31 de março de 2012

A pedofilia promovida e atestada

A pedofilia promovida e atestada

Dr. Fábio Blanco
O impensável já começou a acontecer. O próprio tribunal superior do país já está julgando a favor da pedofilia. E isso só acontece porque, em alguns momentos antes, da mesma forma usurpadora, o mesmo tribunal legislou, como também fez o tribunal supremo, e, como suas decisões foram favoráveis ao gosto de esquerdistas, ninguém falou nada.
Em decisão recente, o STJ decidiu que pagar pelos serviços sexuais de uma menina de 12 anos não é crime, pois, segundo os julgadores, houve consentimento dela. No entanto, não é isso que afirma a lei e ela não está sendo respeitada.
O Código Penal, em seu artigo 217-A, é taxativo ao determinar que  ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos é crime. Não há, nessa tipificação, nenhuma margem para interpretação relativa. Se é crime presumido, não importam as circunstâncias, e qualquer jurista que atente para a lei, isento de olhos ideológicos, irá concordar com isso.
Quando a lei afirma que fazer sexo com uma criança é estupro presumido, ela está considerando que essa criança não tem a capacidade plena de discernir todo o significado e consequências de uma relação sexual, sendo que aquele que com ela mantém relações deve ser considerado, por isso, um corruptor. Mesmo sendo prostitutas, isso não as torna, segundo a lei, capacitadas. Pelo contrário, é mais lógico considerar isso prova de sua falta de discernimento.
Nenhum juiz, nem mesmo tribunal, poderia ultrapassar o que a legislação determina, pois, independente da antiguidade da lei, se ela não foi modificada, presume-se que é porque a sociedade assim o quis.
Por isso, quando se toma ciência de uma decisão como esta do STJ, é bom se perguntar: será que isso não faz parte de um projeto superior, vindo de instituições internacionais e supra-nacionais, como a ONU e, inclusive, a UNICEF?
Há tempos, por meio do texto A dominação pela educação sexual, denunciei uma cartilha promovida pela UNICEF que, claramente, antecipava a experiência sexual das crianças. Por ela, deveria ser introduzida uma “educação” sexual nas escolas que feria o bom senso. Ficava evidente o intuito sexualizador de crianças, o que é um promovedor óbvio da pedofilia.
Ora, sabendo que, por exemplo, a Rede Globo é uma promovedora da agenda global, que possui estreita ligação com a UNICEF, fica fácil entender muito de sua grade de programações. Ultimamente, o canal tem promovido, de forma nunca antes vista, o que chamam de amor entre gerações.
Há pouco tempo a Rede Globo transmitiu um pequeno seriado chamado Louco por elas, no qual o protagonista Eduardo Moscovis se engraçava com a amiga de sua filha, uma menina que não aparentava ter mais de 16 anos. Na famigerada e corruptora série Malhação, a atriz Leticia Spiller passou um bom tempo tendo um caso com um menino de não mais de 18 anos, sendo ela uma mulher de mais de 40. Agora, o personagem do ator veterano Kadu Moliterno andou tendo uns flertes com uma menina adolescente.
Ora, está ficando claro que há um movimento que começa a inserir no imaginário das pessoas a “naturalidade” da relação sexual entre pessoas de idades diferentes. O que é isso senão o primeiro passo para a aceitação da pedofilia?
O problema é que quando se denuncia esse tipo de coisas, as pessoas, submersas em seus cotidianos alienantes, vêem apenas uma provável paranóia do denunciante. Como não conseguem enxergar além de cinco metros no espaço e dez minutos no tempo, estão impossibilitados de prever qualquer mal nisso tudo.
Assim, uma decisão como essa do STJ assusta, mas não surpreende. Apenas evidencia que não apenas a mídia, mas os próprios governos, e mesmo as instituições públicas não governamentais, estão seguindo um planejamento imposto desde fora, por aqueles que têm o objetivo claro de moldar os povos segundo sua própria imagem e semelhança.
A agenda global começa assim a ser imposta e a sociedade vai mastigando-a, saboreando-a e deglutindo-a gostosamente. Até que o alimento fornecido pelos senhores deste mundo comece a causar a indigestão inesperada.
Divulgação: www.juliosevero.com
Anarquia sexual: o legado de Kinsey, da Dra. Judith Reisman
Anarquia sexual, de Matt Barber
A Luta dos Ativistas Gays em Favor da Liberação Sexual das Crianças

11 comentários :

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Devido a tanta sujeira na nossa política e nas nossas instituições, essa decisão do STJ nem me espantou.

Torno a repetir o que eu já disse em comentários anteriores: não há, atualmente, nenhuma instituição considerada imparcial, idônea ou confiável para defender nossos direitos. Não temos a quem apelar quando formos prejudicados de alguma forma. A maior vergonha que tivemos foi ver o STF aprovar o casamento homossexual, uma atitude de total desrespeito à nossa Constituição (e que merece todo o nosso total repúdio). E agora vem essa do STJ entender que sexo com crianças menores de 14 anos já não é mais crime!

Mas o que poderíamos esperar de diferente do STF e do STJ, se os seus ministros foram indicados por Lula e Dilma? E não só o STF e o STJ, como também o Ministério Público Federal, Polícia Federal e outras instituições. Em todas elas, prevalece o corporativismo (defesa dos interesses de quem os empregou). É óbvio: por que os dirigentes dessas mesmas instituições votariam contra os seus "chefes" (Lula e Dilma)? E não precisa nem dizer que a Globo (a TV oficial do governo e dos homossexuais) certamente comemorou esta decisão do STJ.

Honestamente falando, o futuro do nosso país é sombrio. Eu já me preocupo com o que poderá acontecer com os meus filhos e também com as gerações posteriores. Diante disso, eu pergunto:

- Que exemplo o nosso país será daqui pra frente?

- Que esperança esta geração e também as próximas terão se tal estado de coisas continuar como está (e se não houver nenhuma mudança para melhor)?

Deixo estas perguntas no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

P.S: Se alguém quiser se manifestar, esteja à vontade.

Fabiano disse...

Nunca achei que chegaria ao ponto de concordar com a "libertina" Maria do Rosário.
Mas ao ler certa atitude que essa Sra está tomando, perante aos trastes que nos ditam as leis... Sou obrigado a aplaudí-la.

HORÁCIO disse...

Já tinha postado este meu comentário em artigos anteriores, mas, devido ao teor deste artigo, faço questão de postar o mesmo comentário novamente.

Se algum homossexual ou algum pedófilo tiver a ousadia de tentar se aproximar de meus filhos, eu vou defender meus filhos à força (nem que isso me custe a prisão ou a morte).

Como pai de família cristão (e também defensor da moral, dos bons costumes, e, principalmente, da obediência à Palavra de Deus), eu NUNCA vou permitir que meus filhos sejam cobaias desses monstros devassos, esses abutres insaciáveis de luxúria demoníaca. Se eu tiver que morrer para defender a honra de meus filhos (ou para impedir que eles sejam assediados, aliciados ou atacados pelos homossexuais ou pelos pedófilos), eu morro com a certeza de quem cumpriu o seu dever de cristão aqui na Terra (e de quem não pecou contra Deus).

Eu não gostaria de parecer grosseiro ou mal educado, mas, em virtude das circunstâncias (e considerando o teor deste artigo), eu vou aproveitar a oportunidade de que disponho neste espaço para dar um recado bem direto a todos os homossexuais e a todos os pedófilos (e gostaria que todos eles prestassem muita atenção às minhas palavras, porque o que eu vou dizer agora é muito sério):

HOMOSSEXUAIS E PEDÓFILOS, JESUS ESTÁ VOLTANDO! UM DIA, TODOS VOCÊS ESTARÃO DIANTE DELE PARA SEREM JULGADOS! SE VOCÊS NÃO SE ARREPENDEREM DESSA VIDA PECAMINOSA QUE VOCÊS ESTÃO VIVENDO ENQUANTO AINDA HÁ TEMPO, O DESTINO FINAL DE TODOS VOCÊS APÓS A MORTE SERÁ O LAGO DE FOGO! LÁ SÓ VAI HAVER CHORO E RANGER DE DENTES! LÁ VOCÊS IRÃO CONHECER (E TAMBÉM SENTIR) TODO O PESO DA IRA DE DEUS CONTRA O PECADO DE VOCÊS! E DE LÁ VOCÊS NÃO VÃO SAIR NUNCA MAIS!

Só sei de uma coisa: estou com a minha consciência tranqüila. Já fiz a minha parte (que é alertar contra o pecado). O recado já está dado. Se, mesmo assim, esses homossexuais e pedófilos não quiserem se converter, é problema única e exclusivamente deles. No dia do juízo final, eles não vão poder dizer que não foram avisados (até porque esta mensagem que eu estou deixando aqui vai servir de testemunha contra todos eles)!

Será que esses homossexuais e pedófilos querem ver para crer? Ou eles acham que Deus mudou os Seus princípios?

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

P.S: Me desculpem se eu usei um tom carregado para dar a minha opinião, mas, com a revolta que eu estou sentindo diante do episódio relatado neste artigo, eu não consigo me manifestar de outra forma!

Fabiano disse...

Grande Horácio.
Faço minha, as tuas palavras.
Não troco uma só vírgula.
Tombamos, se preciso for, em nome de nossa gente...
Morrer defendendo a dignidade dos nossos, é Bíblico.

ÉLQUISSON disse...

Do jeito que a imoralidade e o pecado estão tão enraizados no nosso governo, estamos inevitavelmente caminhando a passos largos para o mesmo destino final de Sodoma e Gomorra.

Pode ser que eu esteja enganado (me corrijam se eu estiver errado), mas, de acordo com as profecias da Palavra de Deus, o cálice da iniqüidade humana está aumentando a cada dia que passa. E quando esse mesmo cálice transbordar, aí não vai ter mais jeito: a paciência de Deus vai chegar ao fim e Ele, inevitavelmente, vai entrar em ação para punir todos os pecadores que não se arrependeram!

Neste mesmo dia, Jesus voltará. E Ele virá não mais como o cordeiro a ser oferecido em sacrifício pelos nossos pecados, mas agora como o Soberano Juiz para julgar a tudo e a todos!

Neste mesmo dia, os homossexuais, pedófilos e todos os seus cúmplices que não se arrependeram de suas nojeiras vão conhecer o rigor da lei de Deus contra o pecado!

Será que esses homossexuais e pedófilos querem ver para crer?

Se, mesmo depois deste aviso, eles não quiserem se arrepender, então que eles aumentem o cálice da sua própria iniqüidade! Que bebam da ira do Senhor!

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

Alguém concorda comigo?

willf disse...

Realmente, depois daquela decisão "legislativa" do STF sobre casamento válido também para homossexuais, o que esperar das instâncias inferiores? É a sodoma e gomorra em ação! Qual a solução para essa porcalhada toda? Simples: Jesus está voltando. E quando ele começar o seu reinado milenar, com vara de ferro governará. Aí, sim, a coisa vai entrar nos eixos...

Anônimo disse...

É inevitável que existam escândalos, mas ai daqueles por quem vierem os escândalos.

Desde o mais reles vereador, passando por deputados, governadores, senadores e ministros do STF e subindo até a mais alta esfera de poder dos senhores do mundo, TODOS os responsáveis pagarão pelos escândalos que estão promovendo.

Não escapará ninguém, Globo...Não sou profeta, mas esta palavra é profética...Pagarão todos ainda nesta vista e na próxima.

Fabiano disse...

Pode alguém viver sem Deus?
As vezes eu me pergunto, perante essas noticias: Esta gente não se liga?
Como dizia um conhecido meu: SERÁ QUE O CÂNCER SÓ VAI APARECER QUANDO VIER A DOR?

Anônimo disse...

A parte mais "verdadeira" deste texto:

O problema é que quando se denuncia esse tipo de coisas, as pessoas, submersas em seus cotidianos alienantes, vêem apenas uma provável paranóia do denunciante. Como não conseguem enxergar além de cinco metros no espaço e dez minutos no tempo, estão impossibilitados de prever qualquer mal nisso tudo.

Sem mais

Saulo

Bruno Willian disse...

Pessoal, principalmente, para quem é católico.

Rezem o terço todo dia, assim Maria terá a munição necessária para combater o mal. Todo dia 02 e dia 25 de cada mês a Nossa Senhora Rainha da Paz revela uma mensagem pedimos pra gente orar.

O nascimento do rosário é:
A tradição diz que foi revelado a S. Domingos de Gusmão (1170-1221), numa aparição de Nossa Senhora, quando ele se preparava para enfrentar a heresia albigense.

Naquela época São Domingos enfrentou a heresia rezando o terço do rosário.

Façamos a nossa parte.

Anônimo disse...

Isso sério?
Que? atestar pedofilia é CRIME contra os menores de idade de abusos sexuais de mexer com a inocência e pureza fiquei enojada agoraaaaaaaaaa aff. Ester!!!!!!