10 de março de 2012

Ex-homossexuais defendem Silas Malafaia

Ex-homossexuais defendem Silas Malafaia

Julio Severo
A Associação Brasileira de Ex-LGBTT (ABEXLGBTT, ou, resumidamente, Abex) emitiu uma nota de repúdio público contra as declarações do procurador federal Jefferson Aparecido Dias por sua atitude de perseguição religiosa ao Pr. Silas Malafaia.
A Abex, associação formada por ex-homossexuais e presidida pelo ex-travesti Joide Miranda, declarou na nota “que não aceitará qualquer ato de perseguição contra qualquer pessoa que pacificamente se posicione contra a homossexualidade”.
A nota oficial de repúdio, assinada por Joide Miranda e pelo Dr. Matheus Sathler em Brasília em 10 de março de 2012, diz no restante da mensagem:
Nesse sentido, declara que está tomando as devidas medidas legais junto ao Conselho Nacional do Ministério Público para dar início a um pedido de abertura de processo administrativo disciplinar em relação à atuação do procurador Jefferson Aparecido Dias para que explique na ótica do direito positivo pátrio de onde tirou a tipificação alienígena de “declaração homofóbica” em relação a fala do pastor Malafaia.
Por fim, vem declarar com profundo pesar que é extremamente preocupante uma autoridade da República Federativa Brasileira, livre e democrática, estar aparentemente utilizando um órgão tão estimado como o Ministério Público para atuar em prol de um pequeno grupo intolerante e que não aceita as diferenças de opiniões com relação a homossexualidade.
O que nos parece é que uma doutrinação totalitária da sociedade brasileira está aos poucos tentando ser implementada. Mas que com a atuação de homens de coragem, que não temem a própria morte e não se curvam frente ao mal, não evitarão esforços para impedir que tal doutrinação sem base racional e científica venha a ocorrer.

12 comentários :

blog A Língua! - anti-comunista disse...

Para os que não entenderam, alienígena significa tudo e todo aquele que vem de fora, nesse caso, algo que está fora do nosso vocabulário e inventado, não oficializado e pior, uma palavra à qual vários adjetivos incriminação pró-detenção sem nexo pelo fato da pessoa ser cristão são atribuídos.

Anônimo disse...

Vergonhosamente, o Ministério Público se tornou um instrumento para ativistas gays e esquerdistas imporem um Estado policial totalitário e perseguir cidadãos honestos, principalmente os cristãos.

Idevam disse...

Vamos Vê Se a Lei Vale Para Cristãos ou So Serve Para os Intolerântis Militantes Gays Perseguirem os que não concordão com suas reinvidicaçãos insanas e asquerosas
Pr. Silas Deus abençoe

Leonardo disse...

Eu fico feliz pela atuação dos ex-gays, porque mostra que o homossexualismo é uma escolha e tem cura.
Fico feliz também, porque nessas horas a verdade vem a tona. Os homens que buscam a verdade podem ficar tranquilo, porque ela aparece e vem para defendê-los.

Julio Cesar disse...

Na boa,tenho a ligeira impressão de que esse tal de Jeferson Aparecido está advogando em causa própria!

só assim para explicar a sandice cometida por ele...

Anônimo disse...

Vamos vê muita água rolar veremos mais cenas reais dos próximos capítulos dessa perseguição dos praticantes da homossexualidade VERSUS Cristãos no Brasil que praticam a PALAVRA DE DEUS é tem compromisso com a mesma. Ester!!!!!!

José Dantes disse...

Essa postura da Associação Brasileira de Ex-LGBTT merece meu respeito.

Essa Associação é uma prova de que o homossexualismo é reversível, ao contrário do que apregoam os intolerantes Jean Wyllys e Luiz Mott e toda a mídia colaboracionista.

Parabéns ao Sr. Joide Miranda e ao Dr. Matheus Sathler.

Anônimo disse...

Olha, nunca tinha ouvido falar da Abex.. A midia faz tanto barulho pra mostrar as varias associacoes de homossexyais, mas nao mostra à sociedade a exustencia de associacoes de e homos. Issi pq a maior parte da midia ezta comprometida e a servico da destruicao da moralidade e das sociedade!

Saulo

MARIA disse...

Graças a Deus!!! Glória a Deus por pessoas que Deus tem usado nessa resitencia. Sempre glorifico a Deus por pessoas como Julio Severo e tantos outros que há tempos vem alertando em relação a essa investida do mal na nossa sociedade, enquanto muitos de nós ainda estavem adormecidos. Glória a Deus pela coragem do Joide Miranda também. Deus nos ajude.

Anônimo disse...

Ja passou da hora da igreja evangélica Brasileira ( pentecostal e tradicional ), tomar firme posição contra a DITADURA DAS BICHAS , e alertar a toda sociedade civil o grande perigo dessa nefasta ditadura GAY, essa semana, o serviço de capelania evangélica brasileira, que atua a mais de 30 anos nos hospitais esta sendo atacado de forma covarde e mentirosa, a ponto de parar o serviço feito no hospital Emílio Ribas, em São Paulo, hospital referencia ao tratamento de AIDS na America do Sul.

Isso é para vocês terem uma pequena ideia o que esta por vir através da ditadura das bichas que esta a serviço do inferno e de satanás.
Acorda Igreja Brasileira.

Pastor Caleb.

Julio Severo disse...

Desgraçadamente, Pr. Caleb, alguns setores mais tradicionalistas não se unem contra a agenda gay, mas se unem contra Silas Malafaia. Denunciam constantemente Malafaia, mas não denunciam aqueles que colaboram com Jean Wyllys. Veja: http://juliosevero.blogspot.com/2012/03/criticos-do-mundo-gospel-atacam-tudo.html

Anônimo disse...

O episódio envolvendo a psicóloga cristã Maria Lobo, em que ela foi intimada pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) a negar sua fé publicamente para não perder o registro profissional, provocou diversas reações de pessoas públicas, formadoras de opinião, e motivou inclusive, manifestações de políticos ligados à Frente Parlamentar Evangélica, que repudiaram as ameaças contra ela.

Agora, uma organização católica chamada “Repórter de Cristo” saiu em defesa da psicóloga, criticando severamente a ameaça feita pelo Conselho de Psicologia. Em uma matéria publicada em seu site, intitulada de “Campanha em favor da Dra. Marisa Lobo”, a organização chama o CFP de “homofascistas” e incentivam os fiéis católicos, assim como demais profissionais da área que sejam cristãos, a protestarem.

A matéria, assinada por Timóteo Agostinho, parabeniza a postura de Marisa Lobo, que se recusou a acatar as orientações do CFP: “Parabéns Dra. Marisa Lobo. O povo católico lhe apoia. Que linda é sua coragem. Que bela é sua fé em Deus. Que íntegra demonstração de sobriedade e coragem tem sido sua resistência à discriminação dos bons, competentes e honestos profissionais da psicologia. A senhora não está sozinha, tem muita, mais muita gente mesmo, inclusive profissionais da sua área, que pensam profissionalmente e vocacionalmente como a senhora”.

O repórter pede ainda que os demais profissionais da área se manifestem em “apoio à Dra. Marisa Lobo, ou os senhores serão as próximas vitimas do Conselho Federal Homofascista de Psicologia”, e se dirige aos cristãos, pedindo ação: “Padres e Pastores! No nome da ética, da inteligência, do bom senso, no Nome de Jesus Cristo, contra a ditadura gay, que quer impedir o direito ao livre pensamento nos cidadãos brasileiros, manifestem seu apoio a Dra. Marisa Lobo e demais profissionais que estão sendo perseguidos”.

Marisa Lobo publicou em seu blog a carta em que se recusa a abandonar sua fé para continuar exercendo sua atividade profissional e solicitou ajuda dos parlamentares evangélicos para reverter a situação. Nenhuma nova informação sobre as medidas do CFP foi divulgada, porém, o deputado João Campos apresentou projeto de lei pedindo alteração no estatuto do Conselho de Psicologia, para permitir que psicólogos atendam pacientes que busquem orientação para abandonar a homossexualidade. Atualmente, psicólogos são proibidos de atenderem casos como esses.