7 de fevereiro de 2012

Ministra do governo Dilma compara gravidez a doenças como dengue e HIV

Ministra do governo Dilma compara gravidez a doenças como dengue e HIV

Nova ministra volta a defender legalização do aborto e compara a prática a “crack, drogas, dengue, HIV e doenças infecto-contagiosas”

Reinaldo Azevedo
Uma das características principais, se não for a principal, dos defensores da legalização do aborto é a DESUMANIZAÇÃO DO FETO, a transformação da VIDA que está no ventre da mulher em COISA, para que ele possa ser então, sugado, curetado. É um modo de pensamento que tem história.
Dilma Rousseff, antes de dar aquele truque nos eleitores e ter se tornado católica e contrária à legalização do aborto, era a favor. Deu inúmeras entrevistas. No dia 14 de maio de 2010, em Brasília (ah, a memória, esta minha amiga!!!), ao fim da chamada “Missa dos Excluídos”, que costuma juntar católicos de esquerda (!?), a então candidata do PT deu está declaração maravilhosa sobre o aborto:
“Não é uma questão se eu sou contra ou a favor, é o que eu acho que tem que ser feito. Não acredito que mulher alguma queira abortar. Não acho que ninguém quer arrancar um dente, e ninguém tampouco quer tirar a vida de dentro de si”.
Entenderam? Embora, numa distração, Dilma considerasse que o feto é uma “vida dentro” da mulher, ela defendia o aborto. Ao procurar uma imagem para explicitar o seu pensamento, encontrou: “Ninguém quer arrancar um dente”! Assim, feto e dente se equivalem. As palavras fazem sentido.
Os cristãos, inicialmente os evangélicos e depois os católicos, não gostaram das opiniões da candidata. A questão pegou fogo na campanha eleitoral, e a petista virou, então, religiosa. Eleição ganha, Dilma pode retomar o velho projeto. Por isso nomeou para a Secretaria das Mulheres Eleonora Menicucci, ex-colega de armas — integrou o grupo terrorista POC (Partido Operário Comunista). Consta que Dilma não pegou no berro propriamente; Eleonora pegou.
Eleonora Menicucci: de terrorista comunista a Frankenstein pró-aborto
Ontem, esta senhora já discorreu sobre o aborto. E voltou a fazê-lo nesta terça. Sua declaração é de embrulhar o estômago daqueles que não se deixam embrulhar pela trapaça intelectual. Leiam:
“O aborto, como sanitarista, tenho que dizer, ele é uma questão de saúde pública, não é uma questão ideológica. Como o crack, as drogas, a dengue, o HIV, todas as doenças infecto-contagiosas.”
Como é que é? “Como sanitarista”, então, ela decreta que “não é uma questão ideológica”, mas “de saúde pública”? E sua autoridade para decretá-lo decorre do fato de ser “sanitarista”? Então se deve concluir que:
* o aborto é uma mera questão sanitária:
* todos os sanitaristas são necessariamente a favor do aborto como medida de pura higienização.
Os nazistas não afirmariam nada mais, como direi?, preciso a respeito. Se há alguma dúvida sobre o que ela pensa a respeito do feto, a dúvida se desfaz ao seguir os passos da chefe e tentar tornar mais claro o conceito. A outra comparou o “feto arrancado” ao “dente arrancado”. Dona Eleonora resolveu ficar na sua área e mandou brasa: o aborto não é uma questão ideológica, assim como não o são “o crack, as drogas, a dengue, o HIV, todas as doenças infecto-contagiosas.”
O aborto não é mais como um dente arrancado.
O aborto é como o crack e as drogas.
O aborto não é mais como um dente arrancado.
O aborto é como o mosquito da dengue.
O aborto não é mais como um dente arrancado.
O aborto é como o vírus HIV.
O aborto não é mais como um dente arrancado.
O aborto é como as doenças infecto-contagiosas.

No dia em que Dilma enganou os evangélicos

Em outubro de 2010, na reta da eleição, a então candidata Dilma Rousseff enviou uma Carta Aberta aos evangélicos. Escrevi a respeito e comentei. No item 2, lia-se: “2. Sou pessoalmente contra o aborto e defendo a manutenção da legislação atual sobre o assunto”. No item 3, estava escrito: “3. Eleita presidente da República, não tomarei a iniciativa de propor alterações de pontos que tratem da legislação do aborto e de outros temas concernentes à família e à livre expressão de qualquer religião no País.”
Era só uma tática. Saibam que existe um projeto enviado ao Congresso pelo governo petista que descrimina, sim, o aborto. Agora é questão se “ganhar a sociedade” com o proselitismo. Dilma escolheu para a pasta uma militante da causa.

O silêncio dos bocós

Eleonora, já deu pra perceber, é chegada à mitologização da própria trajetória. Voltou a falar sobre o seu passado na luta armada, e isso costuma bastar para que os presentes façam um silêncio reverencial, ainda que ela compare um feto a um mosquito ou a uma infecção:
“Quem passou pelo que nós passamos na luta contra a ditadura cresce, amadurece, e não esquece nunca. São marcas que nos tornam mais fortes e mais sensíveis ao debate, sensíveis à espera, sem sentar-se numa cadeira e ficar esperando a banda passar. É espera com ação”, disse Menicucci.”
“Luta contar a ditadura” uma ova! Luta a favor de uma ditadura contra a outra ditadura! A diferença é que, se Eleonora e sua turma tivessem vencido, o terror teria durado muito mais tempo e matado uma quantidade de pessoas infinitamente maior, como provam todos os regimes comunistas. E Eleonora queria comunismo. Foi torturada? Lamento! Lamento, repudio e acho que os torturadores merecem a lata do lixo, assim como todos os assassinos comunistas.
Não dá! Esta senhora foi muito além do razoável. Andou revelando por aí, sem que lhe tenha sido perguntado, que tem uma filha lésbica, que ela própria se relacionou com homens e mulheres etc.  Paqrece padece de egolatria; gosta de fazer praça de seu estilo de vida; acha que suas práticas pessoas compõem uma categoria de pensamento. É a Val Marchiori da esquerda. Está pronta para a capa de “Caras - Versão Vermelha”. Se eu fosse avançar na alegoria, teria de escrever que a banheira e a taça de champanhe de uma celebridade comunista estariam necessariamente cheias de sangue. “Ah, esse Reinaldo! Olhem que agressividade!” Sei. Suave e comparar o feto a uma infecção.
Eu estou pouco me lixando para a vida privada de Dona Eleonora e de sua família. Não tenho nada com isso. Eu não assisto ao ‘Mulheres Ricas” e também não me interro por “Mulheres Loucas”. O que eu sei é o seguinte: é próprio das tiranias desumanizar o homem para que possam eliminá-lo em nome de uma causa. Assim procederam todos os fascismos, especialmente a sua versão nazista. Assim procedeu o comunismo. A diferença é que os fascistas costumam se esconder porque, intimamente, sabem-se partidários do horror, da truculência e da morte. Os comunistas recalcitrantes, ao contrário, sentem orgulho em revelar a sua condição. O fascista, um asqueroso, transforma a morte num instrumento de luta pelo poder; o comunista, outro asqueroso, transforma a morte num instrumento de progresso social.
Não, Dona Eleonora!
O feto não é um mosquito!
A vida é mais do que uma infecção!
Se e quando não for, então um partido vai definir quem é progressista o bastante para viver e quem não é colaborativo o bastante para morrer.
Divulgação: www.juliosevero.com
Brasileiros rejeitam em maioria esmagadora agenda abortista e homossexualista do partido do governo

15 comentários :

Reaça. disse...

Cristo! É só dragão, só canhão!

A Dilma só vive cercada por estas coisas!

Prova de que lésbicas não são bonitas, mas não mesmo!

Anônimo disse...

Irmão Severo e todos quero deixar aqui uma sugestão que pensei escrever ontem mais senti não era a hora ontem com esse contra ataque esse momento propício.
Vamos formar um partido diferente não tem nada de político e governamental um símbolo nosso aqui que tal a idéia rsrsrsrsrs.
Neste exato momento com permissão do dono do blog surge agora o "PDRJC" que vcs acham? Significado da sigla é:
"PARTIDO DO REINO JESUS CRISTO" QUEM PODE FAZER PARTE SÓ QUEM AMA A JESUS CRISTO VERDADEIRAMENTE VC EVANGÉLICO E CATÓLICO OU QUALQUER OUTRA RELIGIÃO QUAIS SÃO OS PRÉ REQUISITOS SER:
1)contra o movimento da cultura de morte o aborto e seus métodos contracepetivos.
-----------------------------------
2) contra a ideologia homossexual e suas vertentes antinatureza e suas determinações para surgimento de kit gay nas escolas do BR.
-----------------------------------
3) contra a ideologia feminista que oprime sutilmente as mulheres desse brasil e que respinga nos homens BR.
-----------------------------------
4)contra a ideologia do sexo fora do casamento e toda essa slongan do "ficar" e toda perversão e depravação humana que fazem do "sexo".
-----------------------------------
5)contra a separaçãoes e divórcios que nosso Senhor Jesus Cristo deixa claro ele repudia.
-----------------------------------
6)contra as festas pagãs da carne vide o "carnaval" tá batendo a porta essa festa especial do diabo e seus demônios.
----------------------------------
7)contra a ideologia de colocar religiões afros como diz irmão Severo com a capa de "cultura" a gente sabe isso não é bem assim e jogada do mal no mundo espiritual.
-----------------------------------
Tudo que for contra ao nosso Deus Vivo vc que é apaixonado realmente por JESUS CRISTO rejeitará o que não é dele OK.
Por que quem o ama e respeita e o temor a BÍBLIA SAGRADA você bem vindo a usar a sigala PDRJC aqui em qualquer lugar.
Abraços a todos meus irmãos e irmãs conectados aqui no blog do Júlio severo do brasil e outros países avance militantes só de Cristo amém. Ester!!!!!!

Neokoros disse...

Será que Eleonora Menicucci gostaria de ter sido abortada?
(É certo que não teríamos perdido grande coisa, mas mesmo assim...)

Será que ela gostaria de ter sido eliminada como mosquito?- não como o da dengue, que tem sido poupado pela SUS, Brasil afora.

"Você gostaria de ter sido abortado?"
Qualquer defensor do aborto responde esta pergunta com um "Não".
Inclusive a amiguinha de Dilma.

carloshenrique disse...

Pessoas assim que defendem o aborto, e que tratam bebês no ventre das suas mães como doença, droga e outras coisas. demonstram que não têm o verdadeiro amor pelo próximo. Como bem disse Jesus: "Vós tendes por Pai ao diabo e quereis satisfazer-lhe todos os seus desejos" E diz mais ainda Jesus: "Ele foi homicida desde o prinçipio e nunca se firmou na verdade". E essa Eleonora mais a a sua chefe demonstram claramente que têm ao diabo por Pai, e querem fazerem toda a vontade do diabo, tirando vidas inocentes e sacrificando no altar de moloque, num ato amais abominável, e covardemente tiram vidas. E ainda o mais grava: além de ter defender tal crime essa Eleonora ainda por cima se gloria de ter duas vezes cometido assassinato covardemente de duas crianças inocentes que estavam no ventre da sua mãe, e acha isso bonito, essa homicida.
Devia tanto ela como a chefinha dela, a Dilma Roussef, serem punidas severamente por todos os crimes contra vidas inocentes que praticaram e que incitaram a prática.

Larissa disse...

Oi Julio! Acompanho o seu blog diariamente há dois anos e é a primeira vez que faço algum comentário: O PT, Dilma e Lula NUNCA me enganaram.Quando era criança ouvia meus pais falarem que o PT era comunista e do diabo.comecei a votar com 16 anos e nunca votei em ninguém que pertencesse a este partido. Quando os pastores evangélicos começaram a fazer certas"alianças" com o PT, mesmo eu não podendo ainda votar, sabia que aquilo não estava certo e os meus pais sempre expicavam-me que aquilo não era de Deus.Não deixo de ler o seu blog pois quando eu pensava que ninguém tinha mais a mesma opnião "conservadora" que eu tenho vi que tem pessoas que a qualquer custo fazem ainda a vontade de Deus.

Anônimo disse...

Vejam mais um absurdo ocorrendo em terras tupiniquins tingidas de vermelho petista, onde bandido internacional vira celebridade e persona grata!

EX-ATIVISTA ITALIANO CESARE BATTISTI VAI TRABALHAR EM LIVRARIA NO RIO

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1045217-ex-ativista-italiano-cesare-battisti-vai-trabalhar-em-livraria-no-rio.shtml

Ronaldo

MARIA disse...

Pois é Larissa,
É isso que faltou na nossa sociedade no meio cristão: mais pessoas que nos advertissem assim: "O PT é comunista e do diabo!" Nunca vi algo tão certo! É uma pena que a maioria de nós não teve pai e mãe sábios assim!

Fernando disse...

Esse grupo guerrilheiro da Dilma estava bem servido de trabucos e canhões! Artilharia pesada.

Nielson disse...

Depois dizem que o Brasil não tem armamento para enfrentar uma guerra. Com excessão da Gleisy Hofman, vocês já viram as mulheres que cercam Dilma, tenho certeza que nem a bomba atômica supera o poder de destruição destes canhões, vão ser feias assim no Inferno, e com certeza se elas não se arrependerem e mudarem de vida, iram deixar o cafofo do caPeTa ainda mais feio e tenebroso, se for possível.

MARIA disse...

Essa mulher já parece uma monstra. É de assustar qualquer criancinha! A monstruosidade das afirmações dessa criatura demonstram o grau de malignidade dessa gente do Governo! Meu Deus, quando vamos acordar!?
Graças a Deus pela vida de vocês que estão no front dessa batalha!

Ten NoKatsu Dojo disse...

Roubos, terrorismo e homicídios praticados para décadas depois continuar sua obra do mal, mas desta vez com o amparo da lei, assentada em uma cadeira de autoridade!
E ainda ousam criminalizar os militares, mas e eles, não pagarão pelo mal que fizeram e continuam fazendo aos inocentes?

Dilma é a presidente mais hipócrita e dissimulada que já vi,verdadeira filha de Lula com o PT!

Diz ser contra o aborto mas elege feministas militantes extremistas para continuar a perpetuar a obra de maldade iniciada na época do governo militar.

O povo agora geme nas mãos desse governo de iniquidade.

As feministas endeusam a figura feminina, porém suas deusas ficarão envergonhadas, pois os filhos do Altíssimo se levantarão com atitude e voz profética para derrubar as forças das trevas!

Glória a Deus nas maiores alturas!!!

Igreja do Senhor Jesus, levante-se e resplandece como o sol!

Graça e paz irmãos.

Anônimo disse...

Existem mulheres, como a saudosa Madre Tereza de Calcutá, que embora não sejam bonitas de corpo ou de rosto, são lindas de alma. Porém, ao contrário destas, existem outras, como essas militantes feministas, que conseguem o incrível feito de fazer com que sua feiura de alma supere de longe qualquer tipo de feiura física. E põe feiura nisso, haja vista que “seres humanos” como estes cheguem ao ponto de defender com toda a naturalidade o extermínio frio e cruel de crianças em vida uterina. Diante disso, pode se dizer, que seres perversos como esses, não são somente feios, mas horripilantes!

Ronaldo

Wellington disse...

De um governo pró-aborto, pró-homossexualismo, anti-vida, anti-família, e, principalmente, anti-cristão, ninguém jamais vai poder esperar que venha algo de bom.

Eu nem me espantei quando eu vi quem Dilma escolheu para ser ministra. Considerando que essa "ministra" já foi "companheira" de Dilma na época do governo militar, nada mais justo do que uma terrorista ajudar outra, ou seja, está tudo em casa (ou, como eles dizem, "entre amigos").

Não tenho nenhum medo de dizer: o nosso país é governado por terroristas. Dilma e seus comparsas do PT (e também os de outros partidos que pensam e agem igual) são verdadeiros terroristas (talvez iguais ou piores que os da Al Qaeda)!

Anônimo disse...

Existe uma diferença gritante entre viciados em drogas e praticantes de aborto. Viciados em drogas são pessoas que caíram em um vício, em algo que é essencialmente mal, e que portanto devem ser assistidos e tratados para que deixem o vício e tenham uma vida normal. Mulheres que fazem aborto, excetuando casos de estupro comprovado ou onde há risco de vida da mãe, exceções estas já contempladas por lei, são assassinas, (isso mesmo, ASSASSINAS: nome que se dá a quem deliberadamente mata pessoas) e devem ser tratadas como tal, juntamente com os seus cúmplices. E não venham com essa história de estatísticas que fazem menção de números de abortos clandestinos onde tais praticantes correm riscos de vida ou sequelas graves. Ora, estatisticamente homicídios e roubos também são atividades clandestinas em que o praticante corre sempre um grande risco de ser preso ou morto, contudo seria um desplante achar que essas atividades criminosas deveriam ser descriminalizadas para aliviar o sofrimento ou salvar a vida dos criminosos. A expressão “questão de saúde pública” usada pelos defensores do aborto, que é um eufemismo usado com o objetivo de suavizar a ideia da perversidade do ato, valorizando mais o interesse do executor do aborto do que na proteção da verdadeira vítima, ou seja, do bebê em gestação, serve a interesses ideológicos de grupos feministas e eugenistas, que partem do princípio segundo o qual a mulher teria o direito de matar seu filho dentro do ventre uma vez que o mesmo se encontra dentro de seu corpo, portanto pensam os grupos feministas: “no que se refere ao meu corpo, eu faço o que quero”, pois bem, mas então um criminoso praticante de estupro poderia violentar sua vítima, partindo do mesmo princípio, desde que o fizesse dentro de sua residência, com o mesmo pretexto dizendo: “dentro de minha casa, faço o que bem quero, inclusive matar ou estuprar”, e isso, é lógico, é o cúmulo do absurdo, porém este é o mesmo princípio de raciocínio de grupos feministas, quando defendem o seu soberano poder sobre o feto (criança em gestação) sob o pretexto de que o mesmo encontra-se em “seus domínios”. E de braços dados com as feministas, somam-se os eugenistas, que veem o aborto como um eficaz método de controle populacional. Enquanto isso, o governo e os meios de comunicação, seguidos obedientemente pela turba manipulada, fazem cada vez mais apologia ao sexo livre, descompromissado, irresponsável, puramente hedonista, e quando o produto das consequências (os bebês) aparecem, tais agentes do inferno apresentam a solução: “livre-se dele, simples assim.” É a barbárie elevada ao nível da virtude. Simplesmente o inferno na terra!

Ronaldo

ÉLQUISSON disse...

O comentário do Wellington foi perfeito. Realmente, estamos sendo governado por terroristas. Só o passado de Dilma e dessa "ministra" já diz tudo.

E quanto à comparação do PT com a Al Qaeda, eu concordo plenamente e ainda diria o seguinte: a Al Qaeda não tinha o poder político nas mãos. Apesar disso, a Al Qaeda fazia (e ainda faz) atentados terroristas em vários lugares do mundo (como foi o caso do 11 de setembro).

No caso do PT, ele chega a ser igual ou pior que a Al Qaeda. Aliás, diga-se de passagem, o PT é a versão brasileira da Al Qaeda. Só essa política pró-aborto já diz tudo.

Não vejo a hora de tirarmos esse câncer maligno chamado PT do nosso governo. Aliás, a própria sigla (PT) já diz o que ele é:

PT = Partido Terrorista

Será que alguém aqui ainda tem alguma dúvida disso?