11 de fevereiro de 2012

Conselho de psicologia inicia um processo de cassação de Marisa Lobo perseguição religiosa

Conselho de psicologia inicia um processo de cassação de Marisa Lobo perseguição religiosa

Conselho de psicologia da um prazo de 15 dias para que Marisa Lobo tire das redes sociais toda mídia que a vincule a sua fé Cristã estando ameaçada de cassação

No último dia 09 de fevereiro às 11 horas da manhã a psicóloga Marisa Lobo, recebeu uma convocação para se apresentar ao conselho regional de psicologia, motivo seriam várias denúncias recebidas pelas redes sociais sobre seu exercício profissional.
Marisa Lobo: "Eu enfrentei e disse vamos para o enfrentamento e cassação".
Ao chegar ao conselho, Marisa Lobo, tirou uma foto lendo a Bíblia, dizendo estar lendo seu manual de ética enquanto aguardava. (foto postada nas redes sociais, que já virou motivo de perseguição).
Ao entrar no conselho foi recebida por duas fiscais, que a colocaram a par das denúncias, todas feitas por ativistas gays, usuários de maconhas e ateus, que estavam se sentindo incomodados com a postura dela em se declarar psicóloga e cristã, por assumir em suas redes sociais que é cristã, e pelos seus questionamentos de conteúdo do kit gay.
As fiscais leram todo código de ética, reforçando que ela é muito conhecida e que sua posição fere o conselho de psicologia e estão induzindo pessoas a posições contrárias ao homossexualismo e a convicções religiosas.
Relata Marisa Lobo
"Sobre a mesa colocaram Xerox de recados de twitter, o que me deixou indignada, como poderia estar sendo chamada para discutir ética, por denúncias de ateus, militantes gays, canabistas sem base legal alguma e que claramente me perseguem pelas minhas posições de direito de professar minha fé. Me senti perseguida, ouvi coisas absurdas, uma pressão psicológica que se eu não tivesse sanidade mental, teria me acovardado e desistido de minha fé."
"Tentaram o tempo todo me vincular a homofobia, deixei claro que processaria todos eles, pois não sou homofóbica, nunca agredi ninguém apenas tinho minhas opiniões, que foram claramente negadas a mim pelas fiscais, me senti tolhida em meu direito de liberdade de expressão."
Frase que foram ditas pelas fiscais que me indignaram
* "Você não tem o direito, não pode se dizer Cristã e psicóloga ao mesmo tempo é ferir o código de ética."
* "Você não pode dizer que Jesus cura, sendo psicóloga,"
* "Você não pode se dizer psicóloga e cristã, guarde sua fé pra você, não tem direito de externar para mídia."
* "Você não pode dar declarações que induza pessoas a acreditar que seu Deus cura, como faz em seus sites e blogs."
* "Você não tem direito de dizer em público que ama gay, mas quer ter um filho hetero."
"Me questionaram  que eu disse, em uma palestra que não acredito em cura da dependência química sem Deus."
"Quando mandei que me dessem um exemplo de cura da dependência química só pela ajuda psicológica, ficaram em silêncio, eu disse que conheço centenas de casos, falei das estatísticas das comunidades e serviços que trabalham a fé, e dos meus 15 anos de trabalho na área vendo os milagres da transformação, apenas por dar essa oportunidade as mães e usuários de saberem que existe um Deus que pode tirá-los desse lixo que a psicologia não tem conseguido. Claro que a situação ficou mais crítica."
"Entendi que, a pessoa pode morrer, na sua frente, mas você como psicólogo não pode em nenhum momento, falar de Deus para pessoa."
"Contei o exemplo de uma mulher que entrou em meu consultório e me disse:"
"Dê-me uma razão para viver, ou vou sair daqui e vou desistir da minha vida!!!"
"Eu dei, Deus, ela está viva e bem até hoje."
"E perguntei o que deveria ter feito, já que ela tratava com psicólogos psiquiatras, tinha luto patológico, era depressiva suicida e não tinha vontade de viver, deveria deixá-la morrer então? A dar a ela a chance de acreditar que existe Deus, eternidade. Não souberam responder, enrolaram, e mudaram de assunto."
"Quando questionei que estavam me pedindo para negar Deus se quiser continuar exercendo minha profissão, elas se olhavam, e diziam: Não é isso, você pode ter sua fé mas não pode externar, guarde pra você, pois está induzindo pessoas a acreditarem em você pela sua influência."
"Deixei claro que não uso a religião para tratar meus pacientes, não tenho nenhuma reclamação em 15 anos no conselho, eles sabem disso. Então não estava entendendo, porque tanto código de ética. Se com meus pacientes nunca cometi um erro."
"Sou uma cidadã livre, a constituição me dá esse direito de professar minha fé, fora do meu consultório, elas sempre debatiam dizendo" "como psicóloga não."
"Quando disse que então seria cassada, pois não negaria minha Fé, uma delas que disse:"
"Você não precisa ser cassada, pode abandonar a psicologia"
"Disse que não abandonaria minha profissão, que não estou sozinha, que paguei caro pela minha formação, gastei anos da minha vida, e que não vou abandonar minha profissão, e que pago caro o conselho também elas me responderam:" "então deixe de falar de seu Deus de sua fé."
"Eu enfrentei e disse vamos para o enfrentamento e cassação."
"Conforme texto abaixo tenho 15 dias tirar das redes sociais tudo que me ligue a religião, VEJA A MINHA RESPOSTA ABAIXO.
NÃO NEGO MINHA FÉ. TENHO ORGULHO DE SER CRISTÃ.É MINHA IDENTIDADE" TENHO QUE SER RESPEITADA POR ISSO.LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
Divulgação: www.juliosevero.com

48 comentários :

João disse...

Se isso não é uma clara perseguição, eu não sei mais que merda é. Parabéns pela matéria, Júlio.

Anônimo disse...

Se os conselhos de psicologia do Brasil entendem que o profissional de psicologia passam por cima da constituição e dizem que psicólogos não pode professar sua fé, então acredito que como líderes temos que dizer a Igreja que nenhum cristão deva mais utilizar nenhum tipo de serviço oferecido por estes profissionais

Julio Severo disse...

Prezado anônimo, o psicólogo cristão deve ajudar os descrentes a conhecer o Evangelho. O cristão não precisa recorrer a psicólogos.

Trindade disse...

Ola Júlio;
O cerco esta se fechando contra os cristãos e várias profissões estarão na mira dessas politicas, por exemplo imaginem:
Policial cristão vai ter que prender pai ou mãe que corrigir o filho;
Pela ampliação da lei Maria da Penha o juiz cristão terá que afastar o marido da casa por uma denuncia de qualquer pessoa, mesmo que a esposa não represente contra esse marido, terão que agir nesses casos policiais e promotores, pois serão os primeiros acionados.
O médico cristão terá que fazer operação de mudança de sexo, pelo SUS ou particular.
Conselheiros tutelares cristãos terão que atuar para desestruturar lares para cumprir o ECA.
Enfim o cerco esta se fechando e ficar indignado como foi o caso do discurso do Senador Magno Malta não cabe mais, pois se aliar com a esquerda só dá nisso, eles existem para destruir a família e todos os bons valores humanos, pois eles existem para quebrar paradigmas, ou seja, criar uma nova sociedade com outra mentalidade, mas para isso tem os cristãos atrapalhando e para conseguir o seu real intento, só destruindo esses reacionários e pelo voto recebido pela esquerda na última eleição a maioria dos cristãos concorda com eles.

ELISEU disse...

Apesar de não atacarmos física ou verbalmente os homossexuais, somos constantemente atacados por eles simplesmente por não aceitarmos o que eles fazem. Para que todos daqui tenham uma idéia do ódio que os homossexuais têm dos cristãos, o deputado homossexual Jean Wyllys censurou um cidadão (Carlos Vendramini) pelo Twitter simplesmente porque o mesmo se manifestou contra o PLC 122, o "kit gay" e o homossexualismo. E o próprio Jean Wyllys ainda teve o despeito de dizer que os cristãos são homofóbicos, preconceituosos, e que iria tomar providências contra os seus "inimigos" (não só os cristãos como também todos os que são contra o homossexualismo).

Eu pergunto: a liberdade de expressão é permitida somente aos homossexuais? E para os cristãos e para as pessoas que são contra o homossexualismo, não pode haver liberdade de expressão? Que justiça é essa de 2 pesos e 2 medidas (tudo para os homossexuais, e nada para os cristãos e para os que são contra o homossexualismo)? Por acaso os homossexuais são tão especiais (ou tão privilegiados) para só eles terem todo e qualquer tipo de direito?

Caso os homossexuais estejam esquecidos, faço questão de relembrar a eles o que a nossa Constituição Federal diz sobre a liberdade de expressão:

- Artigo 5º, inciso IV: "É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato"

Eu sou livre para dizer o que eu quero. E eu aproveito a minha liberdade para dizer aos homossexuais com todas as letras: SOU CONTRA O HOMOSSEXUALISMO E CONTRA O PLC 122 OU QUALQUER OUTRA LEI A FAVOR DELES! Sinto muito se os homossexuais se sentiram ofendidos, mas eu penso assim (eles aceitem se quiserem)! Eles podem até me chamar de homofóbico, mas eu não estou nem aí para o ódio que eles vão sentir da minha pessoa! Minha opinião é esta: sou contra o homossexualismo (e ponto final)!

- Artigo 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Ninguém pode me obrigar a deixar de crer em Deus e na Sua Palavra. Eu creio e obedeço ao que Ele me ordena. Se os homossexuais não quiserem aceitar a minha opinião (ou não quiserem se arrepender, e nem aceitar o que a Bíblia diz sobre o homossexualismo), é um direito que eles têm. Porém, me obrigar a mudar de opinião só porque eles querem que eu ache certo uma coisa que é biblicamente errada, isso eu NUNCA vou fazer. Não vou mudar meu ponto de vista para agradar a ninguém (principalmente os homossexuais). Eu obedeço ao que a Bíblia diz: "Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

Se eu tiver que ser preso ou morrer pela verdade da Palavra de Deus, eu aceito com muito prazer a prisão ou a morte (até porque eu confio no Deus em quem eu creio). E digo mais: não tenho nenhum medo de ser preso ou de morrer, porque o Senhor Jesus, na Sua Palavra, garantiu aos Seus servos: "Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

Já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Mas, como quase sempre acontece na maioria das vezes, eles não me deram ouvidos. Muitos chegaram a rir da minha cara, me chamaram de homofóbico (e de outros nomes feios que eu nem vou citar aqui, por questão de educação), enfim, me insultaram de tudo quanto é jeito.

Só sei de uma coisa: estou com a minha consciência tranqüila. Cumpri a minha obrigação de cristão (que é pregar a Palavra de Deus). Se esses homossexuais não quiserem se arrepender, é problema deles. No dia do juízo final, eu quero ver se algum deles vai ter coragem de dizer a Jesus as mesmas coisas que me disseram! Aí vamos ver quem é realmente corajoso para encarar Jesus face a face!

Se os homossexuais (bem como seus comparsas) quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

Anônimo disse...

Irmão Júlio, bom dia!!

Se existe uma palavra que me dá orgumlho quando me chamam por ela, é: homofóbico. Me chamam sempre! Não me ofende nem um pouco... Pelo contrário, sinto orgulho em ser. Se ser homofóbico é, acreditar que Deus condena o homossexualismo(detesto ter que digitar essa palavra), é não aceitar este comportamento anti natural e abominável, é não acreditar que ninguém nasce gay, é não aceitar de forma nenhuma a doutrinação gay nas escolas para crianças inocentes. Então eu sou!! E nunca vou deixar de ser!
Não agrido gays, não agrido ninguém, pois sou incapaz de agridir nem um animal. Mas tenho minhas convicções e não abro mãe dela, nem por forças de nenhuma lei.
Quendo eu digo que tudo que gays fazem, a culpada é nossa sociedade OMISSA...! Olhem aí uma pequena prova de que podemos lutar contra a opressão gay. A coragem dessa moça!! Que orgulho os país devem sentir dessa maça! Eu que não sou nada dela, estou me orgulhando de existir um cristão como ela.
Podemso sim! Acabar com essa "obressão gay". Primeiro passo - e talvez o mais importante de todos para isso - é tirar o PT do poder!!
Parabéns Marisa Lobo! Que Deus te proteja! Siga firme em sua fé e em suas covicções. Abaixo de Deus tudo! Acima de Deus... nada!!!!

Do amaigo baiano,
Lúcio

Anônimo disse...

Boa tarde, irmão nossa que absurdo acontecendo com irmã em Cristo Senhora Marisa Lobo, que é uma psicóloga estão rasgando a constituição barsileira é clara quetodos tem
DIREITO DE "LIBERDADE DE EXPRESSÃO" NGM PODE BARRAR OU IMPEDIR NGM DE EXPRESSAR A SUA OPINIÃO OU A SUA FÉ A CERCA DE QUALQUER ASSUNTO CONTRA OU A FAVOR ISSO ANTIDEMOCRACIA.
Só que faltava isso aí irmã pisa na cabeça do "diabo" nossa luta não é contra o ser humano, carne, sangue e ESPIRITUAL usa as pessoas para promover tudo antiDeus e ao mesmo tempo perseguir os cristãos que são contra que caso tá empauta do "Homossexualismo e suas vertentes" ao contrário jamais podemos dizer "amém" o que É ERRADO É ERRADO E O QUE PECADO É PECADO nossa base é Bíblica o livro do nosso DEUS VIVO querem nós intimidar e querer calar o ANÚNCIO DO EVANGELHO DE CRISTO, jamais negar a sua FÉ NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO AMADO DE NOSSAS ALMAS e nem abra mão tbm de sua profissão porque Deus vivo te deu o dom(talento) e habilidade para ser uma psicóloga.
Vou orar por ti irmã alguém ainda duvida que a perseguição já chegou aff!!!!!!!!

Quer dizer agora vão começar perseguir o pessoal nas redes sociais ao contrária as práticas homossexuais isso inconstitucional.

Exemplo os cidadãos brasileiros homens e mulheres desse país não pode ter a sua "liberdade de expressão" de ser contra de algo ou porque professarmos a FÉ CRISTÃ em Jesus Cristo :
Uma médica cristã não pode ser contra aborto e nem prática homossexual???
Professora ou Pedagoga não pode ser contra aborto e nem prática homossexual???
AFFFFF DÁ UM TEMPO NÉ ISSO TÁ, PATÉTICO ESSA PERSEGUIÇÃO CONTRA AS PESSOAS SÃO AO CONTRÁRIA AS IDEOLOGIAS ANTIDEUS.
AVANTE PDRJC MILITEMOS O BOM COMBATE ESPIRITUAL DA NOSSA FÉ SEJA LÁ QUAL FOR O PECADO NÃO CONCORDAMOS E NEM ALIZAMOS PECADO ACONSELHAMOS E DAMOS O ALERTA PORQUE ESSA OBRIGAÇÃO DE TODO QUE SE DIZ "FILHOS DE DEUS" DO ERRO TEM QUE SE CONSERTAR E VOLTAR PARA CAMINHO DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ELE ÚNICO "LIBERTADOR" NÃO HÁ SAÍDA É ASSIM DISSE CHEGOU MOMENTO QUEM É DEUS NÃO NEGARÁ A FÉ E NÃO DIRÁ AMÉM AO ERRO. ABRAÇOS A TODOS QUE FREQUENTAM O BLOG JÚLIO SEVERO!!!!!!!!!
Ester

Anônimo disse...

Eu acredito que esse na realidade devia ser o principal foco de sua denúncia profética Júlio, ao invés do homossexualismo, desde o iluminismo o homem tem buscado explicar o mundo de uma ótica anti-cristã que use não use Deus, anjos ou demônios em sua explicação e definição de verdades, a psicologia, mesmo sendo empírica, foi elevada ao status de ciência pela porta da cozinha da comunidade científica internacional, somente para atender a pressupostos anti cristãos e se tornou a expressão mais implícita de pensamentos satânicos sendo impostos sobre a humanidade, ela esta por trás do apoio ao homossexualismo, da lei da palmada, dos divórcios, do feminismo, etc travestida de "ciência" ganha cada vez mais força e voz na mídia e na esferas governamentais , destruindo famílias e sociedades inteiras impunimente, por isso eu não tenho medo de errar ao dizer que um cristão realmente não pode ser psicólogo e jamais usar ou se consultar com um.

Sem. Victor Zanella disse...

Parabéns a esta mulher que nao negou sua fé em Jesus! Um exemplo para todos nós de que não devemos em momento algum voltar atras, o nosso Deus nos capacita para enfrentar as artimanhas maquinadas e que possamos ter fé para testemunhar para muitos que não querem largar o pecado tratando-o como se fosse algo banal e não como realmente é: uma afronta ao Criador do Universo. Voltem a Deus enquanto é tempo!

Nil disse...

A vasta maioria dos brasileiros e mesmo dos evangélicos não teve a miníma indignação,quando Lula visitou Cuba, trocou afagos com o ditador cubano Fidel Castro e seu irmão Raul Castro.

Naqueles dias morreu em Cuba ,um pobre dissidente do regime, vitima de uma durrissíma greve de fome.
Lula fez pouco caso da morte do dissidente morto e chamou os presos politicos de bandidos.

Recentemente Dilma visita Cuba,faz o mesmo que lula fez,troca afagos com o ditador cubano. Mais uma fez um dissidente morre de greve de fome.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/ultimas_noticias/2012/01/120120_cuba_dissidente_rn.shtml

Igualmente uma blogueira cubana tem o seu visto de viajar para o Brasil negado pelo governo cubano.

http://noticias.r7.com/internacional/noticias/cuba-nega-pedido-da-blogueira-cubana-yoani-sanchez-para-viajar-ao-brasil-20120203.html

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5590426-EI7896,00-Blogueira+cubana+Yoani+Sanchez+se+diz+decepcionada+com+Dilma.html


Reinaldo Azevedo disse que Dilma tem" a ditadura na alma". Palavras deste colunista: "
""""Por que Dilma e os seus não reconhecem essa distinção? Porque têm a ditadura entranhada na alma, ora essa! Ela é presidente de um país democrático, mas pertence a uma corrente de pensamento que, a despeito de algumas dissensões internas (irrelevantes), atua cotidianamente para eliminar o adversário, para apagar o passado, para reescrever a história."""""

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/com-a-ditadura-na-alma-ou-lixo-moral/

Forá as boas relações deste Governo com o regime islamico ditaturial do Irã e outras ditaduras.
A verdade é que a grande maioria dos evangélicos não presta muita atenção nas vitimas da ditadura cubana e nem se condoem pela perseguição e injustiça que sofrem. Com o beneplácito do governo brasileiro.

Estranhamente hoje temos uma dissidente brasileira sendo perseguida e injustiçada. Tal como os dissidentes cubanos.

Que é Marisa Lobo se não uma dissidente de uma Ordem de Profissionais que tem que seguir a risca os preceitos que vem de cima.
Que não admite pensamento contrário. Por isto só pensão em punir a dissidente brasileira.
E demonstrão toda "ditadura na alma " que tem. Pois pensão simplismente em eliminar Marisa Lobo como profissional de psicologia.

A verdade é que o Governo de Dilma,PT é uma DITATURA ENRUSTIDA.
Tal como um gay enrustido que vez enquanto deixa escapar a sua "boiolice"'.

Assim também a DITADURA ENRUSTIDA DO PT TEM DEIXADO ESCAPAR A SUA BOIOLICE AUTORITÁRIA.

Igualmente, os apoiadores do Esquerdismo, como este Conselho de Psicologia dá deixando escapar sua"boiolice autoritária".

Este é o resultado da grande maioria dos evangélicos não se compadecerem dos dissidentes cubanos:Hoje temos uma dissidente brasileira sendo perseguida e injustiçada.

TEMOS NOSSA VERGONHOSA DITADURA ENRÚSTIDA.

Anna Mattos disse...

Querida Marisa Lobo, não se sinta só, eu como teóloga estou sendo perseguida por pregar Jesus Cristo, quato mais você que é psicóloga. Patético? Com toda certeza. Se com a lei do nosso lado eles já estão fazendo isso, imagina se a lei limitar nosso direito de expressão? Eu já peguei a minha senha para ser morta, se preciso for, "PORQUE NÃO NEGAREI A MINHA FÉ", pegue a sua senha e entre na fila. Que DEUS a abençoe! Lute até o fim. Shalom Adonai!!! P.S.: Meu blog está a sua disposição para falar o que pensa, pq é um direito LEGAL dos brasileiros, ou vão queimar a nossa Constituição? Será que vai ser queimada na mesma fogueira que pretendem queimar as bíblias e a gente?

Anônimo disse...

paz do Senhor... é terrivél ver que um órgão que seve para regulamentar uma profissão, esteja atuando como fonte de perseguição à aqueles de sua classe e que o sustentam financeiramente. Entratanto senhores... o que mais me machuca enquanto psicóloga CRISTÃ, não é a perseguição dos impios e desintendidos, mas palavras que demontram senso de desconhecimento total em relação sobre o tema em questão... me sinto mais perseguida como vejo falas de irmãso na fé como estas: "O cristão não precisa recorrer a psicólogos" ou "por isso eu não tenho medo de errar ao dizer que um cristão realmente não pode ser psicólogo e jamais usar ou se consultar com um"...
em primeiro lugar: a psicologia é sim ciência, e preenche todos os requisitos básicos para isso (como por exemplo método próprio e ser passivel de contestação, dentro outros).
em segundo lugar, dentro as diversas abordagens psicologicas encontra-se fundamentos biblicos intrisecos... Deus é o maior psicólogo de todos, pois ninguém conhece mais da alma humana do que quem a criou. as técnincas e teorias podem e são usadas sim a favor dos filhos de Deus, ou vao me dizer que nãos existem cristãos com problemas no casamento, com stress, burnout, depressão, deficuldade de aprendizagem... é lógico que dentro da psicologia existem caminhos que não devem ser usados pelos cristão como hipnose, por exemplo,mas todas as profissões tem disso, como um fisioterapeuta com acumpultura, médicos com mudanças de sexo ou eutanasia... mas dizer que psicologia é algo sátanico? vamos ser racionais...
Sou psicóloga com muito orgulho e sei que Deus me colocou nessa, e ja tenhu visto os frutos no meio dos filhos de Deus... por favor não se tornem mais perseguidores do que os impios, por favor! falem sobre o que vcs temm noral para debater, sobre o que não entendem... é melhor não discutir... como disse Salomão: até o tolo se passa de sábio quando se cala!
e por fim: QUE VERGONHA CRP! MAS O NOSSO DEUS SE LEVANTARÁ AO NOSSO FAVOR E DESTRUIRÁ NOSSOS INIMIGOS COMO FEZ NOS DIAS DE ESTER E TANTOS OUTROS!PARABÉNS MARISA!

Julio Severo disse...

Prezada anônima, você errou ao alegar que a psicologia é ciência. Se fosse, estaríamos em maus lenções, pois os conselhos regionais e federal de lunáticos tomam decisões em grande parte loucas. FIQUE ENTÃO CLARO: PSICOLOGIA NÃO É CIÊNCIA.

Psicologia é em grande parte manipulação.

Anônimo disse...

A atitude desta irmã pode está criando uma situação que vai colocar o judiciário (caso ela recorra), em uma situação bastante delicada. Por um lado, é evidente que ela não cometeu nenhum delito, e portanto, qualquer juiz que seguir a lei dará a ela ganho de causa facilmente. Por outro lado, devido a este clima criado pela mídia favorecendo às práticas homossexuais, no qual uma simples opinião respeitosa, mas contrária a esta prática, pode ser considerada até um crime de ódio, tenho a impressão que os juízes não ficarão à vontade para cumprir a lei. Talvez, tudo que o judiciário não gostaria que acontecesse era que alguém resolvesse bater de frente com este sistema, da forma que esta irmã está fazendo. Devemos estar orando por ela para que continue firme na sua fé. O conselho de psicologia também não deve estar muito à vontade pois sabe que ela não está errada, mas também não quer bater de frente com o sistema.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Faço das palavras do Lúcio as minhas: se ser homofóbico significa ser contra o homossexualismo (da mesma forma que o Lúcio, eu também odeio ter que escrever essa palavra nojenta), se ser homofóbico é obedecer somente à Palavra de Deus, se ser homofóbico é não aceitar a agenda gay (nem a doutrinação gay para as nossas crianças), enfim, se ser homofóbico é não tolerar o pecado, então eu posso dizer com todas as letras (e com muito orgulho): sou homofóbico (com "H" maiúsculo).

Eu não sou de agredir física nem verbalmente ninguém, não vou desrespeitar ninguém, e não tenho coragem de fazer mal nem a uma mosca (quanto mais a um ser humano). Mas tenho meus próprios princípios, e deles eu NUNCA vou abrir mão!

Podem fazer qualquer lei ímpia que obrigue a todos a aceitarem o homossexualismo (mesmo com ameaças de morte), mas, ainda assim, eu não vou me curvar aos desejos diabo e de seus escravos. Adoto comigo o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar"

Para a irmã Marisa, eu digo o seguinte: amada irmã, você não está sozinha nessa luta. No que depender de mim, você tem todo apoio. Desde já, seu nome está na lista de orações da igreja onde eu congrego. O Senhor está contigo. Continue firme com Ele, e Ele guardará os teus caminhos.

Para a irmã Marisa, deixo alguns versículos para reflexão:

"Os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre" (Salmos 125:1)

"No mundo tereis aflições; mas tende bom ânimo, porque Eu venci o mundo" (João 16:33)

"Entrega o teu caminho ao Senhor; confia Nele, e Ele tudo fará" (Salmo 37:5)

"Bem-aventurado é varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, e não se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor; e nela medita dia e noite" (salmo 1:1-2)

Bem-aventurados os que forem perseguidos por causa da justiça, porque é deles o Reino dos Céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por Minha causa. Alegrai-vos e rejubilai, grande será o vosso galardão nos Céus; pois assim fizeram aos profetas que vieram antes de vós" (Mateus 5:10-12)

Roberto Avelar, seminarista, pastor: disse...

Graça e Paz aos que receberem esta saudação!!
OUTRO ABSURDO!!!! Como se já não bastasse as entidades ideológicas e/ou Grupos de Homossexuais à se colocarem como "coitadinhos", como "vítimas" contra os cristãos que anunciam a boa notícia, a boa nova de salvação à humanidade, o evangelho eterno confrontando a sua real situação pecaminosa, desta vez temos o Conselho de Psicologia como protagonista - é a dita e discutida MORDAÇA GAY?

ONDE ESTÁ A LIBERDADE DE CREDO EM NOSSO PAÍS? NA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA.
A profissional de psicologia sendo cristã, na medida que não consegue perceber uma evolução no quadro clínico de seus pacientes através dos métodos aplicados segundo os seus conhecimentos dessa matéria, não só tem como deve sim apresentar o que ela possui de sublime que é o evangelho transformador, a palavra de Deus, aquEle que entende melhor do que qualquer outro de todas as áreas de humanas pelo fato de conhecer o ser humano como ninguém: JESUS CRISTO, O RESSUSCITADO!!!
Seria o início de uma perseguição religiosa da parte do Conselho de Psicologia? Parece que sim e PERSEGUIÇÃO DE CREDO E DE CULTO TAMBÉM É CRIME!!!!
OBS.: Aos queridos anônimos, não tenham medo de mostrar as suas verdadeiras faces, pois, aqui todos somos DO BEM, PELO BEM!!!! Deus Abençoe a todos!!!

Dom Rafael disse...

Me perdoe irmçao Júlio, mas discordo de você. Não é porque um grupo ideológico controla a psicologia brasileira que ela toda é uma manipulação. Se fosse assim, política não seria política, mas manipulação. Genética não seria genética. Biologia não seria biologia et cetera.

E ora: quando uma pessoa está gripada, vai ao médico. Quando está com depressão, faz o quê?
Assim como nós oramos para sermos curados de uma gripe, câncer et cetera, fazemos o mesmo com depressão, ansiedade, bipolarismo et cetera. Assim como Deus cura, ele também não cura. Se fosse assim, nenhum filho de Deus teria doenças. Só seria um problema de pecado ou falta de fé. Mas não é. sofremos as mesmas coisas que os infiéis sofrem, pois estamos no mundo.
Ora, então eu devo estar em pecado tão grande que, desde uns 6 (mais ou menos) anos pra cá, eu ainda não fui perdoado, pois tenho ansiedade e tomo remédio controlada - já fui parar no médico algumas vezes por falta de ar devido a ansiedade. Orei? sim, claro! Deus me curou? não. fazer o quê? vou procurar o que há de disponível, contanto que não fira as Escrituras. Talvez eu fique doente a vida toda, não sei. Se Deus quiser assim, que seja. Fazer o quê? se Deus me permitir ficar curado disso por psicologia, psiquiatria, glória a Deus por isso! se não, glória a Deus por isso também! no Céu eu fico bom! rsrsrs.

Shalom ve-Chachmah.

Idevam disse...

Veja Mas Ums Exemplos do Ativismo pro Gays do Conselho de Psicologia

http://homofobianaoexiste.wordpress.com/2011/11/20/o-ativismo-politico-ideologico-do-conselho-federal-de-psicologia/

Julio Severo disse...

Prezado Dom Rafael, psicologia não é medicina. Se fosse, seria charlatanismo. No livro "De Volta Ao Lar", traduzido por mim, há um capítulo inteiro desmistificando a psicologia. Para encomendá-lo, siga este link: http://www.edicoescristas.com.br/produto.php?vitrine=262

Eu já conheci pessoas com seu problema que foram curadas. Então, posso lhe dizer que há solução em Jesus Cristo para o seu caso. Sem essa cura, a pessoa desgraçadamente fica a vida inteira sendo manipulada por pseudo-ciências.

Anônimo disse...

Se psicólogo tivesse alguma importância, tinha o poder de receitar remédio.

Anônimo disse...

Como psicóloga deixo o conselho de Paulo "Julgai todas as coisas e retém o que é bom". A Psicologia é um campo muito amplo de conhecimentos. Existem conhecimentos que têm sustentação empírica e conhecimentos que não têm. Só pra terem uma ideia existem estudos sérios e controlados sobre qualidade de vida no trabalho, ensino para pessoas com dificuldades de aprendizagem e outras áreas. São estudos que seguem o mesmo rigor de estudo para investigar a eficiência de medicação, pois se baseam no método empírico. São estudos que fornecem suporte para a realização de diagnóstico e desenvolvimento de técnicas que venham a ajudar muitas pessoas com desenvolvimento atípico, por exemplo. Existem também ideologias e inclinações filosóficas que nada têm a ver com conhecimento empírico. Não vamos colocar tudo no mesmo saco, por favor! E sim, é possível ser ter conhecimentos da psicologia e ser cristão!

Julio Severo disse...

Olá, psicóloga anônima! Acho muito corajosa a atitude da Marisa. Mas não acho que devamos usar qualquer situação, mesmo como essa, para defender ou santificar a psicologia no nosso meio. Temos, católicos e evangélicos, especialistas que estão desmascarando os perigos da psicologia. Meu artigo, "Homossexualidade: há esperança e libertação fora da psicologia?", cita dois deles. Você pode conferir aqui: http://juliosevero.blogspot.com/2009/11/homossexualidade-ha-esperanca-e.html

Minha posição então é: A Marisa precisa e merece nosso apoio. A psicologia não precisa nem merece nosso apoio.

Anônimo disse...

Caro Júlio, não é porque não se concorda com um posicionamento ou até mesmo vários posicionamentos da psicologia como Marisa fez que nós vamos dizer que não existe nenhum conhecimento válido. Eu não santifico a psicologia. Apenas proponho que um cristão examine todas as coisas e use a profissão de modo que não viole suas crenças. Podemos questionar a indústria farmacêutica por causa de uma série de problemas que os remédios causam à saúde. Se isto é verdade por um lado, por outro temos pessoas que morreriam se não tomassem remédios. Insisto que a psicologia não se resume a questões políticas e ideológicas, embora estas sejam muito presentes.

Roberto Avelar, pastor disse...

...A Marisa precisa e merece nosso apoio. A psicologia não precisa nem merece nosso apoio. (2)

Alcides disse...

A Marisa precisa e merece nosso apoio. A psicologia não precisa nem merece nosso apoio. Qual o preço que alguém está disposto a pagar para seguir Jesus? O mundo jaz no maligno. Todo esse sistema estará a cada dia que passa dificultando as coisas para aqueles que professam sua fé em Jesus. Vocês se lembram de Jó? Satanás foi confrontado com a fidelidade de Jó. Satanás ficou furioso como um touro ao ver o lençol vermelho diante de seus olhos e partiu para o ataque. Nós temos nossas vestes tingidas com o sangue de Jesus. Vá em frente minha irmã. O Senhor te habilita para safar-se desse touro na arena. O Senhor te diz a cada dia: Não temas.

Roberto Avelar, pastor disse...

Pois eu, como pastor, estou disposto a pagar o preço em prol do evangelho, e se for o caso, me coloco como mais um que não só corrobora a favor da irmã Marisa, bem como acuso o Conselho de Psicologia de fingir ser imparcial, mas na verdade totalmente parcial em prol do homossexualismo, portanto; em face a todo o absurdo cometido em função deste pensamento ideológico e político homossexual, também partirei para o enfrentamento contra esses "Nabucodonosores" da pós-modernidade. EIS-ME AQUI, MAIS UM CONTAGIADO PELA PREGAÇÃO DAS VERDADES ETERNAS E PELO PLANO DA CRUZ DE CRISTO, e AFIRMO:

*COMBATER A INTOLERÂNCIA COM INTOLERÂNCIA NÃO É UMA LUTA LEGÍTIMA PELOS SEUS DIREITOS, E SIM 'VINGANÇA' E VINGANÇA NÃO É ATITUDE DE GENTE DO BEM, É 'COISA DE BANDIDO'!!!!

*SE FOR ANALISAR AO PÈ DA LETRA O QUE OS GRUPOS DE HOMOSSEXUAIS e PRÓ-HOMOSSEXUAIS ESTÃO FAZENDO EM QUERER PUNIR, PENALIZAR, CRIMINALIZAR QUALQUER PESSOA QUE DISCORDE DE SUAS PRÁTICAS SEXUAIS PECAMINOSAS CHEGAREMOS A CONCLUSÃO ÓBVIA DE QUE TAIS GRUPOS ESTÃO COMETENDO OUTRO CRIME, QUE É A PRIVAÇÃO DA LIBERDADE DE OPINIÃO E PENSAMENTO. IREI REPETIR:
COMBATER A INTOLERÂNCIA COM INTOLERÂNCIA NÃO É UMA LUTA LEGÍTIMA PELOS SEUS DIREITOS, E SIM 'VINGANÇA' E VINGANÇA NÃO É ATITUDE DE GENTE DO BEM, É 'COISA DE BANDIDO'!!!

*Me perdoem por escrever em caixa-alta (tudo maiúsculo); mas é que esse Conselho de Psicologia é deveras ridículo!!!!

ÉLQUISSON disse...

A pergunta que o Alcides fez merece a nossa reflexão:

"Qual o preço que alguém está disposto a pagar para seguir Jesus?"

Vendo esta pergunta, me lembrei da carta que Jesus mandou o apóstolo João escrever para a igreja de Esmirna:

Apocalipse 2:8-11

2:8 E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: isto diz o Primeiro e o Último, Aquele que foi morto e reviveu:
2:9 Eu conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia daqueles que se dizem judeus e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.
2:10 Não temas as coisas que haverás de sofrer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida.
2:11 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: o vencedor não sofrerá o dano da segunda morte.

Naquela época, os fiéis da igreja de Esmirna estavam sendo impiedosamente perseguidos e mortos pelo Império Romano, mas Jesus os encorajava a permanecerem firmes a Ele até o fim. Muitos amavam mais a Jesus e à Sua Palavra do que as próprias vidas (uma lição importantíssima para os cristãos dos dias de hoje)!

Ninguém pense que a situação hoje é diferente da mesma daquela época. Quem desejar ser um verdadeiro cristão tem que estar preparado para enfrentar o pior a qualquer momento. A vida cristã é uma vida de lutas, de provações, de dificuldades, de problemas a resolver. Assim como o ouro precisa ser provado no fogo para remover as impurezas, assim também o cristão precisa ser provado para enfrentar a maldade do mundo (Tiago 1:12). O verdadeiro servo de Jesus tem que estar sempre pronto para dar a vida por amor a Ele e à verdade de Sua Palavra. Quantos, hoje, fariam como os fiéis de Esmirna (que aceitaram a morte sem nenhum medo)? O verdadeiro cristão nunca pode pensar que nunca será posto à prova por amor a Jesus!

Irmã Marisa, você não está sozinha esta luta. O Senhor Jesus está contigo. E nós, cristãos, estamos com você. Desde já, pode contar conosco.

Aproveito para deixar um versículo para sua reflexão:

"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, a angústia, a perseguição, a fome, a nudez, o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor a Ti, somos entregues à morte todos os dias; fomos separados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores por Aquele que nos amou" (Romanos 8:35–37).

Marco Teles disse...

Olá Júlio!

Vejo que há oposição à psicologia, entretanto penso que o problema não está na psicologia em si, quando usada como terapia no sentido de reorganizar [problemas emocionais graves] aliada a tratamento medicamentoso, e especial e insubstituível orientação devocional ao Deus único e verdadeiro.

A psicologia clínica pode ser um recurso, mas somente temporário e que não suplanta nem substitui a ação divina em nossas vidas. Há psicólogos cristãos que entendem assim, como a Marisa Lobo. Penso que a psicologia se torna um problema quando quer excluir a fé ou fazer o que somente a fé em Cristo pode fazer.

Como um contraponto, a psicologia tem alguma raiz no aconselhamento pastoral nas suas origens. Quem aconselhava os problemas emocionais e comportamentais das pessoas antes da psicologia eram os religiosos. Inclusive já ouvi de psicólogos pagãos que gostariam de impedir e, quem sabe talvez criminalizar, a ação do aconselhamento pastoral. A psicologia tomou essa posição a medida que religiosos tornaram-se mais administradores do que dialogadores em relação as ovelhas. Apesar de considerar a psicologia útil, reconheço que nesta profissão, alguns profissionais, querem fazer mais do que devem fazer, e que entre nossos pastores há aqueles que administram tanto que não tem tempo de acompanhar de perto e viver com suas ovelhas.

Penso que o problema não está só na psicologia, que vai além do que deveria, mas também em nosso viver teológico pois, por experiência pastoral, vejo que muitos de nossos pastores estão mais aptos a dar conselhos normativos, como autoridade, de gabinete, para contornar problemas, do que a realmente aconselhar suas ovelhas, como amigo, irmão em Cristo, com sabedoria, sem agenda, assim como fazia o apóstolo Paulo por exemplo verificável em suas cartas. Podem haver exceções, mas a regra tem seguido por aí.

Respeito sua opinião contrária, mas eu prefiro um meio termo mais autocrítico nesse caso, pois para evitarmos a psicologia de vez, precisamos de pastores mais amigos e menos chefes. Afinal, se deixamos livre a demanda por um "ombro amigo" alguém vai assumí-la. Entretanto parece que nossa prática eclesiológica caminha cada vez mais para a autocracia, com louváveis exceções.

Claro que nesse meu ponto de vista está inclusa a influência de princípios denominacionais a que sigo como melhor interpretação bíblica.

Apesar de discordarmos em parte nesse assunto, e não em outros, admiro sua contribuição em prol da família e dos valores cristãos. Sempre que posso recomendo seu site. Que Deus abençoe seu trabalho. Oremos um pelos outro.

Denner Coutinho disse...

O CFP está transformando a psicologia no Brasil numa seita anticristã. Está perdendo o crédito. O psicólogo é um ser humano como qualquer outro: tem crenças, tem paixões, tem opinião política. Por que ele não poderia expressar isso publicamente? No seu consultório, com os seus clientes, ele term que ser profissional e aplicar os conhecimentos adquiridos em sua formação. Na vida extraconsultório, ele é como qualquer outro.
Se isso que o CFP está fazendo com seus associados não for ditadura, não sei mais o que significa uma.

Patrícia disse...

olá Júlio, gostaria de ajudar de alguma maneira, será que existe algum abaixo-assinado ou algo parecido em favor dela p/ que não seja cassada no CRP?
É ridículo isso, gostaria que esses psicólogos do CRP provassem através da ciência que homossexualismo é normal. são uns irresponsáveis.
sou médica e muuuuitas vezes sugiro aos meus pacientes que busquem ajuda também em Deus, eles seguem a minha orientação se quiserem, não são obrigados à nada. no código de ética médica não há nada que diga que não se pode falar de religião com os pacientes. aliás, como ela bem falou, a grande maioria dos pacientes só consegue abandonar dependencia química através da fé.
na psicologia existem várias vertentes de pensamento, muitas inclusive opostas e em constante mudança; muitos psicólgoso prescrevem florais de bach e outras terapias suspeitas sem comprovação científica nenhuma e nem por isso são cassados.

Paty disse...

complementando, aqui vai (o resumo)uma metanálise (que é o " top" dos estudos científicos") que confirma que adaptações religiosas ou espirituais podem ajudar pacientes em psicoterapia http://cochrane.bvsalud.org/cochrane/main.php?lib=COC&searchExp=religion&lang=pt

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/12/deputados-devem-votar-nesta-semana-projeto-que-proibe-palmadinha.html


Vejam a pérola que fala esta psicóloga defendendo, creio, a lei da palmada. Pelo que entendi ela diz que crianças corrigidas com palmadas vão se tornar violentas. Na verdade, segundo a palavra de Deus, o correto é o uso da vara (marmelo, galho de goiabeira e etc.). A meu ver, a palmada pode causar danos maiores caso seja usada com muita força e, se for ministrada “de leve”, corre o risco de a criança rir da cara do pai dizendo “nem doeu” e continuar desobedecendo. Já a vara, não precisa de exageros para causar os efeitos necessários, o máximo que causa são marcas na pele que logo desaparecem (eu sei disso porque apanhei muito). Sou de uma geração em que praticamente todos os filhos eram corrigidos com vara ou cinto, e ninguém se tornou violento, pelo contrário, havia respeito aos pais, aos professores, aos mais velhos (poucos fugiam desta regra). Quanta coisa errada deixei de fazer com medo de apanhar quando chegasse em casa! Hoje sou muito grato por isto, e olha que meus pais não eram evangélicos. O incrível é que todos sabem que o ser humana precisa de limites desde criança, mas boa parte dos psicólogos dizem o contrário. Mesmo assim, acho que os psicólogos podem trazer ajuda em várias situações, desde de que não se metam a opinar no lado moral.

Frosty (Carlos) disse...

olha não sei se estou totalmente certo mas sempre foi minha opinião: nunca me conformei com um cristão dizendo que precisa ir a um psicólogo ou que sofre de síndrome do pânico, etc. Jesus curou muitas pessoas e ainda cura, mas nunca prometeu cura material pra quem viesse a ele. Já a cura da alma, ele foi bem claro: "Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve." Portanto, é nisso que eu creio. Agora quanto ao caso em questão, é um grande absurdo! Não é a mesma coisa que vivem tentando fazer com Pr Malafaia, cassar o diploma dele? Os direitos constitucionais dela estão sendo lesados, ela não deve baixar a cabeça mesmo, vamos orar por ela.

O Sousa da Ponte disse...

A questão aqui colocada é ética e deontológica.

Um profissional de saúde quando age nessa qualidade tem de seguir normas e procedimentos pré definidos.

Um profissional de saúde (médico, psi, enfermeiro, etc) não pode propor procedimentos que não estejam regulamentados.

Por maior que seja a convicção dum médico - que devemos respeitar - que uma sessão de espiritismo, búzios, novenas à Senhora do Bom despacho sejam mais eficazes que o uso dum antibiótico no combate a uma infeção não pode prescrever isso ao paciente.

O paciente recorreu ao profissional de saúde na convicção que o método usado é o da medicina.

É livre o paciente de recusar um tratamento e optar livremente por vodu. não fazer nada, ir a pé a Fátima, jogar búzios ou que quer que seja.

Da mesma maneira um padre, bruxo, feiticeiro, mãe de santo, etc podem prometer curas, amarrações, resultados no jogo ou tribunais.

Não podem é as duas atividades serem confundidas.

Um psi tem um método e uma prática cientifica e não pode exceder as suas atribuições.

Pode é devido ás suas convicções recusar determinados clientes.

Se pretende fazer "curas" através de cartas de tarot, deuses, demônios ou quejandos deverá fazê-lo não como psi mas noutra qualidade qualquer : mãe de santo, morada aberta ou o que quer que seja.

Silas Malafaia tem um grau em psicologia mas age como pastor. Como pastor pode perfeitamente curar Aids, cancro, pés-chatos e homossexuais.

Não poderá é fazê-lo como psi enquanto tal.

Quem quer recorrer aos psi usa um método quem quer ir ao terreiro de Macumba usa outro. Em liberdade mas informado.

Um psi que use um método que não seja o da psicologia está a violar muito gravemente os deveres éticos e deontológicos com os seus clientes.

As curas pela fé podem ser efetivas - nada contra isso - e não me parece que haja alguma religião, seita, bruxa, vidente ou mãe de santo que não reclame para si curas.Os curados também parecem contentes com os resultados.

Juan disse...

Mas é o cúmulo da decadência, o conselho de psicologia acuar um de seus membros por seguir a Jesus Cristo. Deviam ficar felizes por ter alguém que se preocupa em ajudar os pacientes, como parece ser o caso dessa psicóloga.

Anônimo disse...

Temos que entupir a e denúnciar está perseguição, que a esquerda pederástica faz.
Cadê que a Globo e bandeirantes divulgam isto.
A Record ao invés de perseguir os padres devia defender os fiéis em cristo.

Aprendiz disse...

Sobre a sicologia, penso o seguinte: Há estudos verdadeiramente científicos feitos dentro desse campo, pois buscam conhecimento empírico usando métodos científicos verdadeiros.

Mas não há nenhuma grande escola de psicologia que seja científica.

Então, para mim fica a impressão de uma área de estudo que pode ser bastante científica no seu aspecto de pesquisa de campo, mas que está loge de ser científica nas suas grandes teorias unificadoras. Certamente um caso extremo mas, até certo ponto, todas as "ciências" humanas sofrem desse mal.

Mesmo num mundo ideal, suponho que os estudos de humanidades não poderiam ser totalmente científicos, no memso sentido que a mecânica pode ser científica. Mas o altíssimo grau de ideologia dos "donos" da academia, faz com que as ciências humanas, no Brasil, sejam uma grande fraude.

No caso particular da psicologia, não creio que haja alguma escola de pensamento importante dentro dela que mereça o rótulo de científica. E não me venham falar de Skinner...

O Sousa da Ponte disse...

No entanto - e chamo especial atenção a isto - o comportamento da tal senhora, a ser verdade, é muito reprovável.

Ela violou os seus deveres com os clientes.

Agiu de má fé, conscientemente e contra tudo o que devia defender.

Se a sua fé a levava a acreditar que Macumba, feitiçaria, amor de Cristo, Tarot ou o que quer que fosse é mais eficaz que os métodos aprovados pela medicina (quimioterapia, terapia de grupo, aspirina, etc) deve dizer isso claramente a quem "trata":

- Eu não acredito na ciência mas tenho um método que é mais eficaz.

Se a pessoa optar por tal método nada a obstar.

Não podemos é ter um médico ateu, católico ou evangélico a forçar uma testemunha de Jeová a fazer uma transfusão de sangue.

A T.E. é informada do que a ciência diz, dos riscos que corre se não fizer a transfusão e ela própria decide.

Em liberdade mas informada.

Pode optar pela ciência ou pela cura na sua congregação.

O técnico de saúde deve acatar a decisão filosófico-religiosa do crente.

Não pode é obrigar a T.J. a submeter-se a um tratamento não desejado.

Por mais disparatado que nós, o técnico de saúde ou qualquer pessoa ache.

Roberto Avelar, seminarista, pastor: disse...

A pessoa só tem direito de optar (assumir, como queiram...) por ser “gay”. Caso a pessoa decida não mais viver nesta prática existe toda uma orquestração de que uma vez gay, é gay para sempre. Dizem que ninguém deixa de ser gay; mas como? Quem tem o direito de decidir se a pessoa deve ou não abandonar as práticas homossexuais? Nós, cristãos não obrigamos ninguém a abandonar as suas práticas homossexuais; apenas afirmamos, segundo a bíblia que é uma ação pecaminosa; agora, se a pessoa vai abandonar ou não é problema de cada um. Jamais obrigamos alguém sobre qualquer coisa, até porque a mesma bíblia que deixa bem claro que a prática homossexual é pecado, também diz que 'NÃO É POR FORÇA E NEM POR VIOLÊNCIA, MAS PELO ESPÍRITO', ou seja; na medida em que existe uma insatisfação da parte da pessoa em função da condição pecaminosa em que se encontra e clama à Deus, se entrega totalmente sem reservas, com certeza o perdão é liberado, O Espírito Santo de Deus vem com o agir de Deus na vida da pessoa. É dessa forma, nunca na marra, com violência. É como aquela máxima do N.A. (Narcóticos Anônimos), que diz: "SE VOCÊ USA DROGAS O PROBLEMA É TEU, SE VOCÊ QUER PARAR O PROBLEMA É NOSSO!"
Agora, querer dizer que a pessoa não deve procurar ajuda em Deus, na pessoa de Jesus Cristo através de uma igreja ou num culto numa casa porque uma vez gay é gay para sempre; sinceramente, penso que o "mundo homossexual" deu um verdadeiro tiro no pé. Era melhor eles terem ficado na deles, reivindicando os seus direitos, batalhando contra o preconceito, contra o verdadeiro significado de homofobia, do que vir com "vingançinhas burras e baratas" tachando todo mundo que é contra as suas práticas de homofóbico. Penso ser isto um dos principais fatores que irá fazer com que esse barulho, essa histeria toda feita pelos gays e pró-gays cairão por terra, pois esse pessoal extrapolou todos os limites da razão com essa velocidade insana com a qual eles estão agindo querendo criminalizar qualquer opinião e consciências colocando a tal da "mordaça gay” nos contrários as suas práticas; achando que a sociedade é burra. E ainda dizem que isso é liberdade? Para ser gay tem liberdade, para deixar de ser gay, não. O que é isso? Onde vamos parar!? Brasil, não devemos agredir quem quer que seja pela sua opção sexual. Agora, se a pessoa se sente agredida porque um pastor prega segundo as suas crenças e convicções de fé na bíblia, em Deus, por que esse pastor deve ser tachado de homofóbico se a definição real de homofobia é ódio, sobretudo, agressão física contra homossexuais? Isto que essas pessoas (gays e pró-causa gay) estão fazendo é se utilizar de um mecanismo de manipulação das consciências para alienar a população em benefício de suas idéias, ideais e práticas. BASTA!!!! AS MÁSCARAS DESSAS PESSOAS PRECISAM CAIR!!!! O BRASIL PRECISA ACORDAR!!!

O Sousa da Ponte disse...

Roberto : no geral concordo com você. As organizações religiosas ou filosóficas devem ter o direito de expressar, dentro das suas reuniões, a sua fé. Há ordens maçónicas que não aceitam mulheres, muitas igrejas cristãs são contra a homossexualidade, os muçulmanos não podem comer carne de porco,há igrejas mais conservadoras nos EUA que só aceitam brancos, os mórmones creem que vão transformar os índios em brancos, etc e etc e etc.

Devemos respeitar a fé das pessoas e dentro do possível permitir que a expressem em liberdade.

O caso que estava aqui em discussão é a atitude dum profissional de saúde e o que fazer com as suas crenças.

Do ponto de vista cientifico não há nenhum procedimento capaz de alterar a orientação sexual, curar imediatamente uma constipação, retirar o HIV do organismo ou fazer crescer um membro amputado.

Assim, dum ponto de vista da ciência atual, não pode um técnico de saúde propor um tratamento nesse sentido porque não existe.

Uma igreja, uma mãe de santo, uma bruxa ou similar pode fazer crescer membros amputados, curar homossexuais ou mesmo o HIV AIDS.

Nunca como técnico de saúde.

Como técnico de saúde está a defraudar o doente, não é ?

O importante é apenas separar as coisas.

Se recorro a um advogado espero que ele recorra ao médico jurídico, se recorro a uma bruxa espero outro método.

Julio Severo disse...

Caro Souza

Você tentou camuflar muito bem seu discurso com roupagem pseudo-científica, mas seu discurso caiu aqui: “Do ponto de vista cientifico não há nenhum procedimento capaz de alterar a orientação sexual, curar imediatamente uma constipação”.

Robert Spitzer, especialista psiquiátrico americano, hoje reconhece que houve manipulação na aceitação da Associação Americana de Psicologia da suposta “orientação sexual”, que hoje também inclui a pedofilia.

Os ativistas gays fizeram então pressão para que os profissionais dessa “ciência” de manipulação pudessem manipular apenas do lado deles.

Com essa ferramenta de condicionamento humano pode-se levar o indivíduo tanto a aceitar quanto rejeitar a homossexualidade. Se alguma moda social estranha surgir, o condicionamento poderia levá-lo a se aceitar como coelho, galinha, pato, marreco, etc.

O nazismo também tinha seus próprios psicólogos. O nazismo usava a psicologia para condicionar o povo alemão a admirar Hitler (que era homossexual) e odiar Deus, seus valores e seus seguidores. Mais modernamente, os socialistas estão usando a psicologia para condicionar o povo a admirar o homossexualismo e odiar como intolerantes e discriminatórios os padrões imutáveis e eternos de Deus sobre a homossexualidade e o casamento natural.

Talvez seja por isso que os militantes gays se recusem a aceitar as "curas" de homossexuais por meio psicoterapêutico. Com a psicologia, pode-se tanto "curar" quanto "descurar". O que eles recusam reconhecer, porém, é que se a "cura" psicoterapêutica envolve manipulação mental, o tratamento para um homem se aceitar como homossexual não é em nada diferente de uma lavagem cerebral. Ao lutar para que o CFP apóie somente o homossexualismo, os ativistas gays admitem que querem o controle absoluto da psicologia como instrumento de manipulação mental e emocional.

Roberto Avelar, seminarista, pastor: disse...

Realmente os homossexuais e o CFP têm razão quando dizem que homossexualismo não é uma doença, e também creio assim; e ainda que fosse doença eu creio no poder de Deus para libertar os homossexuais que realmente quiserem de todo o seu coração/mente se livrar dessas práticas enganosas de condicionamentos psiquíco-comportamentais que é o homossexualismo.
Quem realmente sabe em quem têm crido (JESUS CRISTO) sabe o quanto de homossexuais já foram libertos do homossexualismo e atualmente são respeitáveis pais de famílias ao lado de suas esposas e filhos, sem qualquer culpa, limpa consciência em Cristo Jesus.
Na verdade, penso que o que mais deve atormentar as mentes dos homossexuais é o fato de no fundo de suas consciências eles perceberem e/ou desconfiarem que suas práticas são totalmente equivocadas quanto ao plano original de Deus para a humanidade; mesmo com todo esse estardalhaço midiático-ideológico em prol do “mundo-gay”; pois, movimentos, agitações, desejos carnais, histerias não alcançam de fato e verdade o que existe no fundo de suas consciências e/ou sub-consciências. O homossexual realmente honesto com si próprio (não pseudo-ateu) sabe que a essência de Deus no aspecto da sexualidade é HOMEM e MULHER como diz lá no Gênesis. E NADA DO QUE OS HOMOSSEXUAIS FIZEREM IRÁ MUDAR ISTO; NEM MESMO SE TODA A HUMANIDADE RASGASSE AS SUA BÍBLIAS, INCLUSIVE OS CRISTÃOS E PASSASSEM A CRER DIFERENTE. São VERDADES IMUTÁVEIS, independente do ser humano crer ou não.

Roberto Avelar, seminarista, pastor: disse...

Algumas pessoas parecem entender ou fingir entender apenas o que lhes convém.
Quando o CFP ou CRP sai em defesa do homossexualismo escancaradamente está tudo bem pra eles, não é anti-ético; então, porque que um psicólogo cristão não deve se declarar cristão ou mesmo atuar como tal, na medida em que os métodos da psi não funcionam em prol da “clientela” e/ou “pacientes”? Seriam dois pesos e duas medidas??? Essa gente não é mole, não...
POR ISTO IREI REPETIR:
*Combater a intolerância com intolerância não é uma luta legítima pelos seus direitos, e sim 'vingança' e VINGANÇA não é atitude de gente do bem, É 'COISA DE BANDIDO'!!!!

*Se for analisar ao pé da letra o que os grupos de homossexuais e pró-homossexuais estão fazendo em querer punir, penalizar, criminalizar qualquer pessoa que discorde de suas práticas sexuais pecaminosas chegaremos a conclusão óbvia de que tais grupos estão cometendo outro crime, que é a privação da liberdade de opinião e pensamento. IREI REPETIR:
“Combater a intolerância com intolerância não é uma luta legítima pelos seus direitos, e sim 'vingança' e VINGANÇA não é atitude de gente do bem, É 'COISA DE BANDIDO'!!!!”

Fernando disse...

O Jung, um dos pioneiros da psicanálise, era cristão e filho de pastor. Ele sofreu pressões e críticas dos colegas do movimento psicanalítico, mas não negou sua crença.

Além disso, até pouco tempo atrás, homossexualismo era considerado anormal (essa era a opinião de Jung e Freud sobre o tema). O problema não é a psicologia em si, mas o clima anticristão que está se espalhando por todas as áreas.

Marco Teles disse...

Olá Julio!

Muito pertinentes as informações do seu último comentário sobre o uso da psicologia para manipulação. Esse é um perigo real e atual.

Fernanda disse...

http://www.abrape.org.br/
Psicólogos espíritas podem exercer a profissão com a garantia de não estarem ferindo o Código de Ética do CRP ou CFP??????
Esses podem dizer que seus clientes estão em sofrimento por fatos ocorridos em outras reencarnações e tudo bem????
Ara, nos poupem!

Samanta m. disse...

Concordo com a cassação, a Psicologia é ciência, e se quer ter uma religião que seja subjetiva e não colocada como algo profissional, quer curar em nome de JESUS vai fazer isso na igreja que é o lugar correto.

Julio Severo disse...

Seguindo seu raciocínio, Samanta, eu digo: Concordo com a cassação imediata de todo psicólogo homossexualista. Se quer ter uma ideologia que seja subjetiva e não colocada como algo profissional, quer fazer propaganda em nome da agenda gay vai fazer isso em boate gay que é o lugar correto. Gostou?