8 de março de 2012

Muçulmanos anunciam plano para ‘erradicar’ o Cristianismo na Nigéria

Muçulmanos anunciam plano para ‘erradicar’ o Cristianismo na Nigéria

Campanha de terror mirando cristãos em ataques violentos

Michael Carl
Membros do grupo jihadista Boko Haram estão prometendo “erradicar o Cristianismo” na Nigéria.
Informes vindos da Nigéria nos últimos dias mostram que o grupo cujo nome significa “A educação ocidental é maligna” está lançando uma nova campanha de terror objetivando matar cristãos e judeus no norte da Nigéria.
Muçulmanos da Nigéria prontos para exterminar os cristãos
O site de notícias nigeriano Bikya Masr informa que o grupo jihadista declarou guerra a todos os cristãos que vivem no norte da Nigéria.
Jonathan Racho do grupo de direitos humanos Preocupação Cristã Internacional confirma os relatos e diz que a notícia é alarmante.
“Os informes indicam que membros da Boko Haram recentemente declararam uma guerra aos cristãos no norte da Nigéria. O grupo prometeu erradicar os cristãos de certas áreas da Nigéria”, Racho disse.
“O representante do grupo (Boko Haram) diz que o grupo irá lançar vários ataques cujos alvos são os cristãos”, Racho disse. “Então há um alarmante desenrolar dos fatos enquanto falamos”.
Estimativas indicam as baixas na campanha de Boko Haram em mais de 100 mortos desde o Natal.
O serviço de imprensa do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários IRIN informa que nas últimas 48 horas, mais de 100 crianças fugiram da Nigéria para o Chad a fim de escaparem dos violentos ataques de Boko Haram.
A ONG Human Rights Watch também informa que desde o Natal, Boko Haram queimou cerca de quinze escolas.
Racho confirma o número de vítimas.
“Boko Haram já matou centenas de pessoas. Desde o Natal, o grupo martirizou cerca de 100 cristãos no norte da Nigéria”, Racho disse.
“Mas eles acham que não atingiram suas metas para exterminar os cristãos”, Racho disse. “Eles estão preparados para derramar mais sangue”.
Racho acrescenta que o ICC está irado com o desenvolvimento dos acontecimentos.
“Nós estamos muito indignados. Como pode um país como a Nigéria com todos os seus recursos, seus recursos de petróleo, segurança, militar e todos os recursos. Como esse país falha em proteger seus inocentes desse tipo de ataques?”, Racho disse.
“Boroko Haram tem tido sucesso em atacar cristãos sem serem presos e isso é revoltante!”, Racho disse. “É inaceitável!”
“Nós estamos realmente preocupados com os contínuos ataques contra os cristãos no norte da Nigéria”, Racho disse.
Racho está pedindo que os cristãos nos Estados Unidos e em outros países ajam.
“Exorto os cristãos ao redor do mudo a fazerem contato com seus governos e pedir-lhes que convençam a Nigéria a proteger seus cidadãos”, Racho disse.
Traduzido por Eliseu P. L. J. do artigo de WND: Muslims announce plans to ‘eradicate’ Christianity

3 comentários :

Guilherme disse...

Está aí a prova da farsa da "religião de paz". Basta apenas ler o alcorão para ver o real intuito dos muçulmanos: matar todos os leitores do livro (judeus e cristãos) e estabelecer o "grande califado islâmico". Claro, com total apoio da onu, que vê os cristãos como o grande entrave de seus planos (aborto, gayzismo, destruição da família e outros).

Pai da fé disse...

Como podemos ajudar os irmãos na nigéria?

Anônimo disse...

Ahh.. que falta que fazem as cruzadas! :(