20 de março de 2012

Começa Revolta contra Agenda LGBT de Obama

Começa Revolta contra Agenda LGBT de Obama

Wendy Wright
NOVA IORQUE, EUA, 20 de janeiro de 2011 (C-FAM) Cidadãos de vários países estão fazendo resistência à expressa ordem de política externa pró-LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) do presidente Obama. Líderes em El Salvador lançaram um site sobre “Obama Está Corrompendo a Política Externa” e estão pedindo ao Senado dos EUA que rejeite a pessoa nomeada para ser embaixadora em seu país.
O presidente Obama anunciou em dezembro que a promoção da conduta lésbica, gay, bissexual e transgênera (LGBT) é política externa prioritária, até mesmo para inspetores militares dos EUA. Ao mesmo tempo, a secretária de Estado Hillary Clinton deu um discurso muito publicado na ONU igualando a condição LGBT com a religião. O Departamento de Estado orientou os embaixadores no mundo inteiro a reconhecerem um “mês de orgulho gay” e divulgou uma lista de “realizações”, inclusive o fato de que uma embaixadora dos EUA publicou um artigo de jornal promovendo a agenda LGBT em favor dos Estados Unidos.
Mari Carmen Aponte, embaixadora temporária em El Salvador, publicou um artigo igualando a desaprovação da homossexualidade à “hostilidade brutal” e “agressão” por parte “daqueles que promovem ódio”. Os salvadorenhos têm a “responsabilidade” de se tornarem promotores das questões LGBT e “informarem nossos vizinhos e amigos sobre o que significa ser lésbica, gay, bissexual ou transgênera”, escreveu ela. O artigo dela saiu num grande jornal salvadorenho, provocando uma explosão de protestos de cidadãos ofendidos.
Quase quarenta líderes de países latino-americanos repreenderam a embaixadora. Numa declaração num jornal salvadorenho, eles acusaram a representante dos EUA de “desprezar nossos profundos valores cristãos, enraizados na lei natural” ao tentar “impor… uma nova visão de valores estrangeiros e bizarros, completamente estranhos à nossa fibra moral, tencionando disfarçar isso como ‘direitos humanos’” com “um ar de superioridade”. A única coisa com que eles concordaram, declararam eles, é que a violência tem de ser repudiada “exatamente como tem de ser repudiada a violência contra os magros, os gordos, os altos ou os baixos”.
Os líderes enviaram também uma carta aos senadores dos EUA protestando contra a nomeação de Aponte. Numa audiência do Congresso em dezembro, o senador Jim DeMint leu a queixa deles e criticou a “presunção de Aponte de achar que representa as opiniões de todos os americanos” em seu artigo. “Gostaria, em nome dos Estados Unidos, de pedir desculpas ao povo salvadorenho e reassegurá-los de que a maioria dos americanos tem os mesmos valores deles”, disse DeMint.
Os salvadorenhos perceberam que a agressão veio de gente acima de Aponte e lançaram um site nesta semana desmascarando que “Obama Está Corrompendo as Políticas Externas”. O site registra a campanha orquestrada por autoridades americanas para promover a homossexualidade, e a contra-campanha feita por latino-americanos.
The Washington Times, um grande jornal de Washington, DC, publicou uma carta de líderes latino-americanos avisando que a promoção agressiva de direitos homossexuais constitui “guerra contra a religião”. O governo de Obama vem colocando pessoas de outros países “nas linhas de frente”, disse a carta, e está “humilhando nossa cultura e insultando nossos valores”. Os líderes escreveram: “Apoiamos os direitos humanos legítimos de todos os nossos cidadãos. Não apoiamos ‘direitos homossexuais’ inventados. Não apreciamos que uma embaixadora de outro país venha e passe sermão em nós. Temos a intenção de defender nossos valores morais e preservar nossas famílias”.
No Paquistão, a embaixada dos EUA realizou, em suas próprias dependências, uma “celebração de orgulho” LGBT em junho que provocou protestos em várias cidades. O líder de um dos comícios disse: “Os Estados Unidos estão desencadeando uma tempestade de valores imorais” e “resistiremos a todo custo”. O embaixador dos EUA na Sérvia promoveu uma parada de direitos homossexuais nesse país em outubro passado que levou a tumultos com um tom explicitamente antiocidental.
Tradução: Julio Severo
Fonte: Friday Fax
Divulgação: www.juliosevero.com

10 comentários :

Jorge Bay disse...

QUE ÓTIMO QUE ISSO ESTÁ ACONTECENDO! SÓ GOSTARIA DE SABER QUANDO É QUE O POVO AMERICANO VAI SE REVOLTAR CONTRA ESSA PALHAÇADA TODA DO OBAMA. MAS UMA COISA É CERTA: O "OSAMA" NÃO VAI MAIS GANHAR ELEIÇÃO NEM PARA SÍNDICO DE ALGUM PRÉDIO...

Casal 20 disse...

Quem diria? Os EUA que antes levavam o Evangelho de Jesus Cristo aos países alcançados por sua política externa, hoje, leva a Agenda Gay. É o imperialismo cor-de-rosa choque de Obama.

Parabéns aos salvadorenhos!

Abraços sempre afetuosos.

Fábio.

Idevam disse...

Obama e um forte candidato a Anti-Cristo

Abraão disse...

Idevam, Obama já tem o espírito do anti-cristo, embora não o seja necessariamente.

Paulo Santos disse...

Caro casal 20, não são os EUA que levam essa política ao mundo e sim o presidente muçulmano/comunista colocado na presidencia de maneira fraudulenta apenas para levar os EUA à ruína, e parece que ele está conseguindo. Mas acredito que nas próximas eleições ele será devidamente jogado na lata de lixo da história.

Julio Severo disse...

Paulo Santos, Obama só faz sobressair de forma inchada esquemas que já fazem parte do governo americano. Mesmo quando governo um conservador, a máquina do governo americano já está estruturada para fazer grande destruição. Bush filho, que era conservador, já estava nomeando embaixadores homossexuais, etc. Obama só expandiu. Bush começou a chamar oficialmente o islamismo de “religião de paz”. Obama só expandiu. O governo americano é uma grande máquina do mal hoje no mundo.

Anônimo disse...

Como se vê um país latino subdesenvolvido como "El salvador" está barrando a ideologia e propaganda gay em seu país não se intimidando mais países contra.
Orando a Deus para essa revolução acontecer no BRASIL dos Cristãos e não cristãos combater o pecado do homossexualismo e defender o CASAMENTO NATURAL "HOMEM & MULHER", DEFESA VIDA NASCIMENTO DO BEBÊS, CRIANÇAS, DEFESA DA FAMÍLIA VALORES CRISTÃO MORAIS, SOCIAIS, ÉTICOS DE UMA SOCIEDADE SAUDÁVEL PARA BEM ESTAR DA HUMANIDADE.
Ester!!!!!

Anônimo disse...

Garanto que os representantes dos brasileiros não terá a mesma atitude, pelo contrário, vai se dobrar aos mandos de Obama, e envergonhar o povo brazuca.
Caso Obama venha a exigir que o Brasil se dobre a agenda gay, a mídia será a primeira a apoiar e tentar abafar os contrários, constrangendo e nos ameaçando com cadeia por homofobia - só no fato de discordar, já nos tornamos "marginais" -.
Mas a noticia é ótima, assim sabemos que não estamos sós, que somos maioria defendendo a moral, a decência e os valores que uma família tradicional tem.
Fabiano G Santos.

Nil disse...

Muitas vezes as coisas ruins não acontece porque as pessoas são muito agitadas,exageradas,super-enérgicas,radicais ou até um pouco paranôicas.

Mas ! As coisas ruins acontecem,sim, porque as pessoas são muito passivas,acomodadas,mansas demais,apáticas ou indiferentes.
Porque os ""sensatos e moderados"' não se indignão por nada,e aceitão tudo numa boa.

E ótimo saber que os salvadorenhos como diz o ditado: "Estão soltando fogo pelas ventas"

È muito bom saber que essa gente arrogante e cheia de si que promovem coisas como direitos LGBT se choquem com pessoas que se opôem ferozmente aos seus valores deturpados.

O fato de salvadorenhos e outros se revoltarem com essa politica deformada de Obama. È muito bom. Os americanos precisam mais do que tudo serem constrangidos pela repulsa de outros povos.

Aliás ! A repulsa ao homossexualísmo em outras terras(mesmo distantes) podem influenciar até mesmo os brasileiros. Que tem estado muito "calmos e passivos".

Muito melhor quando essa repulsa ao Gayzismo vem de povos cristão e não -muçulmanos.

Pois quebra o paradigma que repulsa ao homossexualísmo é coisa só de muçulmano.

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Devemos fazer distinção entre “povo americano” e “autoridades americanas”; não podemos condenar um povo que nos últimos seculos nos deu, ao mundo inteiro, tantas obras baseadas nos valores Judaico-cristãos. Esse próprio manifesto el-salvadorenho tem sua maior influência nessas obras.

O povo americano vem sendo enganado nessas últimas décadas, assim como o povo brasileiro e todos os povos do mundo. Satanás é o “príncipe deste século”