16 de março de 2012

Eticistas Australianos Defendem o Direito de Matar Bebês Após o Nascimento

Eticistas Australianos Defendem o Direito de Matar Bebês Após o Nascimento

Por que deixar um recém-nascido indefeso viver? Isso é o que uma dupla de eticistas australianos quer saber.
Em um chocante artigo intitulado “Aborto pós-parto: Por que deixar o bebê viver?” recentemente publicado no Journal of Medical Ethics, Alberto Giubilini e Francesca Minerva defendem que uma sociedade que permite abortos também deve dar o direito de matar recém-nascidos.
Consta no resumo: “Ao mostrar que (1) tanto os fetos quanto os recém-nascidos não possuem o status moral de pessoas de verdade, (2) o fato de que ambos são pessoas em potencial é moralmente irrelevante e (3) a adoção nem sempre é do interesse das pessoas de fato, os autores argumentam em favor do que chamamos de “aborto pós-parto” (matar um recém-nascido) deve ser permitido em todos os casos em que o aborto for permitido, incluindo casos em que o recém-nascido não tiver deficiência".
Os autores estão dispostos a admitir que crianças com deficiências são capazes de ter vidas felizes, mas defendem que, devido ao fardo imposto ao resto da família, os pais devem ter o direito de tirar a vida dessas crianças. Se o teste para o direito à vida for baseado em representar um fardo aos outros, a vida de todos nós estaria sob risco em um ponto ou outro.
A questão então se torna: quão oneroso você deve ser para merecer seu assassinato?
Como enxerga o Liberty Counsel, essa posição chocante poderia motivar uma outra perspectiva ao aborto legalizado. Se nossa sociedade não está disposta a aceitar o direito de matar recém-nascidos, ou mesmo crianças maiores, por que permitimos o assassinato de bebês no ventre? O Liberty Counsel argumenta que a destruição de outro ser humano, não importando a idade, tamanho ou capacidade, nunca deve ser permitida.
“O aborto abre caminho para o infanticídio. Se você matar uma criança no ventre, mesmo logo antes do momento de nascer, então não existe razão lógica para protegê-la após o nascimento”, argumenta Mathew Staver, fundador e presidente do Liberty Counsel. “Um ser humano começa no momento da concepção, e deve ter direito a proteção em todos os estágios da sua vida. Essa é a única posição logicamente defensável. É chocante ver pessoas defendendo a matança de crianças depois que elas nascem. É simplesmente chocante”.
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do artigo do Charisma News: “Australian Ethicists Argue the Right to Kill Babies After They’re Born

6 comentários :

Nielson disse...

A esquerdopatiaue ser tratada como uma doença mental de agressividade tamanha que come os neurônios, Estes monstros não estão entendendo que é este o ponto central defendido por aqueles que são contra o aborto, ou seja, não há diferença alguma em se matar um feto ou um bebê já nascido, na nossa visão a única diferença é como diz o Pr. Malafaia, tempo e nutrição. Aliás, na nossa visão, esta é a única diferença entre fetos, bebês, jovens, adultos e velhos, todos com a mesma origem e com o mesmo direito irrestrito à vida, e é isto que temos que explicar àqueles que defendem este crime que é o aborto.

Nil disse...

Julio ! Gostaria de pedir a você um favor. O Kit-gay do Fernando Haddad tem 3 vídeos que doutrinam sobre homossexualismo.

Gostaria de pedir a você o link destes vídeos no Youtube. Já vi os vídeos mas,não copie o endereço e não sei mais o endereço deles.

Vou fazer um estudo sobre o perigo que nossos jovens correm nas escolas, e preciso destes 3 vídeos para mostrar o perigo do kit-gay e da doutrinação marxista nas escolas.

Também se tiver material sobre violência nas escolas ,também aceito. Igualmente dos planos do governo de distribuir camisinhas nas escolas.

Deste já ! de seu amigo Nil.

Anônimo disse...

A palavra "ímpios" para esses assassinos é pouco, eles ficaram completamente loucos! e pior, ainda existem autoridades que permitem que homicidas tenham o direito democrático de opinar.

Filhos do diabo lutando para impôr o mal sobre a Terra, como o Senhor Jesus afirmou, o que falta para eles é uma carteirinha de sócios das trevas e um tridente.

Herberti disse...

"É preciso dizer as coisas com clareza, mede-se a qualidade duma civilização pelo respeito que ela tem pelos seus membros mais frágeis. Não há outros critérios de julgamento."

Jérôme Lejeune, geneticista, descobridor da Síndrome de Down.

Jhon disse...

Oi julio gostaria de lhe indicar um video q representa uma mulher q fez um protesto na tv senado contra o aborto muito bom

http://www.youtube.com/watch?v=N08kBi6EHps&feature=player_embedded#!
q Deus lhe abencoe.

Anônimo disse...

Não há justificativa em hipotese alguma "ABORTO E INFANTICÍDIO". ISSO CRIME COMETER HOMICÍDIO CARACTERÍSTICAS E PENSAMENTOS DO DIABO IMUNDO QUAL OBJETIVO DELE: MATAR, ROUBAR, DESTRUIR SÃO SUAS 3 FINALIDADES.
Contrapartida o Senhor Jesus Cristo claro eu vim para que tenham VIDA E ABUNDÂNCIA em todas áreas da sua vida.
Ester!!!!