando da justiça de Deus?

Se, mesmo depois deste aviso, eles não quiserem se arrepender, então que eles mesmos aumentem o cálice da sua própria iniqüidade! Que bebam da ira do Senhor (e estejam prontos para sofrerem as conseqüências)!

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

Alguém concorda comigo?

Fabiano disse...

Todo povo brasileiro tem os mesmos direitos perante a constituinte, não sei por que os gays querem privilégios.
Aliás, a constituinte defende a crença religiosa, mas não está sendo obedecida.
Por que o ministério público não entra com ação contra Toni Reis e Luiz Mott? Esses são revestidos com a impermiabilização petista?
Como o Julio disse, e eu concordo: Não me agrada certas doutrinas "malafaiense", mas é um dos unicos pastores televisivo que defende a família tradicional.
Assisti o programa de sábado do Malafaia. Tenho certeza que ele vai se safar dessa perseguição gayzista.
Na minha opinião, o Malafaia deveria pagar com a mesma moeda, denunciando ao MP o grupo anti-cristão glbt... Só para provar ao povo que esta moeda tem um lado só!

Jesser Medeiros disse...

Se eu estiver na igreja, e um moleque desses tentar invadir, tenha certeza que ele ressuscitará um cara que eu enterrei a muito tempo atrás e que com certeza quebrará o sujeito no porrete. Mas é porrete mesmo!

Anônimo disse...

Preciso comentar como anônimo, porquê os "justiceiros" gays e ateus estão sempre buscando desmoralizar os evangélicos, e como meu perfil também é profissional, eles fazem de tudo para prejudicar.
Não confiem na piedade, tolerância e mansidão dos ativistas gays, porque é tudo fachada e geralemente eles colocam a máscara de amor quando chegam as eleições.

A perseguição está cada vez mais feroz! existe uma apologia de ódio contra os evangélicos, feito de maneira sutil, e as pessoas têm literalmente odiado os evangélicos brasileiros, de modo que não me espantarei se aparecerem grupos de ativistas gays depredando igrejas como o fazem nos EUA, mas aqui é bem capaz de inverterem o jogo e colocarem os gays violentos como vítimas!

Anônimo disse...

O problema dos crentes é um só, protestar no lugar errado, tem que sair as ruas, reclamar o direito, deu está dando certo no oriente, só querem protestar na internet os crentes preguiçosos, demiti um bocado ontem no setor, e teve um que veio me chamar de irmão, eu disse que não tinha irmão pilantra e nem preguiçoso e dei a uns 7 o "DEMITIDO", mas pastor seja ele assembleano, presbiteriano, batista ou etc É TUDO FARINHA DO MESMO SACO, só se preocupa com oferta, com A lã das ovelhas, e enquanto o governo não tocar nos dízimos e ofertas 99% dos pastores vão ficar calados, que ver no outro dia os pastores agirem como os aiatolás do Irã, toque nos dízimos e nas ofertas, eles irão as ruas com gosto de gás, organizarão multidões para protestar, mas enquanto tiverem o caviar e o champanhe garantido porque brigar? por ética? por moral? pelo evangelho? não vão perder tempo com isso, toquem no bolso deles e no outro dia vai aparecer pastor dizendo ser a reencarnação do Luter King, Julio esse silencio da maioria das igrejas brasileiras mostra a corrupção da mesma, que se omite diante dos fatos de uma perseguição, não sou pastor mesmo, e nem presbítero, bispo ou coisa assim, é bom que perseguiam mesmo essa escoria e desçam o porrete neles como diz o Malafaia que apesar de seus defeitos ainda tem o meu respeito, Julio não cale, pois senão as pedras vão clamar!

Heideger Kovijoc

Erisvaldo disse...

Eu não gostaria de dizer exatamente o que eu penso em relação ao assunto deste artigo, mas, em virtude das circunstâncias (e considerando os acontecimentos atuais), eu não posso fugir ao que a minha consciência me manda dizer.

AVISO: Se, por algum acaso, eu usar um tom carregado na minha mensagem, não se espantem!

Diz um ditado popular que o brasileiro só fecha a porta da casa depois que o ladrão já entrou e roubou tudo!

Eu diria isso de uma forma bem mais direta: MUITOS QUE SE DIZEM CRISTÃOS ESTÃO ESPERANDO O PLC 122 OU OUTRA LEI A FAVOR DOS HOMOSSEXUAIS SER APROVADA PARA FINALMENTE RESOLVER AGIR!

O que eu tenho a dizer a todos daqui é precisamente o seguinte (prestem bastante atenção):

- ENQUANTO FICARMOS DE BRAÇOS CRUZADOS, OS HOMOSSEXUAIS (E SEUS COMPARSAS) CONTINUARÃO A NOS BOMBARDEAR SEM A MÍNIMA PIEDADE OU COMPAIXÃO!

- ENQUANTO ALGUNS QUE SE DIZEM CRISTÃOS CONTINUAREM SENDO OMISSOS, COVARDES, FROUXOS, OU INDIFERENTES EM RELAÇÃO À SUJEIRA DESTE GOVERNO PRÓ–HOMOSSEXUALISMO, OS HOMOSSEXUAIS NÃO VÃO DESCANSAR ATÉ QUE O SEU OBJETIVO SEJA ATINGIDO (A APROVAÇÃO DO PLC 122 OU DE QUALQUER OUTRA LEI A FAVOR DELES)!

- ENQUANTO O POVO EM GERAL (E TAMBÉM OS EVANGÉLICOS) CONTINUAREM VOTANDO EM POLÍTICOS DE PARTIDOS ESQUERDISTAS, COMUNISTAS, MARXISTAS E SOCIALISTAS (OU ENQUANTO O POVO AINDA CONTINUAR VENDENDO O VOTO EM TROCA DO BOLSA–FAMÍLIA OU DE QUALQUER ASSISTENCIALISMO BARATO), NUNCA TIRAREMOS OS CORRUPTOS DO PODER!

- ENQUANTO OS SERVOS DE DEUS NÃO SAÍREM DA SUA INÉRCIA E NÃO PROTESTAREM (E NEM TOMAREM UMA ATITUDE FIRME E FORTE CONTRA O PECADO), OS HOMOSSEXUAIS VÃO CONTINUAR NA SUA BANDALHEIRA ATÉ O DIA EM QUE NÃO PODERÃO MAIS SER CENSURADOS POR NINGUÉM!

- ENQUANTO JESUS NÃO VOLTAR, A LUTA ENTRE O BEM E O MAL NUNCA VAI TER FIM!

DIZ UM DITADO POPULAR: "QUEM CALA, CONSENTE". EU NÃO QUERO SER VISTO COMO MAIS UM CÚMPLICE DESTE GOVERNO PODRE, CORRUPTO, SATÂNICO E IMORAL!

SE FOR PRECISO, EU MESMO IREI INVADIR SOZINHO O CONGRESSO NACIONAL PARA IMPEDIR A APROVAÇÃO DE QUALQUER LEI QUE SEJA A FAVOR DOS HOMOSSEXUAIS (NEM QUE EU SEJA PRESO OU MORTO)!

SE EU TIVER QUE SER PRESO POR AMOR À PALAVRA DE DEUS, EU VOU PARA A CADEIA SEM NENHUM MEDO (PORQUE EU CONFIO NO DEUS EM QUEM EU CREIO)!

SE EU TIVER QUE MORRER POR LUTAR CONTRA O PECADO, EU MORRO COM A CERTEZA DO DEVER CUMPRIDO (E SEI PARA ONDE EU IREI APÓS A MORTE)!

A MELHOR DEFESA É O ATAQUE! TEMOS QUE DAR UM BASTA NESSA IMORALIDADE QUE QUEREM NOS IMPOR!

CRISTÃOS DE TODO O BRASIL (E DE TODAS AS DENOMINAÇÕES), ESTÁ NA HORA DE SERMOS UNIDOS PARA ORARMOS E AGIRMOS CONTRA TODA E QUALQUER LEI QUE SEJA A FAVOR DOS HOMOSSEXUAIS!

A HORA DE AGIR É AGORA. OU TOMAMOS UMA ATITUDE AGORA, OU MAIS TARDE PAGAREMOS MUITO CARO PELA NOSSA PRÓPRIA OMISSÃO!

QUE ESTAS PALAVRAS SIRVAM DE ALERTA PARA MUITOS QUE SE DIZEM CRISTÃOS (E QUE AINDA CONTINUAM ACOMODADOS)!

"PARA QUE O MAL VENÇA, BASTA QUE OS HOMENS DE BEM NÃO FAÇAM NADA"

Juan disse...

O Pastor Silas Malafaia está lutando por uma causa que ultrapassa discussões morais, ele está defendendo a liberdade de expressão. Se há críticos à maneira como o Pastor age ou fala é porque estamos (ainda) numa democracia, ainda bem que podemos criticá-lo. Torço muito por ele e espero que ele ganhe força após esta provação, apesar de não ser fácil ser acusado por um crime que ele claramente não cometeu. Minha vergonha maior é ver que a igreja católica se cala diante de tamanha injustiça, sinceramente a covardia nunca foi a melhor opção.
Força Pastor Silas, lembre-se das palavras de Jesus: "Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas."

Nielson disse...

A tal comissão do senado já apoiou a aprovação do aborto e agora quer legalizar a prostituição. São as mesmas diretrizes que estavam no diabólico plano nacional de direitos humanos, que foi duramente criticado pela sociedade e mais uma vez o chefe dos caPeTas disse que tinha assinado sem ler, assim como sus diaba assistente, à época ministra da casa civíl. Deram a entender que aquilo não representava suas idéias e que não seria implantado. A mesma coisa a dilminha falou sobre aborto e homossexualismo, mas por baixo dos panos colocam toda a força da máquina estatal para implantar seus objetivos. Pena que pessoas que até parecem esclarecidas confiaram nesta raça de víboras, esquecendo-se que o diabo só fala mentiras. Gostaria muito de pensar que entre estes estava o Pr. Malafaia, que deu todo o seu apoio ao chefe dos caPeTas, mas infelizmente não acredito na ingenuidade do dito Pr. No programa de sábado ele, numa ação estrátégica, elogiou dilminha, dizendo que ela não permitiu a distribuição do kit gay, mas é lógico que ele e todos os brasileiros que tem mais que cinco anos de idade sabem que a dita só tomou esta decisão porque foi acuada e que de fato sua trajetória de vida e militância eram totalmente favoráveis à causa homossexual. Ele está sendo perseguindo indevidamente e totalmente ao arredio da lei, mas com certeza ele ajudou a plantar o que está colhendo.

George disse...

Vendo esse "arrependimento tardio" do pastor Silas Malafaia ao ter feito campanha para o PT, Lula e Dilma, só lembrei da música "Vou festejar" (da Beth Carvalho):

Chora!
Não vou ligar (não vou ligar),
Chegou a hora:
Vais me pagar!
Pode chorar,
Pode chorar,

(Mas chora!)

(repete início)

É, o teu castigo
Brigou comigo,
Sem ter porquê
Vou festejar,
Vou festejar
O teu sofrer,
O teu penar,
Você pagou com traição
A quem sempre
Lhe deu a mão

Se fizermos uma "tradução" desta música, veremos quem está cantando:

Chora (não só Silas Malafaia, como outros que apoiaram o PT, Lula e Dilma),

Não vou ligar (é como se o PT, Lula e Dilma dissessem: "Não estou nem aí para vocês, evangélicos, que votaram em mim!")

Chegou a hora (é o PT dizendo: "Chegou a hora de eu mostrar a minha verdadeira face, a que eu escondi dos evangélicos durante a campanha eleitoral")

Vais me pagar (é a esquerda falando: "Você, evangélico, que foi um empecilho para que eu fosse eleito, agora vai sentir o meu poder contra você!")

Pode chorar (é o governo eleito se vangloriando: "Pode chorar por ter votado em mim, mas agora você vai ser obrigado a me engolir durante 4 anos ou mais")

É, o teu castigo brigou comigo sem ter porquê (são os pastores se lamentando: "É, o castigo que queríamos para eles do PT, para que eles não fossem eleitos, agora veio para nós!"),

Vou festejar o teu sofrer (é o governo corrupto comemorando: "Vou festejar o teu sofrer, evangélico ingênuo, por ter acreditado nas minhas mentiras!"),

O teu penar (é o povo penando com 8 anos de governo Lula e 4 de Dilma)

Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão (você, PT, traiu a confiança do povo evangélico que fez campanha pra você)

A "tradução" desta música não é exatamente o retrato do momento em que vivemos?

bjaraujo disse...

O ódio aos cristão e a Israel é apenas o curso natural deste mundo que já está no maligno.
Temos que orar e nos firmar exclusivamente em Deus e sua Palavra em nossa constante busca e pregação da Verdade para que não sejamos enganados e enganemos a outros.

"Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. " Mateus 24:23-24

André disse...

Caro Júlio Severo,

Antes de mais nada, quero aqui "rasgar seda" à você e à seu magnífico trabalho do qual sou seguidor e admirador incondicional.
Concordo com todo o trabalho feito por você. Só gostaria de deixar aqui uma indagação: "Embora eu discorde do uso dessa linguagem por um pastor...", este é um trecho de um de seus artigos do qual eu discordei. Sabe porquê? Te respondo usando uma citação bíblica como resposta: Lembra da passagem em que Jesus entra no templo, e o vê sendo difamado pelos comerciantes, e Ele os trata com uma corretíssima dureza, tanto com palavras, como atitudes quando, por exemplo, joga ao chão suas bancas? Se nosso Mestre nos mostrou que não devemos ser MANSOS todo o tempo, que não devemos ser apenas CORDEIRINHOS à disposição das agressões, e sim, que devemos nos posicionarmos duramente contra aquilo que nos afronta, deixo aqui minha pergunta final, O QUE NAS PALAVRAS DO PR. SILAS MALAFAIA NÃO TE AGRADOU? E VOCÊ TERIA UMA OPINIÃO DE COMO ELE DEVERIA SE PORTAR?

P.S.: Na minha opinião, ele se comportou muito bem; foi brando até de mais perante as inúmeras calúnias que os cristãos vem sofrendo!

Jesser Medeiros disse...

Erisvaldo e George.

Está corretíssima a posição de cada um de vocês.
No período eleitoral a grande maioria dos evangélicos "babaram" atrás dos políticos, preocupados com as vantagens que teriam caso seus escolhidos fossem eleitos.Entretanto, o tiro saiu pela culatra, e, agora, estão comendo os pães asmos que eles mesmos prepararam.
Não votei, não fiz campanha a favor, e no que me foi possivel, fiz de tudo para tirar votos da PeTralhada, para ferrar o "molusco acéfalo" e seus asseclas.
Como bem foi dito, estão colhendo o que plantaram. Pena que também sobra para os que não apoiaram essa corja que aí está.

paulo_sergio disse...

O fato é que os evangélicos assistem a todo tipo de agressões sem tomar as providências cabíveis.

O movimento gaysista está de prontidão pra prestar queixa em qualquer acontecimento que eles julgarem que está sendo violado os seus possíveis direitos.

Os cristãos apenas assistem e não tomam as mesmas medidas.

A igreja católica,no caso da passeata gay de São paulo,entrou com alguma representação ou queixa contra os abusos cometidos na passeata? Os católicos ofendidos fizeram o mesmo?

O próprio pastor Silas Malafaia disse ser vítima constantemente de gozações em sites homossexuais,mas também não toma nenhuma atitude judicial.


Enfim, passou da hora de fazer o mesmo e os cristãos são em maior número.Quando um cristão se sentir ofendido ,que entre com uma ação na justiça contra essa gente.Se der em nada ,pelo menos é uma boa forma de fazer pressão e de ser ouvido.

Que Deus nos proteja!

Anônimo disse...

Como tenho dito vai acontecer sempre mais e mais casos escabrosos neste nosso Brasil.

È muito escabroso o caso envolvendo o pastor Silas Malafaia,mas,não há como negar, ele contribuiu para sua desgraça.
Pois apoiou o PT,lula, partidos esquerdistas,forças anticristãs.

Já pensou se o Pastor Malafaia tivesse apoiado um verdadeiro partido conservador ?
Tivesse usado o seu prestijo a favor dos sofredores conservadores brasileiros ?

Mas ! Há anos atrás o pastor Silas Malafaia viu ser muito vantajoso apoiar o PT,Lula. Por estes estar na ''''crista da onda".

Esqueceu que na aliança dos filhos de Deus com os filhos do Diabo. Os filhos de Deus sempre saiem perdendo.

Não dá para imaginar as vezes como isto pode acontecer quando o acordo com os filhos das trevas parece tão vantajoso.
Mas ! O fato é que o prejuízo sempre vem.

Apesar de tudo apoio o Pastor Silas Malafaia na tremenda injustiça que sofre.

O pastor Silas Malafaia infelizmente se tornou "o boi de piranha " do Rebanho evangélico.

As piranhas do movimento gay e seus comparsas pegarão o pastor Malafaia (nosso boi de piranha) agora nos vemos do que são capazes essas "piranhas".

Mas ! O pastor Malafaia tem meu apoio,apesar de minha critica.

Todos nós devemos lutar para defende-lo.

NIl

ELISEU disse...

No episódio da tentação no deserto, o diabo, ousadamente, propôs a Jesus: "Tudo isto eu Te darei, se, prostrado, me adorares" (Mateus 4:9). Mas Jesus rebateu com firmeza todas as investidas do diabo ao dizer: "Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e somente a Ele servirás" (Mateus 4:10)

O Estado marxista-socialista (representado pelo governo corrupto do PT, e por outros partidos que possuem as mesmas políticas) age exatamente da mesma forma (igual ao diabo) quando propõe ao povo: "Tudo isto (saúde, moradia, educação, empregos, segurança, e outros benefícios) eu te darei se você me eleger, e deixar que somente eu (e não Deus) satisfaça todas as suas necessidades"

Considerando que o povo que não tem conscientização política vota mais com a barriga do que com a cabeça, a maioria não resiste a essa tentação (principalmente quando o Bolsa-Família ou qualquer outro tipo de assistencialismo é oferecido)!

A mesma coisa acontece quando esse mesmo Estado diz aos políticos da bancada evangélica: "Tudo isto (cargos com altos salários, e mil e uma mordomias) eu te darei se você permitir que eu aprove as minhas políticas (a favor do aborto, do homossexualismo, e de tudo que eu quero), e não faça (e nem diga) nada contra o meu governo"

Considerando que muitos dos políticos que se dizem cristãos estão se vendendo por qualquer coisa (assim como Judas, que, por míseras 30 moedas de prata, traiu Jesus), a maioria aceita sem questionar (ainda mais quando vê muito dinheiro à sua frente)!

Alguém concorda comigo?

Anônimo disse...

Cada vez mais me choco com a alienação dos ditos cristãos, o George diz que o Malafaia deve cantar: Pode chorar,
Pode chorar,

(Mas chora!)

(repete início)

É, o teu castigo...

Acho que esse George deve ser do PT, pois a queda do Malafaia arrastaria 85% do poder cristão de protesto nessa nação, então indireta e diretamente todos os cristãos brasileiros seriam atingidos, não vejo motivo de alegria para cristãos se regozijarem nisso, então George se isso acontecer: Chore, chore pois esse vai ser um grande castigo pra ti e pra seus irmãos cristãos! Parabéns Julio pela imparcialidade!

Ruthe Magalhães

George disse...

Ruthe,

Você está enganada a meu respeito. Eu sou anti-PT, anti-Lula, anti-Dilma, anti-marxismo, anti-socialismo e anti-esquerdismo. Inclusive eu fiz campanha contra o PT (e contra outros partidos que têm a mesma agenda do PT).

O que eu fiz foi apenas mostrar o tamanho do erro que Silas Malafaia cometeu ao fazer campanha para o PT. Ele próprio se diz homem de Deus, mas fez campanha para um partido a serviço do diabo. Como pode alguém que se diz cristão apoiar um partido satânico?

Eu pergunto a você: você já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?

A Bíblia diz qual deve ser a postura de um verdadeiro cristão:

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o Maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14-16)

Será que você está lembrada disso?

Silas Malafaia disse, certa vez, que vota em pessoas (e não em partidos). Quem me garante que a pessoa pertencente a um determinado partido vai pensar diferente do que esse mesmo partido estabelece em suas diretrizes, estatutos ou resoluções? Só aí já vemos a primeira incoerência.

Eu vou mais além: Silas Malafaia pode até ser um excelente defensor dos valores da família; mas, politicamente falando, é mais ignorante do que o pior analfabeto: se deixa enganar pelas aparências, ou melhor, é facilmente influenciado (como muitos outros). Infelizmente, muitos que se dizem servos de Deus estão agindo da mesma forma.

Silas Malafaia agora está sofrendo na pele as conseqüência de ter "dessatanizado" Lula e o PT. E não só ele, como outros (como Magno Malta) que também participaram desse mesmo processo.

Se Silas Malafaia seguisse à risca o que ele mesmo diz (que vota em pessoas e não em partidos), ele teria que ter uma postura bem firme para dizer: "Não vou apoiar pessoas que defendem o aborto. Não vou fazer campanha para pessoas que agem contra a Palavra de Deus. Não vou votar em pessoas que são a favor do homossexualismo. Não vou ser cúmplice do pecado. Não me importo de perder o meu programa de televisão. É melhor eu ficar em paz com a minha consciência do que pecar contra Deus". Eu lhe pergunto: quantos, que se dizem servos de Deus, teriam coragem para agir assim?

Agora eu lhe pergunto: como você agiria se estivesse no lugar do Silas Malafaia?

Se puder, responda a esta pergunta na primeira oportunidade!

Eduardo disse...

Eu concordo plenamente com o que o George disse, e ainda acrescentaria mais: assim como o povo vende o seu voto em troca de qualquer assistencialismo barato (como o Bolsa-Família, que o Eliseu colocou muito bem no comentário dele), muitos dos políticos do Congresso Nacional também se vendem por cargos, vantagens e outras mordomias oferecidas pelo governo.

O mais vergonhoso disso tudo é que até os políticos da bancada evangélica, que deveriam dar o bom exemplo (e que deveriam ser a luz no meio das trevas dessa nossa política), têm agido da mesma forma, ou seja, têm aceitado as mesmas vantagens e mordomias que o governo oferece. Eu pergunto: como confiar em pessoas que agem assim?

Mas, infelizmente, não foi só a bancada evangélica quem se vendeu. Os eleitores evangélicos em si, na hora em que caíram na lábia da "terrorista" (que se comprometeu, com a maior cara de pau, em não legalizar o aborto), já mostraram a sua fraqueza em se deixar levar pelas promessas mentirosas de candidatos corruptos. Realmente, fica muito difícil confiar nos que se dizem servos de Deus em termos de conscientização política.

Acreditar que algum político do PT (ou de outro partido que age igual) vai cumprir o que promete (ou está falando a verdade) é o mesmo que acreditar que o diabo se converteu a Jesus! Foi justamente por isso que o apóstolo Paulo disse:

"Seja Deus verdadeiro e todo homem (principalmente político) mentiroso" (Romanos 3:4, o parêntese é meu)

Será que eu estou certo neste meu ponto de vista?