9 de fevereiro de 2012

Magno Malta chama Gilberto Carvalho de “safado” por estratégia de confronto com evangélicos

Magno Malta chama Gilberto Carvalho de “safado” por estratégia de confronto com evangélicos

Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo
BRASÍLIA — Irritado com a declaração do secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, no Forum Social de Porto Alegre contra os evangélicos, o líder do PR no Senado, Magno Malta (ES), reagiu da tribuna chamando o ministro de "safado", "mentiroso" e "camaleão".
Magno Malta: Gilberto Carvalho é um safado
Pregador evangélico, Malta sugeriu a carvalho que "lave a boca com álcool". O ministro teria dito no Fórum — de acordo com o senador — que a próxima batalha ideológica será com os evangélicos, "conservadores que têm uma visão do mundo controlada por pastores de televisão".
"Lave sua boca com álcool seu Gilberto Carvalho. Você precisa aprender a respeitar as pessoas. Vá procurar sua turma. Está brincando com quem?", indagou o senador. No entender de Malta, a intenção do ministro ao criticar dos evangélicos era agradar aos participantes do Fórum, "que são mais liberais e defendem o aborto".
"Barriga não dói só uma vez, seu cara de pau. Temos reagir à fala irresponsável desse ministro meia-boca."
O senador disse que foi procurado por Carvalho em 2010 para ajudar na campanha de Dilma Rousseff à Presidência. "E isso se deu sobretudo no segundo tempo, quando o debate tinha o aborto como um dos temas", informou.
Ele disse que também ajudou a "desatanizar" o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002. No entender de Magno Malta, todos os evangélicos foram desrespeitados, apesar do trabalho que fazem, sobretudo tirando drogados das ruas do País. Ele anunciou que vai sugerir às igrejas evangélicas que processem o ministro. "Ële mexeu no lugar errado, ele nos bajula, mas agora errou e muito."
Divulgação: www.juliosevero.com
Magno Malta e seu apoio a Dilma Rousseff

19 comentários :

Nielson disse...

Bom dia e a Paz do Senhor Jesus a todos. Jesus nos advertiu várias vezes que não devíamos nunca fazer alianças com aqueles que não tivessem nossa mesma fé. Infelizmente o Senador Malta, assim como outros tantos líderes evangélicos simplesmente jogaram esta advertência de Jesus na lata de lixo, e além de votarem em candidatos com ideologias satânicas, ainda fizeram campanha para os mesmos. Agora não adianta espernear, se esta corja está no poder, você meu nobre senador, é em grande parte responsával. Fico pensando o que se passa na cabeça de uma pessoa que se diz esclarecida tantos em termos políticos e espirituais como estes líderes evangélicos, e acreditam que algum dia esta raça de víboras vai mudar de pensamento e de atitudes. Será que eles nunca leram na Bíblia que o diabo é mentiroso e homicida desde o princípio e que quando fala a mentira faz o que lhe é próprio, ou será que eles não acreditam na eficácia da Palavra de Deus. Gostaria de ver todos os pseudos líderes evangélicos que apoiaram os facistas/comunistas/encaPeTados Lula e Dilma a reconhecerem seus erros, se desculparem e fazerem uma mobilização nacional contra todos os ataques que estão sendo cometidos por esta corja contra os valores cristãos no Brasil (vide o discurso da nova ministra das mulheres). Reconheçam que erraram, peçam perdão a Deus e aos seus seguidores e tomem uma atitude de confrontamento, enquanto ainda podemos, porque como vimos nas palavras do secretário geral da presidência, cada vez mais eles vão procurar nos calar.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

A Palavra de Deus diz claramente:

"Porventura, pode vir de uma mesma fonte água doce e salgada?" (Tiago 3:11)

Esse texto bíblico se encaixa perfeitamente com a imagem da nossa política. É impossível acreditar que possa surgir algo de bom em um meio tão podre e tão sujo (como o nosso Congresso Nacional).

Infelizmente, muitos políticos (inclusive os da bancada evangélica) fazem jogo duplo: criticam o governo, e, ao mesmo tempo, dão apoio ao mesmo governo.

É justamente por isso que eu não confio em nenhum político (nem mesmo nos da bancada evangélica). É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Seja Deus verdadeiro e todo homem (principalmente político) mentiroso" (Romanos 3:4, o parêntese é meu)

O senador Magno Malta é um bom exemplo disso. Ele se diz cristão e defensor da família (e contra o aborto), mas foi um dos que fez campanha para Lula (e também ajudou a eleger Dilma). Eu pergunto: como pode alguém que se diz cristão apoiar corruptos a serviço do diabo?

Talvez o nobre senador esteja esquecido do que a Bíblia ensina:

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o Maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14-16)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

Não há o que discutir: ou você serve a Deus, ou você serve ao diabo (não existe meio-termo)!

Será que o senador Magno Malta ainda se lembra disso?

Gostaria que ele respondesse de forma sincera a esta pergunta na primeira oportunidade!

Rafael Epprecht Machado disse...

Demorou mas o Senador Magno Malta percebeu onde foi que escostou seu burro... não me esqueço que na festa da vitória da Dilma ele era o primeiro atrás dela em todas as fotos e filmagens!! Espero mesmo que ele apenas estivesse enganado e que agora percebeu que o vermelho do PT é diretamente associado com o vermelho do inferno.

MARIA disse...

O senador disse que deu ajuda aos esquerdistas para desatanizar o Lula. Agora ele tem o troco por ter sido tolo. Era para ter satanizado mais ainda o Lula e o PT, pois eles servem, sim, ao Mal. A falta de sabedoria e informação é o que nos trouxe ao atual estado de acuação e terror!

Idevam disse...

E oque dá fica alimentando cobras pesonhentas

Anônimo disse...

É agora é Senhor Magno malta?
Agora, tá caindo a sua ficha e toda "bancada evangélica" vc agora deve estar arrependimento amargamente de apoiar o partido das trevas.
Eles são malandros, dissimulados,manipuladores, enganaram os bobos na casca do ovo isso que eles devem dizer por atrás essa dupla Lulinha e Dilminha, deve tá dando banana pra vcs "ótarios" se deixaram enganar para garantir o votinho deles evangélicos e católicos a maioria desse Brasil poucos os que não cairam na deles suposta repentina "mudança" deles aff.
Agora só nosso Senhor Jesus Cristo para reverter esse quadro da nossa política brasileira e barrar esses caras antiDeus e favor de satanás eu acredito no Deus vivo de milagres e reviravoltas poque vivo isso todos dias na minha vida e família.
Ester!!!!!

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Sinceramente, não dá para entender a posição do senador Magno Malta. Ele até pode ser um excelente defensor dos valores da família; mas, politicamente falando, é mais ignorante do que o pior analfabeto: se deixa enganar pelas aparências, ou melhor, é facilmente influenciado (como muitos outros). Infelizmente, muitos que se dizem servos de Deus estão agindo da mesma forma.

O que realmente está faltando no meio do povo evangélico é pessoas que tenham um verdadeiro compromisso com a Palavra de Deus, e que tenham a mesma coragem de um Elias ou um João Batista para falar, em alto e bom som, as verdades que o povo (e também muitos políticos) estão precisando ouvir!

O verdadeiro servo de Deus sempre defende a verdade, mesmo que isso lhe custe a própria vida. O verdadeiro servo de Deus segue a mesma regra dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Em suma, o verdadeiro servo de Deus é corajoso o suficiente para dizer com autoridade: "Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

Se Magno Malta fosse realmente um autêntico cristão (no verdadeiro sentido da palavra), ele teria que ter uma postura bem firme para dizer: "Não vou apoiar os que defendem o aborto. Não vou fazer campanha para políticos ou partidos que agem contra a Palavra de Deus. Não vou ajudar a eleger pessoas que são a favor do homossexualismo. Não vou ser cúmplice do pecado. Não me importo em perder o meu mandato. É melhor eu ficar em paz com a minha consciência (e cumprir o meu dever de cristão) do que pecar contra Deus". Eu pergunto: quantos, que se dizem servos de Deus, teriam esta mesma coragem?

Se Elias e João Batista estivessem vivos, com certeza eles estariam tristes e com muita vergonha da atuação dos servos de Deus nos dias de hoje! E eu não quero nem imaginar o que o apóstolo Paulo (e, principalmente, Jesus) estão sentindo diante disso tudo!

Muitos que estão sendo cúmplices do pecado precisam se lembrar deste aviso:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Será que muitos que se dizem servos de Deus (como Magno Malta) estão cientes disso?

Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

Trindade disse...

Ola Júlio;
Vejo alguns comentários onde deixa transparecer que o Senador Magno Malta esta agora arrependido por ter apoiado a esquerda nas eleições passadas, mas digo que isso não é verdade, o fato verdadeiro é que todos os politicos da chamada bancada evangélica esta ciente que enquanto a esquerda estiver o no poder eles serão "úteis" para a causa do povo de Deus, então fica esse eterno circulo vicioso, elegemos a esquerda, a esquerda age como esquerda, e nós somos eternamente os defensores dos irmãos; Isso é fato, o resto, bem o resto é ser idiota de acreditar nesses pronunciamentos exascerbados, ou alguém acredita que Magno Malta e a bancada evangélica achava que a esquerda iria mudar? Crentes deixem de ser idiotas úteis dessa bancada de lobos e passem a votar nulo ou em branco, pois acredito que no Brasil só uma perseguição nos fara voltar ao primeiro amor, no mais é só conversa fiada para crente dormir.
O exemplo do que digo aconteceu em Rondonia onde o presidente da Assembléia Legislativa, que foi grandemente apoiado pelos evangélicos e agora esta foragido da justiça por envolvimento em corrupção; E mais nas investigações foi descobertos vários funcionarios fantasmas na folha de pagamento e boa parte desses funcionarios que ganhavam R$ 7.500,000 eram filhos e esposas de liderança da Assembléia de Deus de Rondônia, esses sãos os fatos e nossa realidade atual, e diante disso alguém acredita que Jesus esta contente conosco?.

Neokoros disse...

...."O senador disse que foi procurado por Carvalho em 2010 para ajudar na campanha de Dilma Rousseff à Presidência. "

Tss, tsss, tsss...

Que linda figura! Mas sem atributos ingênuos: de tolo e bobo, Malta não tem nada!

Rafael Epprecht Machado tem toda razão:
na festa da vitória, Malta era sim o politico que mais aparecia atrás da Dilma, abanando o rabinho! Ele parecia fazer questão de ser visto por todos marcando território.

Mas por que não aparecer? Magno Malta foi um dos três senadores envolvidos no escândalo das Sanguessugas em 2006... Mas teve mais sorte que Ney Suassuna. Sendo assim, por que não apoiar Dilma e seus objetivos anticristãos?

Agora ele tá reclamando de quê?

Malta sempre apoiou o governo dos petralhas. E não foi por acreditar na santidade deles. Afinal, como ele mesmo admitiu, um dos quesitos de sua missão em 2002 seria "desatanizar" Lula para ganhar os votos dos eleitores evangélicos.
Tá, a gente sabe: isto foi impossível. Neste item, Malta falhou. O senador Magno Malta não desatanizou Lula.

Deve ser por isto que
Gilberto Carvalho -sempre tão vingativo, o fantasma Celso Daniel que o diga!- agora tenha resolvido se vingar. E não bastava descontar no senador o fracasso -de Malta- em desatanizar Lula: tinha que descontar em todos os evangélicos!
Arre!

MARIA disse...

Será que não dá mesmo para confiar em ninguém neste cenário político brasileiro? Estamos fritos! E quem viu o discurso do senador Malta já pode conferir: pífio! É de dá dó a falta de esclarecimento que deixa transparecer. Em nenhum momento ele demonstra saber o que está por trás das declarações do Gilberto Carvalho! Ele também está "deitado em berço esplêndido". Senti-me humilhada quando vi alguns dos discursos de Nigel Farage e Daniel hannan no MEP. Bom, agora se o senador for como estão comentando, isto é, um espertalhão e oportunista, aí tamos fritos pra valer! Misericórdia, Senhor!!!!

Marco Teles disse...

Estamos tentando fazer diferença na politica quando deveríamos fazer diferença na pregação. Vejam as greves de instituições essenciais que pipocam no RJ e na Bahia. Isso é coisa normal? Ou será como o plano de geração de desordem para revolução arquitetado antes do regime militar pelos mesmos que estão, hoje, no poder?

Estou preocupado e desconfiado. Precisamos orar e pregar o genuíno evangelho que é poderoso como "espada de dois gumes" e capaz de dividir o indivisível, coisa que a política não pode nem de longe fazer.

Eduardo disse...

Assim como o povo vende o seu voto em troca de qualquer assistencialismo barato (como o Bolsa-Família), muitos dos políticos do Congresso Nacional também se vendem por cargos, vantagens e outras mordomias oferecidas pelo governo.

O mais vergonhoso disso tudo é que até os políticos da bancada evangélica, que deveriam dar o bom exemplo (e que deveriam ser a luz no meio das trevas dessa nossa política), têm agido da mesma forma, ou seja, têm aceitado as mesmas vantagens e mordomias que lhe são oferecidas. Eu pergunto: como confiar em pessoas que agem assim?

Eu diria mais: não foi só a bancada evangélica quem se vendeu. Os evangélicos em si, na hora em que caíram na lábia da "terrorista" (que negou o aborto com a maior cara de pau), já mostraram a sua fraqueza em se deixar levar pelas promessas mentirosas de candidatos corruptos.

Magno Malta, que deveria ser uma exceção a toda essa sujeira, infelizmente também está nesse meio. Realmente, fica muito difícil confiar nos que se dizem servos de Deus em termos de conscientização política. É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Seja Deus verdadeiro e todo homem (principalmente político) mentiroso" (Romanos 3:4, o parêntese é meu)

Não sei se seria exagero da minha parte, mas querer "desatanizar" um político da esquerda (como Lula ou qualquer outro) é mesmo que querer que o diabo se converta a Jesus!

Alguém concorda comigo?

O Sangue Bom disse...

Isso é o que dá fazer política pensando em agradar homens e não a DEUS! Saul tentou se justificar com Samuel que teve medo da reação do povo, por isso desrespeitou a vontade de Deus.

Cleber Montes Moreira disse...

Pois é... quem mandou subir no palanque da Dilma. Mas, será que a postura do Senador mudará nas próximas eleições? Faá ele aliança com essa gente "safada"?

Anônimo disse...

Essa de "lave a boca com álcool" foi forte. Não simpatizo com o Magno Malta, mas essa valeu!

Juan disse...

Os comunistas agradecem seu apoio e fazem uso de sua boa vontade em ajudá-los a ganhar o poder. Depois que eles conseguem o que querem, adivinha o que acontece?
Se alguém ainda tiver dúvidas, basta ver o que eles fazem entre eles: Trotski vs Stalin e Mao Tse vs lideranças do PC Chinês. Se eles são capazes de fazer o que fizeram com os próprios companheiros ideológicos, tenho pena dos idiotas úteis que se aliam a eles.

Ribeiro disse...

Que todo petista é ladrão, bandido, safado, mentiroso e moleque, seja presidente, ministro ou simplesmente militante, todo mundo já sabe.

Mas só agora o Magno Malta se apercebeu disso foi? Tarde demais! Se fez de otário porque quis.

Quem mandou apoiar bandido? Agora beba do veneno deles.

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Será que o senador é mesmo tão ingênuo como tenta parecer?

É..., réu confesso! “desatanizar” como? Esse exorcismo não funcionou.

O trabalho citado com os drogados, foi a sua plataforma de lançamento; é verdade que o senador teve grande atuação no passado com os “dependentes quínicos”. Tá na hora de voltar as ações do passado; a campanha de liberação da maconha está aí com seus presidentes. Será que ele só está interessado na bajulação?

zilda disse...

O problema com o Senador é uma coisa que ocorre com muitos de nós! chama-se vaidade e arrogância,quando começamos a achar que temos poder de ler intenções e corações só pelo fato de sermos crentes.