20 de fevereiro de 2012

Revista Veja menciona LifeSiteNews!

Revista Veja menciona LifeSiteNews!

Ministra “abortista” é destaque em site internacional

As controvérsias sobre as posições da nova ministra de Políticas Para as Mulheres, Eleonora Menicucci, já não se resumem ao Brasil. Criticada por ter interrompido a gestação de dois filhos e por ter feito um curso de aborto na Colômbia, ela atraiu a rejeição de grupos cristãos dentro e fora do país. O Life Site News, um dos principais portais do movimento intitulado “pró-vida” nos Estados Unidos, dedica a sua manchete desta quarta-feira à nova integrante da equipe de Dilma Rousseff.  A reportagem também cita o jornalista Reinaldo Azevedo, blogueiro do site de VEJA. O portal exibe ainda uma matéria a respeito da posição do governo brasileiro em um debate sobre a legalização do aborto na Organização das Nações Unidas, neste mês. Nesta quarta, o jornal espanhol ABC também dá destaque à figura de Eleonora Menicucci.
Divulgação: www.juliosevero.com
Veja o artigo de LifeSiteNews em português:
Veja também:

5 comentários :

MARIA disse...

Figura bizarra essa mulher. Como uma criatura dessa e com um currículo horripilante desse é ministra de um Estado? Só num Governo maldito como esse do PT.

Roberto disse...

Irmão Júlio, olhe só esta notícia:

http://reporterdecristo.com/ex-lider-gay-se-converte-deixa-homossexualismo

Abraço!

Julio Severo disse...

Caro Roberto, essa tradução foi feita por mim, mas vi que o site que você indicou publicou minha tradução sem fazer nenhuma menção da origem e do tradutor. Veja: http://juliosevero.blogspot.com/2009/12/ex-lider-gay-de-jovens-ressurge-para.html

Roberto disse...

Ok, é verdade, já estava no seu site.
Deviam pelo menos mencionar a fonte...
Valeu, abraço!

Silvio Sanches disse...

Lembrar que aquele juramento ou acordo sobre o aborto feito por Dilma Roussef com lideranças evangélicas foi DA BOCA PARA FORA, com o intuito de vencer as eleições presidenciais (que ela ganhou na marra).

Entretanto, essas lideranças sabiam o tempo todo que ela jamais abriria mão de sua obsessão abortista.

Pois aí está: ela indicou essa mistura de frankstein com assombração para essa secretaria idiota que tem um único objetivo: trabalhar para a legalização do aborto no Brasil.

O "rebanho" evangélico precisa parar de ser burro e aprender a separar o joio do trigo entre essas tais lideranças auto-intituladas evangélicas.