15 de março de 2012

Cristãos ficam revoltados com conferência “antissemita”

Cristãos ficam revoltados com conferência “antissemita”

Jeremy Sharon
Conferência Cristo no Checkpoint vem ocorrendo em Belém.
Várias organizações cristãs expressaram oposição à conferência Cristo no Checkpoint que vem ocorrendo em Belém durante a última semana, acusando-a de promover doutrinas que inspiraram o antissemitismo.
O Colégio Bíblico de Belém, um instituto associado com o movimento cristão evangélico, organizou a conferência de cinco dias.
O Dr. Jürgen Bühler, diretor executivo da Embaixada Cristã Internacional de Jerusalém (ICEJ), disse numa declaração antes do evento que a posição teológica da conferência “pode facilmente prestar-se a propaganda antissemita e anti-Israel, como alguns palestrantes da Checkpoint comprovaram no passado”.
A ICEJ, que também é uma organização evangélica, acusou a conferência de promover uma versão “camuflada” da Teologia da Substituição, que diz que a Igreja Cristã tornou-se o “novo Israel” e que todas as promessas de Deus para o povo de Israel foram transferidas para o Cristianismo.
Bühler também criticou o descaso dos “amigos cristãos de Israel… [para com] nossos irmãos árabes na Terra Santa e outros lugares”, argumentando que ser pró-Israel “não significa ser anti-árabe”.
Vários líderes católicos da Irlanda também denunciaram a conferência, alegando que ela busca avançar a Teologia da Substituição.
Paddy Monaghan, um líder católico leigo, disse que líderes do Colégio Bíblico de Belém têm promovido a Teologia da Substituição, e disse que ele e outros líderes católicos na Irlanda “se opõem fortemente a essa doutrina”.
Além disso, um grupo de quatro grupos judeus messiânicos divulgou uma declaração antes do início da conferência, protestando contra a “teologia ultra-cessacionista que constitui a base da agenda da conferência, e que tem sido uma fonte de antissemitismo e até mesmo violência antijudaica durante séculos”.
Dr. Bishawa Awad, fundador e presidente do Colégio Bíblico de Belém, negou que a conferência defendesse a Teologia da Substituição ou que houvesse qualquer agenda política.
“Essa é uma conferência bíblica, para estudar o que a Bíblia diz sobre a terra [de Israel]”, Awad disse ao The Jerusalem Post na quinta-feira. “Absolutamente nada foi mencionado sobre a Teologia da Substituição ou a destruição de Israel. Essas são alegações infundadas”.
O intuito da conferência é “mostrar aos cristãos como eles podem trazer paz a essa parte do mundo e como os cristãos ao redor do mundo podem promover caminhos através dos quais os dois povos possam viver juntos em paz e tranquilidade”, Awad disse.
De acordo com um programa da conferência, a reunião busca “expor as injustiças da ocupação [israelense] e criar consciência dos obstáculos para a reconciliação e a paz”, e “apresentar um desafio bíblico coerente ao sionismo cristão e oferecer uma perspectiva alternativa”.
Awad disse: “Muitos cristãos apoiam Israel quer esteja certo ou errado, mas não examinam as questões de paz e justiça. Se isso é ser político então tudo bem, mas infelizmente, algumas pessoas, ao invés de virem e ouvirem e participarem, apenas nos atacam. Queremos ter envolvimento sério com os grupos sionistas, e ter um fórum aberto para diálogo permanente. Podemos discordar mas isso não quer dizer que tenhamos de ser inimigos e odiar uns aos outros. Como cristãos, nós amamos e somos chamados por Jesus para amar até mesmo nossos inimigos”.
Entre os palestrantes está o pastor britânico Rev. Stephen Sizer, que tem falado duramente contra Israel e teve um encontro com o xeique Nabil, comandante militar do [grupo terrorista anti-Israel] Hezbollah, e Ben White, um comentarista político antissionista.
Traduzido por Eliseu P. L. J. de artigo do Jerusalem Post: Christians angry over ‘anti-Semitic’ parley

6 comentários :

Neokoros disse...

“Essa é uma conferência bíblica, para estudar o que a Bíblia diz sobre a terra [de Israel]”

Os cristãos não deveriam estudar o que a Biblia diz sobre salvação, apocalipse, volta de CRISTO, novos conceitos hereges, cristianismo sendo açoitado por movimentos opressores?
Não resolvem nem as próprias questões da fé e ainda vão dar pitacos em assuntos dos outros! Arre!

MARIA disse...

Tanto trabalho para fazer no mundo! Tanta gente para evangelizar! Tanta gente indo para o inferno e precisando ouvir o evangelho que salva! E essa gente acha que é importante fazer conferência sobre questões ABSOLUTAMENTE COMPLEXAS DO ORIENTE MÉDIO! Quero ver se algum deles se arrisca a pregar o evangelho aos muçulmanos, arriscando e entregando a vida para que eles venham a conhecer a Jesus, sofrendo perseguições dos muçulmanos para que alguns deles venha a conhecer a Jesus! Não! Eles querem algo light! Uma conferência para dizer que Israel é um estado injusto que faz os palestinos sofrerem! Assim é muito fácil! Por que não vão aos pelestinos dizer Jesus ama vocês e arriscar levar um tiro mortal?

Idevam disse...

Cristãos Antissemitas Será Que Eles Não Sabem Que Jesus Cristo e Judeu e Que Israel Terá Sua Comunhão Restaurada Com O Deus de Abraão Isaque e Jaco Tdos Judeus

Zacarias 12:10 Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o espírito de graça e de súplicas; e olharão para aquele a quem traspassaram, e o prantearão como quem pranteia por seu filho único; e chorarão amargamente por ele, como se chora pelo primogênito.

Zacarias 13:1 Naquele dia haverá uma fonte aberta para a casa de Davi, e para os habitantes de Jerusalém, para remover o pecado e a impureza. 13:2 Naquele dia, diz o Senhor dos exércitos, cortarei da terra os nomes dos ídolos, e deles não haverá mais memória; e também farei sair da terra os profetas e o espirito da impureza.

Anônimo disse...

Maria,

Falou tudo concordando com gênero, número e grau com tantas almas perdidas precisam conhecer o SENHOR JESUS CRISTO.
Até, tbm pensa que não tantas almas dentro da igreja de cristo que ainda estão perdidas precisam de orientação e cuidados aff.
Isso perca de tempo e energia como precisamos ganhar almas para o Senhor. Ester!!!!!!!

Leandro Matias Deon disse...

Certamente, um evento desses terá inteiro apoio do presidente Ahmadinejad.

Fabiano disse...

Sei lá... Tenho meu pé atrás com Israelenses. É claro que a Bíblia fala sobre a restauração de Israel. Mas todo o país que se vende para os Yankees, eu não levo fé!