7 de março de 2012

A verdade virou o novo discurso de ódio no Brasil

A verdade virou o novo discurso de ódio no Brasil

D.L. Foster
A doença e a loucura social que tomaram conta do Brasil logo chegarão aos EUA, com a cortesia do movimento homossexual internacional.
O governo brasileiro realmente trata a oposição pública ao homossexualismo como se fosse crime.
O Dep. Jean Wyllys, o primeiro membro abertamente homossexual do Parlamento do Brasil, apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para legalizar o casamento de duplas de mesmo sexo. Essa legislação realmente criminalizaria a “homofobia” — ou, é claro, tudo o que o governo define como homofobia. Eles criam as palavras e as definem legalmente para beneficiar uma minoria de pessoas que então transformam essas palavras em instrumentos de terror e intimidação contra a maioria. Essa é a estratégia legal deles para silenciar e perseguir a oposição. A liberdade religiosa só é liberdade se as igrejas permanecerem em silêncio ou se se comprometerem formalmente a colaborar com as insanidades homossexuais. A lei não significa nada para esses pedófilos que estupram a verdade.
Marque minhas palavras: aqui nos Estados Unidos, todas as tão chamadas “cláusulas de isenção religiosa” ligadas às leis de “casamento” gay evaporarão logo que os homossexuais e seus aliados tiverem conseguido o controle total do direcionamento moral da nação. O assassinato a sangue frio de nossa moralidade virá logo em seguida. Aliás, já começou.
Não se deixe enganar por um segundo. A inspiração e a força por trás do movimento homossexual são satânicas e sua meta é erradicar tudo o que tenha a ver com Deus. Exatamente como os terroristas árabes querem aniquilar Israel, satanás usa a agenda homossexual para impor pressões para realizar seu plano.
Graças a Deus, de acordo com as Escrituras, ele não terá sucesso. Mas não vamos nos deixar enganar com toda essa profanação social em nome de atitudes bacanas, tolerantes e acolhedoras.
Um procurador federal do Brasil está exigindo que um televangelista se retrate de certas declarações que fez em 2011 que o procurador diz incitaram “ódio” aos homossexuais — uma ameaça pouco disfarçada de futuras ações legais.
“Os caras na Parada Gay ridicularizaram símbolos da Igreja Católica e ninguém fala nada”, o televangelista Silas Malafaia disse em reportagem. “É para a Igreja Católica ‘entrar de pau’ em cima desses caras, sabe? 'Baixar o porrete' em cima pra esses caras aprender”.
Em seus comentários, Malafaia estava se referindo à profanação de imagens sagradas que ocorre regularmente nas paradas homossexuais no Brasil.
O procurador federal Jefferson Aparecido Dias diz que os comentários contêm “claro conteúdo homofóbico, por incitar a violência em relação aos homossexuais” e “constituem discurso de ódio, incompatível com as funções constitucionais da comunicação social”. Ele está exigindo que Malafaia faça uma retratação pública, dando para seu pedido de perdão o dobro de tempo que ele teve para fazer as declarações originais.
Malafaia, pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, cuja programação é vista por milhões de pessoas no Brasil, nos Estados Unidos e muitos outros países, diz que as acusações contra ele são “absurdas”.
“Em hipótese alguma vou pedir retratação, pois isso é um absurdo. Os gays manipularam a minha fala para me incriminar, e sou eu que tenho de pedir retratação? Isto deve ser uma brincadeira”.
A ameaça contra Malafaia reflete um conflito crescente entre o governo socialista da presidenta Dilma Rousseff e programas de TV religiosos, em grande parte responsáveis pela quase derrota dela nas eleições presidenciais de 2010.
O Brasil também perseguiu o cristão Julio Severo porque seu blog frequentemente denunciava a conduta homossexual e colocava em dúvida o apoio fanático e irracional de autoridades governamentais à agenda gay. Temendo pela sua segurança e a segurança de sua família, Severo deixou o Brasil, para um local escondido. No ano passado, terroristas gays dos Estados Unidos e do Brasil fizeram pressões para que o PayPal cortasse o fluxo de doações que ele estava recebendo de apoiadores para ajudá-lo a cuidar de sua família.
É claro que Hillary Clinton, a principal bruxa estatal do governo de Obama, não disse nada sobre essa perseguição. E a Dra. Suzan Johnson Cook, nomeada pelo presidente Obama para ser a tão chamada Embaixadora Internacional da Liberdade Religiosa, também não disse nada. Desde sua posse, a Dra. Suzan tem sido pouco mais que uma lambe-pés de Obama.
Traduzido por Julio Severo do artigo: Truth is the new hate speech in Brazil

8 comentários :

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Nos dias de hoje, já é considerado crime:

– Ser contra o aborto;
– Pregar contra o homossexualismo;
– Combater o pecado;
– Obedecer somente à Palavra de Deus;
- Ser cristão.

À primeira vista, pode parecer exagero isso que eu falei. Mas, infelizmente, é o que já está acontecendo. O certo é errado, o errado é certo, ou seja, houve uma inversão total de valores. Nos dias atuais, não há quem siga um padrão moralmente estabelecido de verdade absoluta para se definir o que é certo e o que é errado. Em outras palavras: há um relativismo moral generalizado.

Posso estar errado, mas a impressão que se tem diante desse mesmo relativismo moral é que os padrões de conduta são convenções humanas variáveis no tempo e no espaço (e não a expressão de uma ordem moral divina e eterna).

Vejamos qual o diagnóstico que o apóstolo Paulo dá desse momento crítico que vivemos atualmente, para mostrar o que acontece quando uma nação despreza a obediência à Palavra de Deus (e passar a criar suas próprias definições de certo e errado):

Romanos 1:25–32

25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, o qual que é bendito eternamente. Amém.
26 Pelo que Deus os entregou às paixões infames. Pois até as mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
27 E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a punição que convém ao seu erro.
28 E como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
29 Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
30 Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
31 Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
32 Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

Não é exatamente isto o que está acontecendo nos dias de hoje?

Se alguém quiser se manifestar, esteja à vontade.

Idevam disse...

São Anti-Cristos e Caminhão para o Abismo

Netto disse...

As táticas dessa gente são:
1)tornar a aversão em crime, ou seja, se não gosta/concorda, é homofóbico...
2)se não gosta é porque é enrustido;
Essa semana tive um breve diálogo fervoroso com um desses espécimes e quando seus argumentos falharam ele me atacou dizendo que eu era enrustido e eu disse que caso fosse, optaria pelo celibato por ser pecado ou me suicidaria, se não conseguisse se livrar dessas desgraça.
Eles são sujos e vão se aliar ao anticristo contra a igreja... eu já disse isso há quase 10 anos atrás e levei muito desaforo, mas agora todos concordam comigo.
O estado deixa de ser laico depois que dá poder aos ímpios, mas eles serão massacrados pois nós morreremos mas não nos renderemos.

Ronaldo Barboza de Vasconcelos disse...

Julio, você já soube o que o movimento gay aqui no Brasil tem feito contra a Capelania Hospitalar no Instituto de Infectologia Emílio Ribas? A Senhora Eleny Vassão tem recebido duros ataques. Gotaria, que se possível, você pudesse comentar o caso e postar um texto que ela escreveu sobre o que tem acontecido. Postei no meu blog este texto: http://palpiteabsoluto.blogspot.com/2012/03/ataque-ao-evangelho-nas-capelanias.html

Abraços,

Ronaldo

Raphael Peres disse...

Julio, acompanho seu blog já um bom tempo, e desta vez gostaria que você divulgasse um afronte de padres da Igreja Católica contra um sacerdote da mesma igreja. Mais info encontra-se abaixo:


http://sentircomaigreja.blogspot.com/2012/03/charge-perseguicao-contra-o-pe-paulo.html

http://www.sentinelacatolico.com.br/index.php/2012/03/com-cristo-a-igreja-o-papa-e-com-o-pe-paulo-ricardo-at-o-fim/

http://www.sentinelacatolico.com.br/index.php/2012/03/vejam-os-dois-mentores-do-ataque-covarde-ao-padre-paulo-ricardo-jnior/

http://www.peticoesonline.com/peticao/em-apoio-ao-pe-paulo-ricardo-de-azevedo-junior/395

No dia 27 de fevereiro de 2012, parte do clero e dos religiosos da Arquidiocese de Cuiabá (27 ao todo) emitiram uma "Carta Aberta" na qual se opõem – por motivos obscuros - ao reconhecido e sério trabalho evangelizador do Pe. Paulo Ricardo de Azevedo Júnior, e o caluniam de forma assustadora, chamando-o de "um homem amargurado, fatigado, raivoso, compulsivo, profundamente infeliz e transtornado" e que "não tem saúde mental" (sic), entre outras aberrações.

A carta, notadamente eivada de ódio e inspiração maléfica, tem por objetivo pressionar o Arcebispo de Cuiabá, Dom Mílton Antônio dos Santos,SDB, e a CNBB para que - mas letras da carta - "Padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior seja imediatamente afastado das atividades de magistério (...) que seja afastado de todos os meios de comunicação social em todo e qualquer suporte", num desejo de censura ABSURDO e INFUNDADO.

Nós, filhos espirituais do Pe. Paulo Ricardo, simpatizantes do seu trabalho e todo o povo católico não podemos concordar que isso aconteça.
Seria uma perda INCOMENSURÁVEL para a Igreja no Brasil, e uma INJUSTIÇA medonha contra o Pe. Paulo Ricardo.

Por isso, com essa Petição Online, desejamos manifestar a Dom Milton, e a toda a CNBB, nosso apoio total e irrestrito ao Pe. Paulo Ricardo e ao seu benéfico trabalho de salvação de almas!

Assine e divulgue ao maior número de pessoas!

Deus lhe recompensará por defender a Justiça!

Assina lá e espalha para os seus contatos!!!

Joao Labrego disse...

Quando eu era bem mais jovem e não passava de um pé-rapado eu me preocupava até mesmo sobre o que faria se um dia me faltasse comida.

Eu pensava um monte de besteiras e a que mais me fazia sentido era a de ser preso para comer de graça.

O difícil seria cometer um crime para isso pois minha consciência repudiava qualquer tipo de crime devido à minha formação familiar cristã.

Hoje, se eu estivesse realmente passando fome, a coisa mais fácil do mundo seria ser preso.

Bastaria falar mal de homossexuais ou outra etnia qualquer que imediatamente eu seria preso e resolveria o meu problema alimentar e tudo isso sem ferir minha consciência cristã.

É claro que haveriam outros problemas na cadeia mas ao menos de fome eu não morreria.

Anônimo disse...

“A verdade é chamada de - ódio - por aqueles que odeiam a verdade”

.

“A mentira precisa de proibições – a verdade mantém-se por si só!”

Anônimo disse...

Verdade agora no brasil é um PALAVRÃO e sinônimo de discurso de ódio, homofóbico etc a falar contra ao homossexualismo e suas evrtentes as suas argumentações cansa dá até sono a vitrola deles quebrada.
Verdade por si só fala VERDADE é clara e transparente ela não precisa tapar a boca de ninguém ela é o que é.
Diferente da MENTIRA ela precisa ser repetida várias vezes para querer tentar ser "verdade" mais não dá soa falso não tem consistência e dúbia.
Sinto muito mais os cristãos verdadeiros temos o dever de falar a VERDADE, porque se não o nosso pai não será o DEUS VIVO.
E sim o chifrudo e derrotado de SATANÁS, ele é o pai da mentira quem é filho dele só vive mentindo e enganado não consegue viver falando a VERDADE. Ester!!!!!