28 de janeiro de 2012

A menina, o banheiro e o marmanjo gay

A menina, o banheiro e o marmanjo gay

Julio Severo
Uma menina de dez anos entra no banheiro feminino de uma pizzaria e se assusta. Ela volta para sua mãe e cochicha: “Tem um homem lá dentro do banheiro! Ele tá vestido de mulher!”
A mãe não tem dúvida: numa reação natural que qualquer outra mãe teria, reclama para o dono da pizzaria.
O dono, em atenção à mãe e à segurança dela e sua filha, pediu, quase que implorando, para que o homem vestido de mulher não voltasse mais ao banheiro feminino.
Toda a humilhação e imploração do dono de nada valeram. O caso chegou à Secretaria da Justiça do Estado de São Paulo, que telefonou — não para a mãe e sua filha —, mas para o homossexual, de nome Laerte Coutinho, dizendo que a pizzaria violou a lei estadual 10.948/2001, sobre discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero. A pizzaria será multada e ameaçada por forças governamentais a serviço e seviciadas pelo movimento gay. Laerte está determinado a exigir essa truculência estatal contra a pizzaria, como lição para todas as meninas do Brasil que encontrarem um gay no banheiro das mulheres.

Homossexual Laerte Coutinho exige “direito” de estar em banheiros femininos com meninas de 10 anos

A Secretaria da Justiça não se incomodou em telefonar para a menina de 10 anos, nem para sua mãe, talvez porque o marmanjo gay seja funcionário do notório jornal esquerdista Folha de S. Paulo, que já foi denunciado por defender descaradamente o assassinato de crianças em gestação.
O caso expõe nitidamente a hipocrisia do governo e da imprensa esquerdista. Na polêmica lei da palmada, os dois atacaram os pais e sua autoridade, alegando que os interesses das crianças devem estar acima de tudo. Mas quando um homossexual entra no cenário, o holofote fica só para ele, e a pobre criança é atirada para um cantinho escuro.
Se a menina tivesse ligado para a Secretaria de Justiça denunciando que sua mãe lhe deu umas palmadas, a resposta governamental teria vindo imediatamente para punir a mãe.
Mas se a menina tivesse denunciado, “Tem um homem vestido de mulher no banheiro!”, a resposta governamental nunca viria para punir o sem-vergonha. Viria, isso sim, para ameaçar o dono do estabelecimento, a mãe da criança (por ter ensinado “homofobia” para a menina) e para dar uma bronca na menina por deixar sua mãe lhe ensinar “preconceito, discriminação e ódio”.
O governo e a mídia incitam crianças a denunciar os pais, que são os maiores protetores de seus filhos.
Mas o governo e a mídia nunca incitam crianças a denunciar predadores homossexuais. Tudo indica que, na visão governamental e midiática, pais são muito mais perigosos do que esses predadores.
A Folha de S. Paulo, que está gritando histericamente em favor de seu funcionário homossexual, calou-se para o fato de que uma menina estava envolvida. Nenhum jornalista nem autoridade governamental e muito menos um membro do Conselho Tutelar apareceu para dizer: “Ei, temos de colocar a menina antes do homossexual!” É uma vergonha colossal que o Estado de São Paulo sob o PSDB e a Folha de S. Paulo estejam colocando o homossexual na frente da menina.
Poderia haver perigo com a presença de um homossexual num banheiro feminino com uma menina por perto? Homens homossexuais também ameaçam meninas. Apesar de seu padrão politicamente correto, até mesmo a Globo não deixou de noticiar o caso de dois pais-de-santo homossexuais que estupraram uma menina de 9 anos.
Qualquer caso de uma menina na presença de um homem no banheiro feminino é suficiente para despertar justa indignação em qualquer pessoa normal, especialmente nos pais. Tal indignação só aumenta diante da injustiça de uma imprensa e até governo que tratam com descaso uma menina e sua mãe a fim de prestigiar um marmanjo homossexual.
Casos como esse só tendem a inflamar e incitar a violência contra os homossexuais, porque embora a imprensa e até o governo coloquem homossexuais na frente de uma menina e sua mãe, as pessoas normais sempre defenderão uma menina ameaçada pela presença de marmanjos em banheiros femininos.
Se até nos banheiros masculinos os homens estão enfrentando problemas provocados por homossexuais, por que estender agora essa insegurança aos banheiros das mulheres?
Cada vez mais, de forma descarada, shopping centers e outros lugares estão sendo usados como pontos de prostituição gay — bem nos banheiros masculinos. E, talvez por temor da obsessão anti-“homofobia, os homens olhem e ignorem. Já presenciei homossexuais que, dentro do banheiro do shopping, ficam ali como canibais do sexo anal, olhando cada homem que entra, esperando uma oportunidade de sexo.
A lei 10.948/2001, que está sendo usada para garantir que o marmanjo gay tenha acesso aos banheiros femininos, é uma insanidade do PSDB. Embora o PLC 122 não tenha sido aprovado como lei federal, o governo estadual do PSDB aprovou uma lei anti-“homofobia” no Estado de São Paulo em 2001. A lei foi criada em resposta à reivindicação de dois homossexuais que estavam se beijando em público e se queixaram de pessoas próximas que se sentiram ofendidas. A lei do PSDB foi criada especificamente para proteger o erotismo homossexual em público.
Como resultado direto dessa lei:
* Homossexuais dançaram de calcinha na Assembleia Legislativa de São Paulo em 2007, sem nenhum impedimento.
* Um pastor foi preso no centro de São Paulo, após pregar contra as práticas homossexuais.
* O Estado de São Paulo lidera o ranking de incitação de denúncias por “homofobia”.
* Um bêbado foi multado em quase 15 mil reais por chamar um homossexual de “veado”.
* Uma  igreja evangélica teve seus outodoors com versículos bíblicos violentamente removidos pela “justiça” de São Paulo.
Todas essas consequências vieram de uma lei específica para beneficiar dois gays que queriam a liberdade de se beijar em público, na frente de adultos e crianças.
Que tipo de lei farão agora para atender ao marmanjo gay que exige estar com meninas e suas mães nos banheiros femininos?
Enquanto isso, o que uma mãe deverá dizer à sua filha de 10 anos que testemunhar um marmanjo gay no banheiro feminino? Ficar em silêncio para não ofender o marmanjo?

51 comentários:

Anônimo disse...

O filósofo Olavo de Carvalho, há alguns programas atrás, de seu programa semanal True Outspeak, disse que do jeito que as coisas estão ficando confusas com esta loucura generalizada de direitos de minorias, particularmente da dita ideologia de gênero, não iria demorar para que um monte de marmanjos, com pinta de Arnold Schwarzenegger, trajados com vestidos de mulher e peruca, começassem a sair por aí exigindo o direito de entrar em banheiros e vestiários femininos. E coitados dos cidadãos que reclamassem, pois ao invés de serem protegidos da ação de um louco, que sob o pretexto de “sentir-se mulher” insistisse em ofender o decoro de mulheres decentes, poderiam sim, sobre àqueles cair um pesado processo e condenação por homofobia. Pois bem, agora além de gays, lésbicas, transgêneros, etc., eis que surge mais um “gênero” a esta extensa lista de opções sexuais, ou melhor dizendo, uma sub-opção sexual, a do travesti do tipo “crossdressing “. Como pode ser conferido na reportagem da folha online,quanto à ocorrência em uma pizzaria na cidade de São Paulo, nesta semana, um “crossdressing “, com o apoio de seus correligionários LGBT (e sei lá mais o quê) sentiram-se no total direito de que este cidadão travestido, com uma mais que evidente aparência masculina de saltar aos olhos, tivesse pleno acesso a um banheiro feminino, ainda que a despeito da intimidade de uma senhora com sua filhinha pequena no recinto. E do jeito que vai a dimensão da loucura generalizada no Brasil, que já atingiu até às altas esferas do poder judiciário, é bem provável que tal mãe e sua filhinha, mesmo com toda a razão moral do mundo, mesmo assim sejam consideradas como as criminosas no caso em questão. Como diria Olavo de Carvalho: É a revolução dos loucos, bem ao estilo do Dr. Mabuse.

Uma última observação: Fico só imaginando na alegria que os tarados e molestadores sexuais estão tendo com toda esta balbúrdia, uma vez que basta-lhes colocar um vestido para ter total acesso à nudez de mulheres em banheiros e vestiários, com todo o respaldo da lei, a despeito da perplexidade das pessoas honradas.

Anônimo disse...

‎'A Secretaria da Justiça não se incomodou em telefonar para a menina de 10 anos', CF atropelada, defesa da criança pelo ECA só quando comete assassinato, estupros, ou para beneficio das 'castas universitárias das áreas sociais' brincarem de 'agentes sociais' na cracolandia... Cadê a dona chaui-piu e o SSo "intrangisgente na defesa" da infância? Marcha da Maconha ou Destruição de Universidades eles fazem!

Jabesmar disse...

Está tudo parecendo um chá com o "Chapeleiro Louco" de Alice no País das Maravilhas. Ou seja, não dá pra explicar o que se passa na cabeça de algumas autoridades governamentais. Os pais cristãos que se acovardam e se calam diante de tais absurdo vão prestar contas a Deus por sua omissão e lamentar muito ao ver seus filhos ou netos sofrer um abuso destes e não poder fazer nada!

maria disse...

Antes de ler o primeiro post já pensei em como pedófilos irão se aproveitar disso! Que ponto nosso pais chegou... quero ver o MP se vai agir ou compactuar...

Idevam disse...

Ta na cará um homem que não tem nenhuma vergonha de entrar em um banheiro feminino e quer que todo mundo ache iso normal e um doente mental e um perigo para as mulheres e crianças sem dúvida ele fez iso de proposito para acusar os outros de homofobia e pousar de vítima quando na verdade ele e o cupado olhando a foto não há dúvida o homossexualismo e antinatual e degradante

Luiz Paulo disse...

O pior de tudo é que sabemos onde isso vai dar. Se o mundo ainda existir daqui a 20 ou 30 anos, ele estará completamente de "cabeça para baixo", com as pessoas chamando o bem de mal e o mal de bem. Espero que Jesus volte o quanto antes.

Anônimo disse...

O Brasil está virando um hospício, e tudo graças ao PT e PSDB.

Felipe.

Anônimo disse...

Boa tarde irmão Júlio,

Não sei se você vai pode publicar este meu comentário.
Ainda bem que esta menina se queixou a "mãe", porque se fosse a um pai, este pai fosse um homem como eu, que pensa o que eu penso sobre gays, que não aceita este comprtamento ABIMINÁVEL, não tinha lei certa!! Eu sabia muito bem o que faria com este marmanjo gay. Tenho certeza que depois "disso" este marmanjo gay ia pensar milhões de vezes antes de querer entrar em um banheiro feminino.
Me deu nojo essa reportagem! Só em olhar esta figura "dantesca"... Que ser ridículo!
Uma atidude como essa, de dessa lei absurda, só istiga o ódio mesmo... Não vou continuar expressando minha revolta contra esta figura dantesca, mas como pai me sinto idignado, revoltado com uma reportagem como esta. Peço a Deus que um caso como este, nunca aconteça com uma criança de minha família e eu estaja por perto.
Para que serve nossa (in)justiça? Onde foi parar o respeito, a dignidade humana?
Por falar nisso, para que serve os MPE e MPF e Conselho Tutelar? Só para nos dar despesas? Se nossa sociedade deixou de ser organizada e estamos vvendo um "ditadura gay", então essas instituições devem acabar, pois não tem nenhuma serventia.
Quer dizer que se um homem normal assediar uma criança, vai preso. Agora esse marmanjo gay pode assediar e não dá nenhuma punição para ele? E ainda tem leis para dar esse direito? Meu Deus!!
Vou parar, pois quanto mais eu digito, mas minha revolta aumenta!!

Um abraço do amigo baiano,
Lúcio

Roberto disse...

Que horror!
Precisou uma criança, na sua inocência reparar essa loucura...
Viu o que esses marmanjos da secretaria de justiça (em minúsculo mesmo) se recusam a ver.
Só falta dize que essa lei foi lei de tucanos? Será que foi do socialista light Serra?

Julio Cesar disse...

É inacreditável que pudéssemos comentar uma situação absurda dessas!
Vejam,amigos,quantos precedentes serão abertos só para se privilegiar os homossexuais.Imaginem só o que acontecerá(que Deus nos livre)se o tal PLC 122 for aprovado?
Os canibais do sexo anal já estão fazendo a festa,devidamente acobertados por nossa mídia podre e pelas instituições.

carloshenrique disse...

Uma coisa absurda! Às coisas estão de pernas pro ar.
Na Bandeira Nacional do Brasil está escrito: "Ordem e Progresso", mas em vez de estar havendo Ordem e Progresso, a cada dia que passa está havendo o seguinte: Desordem, caos, retrocesso e barbarismo.
Parece que estamos voltando aos tempos bárbaros das sociedades bárbaras de antigamente, aonde não havia um só pingo de Civilização.
Esse mal-caráter, sem-vergonha, malvado, monstro, depravado, que não tarado, que não têm pudor algum, e que quer ficar entrando em banheiro de mulher como se fosse para ele o tal banheiro, devia ir parar atrás das grades, ser condenado a prisão perpétua, numa prisão de segurança máxima, numa solitária, sem direito a visitas e nem a banho de sol e nem mesmo a sair da cadeia. Só tendo direito a comida, água, roupa e a tomar banho.
Que pena que na Constituição do Brasil não se permite a prisão perpétua, Uma constituição que não se permita a prisão perpétua está a se permitir injustiças pois quem merece receber tal punição jamais o receberá.
Mas como no Brasil não há mais justiça, o criminoso vai ficar a solta, se vangloriando. Mas da justiça divina esse mal-caráter não vai escapar. e quão duro será o seu sofrimento eterno nas partes mais baixas do inferno.
Pelo visto estamos num titanic, que está prestes a afundar.
Para se dizer a verdade, como bem diz um ditado popular: aonde a vaca vai os bois vão atrás, parece que se encaixa bem a realidade do Brasil. Aonde a vaca, chamada Europa, anda indo, o Brasil está indo atrás, por Brasil leia-se o governo brasileiro, a mídia estúpida que só favorece o que há de pior no Brasil e todos esses que estão favoráveis a toda essa iniqüidade. A Europa está indo para o abismo e o Brasil indo junto
Que lástima!
Lá pelo ano 2200 um filho ao passar por onde era o Brasil perguntará para o seu pai:
- Papai quem habitava nessas terras?
0 pai responderá:
- Era o povo brasileiro, cujo país se chamava Brasil.
- Por que o Brasil não existe mais papai? Perguntará o filho.
- Pois há alguns séculos atrás começou-se a promoção e aprovação do homossexualismo e de todo tipo de imoralidade no Brasil, e não houve jeito. O povo não procriava, não se corrigia. Qualquer um que tentava fazer com que o Brasil voltasse aos valores morais era taxado de homofóbico, preconceituoso, e era preso, condenado. O governo era ímpio, e então veio o castigo, um país invadiu o Brasil e toda aquela grande nação que aqui existia foi destruída. Responderá o pai.
Agora, se alguém não quiser que isso se torne realidade já sabe o que não se deve fazer e o que se deve fazer. Preciso dizer o que se deve e o que não se deve fazer ou será que está bem implícito e explícito no texto?

Anônimo disse...

Eu tenho pena desse homem vestido de mulher... Maldito seja esse governo esquerdista/comunista!

Saulo

Anônimo disse...

A sociedade tem que se mexer! Unidos, podemos tirar esses encapetados do poder!!!!!!!!!

Saulo

willf disse...

"...E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
24 Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
26 Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
27 E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro." Romanos cap.1.

Jesus, volte logo para pôr fim a esta dispensação e implantar o seu Reinado milenar!

Paulo disse...

Julio, boa tarde.

Se eu pego um marmanjo desse no banheiro feminino e minha filha de 13 anos vem me contar, eu cubro na porrada de homem para homem.


Paulo

Julio Severo disse...

Paulo, se vc fizer isso, a mídia e o governo vão dizer que o gay surrado foi vítima de crime "homofóbico". Mas se vc como pai nada fizer, a mídia e o governo darão muito mais liberdade para os vadios nos banheiros femininos.

Fernando disse...

Será que isso foi planejado, para dar ainda mais visibilidade ao aos homossexuais na mídia e abrir mais um precedente jurídico?

Anderson Fortaleza disse...

Está dada a fórmula para os pedófilos, basta se vestir de mulher e ficar esperando as crianças dentro do banheiro feminino.

ÉLQUISSON disse...

A revolta que todos estão sentindo aqui é perfeitamente natural. Qualquer pai ou mãe de família reagiria da mesma forma se um de seus filhos presenciasse um cena dessas.

Eu digo por mim: se esse sujeito tentasse fazer qualquer coisa contra os meus filhos, ele iria sentir na pele o verdadeiro significado da palavra "homofobia". E eu nem importaria em ser preso. Agora, deixar meus filhos serem molestados por um homossexual, isso NUNCA! Se for preciso, eu morro para defender meus filhos!

Só quero ver o que esses homossexuais dirão quando estiverem diante de Jesus!

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo Julio SEvero,

A paz amado!

Esta notícia me causou revolta contra esta justiça gay. E o abuso das autoridades que parecem mais privadas(no sentido literal da palavra).

Pura vergonha nacional e desrespeito social para agradar aos que se investem de uma força demoníaca nesta sociedade que caminha à passos largos para o inferno.

Triste!

O Senhor seja contigo,

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

Trindade disse...

Ola Júlio;
É com tristeza que li esse post, mas ao mesmo tempo é bom que isso aconteça para ver se os cristãos acordem e parem de se “vitimizar”, pois vítimas não são e na verdade são cúmplices, pois se todos que se diz cristão se recusar a votar em partidos de esquerda, já nas próximas eleições a coisa começa a mudar, mas se votarem como tem votado até hoje a coisa tende a piorar, pois os esquerdistas achara que é isso que a maioria quer; A solução esta nas mãos dos cristãos católicos e evangélicos, pois sem os votos deles quem se elegerá? Mas é preciso um elo entre esses dois segmentos cristão para que expressem que no voto não há diferença e sim igualdade de direitos que são violados a cada dia, mas enquanto os católicos estiverem de um lado e os evangélicos do outro a coisa vai de mal a pior.
A você Júlio Severo eu me atrevo a pedir que escreva um texto sobre a responsabilidade do voto para o cristão, pois eu ao tentar orientar os meus conhecidos sou sempre questionado por cristãos que dizem as velhas frases do tipo: “o mundo jaz no maligno”, “isso estava previsto que ia acontecer”, enfim a maioria desconhece totalmente o valor do voto e que o cristão ao votar é co-responsável pela atitude do eleito.
Quanto aos comentários dos irmãos que disseram que agrediriam em resposta a atitude desse pederasta, eu desaconselho tal ação, pois é isso que eles querem para ganhar mais e mais visibilidade para a causa, o melhor mesmo é agora fazer vistas grossas e mudar no dia da eleição e nas urnas dizer não a candidatos de esquerda, pois só assim esse pais voltara aos eixos e será um lugar habitável para homens e mulheres de bem e os anormais voltara para o lugar de sempre ou seja, usara banheiro de acordo com seu sexo e como sempre ocorreu será respeitado como pessoa humana e nunca como homossexual, bissexual, pedófilo, necrófilo, zoófilo, etc.

ÉLQUISSON disse...

Amigo Trindade,

Em relação à questão do voto que você colocou no seu comentário, eu diria o seguinte: este ano (2012) é ano de eleição para prefeito e vereador. É hora de sabermos usar a arma que temos (que é o voto). A hora da mudança (no sentido de tentar apagar parte dessa imagem negativa que temos da nossa política) é agora.

Por que eu digo isso? Porque existem coisas que somos nós que resolvemos (não é Deus). No caso, trata-se de saber votar. Não podemos pedir a Deus para resolver um problema (como este do voto) que nós mesmos podemos resolver.

Por que a questão do voto não pode ser resolvida por Deus? Por uma razão muito simples: um anjo não possui título eleitoral. Um anjo não vai descer do Céu para escolher o nosso candidato. Somos nós mesmos que vamos fazer isso.

Uma coisa é certa: temos que assumir as conseqüências das escolhas que fizermos. Se votarmos errado, nós mesmos seremos culpados. Depois, ninguém vá querer fazer campanha de oração para que Deus tire do poder um político corrupto que nós mesmos elegemos!

Será que, depois deste alerta, o povo finalmente vai aprender a votar certo?

Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

P.S: Da mesma forma que o Trindade, eu também sugiro que o irmão Júlio Severo, quando puder, publique um artigo específico falando sobre a responsabilidade do voto.

Leandro disse...

Nenhuma pessoa decente vota no PT, ou no PSDB de SP.

MARIA disse...

É inacreditável que tenhamos chegados a esse ponto absurdo. Fico pensando em todas as concessões que foram feitas ao longo dos anos, permitindo que a imoralidade fosse tomando espaço até que se tornasse uma força violenta a nos intimidar e nos constranger. Não basta apenas conhecer a verdade, e preciso combater a mentira. O que virá agora? Que Deus tenha misericórdia de nós.

Frosty (Carlos) disse...

pior q depois de toda essa revolta quase que unânime da população, ainda assim o crápula deve levar uma boa grana do dono do esbelecimento. Esses indivíduos são mesmo a kara do governo que está crinado eles.

Anônimo disse...

Temos que agiiiiiirrrr!!!! Nao dá so pra ficar falandoooo! Alguem conhece alguns bons advogados cristaos e decentes?

Saulo

lagarto_200 disse...

acho que usar o termo "Os canibais do s**o a**l "ficou muito pesado e vulgar para se usar num blog conservador cristão sugiro que mudem esse trecho

Paulo disse...

Li a notícia e fiquei extremamente indignado.

Imagine minha esposa ou filha adentrar em um banheiro público e lá deparar-se com um homem travestido de mulher, sendo tratado como se mulher fosse, pelo Estado brasileiro!

É algo assustador.

Se em banheiros públicos, nós homens já nos sentimos incomodados quando alguns 'homens' ficam "manjando-nos", imagine o que esses caras não vão fazer em um banheiro feminino!

Já vi sair confusão dentro de banheiro de shopping devido ao atrevimento de gays.

É algo aterrorizante!

O que deixa-me mais indignado ainda é saber que sob a proteção e bênçãos de autoridades eclesiásticas, muitos homens e lá fazem o que bem entendem.

Posso citar aqui, por exemplo, o pastor José Wellington Bezerra da Costa - Presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil que portou como um atalaia, em 2010, do governador Alkcim. O pastor foi uma espécie de cabo eleitoral do candidato à reeleição, Geraldo Alckim e ainda usou um verso bíblico para faze campanha para ele, como está na figura VERGONHOSA no link:

cabo eleitoral.

Onde está o pr. José Welligton que apoiou Alkcim e pediu ao povo assembleiano para votar neste governador?

Para quem não sabe, a citada lei que permite travesti usar banheiros femininos (Lei Nº 10.948, de 5 de novembro de 2001) foi sancionada pelo então governador de São Paulo, em 2001, Geraldo Alkcmin (Veja o link: http://www.justica.sp.gov.br/Modulo.asp?Modulo=306 .

O pr. Wellington que tem filhos na política não sabia disto ?

Recentemente o governador amigo do pastor que tem acesso livre à Assembleia de Deus no Belenzinho (SP) disse em programa de TV que é a favor do 'casamento' gay.

Que tipo de família é esta defendida pelo governador, sendo que seu cabo eleitoral colocou um versículo sobre família no 'santinho'.

Estamos vivendo nos dias da igreja alemã antes da 2a guerra mundial, onde pastores levavam a bandeira com a suástica nazista para cima dos púlpitos. Hilter ganhou as eleições e fez o que fez.

Para muitos líderes cristãos, politicamente a voz de César fala mais alto do que a voz de Deus.

É vergonhoso ver atos como a omissão do pastor Welligton, como todos os demais que tem ajudado esses homens chegarem ao poder.

Vão prestar contas a Deus pela enorme contribuição a alavancagem do império do mal.

Anônimo disse...

E eu há um tempo atrás já previa isso, falava que homens vestidos de mulheres iriam querer entrar nos banheiros femininos. Como sempre as mulheres sempre sofrem o dano desta política de gênero primeiro. O mundo tem se tornado cada dia mais insano, as pessoas perderam a noção do real, perderam o valor do que é real, abraçaram de tal forma o relativismo, que não consideram o gênero natural algo normal, dá para entender? Agora até a própria natureza é "homofóbica" (detesto esta palavra).

É evidente amigos, que estes homens estão lutando contra DEUS, querem nos oprimir com suas vaidades.
Eu pergunto, onde está o direito das outras pessoas? Por que o desejo de um tem que ser atendido em detrimento de outro? Por que a opinião de um homem insano que se veste de mulher é superior a opinião de mais de 4 pessoas que são contra a opinião dele? Que parcialidade é esta pro lado deste senhor?

Se eu fosse dono desta pizzaria, processaria este senhor, e me apoiaria ainda nas outras pessoas contrárias que reivindicaram o uso do banheiro de forma apropriada. Processava o estado tbm, por este me discriminar e me tomar por inferior, e não respeitar os meus direitos como cidadão, de não querer um marmanjo no banheiro das mulheres, não precisamos aceitar a insanidade destas pessoas.

Alfeu sorensen disse...

Óla Julio,acompanho sempre que posso suas materias,parabens! pela sensatez e coragem,gostaria se possivel de participar de maneira positiva,ou seja escrevendo a quem voce endereçar,ou assinando um abaixo assinado contra tal atitude,nós que agurdamos a volta de Jesus já teriamos que estar preparados para estas coisas,jesus disse, qundo vier o filho do homen,achara fé na terra?
abraços! Alfeu.

O Sangue Bom disse...

Irmãos, o negócio é muito sério e a igreja está apreciando os fatos apenas expressando sua indignação de forma escrita. Essa lei que estadual aprovada é uma enorme brecha para um tarado, pedófilo por um vestido e entrar num banheiro feminino e aliciar crianças e mulheres e ter a proteção da lei.
Gideão venceu com 300 valentes apenas, é hora do povo cristão começar a dar um basta nisso, ou a situação ficará insuportável. O mundo está gemendo pela manifestação dos filhos de Deus, o que estamos fazendo?

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Paulo,

Você tocou num ponto crucial: muitos pastores, infelizmente, têm dado apoio a políticos corruptos. E esse exemplo que você citou (o do apoio do pastor José Wellington a Geraldo Alckmin) é a maior prova do quanto muitos dos que se dizem cristãos estejam envolvidos em escândalos (fazendo com que a igreja do Senhor fique com a imagem denegrida perante a opinião pública). Foi exatamente por isso que Jesus disse:

"É impossível o escândalo não vir ao homem, mas ai do homem por quem o escândalo vem" (Lucas 17:1)

Esse mesmo pastor, pelo jeito, parece estar esquecido de que o julgamento de Deus começará dentro da igreja:

"Pois já é tempo de se começar o julgamento pela casa de Deus. E se começa primeiro por nós, qual será o fim daqueles que desobedecem ao evangelho de Deus? E se somente o justo se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?" (1 Pedro 4:17-18)

Para o pastor José Wellington (e também para outros que dão apoio a políticos corruptos, além de serem tolerantes com o pecado), Jesus dá uma advertência muito séria (gostaria que todos lessem e refletissem atentamente):

"Nem todo aquele que diz: Senhor! Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas somente aquele que faz a vontade do Meu Pai que está nos Céus. Muitos, naquele dia, hão de Me dizer: Senhor, não profetizamos em Teu nome? E não expulsamos demônios em Teu nome? E não fizemos obras grandiosas em Teu nome? Contudo, eu vos confessarei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:21-23)

Só sei de uma coisa: quando Jesus voltar, toda essa bandalheira vai ter fim! E muitos que se dizem cristãos vão ter que prestar contas a Jesus! Eu não quero estar na pele deles neste mesmo dia!

Para finalizar minha mensagem, deixo este versículo para a reflexão de todos:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Antônio Flávio disse...

Sou mais prático. E não quero nem saber. Se minha filha ou esposa se depararem com uma situação dessas, não penso duas vezes e quebro a cara da aberração. Aí respondo por lesão corporal e até pago umas cestas básicas. Porque por mais barulho que fazem nessas situações, quando o que se tem é só uma desinteligência, 99% dos casos não dão em nada! Essas minorias vão acabar com o mundo (maioria) !!!

Anônimo disse...

Simplismente RIDÍCULO, essa criatura que ele é um HOMEM só deixa enganar pelo "diabo" nada vai mudar isso mesmo ele vestido e maquiado de mulher ele é um HOMEM E MACHO TÁ ACABADO.
Vou ficar mais atenta só que nós faltava a gente estar no nosso banheiro feminino sossegada e do nada um ser envadida por um marmanjo lá dentro Deus me livre.
Eu gritava taradoooo e tirava, sapato do meu pé para bater nele eu como uma garota eu não deixaria barato NÃOOOOOOO eu ia me defender concerteza. Ester!!!!!

Adilon Pontes disse...

Irmão Julio, Não somente os pedófilos vão se aproveitar desse “direito” de homossexuais entrarem em banheiros femininos, como também os tarados em geral, que já assediam as mulheres em todos os lugares públicos. Agora, com todo o amparo da lei, eles poderão atacar as mulheres dentro dos banheiros femininos!! Basta para isso, se declararem gays.
É uma vergonha o governo de um estado essencialmente cristão, como é o estado de São Paulo, criar leis como essa, que vai de encontro à vontade da maioria! Será se a opinião pública não significa mais nada para eles?

Anônimo disse...

caro julio severo!recebi a menssagem atravez de um ex. colega de faculdade e li a materia.
fasso minhas as palavras do Élquison, quando os homensn assumirem as suas responsabilidades omundo terá jeito.

Anônimo disse...

Outra coisa me assustou nesse caso. Hoje a Globo mostrou a reportagem em rede nacional no Bom Dia Brasil, foi por onde fiquei sabendo desse ocorrido. Na reportagem eles não disseram em nenhum momento que foi uma crinça de 10 anos que 'achou' o fulano dentro do banheiro feminino, mas eles mostraram algo que não está aqui: o próprio Laerte disse ser ele BI-SEXUAL, isso mesmo, BI-SEXUAL e pai de dois filhos, portanto a vergonha e o perigo aumenta ainda mais com um cara desses frequentando o banheiro feminino. Onde meninas de 10 anos podem ser presa fácil para homens como ele. Vergonha, vergonha, vergonha, vergonha...

Ezequiel AKA Zhereal disse...

Me desculpem pelo comentário, mas eu acho que a lei está sendo mal interpretada. Acho que a lei apenas garante que TRANSEXUAIS - que fizeram uma operação para trocar de sexo - possam usar o banheiro do sexo para o qual eles mudaram. Ninguém faria uma lei garantindo que pessoas de sexo diferente tenham acesso a um banheiro só porque é homossexual. Isso seria muito absurdo.

Anônimo disse...

Safadeza, pedofilia, malandragem, libertinagem e sacanagem e o que norteia esse movimento gay.

Flavio disse...

Caro Julio,


A Revista Veja, em seu site, publicou uma pequena matéria sobre o caso:

http://veja.abril.com.br/noticia/celebridades/a-arte-de-levantar-bandeiras-desnecessarias

Fique com Jesus.

Flavio

Agora vejam... disse...

O sujeito acha que é uma mulher, logo acha que tem o direito de usar o banheiro feminino. Quer dizer que se eu achar que sou o Barack Obama, terei direito de entrar na Casa Branca? Brasil está dando muita corda para estes malucos e pervertidos!

Jairo Almeida - Londrina Pr. disse...

Jairo Almeida - Londrina Pr.

Amigos, vou ser breve e sensato,acho que é moda a defesa das minorias, reviravolta total no que aprendi até hoje o bem vence o mal, a maioria vence. Pergunto onde vcs responsáveis, estão com as cabeças ? Cara, um pouco de postura social correta resolve esta parada - se eu sou minoria posso ser o que eu sou no meu mundo, mas devo respeitar o mundo dos outros, isto é atitude de polidez e cidadania. Cada um no seu quadrado

O Sangue Bom disse...

Prezado Jairo Almeida, o nosso quadrado é cuidar da minoria, nesse caso aqui uma criança que tem que ser obrigada a conviver com uma situação onde o seu quadrado foi invadido. Cada um faz o que quiser, mas não no quadrado dos outros. Querer botar uma mordaça gay em quem não é gay é invadir o quadrado do outro não é mesmo? Abraço.

gutenberg disse...

Laerte e o ginecologista

Fui pesquisar sobre o sujeito (a?) e li uma entrevista longa dele à FSPaulo, onde é cartunista, falando sobre a novidade de começar a andar vestido de mulher (ano de 2010). Ele que faça o que quiser, tem 60 anos!
Desde então já deu várias entrevistas sobre sentir-se mulher, embora se defina bissexual e tenha uma namorada. É casado e tem dois filhos.
Na entrevista disse que não pretendia ser umamulher, apenas vestir-se, etc e tal. Posteriormente ao episódio da pizzaria (onde não foi discriminado- era cliente frequentador da casa) disse que entrou no WC porque psicologicamente sente-se mulheràs vezes. O resto já sabemos. A mãe da criança reclamou e ele (a?) foi reclamar para o Estado.
Há homens e há mulheres. Laerte é homem, tem namorada. Gosta de se vestir de mulher, e diz ser bissexual.
Por que teria que entrar num banheiro feminino?
Uma única pergunta: quando ele vai ao médico, vai ao especialista em próstata ou ao um ginecologista?
Achqo eu até as autoridades enlouqueceram diante da visão politicamente correta.
Se ele, aos 60 anos! tivesse um pingo de juízo, usaria o banheiro masculino. Será que teme ouvir gracinhas?

Gutenberg
Laudaamassada blogspot

Anônimo disse...

Que absurdo. Um homem querendo usar o banheiro feminino. "Vá pra porra!" O que deve contar é o sexo biológico, não o que cada um decide ser.

AnaMaria disse...

O que eu poderia dizer sobre esse caso, os leitores de cima já disseram.

Mas até eu que sou uma mulher, teria coragem de sair na porrada com um desnaturado desses. Se eu fosse mãe e minha filha voltasse para mim e relatasse tal coisa, eu mesma entraria lá dentro e desceria o cacete nele!

No máximo, só poderiam me taxar de "homofóbica", já que a mulher de mentira pensa que tem o "direito" de ser considerada como uma mulher de verdade (mesmo sendo um homem disfarçado e perdido das idéias), a pancadaria devera ser de "igual para igual" então... Ou ainda, poderia ser punido pela Maria da Penha, pois trata-se de um homem disfarçado batendo numa mulher! E querendo ou não, ele nunca deixará de ser um homem, por mais que vista-se como uma mulher e multile sua genitália.

Daí gostaria de ver a reação feminista: Ficaria do lado de quem, da mulher de mentira ou da mulher de verdade?? É só o que falta, a mulher de verdade ser punida (só falta completar dizendo que ela é "machista") por bater numa mulher de mentira!

Anônimo disse...

O que eu acho interessante é que apesar de toda essa propaganda pró-homossexuais e essa tentativa de fazer com que o artificial se torne natural, a menina não viu ali um homossexual ou uma mulher, mas, um homem vestido de mulher. Por mais que tentem, se produzam e invistam em métodos de transformar o que Deus fez em algo parecido com o sexo oposto ao seu sexo natural, uma simples criança vê quem realmente essas pessoas fisicamente e geneticamente são. Não adianta. Mesmo que persigam os que são pela moral e bons costumes, mesmo que numa loucura diabólica aprovem leis que lhes garanta o direito de distorcer a natureza humana, o seu ódio continuará, pois eles sabem que tudo o que eles pensam que são não é natural, mas fruto de uma violência, produzida contra eles ou por eles.

Laercio disse...

Estou de acordo com o Gutemberg e apenas digo uma coisa:
se fosse uma de minhas filhas, eu o processaria sim.
Ele NÃO tem este direito e ainda mais de se achar melhor que uma criança. ele feriu a constituição e aos direitos do estatuto da criança portanto, o safado e abusado é ele.
EM TEMPO:
Não sou preconceituoso e eu sou NEGRO e já sofri muito preconceito, longe de mim isto mas o preconceituoso é este CIDADÃO.

Anônimo disse...

Eu tenho uma proposta: que agora os banheiros sejam divididos não mais como masculino e feminimo, mas em infantil, héterossexuais e homossexuais. Daí as lésbicas vão parar de me asssediar nos banheiros de mulheres enquanto eu retoco o batom no espelho e quem sabe eu não encontre o meu grande amor em um banheiro frequentado por homens com "H" maiúsculo, coisa rara de se encontrar hoje em dia, com tantos simpatizantes do homossexualismo que se dizem héteros?

Anônimo disse...

Meu Deus, que absurdo !!!! Olha se o povo cristão continuar dando votos para essa corja de bandidos que governa o país, estarão contribuindo para a desciminação dessas imundícies os evangélicos precisam acordar e sair do conforto dos bancos de suas igrejas e orar e agir com indignação nas urnas eleitorais e votarem em homens de Deus, os pastores precisam orientar suas ovelhas quanto a isso, caso não façam estarão sendo cúmplices de toda essa imundícies. ACORDAM POVO DE DEUS E MARCHAMOS POIS DEUS É CONOSCO A VITÓRIA É NOSSA EM NOME DE JESUS.

Anônimo disse...

Fato, a culpa desse estado em que vivemos não é dos homossexuais ou dos ditos progressistas, mas dos cristãos independentemente de que vertente, sejam católicos ou protestantes em geral, que sendo maioria dão votos e elegem pessoas que fazem leis deste tipo, que aceitam que as minorias imponham suas vontades à maioria e que aceitam dessa forma viver sob uma ditadura disfarçada, as vezes para não parecerem intolerantes, as vezes para viver dos restos que esses políticos lhes jogam ao chão em forma de uma bolsa qualquer.