29 de fevereiro de 2012

Governo brasileiro exige pedido de desculpas de Silas Malafaia por “homofobia”

Governo brasileiro exige pedido de desculpas de Silas Malafaia por “homofobia”

21 de fevereiro de 2012 (LifeSiteNews.com) — Um procurador federal do Brasil está exigindo que um televangelista se retrate de certas declarações que fez em 2011 que o procurador diz incitaram “ódio” aos homossexuais — uma ameaça pouco disfarçada de futuras ações legais.
“Os caras na Parada Gay ridicularizaram símbolos da Igreja Católica e ninguém fala nada”, o televangelista Silas Malafaia disse em reportagem. “É para a Igreja Católica ‘entrar de pau’ em cima desses caras, sabe? 'Baixar o porrete' em cima pra esses caras aprender”.
Pelo que dizem as reportagens, Malafaia respondeu às críticas dizendo que ele não estava incitando violência aos homossexuais, declarando que por “entrar de pau” e “baixar o porrete” ele queria dizer que a Igreja Católica deveria “formular críticas, tomar providências legais”.
Em seus comentários, Malafaia estava se referindo à profanação de imagens sagradas que ocorre regularmente nas paradas homossexuais no Brasil.
O procurador federal Jefferson Aparecido Dias diz que os comentários contêm “claro conteúdo homofóbico, por incitar a violência em relação aos homossexuais” e “constituem discurso de ódio, incompatível com as funções constitucionais da comunicação social”. Ele está exigindo que Malafaia faça uma retratação pública, dando para seu pedido de perdão o dobro de tempo que ele teve para fazer as declarações originais.
Malafaia, pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, cuja programação é vista por milhões de pessoas no Brasil, nos Estados Unidos e muitos outros países, diz que as acusações contra ele são “absurdas”.
“Em hipótese alguma vou pedir retratação, pois isso é um absurdo. Os gays manipularam a minha fala para me incriminar, e sou eu que tenho de pedir retratação? Isto deve ser uma brincadeira”.
A ameaça contra Malafaia reflete um conflito crescente entre o governo socialista da presidenta Dilma Rousseff e programas de TV religiosos, em grande parte responsáveis pela quase derrota dela nas eleições presidenciais de 2010.
Depois que evangélicos e católicos fizeram objeções ao histórico pró-aborto e pró-homossexualismo de Rousseff, ela viu seus números nas pesquisas eleitorais caírem, e foi forçada a um segundo turno com um dos seus três maiores opositores. Ela então assinou uma declaração prometendo não iniciar nenhuma legislação pró-aborto e pró-homossexualismo durante seu mandato presidencial.
Autoridades do governo socialista estão também tentando revogar a concessão de TV da rede de televisão católica Canção Nova, cujos programas também continham críticas às políticas sociais do PT.
Traduzido por Julio Severo do artigo de LifeSiteNews: Brazilian government demands apology from televangelist for ‘homophobia’

20 comentários :

Anônimo disse...

Eu fico com ansia de vomito dessas coisas, eles querem que gays fiquem se beijando dentro da igreja, e ficam queimando as bíblias na frente dela, fazem afronta e não querem que eles reajam. Isso só pode ser brincadeira.

AnaMaria disse...

Eis uma 'amostra grátis' do que iremos passar num futuro bem próximo...! Um futuro que fede assim como o Tietê.

Olha que aquela maldita lei 'acoita-adoradores-do-anus' ainda não foi aprovada, mas imagina quando for??

Pelo que parece não posso nem mais dizer "se for aprovada", indicando possibilidade, pois parece que realmente "será", indicando um fato irredutível diante duma notícia dessas.

Nielson disse...

Não concordo com muitas idéias do Pr. Malafaia, principalmente com a defesa visceral que ele faz da Teologia da Prosperidade, e também porque ele ajudou e muito o PT (Partido das Trevas) chegar ao poder, mesmo já havendo sinais claros do que eles queriam fazer do país. Mas está claro que neste caso ele está sendo vítima da mais sórdida perseguição, retundância em se tratando do movimento gay, pois quem viu o comentário do Pr. entendeu que ele estava falando de uma ação judicial da Igreja Católica contra a ofensa que sofreu durante a parada gay, já que via de regra este é um recurso utilizado pelos gayzistas para cobrarem "seus direitos". No próximo artigo publicado neste blog, comenta-se a respeito do que está acontecendo nos Estados Unidos em pról da agenda de Satanás (homosexualização e mulçumanização) da sociedade, e isto acontece no país mais evangélico do mundo, então caros irmãos e amigos, temos que nos preparar pois o que virá sobre nós é terrível. Como servo de Deus não podemos nos conformar com o mundo, mas transformá-lo (ao menos tentar) segundo a renovação da nossa mente em Cristo, portanto não podemos apenas ficar de braços cruzados apenas reclamando. Volto à campanha fora PT, os cristãos brasileiros (católicos, evangélicos e todos os que creêm em Jesus Cristo Salvador) não devem votar em candidatos deste partido (ou quadrilha, corja, orda...) em hipótese nenhuma, seja qual for o candidato. O povo brasileiro deve se manifestar de forma clara contra estes atentados que estão sendo cometidos pelo governo contra a ética, a moral e os bons costumes. Peço aos leitores principalmente de São Paulo que nos ajudem nesta campanha. Lá o candidato petista é o incomPeTente Haddad, que tentou a todo custo gayzificar nossas escolas, e foi lançado a candidato pelo próprio chefe dos caPeTas. Temos que derrotá-los em todos os lugares, mas com certeza em São Paulo o estrago no reino das trevas seria mais sentido pelos encaPeTados. E que Deus tenha misericórdia de Nós.

Juan disse...

Ou esse procurador está agindo com malícia ou é muito ignorante, como não acredito na sua ingenuidade, fico com a primeira opção. Confundir intencionalmente figuras de linguagem com incitação à violência é a prova viva de que os 'movimentos pela igualdade' não querem saber de igualdade, somente a hegemonia lhes interessa. E olha que a tal da homofobia nem é crime ainda e já estão condenando as pessoas, pior, estão condenando as pessoas por crime de opinião.
Se eu fosse o Pastor Malafaia eu ia "para o pau" com esse procurador até o STF...
PS: E cadê a Igreja Católica que não faz nada? Vai deixar o Pastor Malafaia sozinho com as hienas?

ELISEU disse...

Apesar de não atacarmos física ou verbalmente os homossexuais, somos constantemente atacados por eles simplesmente por não aceitarmos o que eles fazem. Para que todos daqui tenham uma idéia do ódio que os homossexuais têm dos cristãos, o deputado homossexual Jean Wyllys censurou um cidadão (Carlos Vendramini) pelo Twitter simplesmente porque o mesmo se manifestou contra o PLC 122, o "kit gay" e o homossexualismo. E o próprio Jean Wyllys ainda teve o despeito de dizer que os cristãos são homofóbicos, preconceituosos, e que iria tomar providências contra os seus "inimigos" (não só os cristãos, como também todos os que são contra o homossexualismo).

Eu pergunto: a liberdade de expressão é permitida somente aos homossexuais? E para os cristãos e para as pessoas que são contra o homossexualismo, não pode haver liberdade de expressão? Quer dizer, eu nao vou poder protestar contra uma coisa que é biblicamente imoral? Que justiça é essa de 2 pesos e 2 medidas (tudo para os homossexuais, e nada para os cristãos e para os que são contra o homossexualismo)? Por acaso os homossexuais são tão especiais (ou tão privilegiados) para só eles terem todo e qualquer tipo de direito?

Caso os homossexuais estejam esquecidos, faço questão de relembrar a eles o que a nossa Constituição Federal diz sobre a liberdade de expressão. Leiamos:

- Artigo 5º, inciso IV: "É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato"

Eu sou livre para dizer o que eu quero. E eu aproveito a minha liberdade para dizer aos homossexuais com todas as letras: SOU CONTRA O HOMOSSEXUALISMO E CONTRA O PLC 122 OU QUALQUER OUTRA LEI A FAVOR DELES! Sinto muito se os homossexuais se sentiram ofendidos, mas eu penso assim (eles aceitem se quiserem)! Eles podem até me chamar de homofóbico, mas eu não estou nem aí para o ódio que eles vão sentir da minha pessoa! Minha opinião é esta: sou contra o homossexualismo (e ponto final)!

- Artigo 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Ninguém pode me obrigar a deixar de crer em Deus e na Sua Palavra. Eu creio e obedeço ao que Ele me ordena. Se os homossexuais não quiserem aceitar a minha opinião (ou não quiserem se arrepender, e nem aceitar o que a Bíblia diz sobre o homossexualismo), é um direito que eles têm. Porém, me obrigar a mudar meus princípios só porque eles querem que eu ache certo uma coisa que é biblicamente errada, isso eu NUNCA vou fazer. Não vou mudar meu ponto de vista para agradar a ninguém (principalmente os homossexuais). Eu obedeço ao que a Bíblia diz: "Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

Se eu tiver que ser preso ou morrer pela verdade da Palavra de Deus, eu aceito com muito prazer a prisão ou a morte (até porque eu confio no Deus em quem eu creio). E digo mais: não tenho nenhum medo de ser preso ou de morrer, porque o Senhor Jesus, na Sua Palavra, garantiu aos Seus servos: "Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

Já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Mas, como quase sempre acontece na maioria das vezes, eles não me deram ouvidos. Muitos chegaram a rir da minha cara, me chamaram de homofóbico (e de outros nomes feios que eu nem vou citar aqui, por questão de educação), enfim, me insultaram de tudo quanto é jeito.

Só sei de uma coisa: estou com a minha consciência tranqüila. Cumpri a minha obrigação de cristão (que é pregar a Palavra de Deus). Se esses homossexuais não quiserem se arrepender, é problema deles. No dia do juízo final, eu quero ver se algum deles vai ter coragem de dizer a Jesus as mesmas coisas que me disseram! Aí vamos ver quem é realmente corajoso para encarar Jesus face a face!

Se os homossexuais (bem como seus comparsas) quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

Anônimo disse...

Olá Júlio,

A título de informação, o ministério Publico Federal, NÃO é o Governo Federal, O executivo. A Informação do artigo, errada, conduz até a orar da forma errada, pela instância errada.
O MP tem tentado atuar diretamente contra várias organizações Cristãs, em diferentes frentes, como vc mesmo deve saber, mas ele não é o Governo.

Um abraço,

MARIA disse...

Jesus nos ajude. a coisa está ficando pior. O mais grave é não há divulgação dessas arbitrariedades!!!

Augusto de Piabetá disse...

Está claro que os homossexuais estão chamando a Igreja para o confronto:

http://www.youtube.com/user/acrvieira90catolico?feature=mhee#p/u/2/3bhSX1olG_w

ÉLQUISSON disse...

Nielson,

Eu concordo em gênero, número e grau com o seu ponto de vista. Em relação ao PT, você disse tudo.

Eu ainda acrescentaria o seguinte: o PT é versão brasileira da Al Qaeda. Talvez a única diferença entre ambos é que a Al Qaeda é um grupo terrorista que não tem (por enquanto) o poder político nas mãos, mas que, mesmo assim, ainda faz atentados terroristas em vários lugares do mundo (como foi o caso do 11 de setembro).

No caso do PT, ele chega a ser igual ou pior que a Al Qaeda (até porque tem poder para fazer tudo). Todas as políticas promovidas pelo PT são típicas de grupos terroristas (só o fato de ser pró–aborto já diz tudo).

Da mesma forma que você, eu também não vejo a hora de extirparmos esse câncer maligno chamado PT do nosso governo. Aliás, a própria sigla (PT) já diz o que ele realmente é:

PT = Partido Terrorista

E mais: não basta tirar somente o PT do poder. Embora o PT seja o carro–chefe de toda essa sujeira, tem que tirar também o PSOL (do deputado homossexual Jean Wyllys), PV (do deputado pró–homossexualismo Fernando Gabeira), PC do B, enfim, todos os demais partidos que possuem a mesma agenda do PT.

Da mesma forma que Jesus expulsou os vendilhões do templo (João 2:14–16), está na hora de expulsarmos esses terroristas do nosso governo!

NÃO VAMOS ENTREGAR O NOSSO PAÍS A SATANÁS E AOS DEMÔNIOS! O BRASIL É DO SENHOR JESUS CRISTO, REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES PARA TODO O SEMPRE!

Alguém concorda comigo?

NILZA COUTINHO disse...

Graça e Paz!

Não estou defendendo ninguém, quero apenas citar o que diz a Palavra de Deus:
O apóstolo Paulo, em sua carta ao irmão Tito (Tito 2:7-8) recomendou: "Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra incorrupção, gravidade, sinceridade,
Linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós..."

Não podemos dizer que as expressões: ‘entrar de pau’ e 'Baixar o porrete' faz parte de uma linguagem irrepreensível, portanto, se o pastor tivesse atentado para o que diz a palavra de Deus não estaria sendo chamado a se retratar, e se, mesmo assim fosse chamado, certamente seria o inimigo que iria se envergonhar,pois a palavra de Deus se cumpre na vida daqueles que a obedecem.

Wesley Moreira (Pr) disse...

Homofobia? Homofobico pra mim é aquele tem somente uma fobia. Que termo usado rídiculamente por uma mídia mediocre.

Evangelicos votam no PT e recebem isso em troca. Se voces que vivem no Brasil quiserem mudança ignorem o Robson Rodovalho, o Edir Macedo e esses corruptos politicos evangelicos e votem num partido de direita. Voces colacam o PT lá e ele vai usar o dinheiro dos seus impostos para destruir voces. Até onde vejo, quem quer mudança vota por mudança.

Anônimo disse...

Prezado irmão Júlio,

Eliseu! Irmão! Constituição no Brasil não tem nenhum valor!! Eu nem perco meu tempo em lembrar de Constituição, e muito menos citar nenhuma artigo dela. Pra quê? Se quem deveria "zelar" por ela - o STF - a rasgou e jogou no lixo, só para satisfazer a vontade de gays e do (P)artido (T)errorista.
Estamos vivendo já, hoje, uma ditadura gay-comunista. O fato já está "consumado" não tem mais jeito não... Não precisa se aprovar nenhuma lei, para se perceber isso. Ainda me restava alguma esperança se Dilma não estivesse no poder, mas está e agora é tarde!
E então sanhoras e senhores evangélicos? E agora? Estão satisfeitos? que faremos agora para consertar o que vocês ajudaram a "coninuar de errado"? Hem? Respondam!
Coitado do irmão Júlio! Ter que ler todos os dias as "mesmas opiniões", é dose! E tenho certeza absoluta, que muitos evangélicos que criticam o PT aqui, votaram a mando de pastores, em Dilma. Se fez isso, achou o governo do sr. Luís Inganácio Mentira da Silva, bom! O pior é que todos temos que pagar caro por isso!! E NÃO VAI MUDAR TÃO CEDO! O tal Luís Inganácio vai querer voltar... E vai voltar, e fica mais 8 anos... Quem duvida? Em se tratando de barasileiros...
Basta ver o nível dos políticos no Congresso Nacional. Não sei porque José Dirceu ainda não se candidatou a nada.
Não parece que somos a maioria! Tem horas que tenho dúvidas quanto a esta maioria. Quem representa mais, é 90%? ou 10% de gays? Afinal 10% da população elege algum político? E porque os políticos desafiam a vontade da maioria dos brasileiros? Confiam em nossa falta de memória! Temos a mania de gostar de sermos "manipulados" e depois ficarmos tirando onda de vítimas desprotegidas.

Do amigo baiano,
Lúcio

Pai da fé disse...

Aleluia! O nosso Senhor está perto de voltar!

Carlos de Cristo disse...

Nesta estou com o querido pastor Silas Malafaia e não abro!
Este procurador em favor dos gays está sendo usado, não por Deu mais pelo Espírito do erro que agora opera nos filhos da desobediência! Pois quem deveria se retratar deveria ser os gays-istas que afrontaram os católicos na passeata em SP, e o amado pastor Silas Malafaia que teve seu vídeo e suas palavras ADULTERADA, EDITADA, E MAL INTERPRETADA!
Deus é nossa defesa e derrotará os inimigos de Deus e da liberdade religiosa e de expressão!

Anônimo disse...

Mais uma LOUCURA saída do HOSPÍCIO chamado Ministerio publico federal: os tais procuradores (sempre ocupados em procurar chifres em cabeça de cavalos) querem tirar de circulação o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, que eles acabaram de estigmatizar de "livro preconceituoso".

Abriram os portões da Casa Verde.

Só a Rússia para salvar o mundo.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao Wesley Moreira:

Irmão Wesley,

Você falou uma coisa que me chamou a atenção (e que eu destaco aqui):

"...Até onde vejo, quem quer mudança vota por mudança"

Wesley, neste ponto você está certíssimo. Realmente, devemos tentar fazer algo para mudar a situação do nosso país. Em outras palavras: como cristãos, temos que apoiar pessoas que estejam verdadeiramente comprometidas com a obediência à Palavra de Deus (para tentar livrar o nosso país das trevas que nos cercam).

Mas a questão crucial é a seguinte: em quem votar? Quem seria o político (ou o partido) capaz de livrar (ou salvar) o Brasil do caminho do inferno que o PT colocou (juntamente com outros partidos que agem igual)? A colocação que você fez é importante (e merece nossa reflexão). Só que, infelizmente, não dá para achar, por enquanto, uma resposta 100% satisfatória.

Não quero ser pessimista, mas, sinceramente, eu não vejo nenhuma opção confiável, ou melhor, não vejo ninguém com coragem o suficiente para derrubar essa ditadura socialista (ou terrorista?) que está sendo silenciosa e sorrateiramente imposta a tudo e a todos. Pode ser que eu esteja errado, mas, do jeito que as coisas vão, eu só espero o pior daqui pra frente.

Olhando o nosso Congresso Nacional, o que temos? Somente sujeira, corrupção, roubalheira, escândalos dos mais diversos tipos, enfim, uma podridão total. Para mim, não há nenhum político desse meio que seja digno da nossa confiança (e, muito menos, merecedor do nosso voto).

O mais vergonhoso disso tudo é que até os integrantes da bancada evangélica, que deveriam dar o bom exemplo (e que deveriam ser a luz no meio das trevas dessa nossa política), têm agido da mesma forma, ou seja, têm se envolvido na mesma sujeira. Eu pergunto: como confiar em pessoas que agem assim?

E mais: para quem vamos apelar quando formos prejudicados de alguma forma? Não há, atualmente, nenhuma instituição considerada imparcial, idônea ou confiável para defender nossos direitos. A maior vergonha que tivemos foi ver o STF aprovar o casamento homossexual, uma atitude de total desrespeito à nossa Constituição (e que merece todo o nosso total repúdio). Mas o que poderíamos esperar de diferente do STF, se os seus ministros foram indicados por Lula e Dilma? E não só ele, como também o Ministério Público Federal, Polícia Federal e outras instituições. Em todas elas, prevalece o corporativismo (defesa dos interesses de quem os empregou). É lógico: por que os dirigentes dessas mesmas instituições votariam contra os seus "chefes" (Lula e Dilma)?

Honestamente falando, o futuro do nosso país é sombrio. Eu já me preocupo com o que poderá acontecer com os meus filhos e também com as gerações posteriores. Diante disso, eu pergunto:

- Que exemplo o nosso país será daqui pra frente?

- Que esperança esta geração poderá ter se tal estado de coisas continuar como está (e se não houver nenhuma mudança para melhor)?

Deixo estas perguntas no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

P.S: Se alguém quiser se manifestar, esteja à vontade.

Idevam disse...

O Procurador Está Tentando Legisla Em Causa Propiá

Leandro Matias Deon disse...

Olha...
o procurador federal Jefferson Aparecido Dias é aqui da minha cidade, Marília (que, como sabemos, é terra natal da família do Pava - aliás, a família está de luto).

Não é cargo de governo. É de concurso.
Porém, ele faz o perfil típico de procurador populista, movendo ações-espetáculo em questões como filas de banco ou redução de tarifas de ônibus.
Sua ação é regional, e não tenho conhecimento algum de qualquer homossexual que tenha sofrido ataque homofóbico por causa das declarações de Silas Malafaia.

De qualquer modo, esse tipo de linguagem não deve ser utilizado por pregadores cristãos. Devemos ser mais mansos (Mat 10.6).
Mas seria muito hipócrita o homossexualismo vilipendiar (através de paródia) o símbolo de uma religião, e protestar contra o uso metafórico de uma expressão que vem como reação a esse vilipêndio.

VideoBlax disse...

Estão querendo colocar uma mordaça gay em todos os cristãos. Mas Deus é maior e continuará dando forças para homens de bem que que não se omitem e falam a verdade; como o Julho Severo e Silas Malafaia.

Anônimo disse...

Esta cada vez mais difícil esse País. Até quanto esse grupos militantes vão fazer farra e ninguém toma providencia, alias, pouquíssimas pessoas como o Irmão Julio, Silas e etc se manifestam. Faço parte de uma igreja em SP mais não vejo pregação nenhuma contra essa conduta, pelo contrario vejo jovens da minha idade afeminados dentro da própria igreja. Mando diversos conteúdos para Pastores, e ninguém, responde e mais fingem que não leram ou fingem que esqueceram. Só vejo pregação de Amor, prosperidade, respeito as diferenças, até a igreja meu Deus.