20 de março de 2012

O presidente mais hostil à Bíblia que os EUA já tiveram…

O presidente mais hostil à Bíblia que os EUA já tiveram…

Lista mostra que revolta contra política de contracepção é apenas a ponta do iceberg de Obama

Drew Zahn
Como se o mandato do governo de Obama de que os empregadores católicos — contra a doutrina da Igreja Católica — devam pagar as despesas de controle de natalidade de seus funcionários não fosse motivo para revolta suficiente para os cristãos dos EUA…
Agora David Barton, historiador de questões de fé e liberdade e do WallBuilders, elaborou uma lista de 50 ações anticristãs e antijudaicas documentadas que Obama tomou desde que assumiu a presidência, levando Barton a concluir que Barack Obama é na verdade “O presidente americano mais hostil à Bíblia que os EUA já tiveram”
“Quando observamos a falta de vontade do presidente Obama para se adaptar a quatro séculos de proteção de consciência religiosa através de suas tentativas de exigir que os católicos vão contra suas próprias doutrinas e crenças, somos tentados a dizer que ele é anticatólico”, Barton escreve. “Mas essa caracterização não seria correta. Embora tenha mirado recentemente os católicos, ele tem mirado de igual modo as tradicionais crenças protestantes”.
Barton sugere que sua lista — que inclui links para notícias da NBC, WND, do Los Angeles Times, do Christianity Today e dezenas de outras fontes — demonstra um padrão de “tratamento desrespeitoso e horroroso” para com qualquer pessoa que mantenha valores bíblicos.
“Talvez a descrição mais precisa dessa antipatia para com católicos, protestantes, judeus religiosos e a nação judaica seria caracterizá-la como ‘antibíblica’”, Barton escreve. “E então quando essa hostilidade para com pessoas que têm fé bíblica é contrastada com o seu tratamento preferencial para com os muçulmanos e nações muçulmanas, isso reforça ainda mais a precisão da descrição dele como um homem contrário à Bíblia. Na verdade, tem havido inúmeras vezes, que foram documentadas, em que suas posições pró-islamismo foram a causa de suas ações contra a Bíblia”.
Entre as 50 ações tomadas incluem-se as seguintes:
* Maio de 2009 — Obama não permitiu que o culto do Dia Nacional de Oração (um dia estabelecido por lei federal) ocorresse na Casa Branca.
* 19 de Outubro de 2010 — Obama deliberadamente começa a omitir a frase sobre “o Criador” quando cita a Declaração de Independência — uma omissão que ele cometeu em pelo menos sete ocasiões.
* Abril de 2011 — Pela primeira vez na história americana, Obama pede aprovação de uma lei antidiscriminação que não contém proteções de contratação para grupos religiosos, forçando as organizações religiosas a contratarem de acordo com mandatos federais sem levarem em conta os mandamentos de sua própria religião, eliminando assim a proteção de consciência na contratação.
* Janeiro de 2011 — Depois que uma lei federal foi aprovada permitindo a transferência do Memorial da Segunda Guerra Mundial no Deserto de Mojave para uma propriedade privada, a Suprema Corte dos EUA decidiu que a cruz no memorial poderia continuar em pé, mas o governo de Obama se recusou a permitir a transferência da terra como mandava a lei e se recusou a permitir que a cruz fosse reerguida conforme havia sido ordenado pela Suprema Corte.
* Junho de 2011 — O Departamento de Assuntos Veteranos proíbe referências a Deus e Jesus durante as cerimônias de enterro no Cemitério Nacional de Houston.
* Setembro de 2011 — As Forças Armadas divulgam normas para o Centro Médico Walter Reed estipulando que “Não são permitidos a entrega ou uso de nenhum item religioso (por exemplo, Bíblias, materiais de leitura e / ou fatos) durante uma visita”.
* Fevereiro de 2012 — As Forças Aéreas removem “Deus” do emblema do Gabinete de Capacitação Rápida (a palavra sobre o emblema em latim era: Dei).
* Fevereiro de 2011 — Obama orienta o Ministério de Justiça a parar de defender a Lei de Defesa do Casamento, que é uma lei federal.
* Maio de 2009 — Embora Obama não permita nenhum evento do Dia Nacional de Oração na Casa Branca, ele permite jantares Iftar na Casa Branca em honra ao Ramadã.
* 2010 — Embora cada governo americano tradicionalmente divulgue centenas de proclamações oficiais e declarações em numerosas ocasiões, o governo americano sob Obama evita feriados e eventos bíblicos tradicionais, mas regularmente reconhece os principais feriados muçulmanos, conforme ficou comprovado por suas declarações de 2010 no Ramadã, Eid-ul-Fitr, Hajj, e Eid-ul-Adha.
“Muitas dessas ações são literalmente sem precedentes — essa é a primeira vez que elas aconteceram em quatro séculos de história americana”, Barton conclui seguindo a lista completa. “A hostilidade do presidente Obama para com a fé e valores bíblicos é sem igual em todos os presidentes americanos anteriores”.
Traduzido por Eliseu P. L. J. do artigo de WND: Most ‘biblically hostile’ president ever is ...

7 comentários :

Idevam disse...

2 Tessalonicenses 2:3

Ninguém de modo algum vos engane; porque isto não sucederá sem que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem do pecado, o filho da perdição,

2:4 aquele que se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, de sorte que se assenta no santuário de Deus, apresentando-se como Deus.

2:5 Não vos lembrais de que eu vos dizia estas coisas quando ainda estava convosco?

Jorge Bay disse...

Se Obama é tão hostil a Bíblia, em contrapartida, deve amar o alcorão. Na verdade, é um muçulmano de carteirinha e enganou muita gente. Não só ele enganou, mas também aqueles que estão por trás dessa farsa toda.
"Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos por todo tempo." Abrahan Lincoln

AnaMaria disse...

De fato!
Ou ele é islâmico ou é satanista, se é que tem diferença...

O cara só tá lá porque acharam que seria 'democrático' enfiá-lo lá justamente por ser negro. Tsc, tsc, tsc... Eis um exemplo de preconceito, de como a sociedade realmente é preconceituosa - validam as aparências e tendem á serem mais 'moles' para com os que AINDA consideram de 'raça' oprimida, humilhada.

Cara, o que algum dia taxado como fraco, oprimido, não deixa e nunca deixou de ser tão humano quanto nós. E tá na hora de pararmos de validar o passado (e as impressões passadas) e passarmos a ver o futuro, principalmente a seriedade ao presente!

Só porque esse afro-descendente americano falsificado made in islam e anti-cristianismo pertence á uma 'raça', 'tipo' de gente que passou maus bocados nas mãos de outra 'superior', 'dominante', merece uma atenção especial, inclusive o injusto direito de ocupar o cargo de presidente! Vai muito mais além de igualdade ou preconceito, mas sim de libertação! Acabam que perpetuando o sofrimento de certa forma, acoitando ao invés de superar as 'diferenças' e passar a realmente ver as pessoas COMO PESSOAS!

Hmph, deprimente.

Anônimo disse...

Interessante é ele defender os muçulmanos, e ao mesmo tempo, a ditadura gay. Um é totalmente o oposto do outro.
Se eu fosse a dona Michelle Obama, ficaria com um pé atrás com esta obsessão gayzista do marido.
Fabiano G Santos

Anônimo disse...

Ele se travestiu de cristão convertido temente a Deus se infiltrou numa igreja evangélica nos EUA se passando como ovelha mais na realidade ele sempre foi lobo isso que aconteceu simplesmente.
Ele articulou e planejou tudo os planos dele ganhar muitos votos ele de bobo não teve nada para enganar os cristãos evangélicos,católicos para chegar na PRESIDÊNCIA DOS EUA ele CONSEGUIU.
Foi para uma igreja evangélica tradicional onde há maioria dos membros são negros onde há força brutal nos EUA todo histórico da luta e do preconceito de cor da opressão terrível que teve lá.
Ele pegou pelo emocionalismo e persuasivo bom de lábia eles o abraçaram os viram como uma NOVA ESPERANÇA UM SURGIMENTO DE UM NOVO LÍDER NEGRO NOS EUA COMO FOI KING.
Começaram a compará-lo como um NOVO "MARTIN LUTHER" MAS ESSE SIM ERA PRATICANTE UM VERDADEIRO CRISTÃO INFELIZMENTE NÃO SE TORNOU PRESIDENTE DÚVIDO LENDO A HISTÓRIA DE VIDA DO MESMO JAMAIS ELE APOIARIA A CAUSA HOMOSSEXUAL, O ABORTO E TUDO CONTRA A DEUS KING ERA UM VERDADEIRO HOMEM DE DEUS TEMENTE AO MESMO.
Pessoal comprou a causa do Obama, até porque seria a primeira vez que um negro no comando na presidência nos EUA se tornar algo histório.
Não verificaram mesmo se Obama realmente era um cristão verdadeiro com caráter de Deus ou se estava só os usando para chegar no PODER.
Mais a casa caiu ele ganhou os CRISTÃOS que o APOIARAM estão arrependidos eu acho já começam a perceber o erro que cometeram.
O cara mostrou sua VERDADEIRA FACE nunca foi um cristão legítimo da causa evangelho de CRISTO e sim sempre foi um religioso mulçumano igual o seu pai.
E ainda por cima um defensor das causa antiDeus e antinatural do homossexualismo e suas vertentes LGBT chega ser estranho e esquisito esse obsessão eu vejo como "ATIVISTA GAY" da causa homossexual como qualquer gay aí ativista.
Há algo "obscuro" na vida dele como um cara se diz hetero casado tem uma esposa pai de duas filhas apoia algo totalmente ao contrário aos olhos do Senhor Deus vivo é claro homossexualismo
É PECADO ESTÁ ESCRITO ABOMINÁVEL A PALAVRA DE DEUS É CLARA SOBERANA SOBRE ESSE ASSUNTO.
DEUS SÓ FEZ "HOMEM & MULHER" SEXOS OPOSTOS E NÃO TERCEIRO SEXO "GAY" E JUNÇÃO DE SEXOS IGUAIS ISSO ANTINATURAL, ANTIDEUS AO CONTRÁRIO AO QUE ELE PLANEJOU PARA A FAMÍLIA.
Ester!!!!!!

ÉLQUISSON disse...

Amiga Ester,

Eu assino embaixo o que você colocou, e ainda diria mais: Obama se fez passar por cristão para conseguir o poder.

Aqui no Brasil não chega a ser diferente. Dilma se comprometeu em não legalizar o aborto apenas com o intuito de se eleger (e conseguir iludir a todos, inclusive os evangélicos que acreditaram nas mentiras dela).

Entre Obama e Dilma não há nenhuma diferença. A agenda política de ambos é rigorosamente a mesma: pró-aborto, pró-homossexualismo e anti- família.

Só quero ver o que eles dirão quando estiverem diante de Jesus!

E para muitos que se dizem cristãos (mas que, às escondidas, satisfazem aos desejos do diabo e dos homossexuais), Jesus dá uma advertência muito séria:

"Nem todo aquele que diz: Senhor! Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas somente que faz a vontade do Meu Pai que está nos Céus. Muitos, naquele dia, hão de Me dizer: Senhor, não profetizamos em Teu nome? E não expulsamos demônios em Teu nome? E não fizemos obras grandiosas em Teu nome? Porém, Eu vos confessarei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:21-23)

Para finalizar, deixo este versículo para reflexão de todos:

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

Anônimo disse...

Oi, Élquisson tudo bem?
Sempre leio seus comentários são sempre sensatos e ponderados continue assim não e toa que a palavra de Deus é claro iriamos viver dias trabalhosos já estamos nessa época será que tem algum cristão ainda dormindo achando que estamos em tempo de paz ACORDA?
Ao contrário estamos numa verdadeira "guerra espiritual", precisamos estar com a armadura de Deus, espada, capacete da Salvação contra o diabo e demônios as hostis espirituais da maldade resgatar almas perdidas das garras de satanás e lógico cuidando e preservando a nossa salvação. Ester!!!!!!