17 de abril de 2012

Brasil é condenado por permitir abortos em bebês deficientes


Brasil é condenado por permitir abortos em bebês deficientes

Steven Ertelt
A nação sul-americana católica do Brasil está sendo muito criticada por alterar suas leis pró-vida para permitir abortos em casos muito raros em que o bebê em gestação tem anencefalia, a ausência de uma parte grande do cérebro e do crânio.
Reportagens indicam que 8 dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal votaram para permitir abortos em circunstâncias extremamente raras enquanto dois votaram para manter as leis de aborto do Brasil mais plenamente pró-vida e um ministro se absteve. Conforme mostrou a Fox News:
Um dos dois votos contrários foi lançado pelo presidente do STF Cezar Peluso, que predisse que a decisão levaria a um “massacre” de fetos anencefálicos.
Até agora, o Brasil tem permitido abortos apenas em casos de estupro ou ameaça da vida da mãe. Uma mulher que extermina sua gravidez sob quaisquer outras circunstâncias enfrenta até três anos de prisão, enquanto o médico que realiza o procedimento pode ser preso por quatro anos.
Roberto Gurgel, procuradoria-geral, apresentou ao STF um documento consultivo em apoio da descriminalização do aborto em casos de anencefalia. A decisão do STF veio em resposta a uma ação legal apresentada em 2004 pela Confederação Nacional dos Trabalhadores de Saúde, que disse que negar a opção de aborto para uma mulher grávida de um feto anencefálico viola o direito da mãe à dignidade.
Piero Tozzi, assessor jurídico sênior do Fundo de Defesa Aliança, deu uma resposta à decisão de permitir o que ele chama de a decisão do STF de “descriminalizar a matança de crianças antes do nascimento por razões eugênicas”.
“Toda vida inocente merece ser protegida. Em vez disso, o STF aprovou a matança dos brasileiros mais vulneráveis e gravemente deficientes. Além disso, o aborto eugênico provoca erosão no respeito não só da dignidade humana em geral, mas também da dignidade dos deficientes em particular. Proteger os inocentes é um dos deveres principais do Legislativo, e o STF errou ao exceder sua autoridade e demolir as proteções há muito estabelecidas pelos legisladores do Brasil — proteções que estão em conformidade com as opiniões pró-vida da maioria dos brasileiros”.
Traduzido por Julio Severo do artigo de LifeNews: Brazil Condemned for Allowing Abortions on Disabled Babies

8 comentários :

Anônimo disse...

É o Brasil, mas o governo brasileiro quer é isso mesmo, o aborto livre em todas as fases da gestação.

Fabiano disse...

Já conheço esta estória... : Ontem era errado, hoje é permitido, amanhã será "obrigação"!
Essas leis porcas estão se tornando- disfarçadamente - um verdadeiro ritual satãnico.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Quando foi que os ministros do STF já ouviram o povo? Ou melhor, quando foi que eles já consultaram o povo antes de tomar alguma decisão (ou decidiram a favor do povo)?

A resposta é uma só: NUNCA!

Lembro que, quando fizeram o plebiscito sobre o desarmamento, a maioria da população (mais de 90%) se manifestou contra. Agora, querem novamente relançar este mesmo plebiscito sob o pretexto de combater a violência. Na verdade, isso é para atender aos interesses da ONU e de outras organizações marxistas-socialistas.

Não tenho nenhum medo de dizer: todas as nossas instituições (sem exceção) estão corrompidas. Todas elas estão a serviço deste governo corrupto. E nem poderia ser diferente: tendo seus dirigentes indicados pelo governo, não se pode esperar nada de bom vindo delas!

O jurista Ives Gandra Martins disse, numa entrevista, que só quem pode anular uma decisão do STF é o Congresso Nacional. Se ele falou isso no sentido de anular a decisão sobre a legalização do aborto de bebês anencefálicos, por que ninguém se propôs a anular a legalização do casamento homossexual (o qual foi escandalosamente aprovado pelo STF)?

Se o próprio STF passou por cima da Constituição ao aprovar tal casamento, quem me garante que o Congresso Nacional vai querer anular? Considerando que a maioria dos políticos é quase tudo a favor deste governo corrompido, eu não apostaria em nenhuma atitude pró-família vinda dessa gente!

Acreditar que o STF e o Congresso Nacional (ambos totalmente podres) irão legislar em favor do povo, das famílias e dos princípios cristãos é o mesmo que acreditar que o diabo se converteu a Jesus!

Alguém concorda comigo?

Nil disse...

Polícia encontra 25 fetos em lixo de hospital

http://www.portalrg.com/noticia/policia-encontra-25-fetos-em-lixo-de-hospital-81238.html

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Gisella Braga - 15 de abr
aborto de anencéfalos já!
aborto de anencéfalos sim! eles não são seres humanos
pois é! eu fiquei revoltada com esse comentário que saiu da boca de um pastor ! ele postou o link da filha de Marcelo Croxato e nos questionou : isso é um ser humano? se eu pego esse cidadão
http://www.lideranca.org/cgi-bin/index.cgi?action=forum&board=homens&op=display&num=9325

estou compartilhando pq eu prometi para ele que iria denuncia-lo onde fosse possível! abraços e bom fim de semana

_______________________________________________________________________
Ajude a pegar um suposto pastor que ofendeu terrivelmente uma menina deficiente, dizendo ser ela menos do que um animal.

Neste link do Orkut http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=341467&tid=5731552840773636732

Você vai encontrar Gisella Braga que procura encontrar quem é este monstro e faze-lo pagar por suas palavras desumanas contra a menina deficiente, filha de Marcelo Croxato.

Fabiano disse...

Nil...
"Eles" não são seres humanos, quando saem da barriga de uma VACA, que aprendeu a escrever!!!
Pessoa que pensa dessa forma, na minha opinião, deveria ter o útero retirado, antes mesmo do casamento, pois são futuros ASSASSINOS!!!

Fabiano disse...

Existe coisa mais linda e emocionante que um pai e uma mãe, pela primeira vez tocar e beijar aquele rostinho recêm chegado ao mundo, sabendo que aquela miniatura de gente pode, mais tarde, na tua velhice, te cuidar e alisar teu cabelo branco com o carinho que tu, nessas horas, vai precisar?!

Galinha dos Ovos de Ouro disse...

Concordo com o presbitero Valdomiro. Esse STF nunca deu ouvidos ao povo. Basta dar uma olhadela em nossa história.

ÉLQUISSON disse...

O presbítero Valdomiro está certíssimo. Realmente, nunca o STF (ou qualquer outra instituição) ouviu os desejos do povo. E não vai ser agora que isso vai acontecer.

Pode ser que eu esteja enganado (me corrijam se eu estiver errado), mas, de acordo com as profecias da Palavra de Deus (e considerando esses desrespeitos que estão acontecendo), o cálice da iniqüidade humana está ficando mais cheio a cada dia que passa. E vai chegar um momento em que esse mesmo cálice fatalmente vai transbordar. E quando isso acontecer, aí não vai ter mais jeito: a paciência de Deus vai chegar ao fim e Ele, inevitavelmente, vai entrar em ação para dar um basta na maldade humana!

Neste mesmo dia, Jesus voltará. E desta vez Ele virá não mais como o frágil cordeiro a ser oferecido em sacrifício pelos nossos pecados, mas agora como o Soberano Juiz para julgar a tudo e a todos!

E uma coisa é certa: esses abortistas e seus cúmplices que não se arrependerem agora de suas monstruosidades vão conhecer (e também sentir) todo o rigor da lei de Deus contra o pecado quando estiverem diante de Jesus!

Será que eles querem ver para crer? Ou eles estão duvidando da justiça de Deus?

Se, mesmo depois deste aviso, eles não quiserem se arrepender, então que eles mesmos encham o cálice da sua própria iniqüidade! Que bebam da ira do Senhor (e estejam prontos para sofrerem as conseqüências)!

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)