16 de janeiro de 2012

Beijo gay: obrigatório para crianças?

Beijo gay: obrigatório para crianças?

Hoje, querem obrigar crianças a ver beijos gays. Amanhã, o que imporão?

Julio Severo
O ator Marcelo Serrado, que faz o papel do homossexual Crô na novela “Fina Estampa”, tinha tudo para receber o selo de aprovação do movimento gay.
Ele não é homossexual, mas é a favor da união civil homossexual, chegando a dizer: “Isso é fundamental. Estamos em 2011. Acho um absurdo quando vejo cenas de homofobia”.
Mas o movimento homossexual não o está aplaudindo. Pelo contrário, o ator está sendo vaiado, porque numa entrevista para Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo (em 8 de janeiro de 2012), ele disse, sobre a exibição de um beijo gay na TV: “Isso é algo que tem que ir quebrando aos poucos. Não quero que minha filha [Catarina, 7] esteja em casa vendo beijo gay às nove da noite [na TV]. Que passe às 23h30.”
Quem protegerá as crianças?
Imediatamente, as turbas bárbaras do movimento gay reagiram no Twitter e outras redes sociais, chamando o ator global de “homofóbico”. Tudo porque ele, como pai, não quer que sua filha de apenas 7 anos de idade assista a um beijo gay.
Para os militantes gays, a classificação de programação para menores de 12 anos não deve se aplicar às cenas gays, que devem ser obrigatórias para o público infantil. “Quanto mais cedo as crianças aprenderem a gostar das nossas opções sexuais, melhor”, devem pensar eles.
Os sites e blogs gays condenaram a atitude do ator.
Marta Suplicy, ex-funcionária da Globo e formada em universidades americanas, comentou sobre a postura do ator: “Acredito que Marcelo Serrado não se veja como homofóbico… [mas] o preconceito homofóbico introjetado é supercomum”. (Folha de S. Paulo, 14 de janeiro de 2012)
Apenas expressar a opinião de que seus filhos não devem ver um beijo gay ganha a rotulação de “homofobia” — um termo que o movimento gay emprega abundantemente para igualar os opositores da agenda gay a criminosos. Então, com o PLC 122 aprovado, pais e mães serão tratados de que jeito?
Essa loucura toda ficará restrita só ao beijo gay? Se os pais e as mães aceitarem passivamente essa agressão ideológica, em pouco tempo eles serão também rotulados de “homofóbicos” se impedirem seus filhos de verem cenas de dois homossexuais na cama. E loucuras muito piores virão. Os sinais já estão aí: a maior organização pedófila do mundo é a NAMBLA, sigla em inglês que significa Associação Norte Americana de Amor entre Homens e Meninos. A NAMBLA é uma organização exclusivamente homossexual.
Três décadas atrás, Michael Swift (que se proclama revolucionário gay) profetizou:
“Nós sodomizaremos seus filhos. Todas as leis que proíbem a atividade homossexual serão revogadas. Todas as igrejas que nos condenam serão fechadas. Tremam, porcos heterossexuais, quando aparecermos diante de vocês, sem máscara”.
Será então obrigatório não só deixar nossos filhos verem beijos gays, mas também serem pegos pelos beijadores?
Acho que nossos avós tinham muito mais juízo do que nós. Se dois homossexuais dissessem a nossos avós, “Vocês têm a obrigação de deixar seus filhos de 7 anos verem nosso beijo gay!”, provavelmente, nossos avós chamariam os vizinhos e juntos dariam uma bela surra nos dois sem-vergonhas. Hoje, essa surra merecida seria tratada como crime “homofóbico”. No tempo de nossos avós, a polícia viria e acrescentaria suas próprias surras aos dois sem-vergonhas, elogiando nossos avós e os vizinhos por protegerem seus filhos.
Contudo, perdemos a vitalidade, coragem e valores morais de nossos avós. Muitos já não protegem seus filhos por medo do “terrível” rótulo de “homofobia”.
A defesa da canalhice alcançou proporções políticas e acadêmicas. Alexandre Vidal Porto, diplomata brasileiro formado em direito pela Universidade de Harvard, opinou sobre o beijo gay: “A maneira como Serrado educa a sua filha é problema dele. Não se condena o teor de suas declarações preconceituosas, porque a homofobia ainda não é crime no Brasil. O condenável em sua atitude é a negação do óbvio. Ele tem o direito de educar a sua filha como quiser, mas não pode enganar a população tentando descaracterizar a natureza do seu preconceito. Ou seja, Serrado é um homofóbico no armário… A caricatura homossexual que Aguinaldo Silva compôs e que Marcelo Serrado se presta a interpretar, por exemplo, levará anos para ser desmantelada no imaginário da nação. Produzirá discriminação e gerará violência”. (Folha de S. Paulo, 13 de janeiro de 2012)

Por que obrigar meninos a ver o que não é normal?
Antes do ator dizer que sua filha não deveria ver beijo gay, estava tudo tranquilo. Ninguém via nenhuma “homofobia” no ator. Marta Suplicy, os ativistas gays e o diplomata não o condenavam. Mas agora tudo mudou. A opinião do ator se refletirá na própria novela, “produzindo discriminação e gerando violência”. Apenas por causa da questão do beijo gay, ele virou, nas palavras do “ilustre” diplomata, um “homofóbico no armário”!
Provavelmente, o trecho mais assustador da declaração do diplomata foi: “Não se condena o teor de suas declarações preconceituosas, porque a homofobia ainda não é crime no Brasil”. Quer dizer então que se o Brasil já tivesse uma lei em vigor criminalizando a “homofobia”, as “declarações preconceituosas” do ator protegendo sua filha de um beijo gay resultariam em prisão? Ele iria para a cadeia apenas por se preocupar com sua filha? Ele ficaria atrás das grades e sua filha sem a presença do pai até ele aprender a deixar sua filha ver beijos, carícias e sem-vergonhices gays? Com autoridades dessa espécie a solta, qualquer cidadão brasileiro que seja bom pai corre perigo!
Daqui a pouco, para não perder oportunidades de emprego na Globo, o ator se sentirá obrigado, de joelhos e em lágrimas, a colocar sua filha na frente de um telão com cena de beijo gay, diante de jornalistas de todo o Brasil, apenas para provar para políticos e acadêmicos canalhas que ele não é “homofóbico”.
Harvard, que formou o diplomata que enxerga o ânus gay como o sol do universo, em torno do qual tudo deve girar, é uma universidade americana que, séculos atrás, foi fundada para formar pastores evangélicos, para pregar o Evangelho. Hoje produz criaturas que se prestam a pregações homossexuais, formando mentalidades de vandalismo acadêmico contra os valores morais e cristãos.
São indivíduos desse calibre sem moral que conseguirão convencer os políticos da necessidade do kit gay, para que as crianças nas escolas vejam como normal o que os defensores da pedofilia veem como normal.
Se o Brasil tivesse um governo sério, o diplomata já estaria no olho da rua. Mas, em vez disso, ele aparece elogiando abertamente as paradas gays, mostrando em que pé anda a política externa do Brasil. E não é de estranhar: O MRE (Ministério das Relações Exteriores) tem fama de gostar desse tipo de relações.
Talvez o diplomata não concorde com o que seus colegas acadêmicos estão defendendo, mas sua atitude de colocar o bem-estar das crianças e a autoridade protetiva dos pais abaixo das exigências lascivas do movimento gay o deixa numa situação muito desconfortável moralmente.
Os famigerados Conselhos Tutelares não mostram a cara para condenar Marta Suplicy, o diplomata e outros que, implicitamente ou não, exigem que uma criança de 7 anos seja exposta a um beijo gay. Mas nossos avós não teriam nenhuma dificuldade de entender — e muito menos de resolver — essas questões. Mesmo que o Brasil já tivesse uma Lei Anti-Palmada, nossos avós saberiam agir contra os sem-vergonhas. Suspeito que nem o “ilustre” diplomata escaparia da justa fúria deles.
Julio Severo é autor do livro “O Movimento Homossexual”, publicado originalmente pela Editora Betânia e agora disponível em PDF aqui. Entre 2003 e 2005, ele foi assessor de questões éticas para a Frente Parlamentar Evangélica.
Artigos relacionados no Blog Julio Severo:
Artigos sobre a NAMBLA:
Brasileiros que defendem a pedofilia homossexual:

24 comentários :

Anônimo disse...

brasil templo da degradação moral

HORÁCIO disse...

Se algum homossexual tentar se aproximar de meus filhos, eu vou defender todos eles à força (nem que isso me custe a prisão ou a morte)

Eu nunca vou permitir que meus filhos sejam cobaias desses homossexuais. Se for preciso eu morrer defendendo a honra de meus filhos, eu morro com a consciência tranqüila de quem não pecou contra Deus.

Os homossexuais podem me chamar de homofóbico (ou de qualquer outro nome que quiserem), mas eu vou dizer agora (e com todas as letras) o que esses homossexuais realmente são:

HOMOSSEXUAIS, VOCÊS SÃO VERDADEIROS ABUTRES, SÃO DEMÔNIOS INSACIÁVEIS DE LUXÚRIA E DEVASSIDÃO! ESPERO QUE VOCÊS SE ARREPENDAM ANTES DA MORTE! DO CONTRÁRIO, O LAGO DE FOGO ESTÁ PRONTO PARA RECEBER VOCÊS! LÁ SÓ VAI HAVER CHORO E RANGER DE DENTES! LÁ VOCÊS VÃO SENTIR TODO O PESO DA IRA DE DEUS CONTRA O PECADO!

Será que esses homossexuais querem ver para crer? Ou eles acham que Deus mudou os Seus princípios?

P.S: Desculpem o tom carregado da minha mensagem, mas, com tanta revolta que eu estou sentindo, não consigo me manifestar de outra forma!

Anônimo disse...

Bom dia amigo Júlio,
Eu tenho horror e nojo de pedófilo, mas pergunto: se o movimento gay diz abertamente que é a favor da pedofilia, e ninguém faz nada, nenhuma autoridade se levanta contra, e porque ainda se prende pedófilo no Brasil? Não venha me dizer que é porque a pedofilia "ainda" não foi "regulamentada" por lei, pois no seu caso, ainda não existe nenhuma lei que puna homofobia(e você não é homofóbico)e você foi obrigado a deixar o Brasil, acusado de homofobia - o que eu acho um absurdo e me faz sentir VERGONHA de ser brasileiro.
Tenho dois filhos já maiores. E te digo, se um gay infeliz, fizer ou tentar fazer, algum ato de pedofilia com um neto meu... Eu faço uma besteira e vou parar na cadéia com muito orgulho, sem nenhum arrependimento!
Ainda bem que meus netos não estudarão em colégios públicos! E eu que visse um neto meu chegar em casa com um "kit gay"... eu ia na diretoria do colégio, reclamar severamente, independente de ser lei ou não! Uma lei dessa - do tal kit gay - é para toda sociedade brasileira usar da "desobediencia civil" e não respeitar! Assim como a lei da palmada.
Já disse a minha esposa: se esse tal PL-122 virar lei, vou acabar meus dias numa "cadéia", mas meus valores morais e de dignidade, não vão mudar de forma nenhuma. Não aceito gay como normal nem na outra encarnação, quanto mais no século XXI. E se isso for "homofobia", digo com muito orgulho: sou homofóbico.
Concluindo: cada vez tenho a certeza que a maior "desgraça"(não gosto de digitar essa palavra) do Brasil, foi o PT chegar ao governo.

Um abraço do maigo baiano,
Lúcio

Anônimo disse...

Caro Julio, sou de sp capital e atualmente moro em minas gerias. e tanto em um lugar como outro eu percebo na opnião das pessoas que eles a passos largos estão assimilando o conceito do estilo de vida gay como normal. E atacando os que creem como pecado como homofóbicos, hj é perigoso falar disso aqui. Vc nao acha que essa é uma guerra que ja perdemos? Que é inevitável a vitoria da agenda gay entre os perdidos? E se não como que fariamos o contrario?

Anna Mattos disse...

Seu artigo está, simplesmente, maravilhoso! Graça e Paz!!!

Anônimo disse...

Uma vez alguém disse o seguinte:

“Antigamente o homossexualismo era proibido. Depois passou a ser tolerado. Depois passou a ser um direito. Hoje é aceito como coisa normal. Vou-me embora antes que passe a ser obrigatório.”

Pois bem, mas ir embora para onde? Pois em quase todo mundo moderno dito democrático essa maldita homocracia está se alastrando e se impondo às populações de todas as nações, com exceção, é claro, dos países islâmicos e dos declaradamente comunistas, portanto anticristãos. Se tudo isso não é um forte sinal de que a volta de cristo é mais que iminente, ou seja, que o Senhor Jesus virá buscar a sua igreja ainda neste tempo atual, temo em dizer que se demorar mais tempo, Deus não encontrará sequer uma alma que tenha o mínimo de possibilidade de ser salva e arrebatada. Que nosso Senhor abrevie os dias para a sua vinda, pois já vivemos dias bastante tenebrosos!

Ronaldo Antunes

Mirian disse...

Se ser "homofobico" (algo que não existe)é ser contra o homossexualismo (pecado abominavel), então a palavra "homofobico" para mim se torna um elogio. Me sinto elogiada quando sou chamada de "homofobica", pois isso quer disser que eu sou CONTRA O PECADO, e, por tanto, AMIGA DE DEUS. Vivaaaaaa!!!!! \(^_^)/

Jabesmar Aguiar Guimarães disse...

Isto é bom para este ator e outras pessoas perceberem quão TOLERANTES e AMÁVEIS são os ativistas gays.
Mas a verdade é que ele vendeu suas convicções em troca da fama e dinheiro.
Se não há nada errado em interpretar um beijo gay, por qual motivo a filha dele não pode assistir a cena?
A VERDADE é que no fundo todos os pais que querem posar de "moderninhos", "antenados", e politicamente corretos NÃO gostariam de ver SEUS filhos envolvidos com o homossexualismo.
Ou seja, para os filhos dos outros é bom, mas para os meus NÃO!!

Fábio Flish disse...

Engraçado, se este espaço é moderado para evitar "excessos", como foi autorizada a postagem do Horácio? Como falar de Deus e associar morte, agressão, tortura, matar... Sou evangélico e Deus tem abençoado minha vida. Sou Dr. em Administração em uma das melhores universidades do mundo. Horácio, não existe pecado pequeno ou grande, então, nesta lógica, você, como agressor verbal, ameaçador intolerante ou até assassino... Enquadra-te no mesmo erro de um homossexual. Jesus, enquanto na terra, foi um exemplo de tolerância, mesmo com os errados... Pense nisso meu irmão, entre um gay e você, tenho mais medo de sua atitude, mas, Deus está comigo, sempre!

Julio Severo disse...

Fábio, nem todos os que comentam aqui são evangélicos, mas é perfeitamente natural uma reação mais agressiva quando nossos filhos são ameaçados por um perigo. Se você não tem essa reação, você não é pai. Se você é pai, então você tem problemas.

Acho que é por isso que o movimento homossexual se tornou tão abusivo: muitos de nós estão com a mente embotada.

Se você acha que todos os pecados são iguais, me diga qual a diferença entre deixar sua filha cinco minutos com um mentiroso e cinco minutos com um pedófilo. Se você souber essa diferença, há esperança. Recomendo-lhe ler este artigo: http://juliosevero.blogspot.com/2004/06/o-homossexualismo-igual-aos-outros.html

foralula disse...

primeiro, o Horácio disse apenas o que pensa.

segundo, o Horácio não disse nada que contradiga o que a própria Bíblia diz sobre o homossexualismo.

o Horácio apenas carregou na tinta.

isso é passível de prisão?

damasceno disse...

este problema resolvo muito facilmente em casa: nao tenho antena de tv. assisto dvds com meus filhos que eu mesmo seleciono, escutamos musica e lemos. a porcaria da rede globo nao faz a menor falta a mais de 20 anos

Anônimo disse...

Boa noite Julio,
Eu sinceramente, não vi o Horácio falar nada demais, ele disse apenas o que pensa - ainda temos a liberdade expressão - e eu concordo. Muito pior do que o Horácio disse, é o que os gays querem fazer - com o consentimentos das autoridades e de pessoas como este tal Fábio Flish - que é tentar aliciar nossa crianças inocentes à prática do comportamento ABOMINÁVEL do homossexualismo. Este sim é um crime HEDIONDO. E quem o pratica, deveria ser sentenciado a prisão perpétua.
Você fez muito bem e publicar o comentário do Horácio. É justamente isso que os gays e quem é "simpatizantes" querem, que fiquemos calados, ou sejamaos tolerantes com eles, enquanto eles querem tirar todos os nossos direitos e nos calar pela força de uma lei idiota.
Eu não sou evangélico, sou temente a Deus meu criador!
Você Fábio é muito engraçado! Você quer moderação ao se falar de gays.. E qual a MODERAÇÃO que os GAYS têm em SUAS PARADAS pela ruas das cidades? Se um casal hétero(que somos normais...), firermos um décimo do que os gays fazer nas ruas em suas "paradas", seriamos presos por "atentado violento ao pudor". E você Fábio vem cobrar moderão desse espaço? Não em me faça rir! É muita cara-de-pau!

Do baiano,
Lúcio

Silvio disse...

A Folha de São Paulo e a globo, principalmente estas, são as duas caixas de ressonância da agenda e do movimento gays no Brasil. Ambas vêm inoculando sutilmente nas mentes das pessoas o veneno da agenda gay que, entre outras perversões, advoga a doutrinação infantil no homossexualismo.

Ricardo disse...

HORÁCIO, você se portou como qualquer pessoa decente e sã se portaria, ainda mais sendo pai ou mãe, diante de uma séria ameaça aos filhos. Sim, a agenda gay é indubitavelmente uma grave ameaça para as crianças e adolescentes. Não tenho dúvidas quanto a isto.

Ricardo disse...

FÁBIO FLISH, você não tem apenas a mente embotada, mas é também cínico e mentiroso. Antes de apontar o teu dedo acusador sujo para um pai de família na defesa dos próprios filhos (me refiro ao HORÁCIO), aprenda pelo menos a cultivar a honestidade nos seus "argumentos".

Que estória é esta de que não existem pecados grandes e pequenos? Tu quer me convencer de que um homicídio é um crime igual ao furto de R$ 5,00? Faça uma leitura do Códio Penal e não se espante se perceber que dependendo da gravidade do crime a lei determina um grau maior ou menor de punição.

Gabriel Nunes disse...

Falando em Globo, começou o Big Brother Brasil, e olha só o que a Rede Gayzismo já inventou:

http://entretenimento.br.msn.com/bbb/oficial-daniel-%C3%A9-expulso-do-big-brother-brasil-12

Essa emissora só dá mal exemplo. Só apresenta gente demente e criminosa nesse programa, gente degenerada. Estupro e pedofilia são igualmente asquerosos para mim.

AnaMaria disse...

Imagino qual seria a reação desse sujeito se viesse a ser atacado por um bando de homossexuais pervertidos. Certamente, não seria tão pacifica como cobra no seu comentário.

É claro que não devemos fazer nada desnecessário para combatermos uma determinada ameaça. Quanto mais sensatez, melhor. Mas isso não quer dizer que não possámos fazer nada, nem que deveriámos manter-nos calmos ou quietos diante de uma ameaça dessas!


Se você tem mais medo de um senhor revoltado com a depravação homossexual do que do próprio depravado homossexual, posso lhe dizer que se compararmos um ateu contigo, pelo menos eu, não veria diferença alguma! Pois pensas como um.

Não ver diferença entre pecados é o mesmo que dizer que não há diferença de um humano para um macaco! Claro que um pecado, independente de qual seja, não deixará de ser um pecado. Uma mentira, não deixa de ser uma mentira; Um crime, não deixa de ser um crime... Mas a pena, como também a conscequência, deve estar á altura desses delitos.

Enfim, é desagradável ver "fiéis" que querem agradar á gregos e troíanos, seja qual for o motivo.

ELISEU disse...

A verdade dolorosa é esta: os homossexuais não respeitam ninguém. E eles querem ter direito de fazer tudo o que tiverem vontade (e nos obrigar a aceitar sem reagir)!

Já que o Fábio Flish faz tanta questão de defender os homossexuais, eu vou contar um episódio que aconteceu comigo (e que serve para confirmar o que eu disse). Eu estava com minha esposa e minha filha pequena almoçando numa praça de alimentação de um shopping center. Na mesa ao lado, um homossexual começou a me olhar fixamente. Quando minha esposa precisou levar minha filha ao banheiro, ele simplesmente se aproximou e disse que queria me conhecer (ou seja, começou a me assediar sem a mínima cerimônia). Eu, prontamente, disse a ele: "Você me desculpe, mas eu sou um homem casado. Eu amo muito a minha esposa, e eu nunca iria trocar ela por um homem! Além disso, eu sou um cristão! Você está ofendendo e desrespeitando um pai de família! Eu lhe repreendo em nome de Jesus!" Ele se assustou com o que eu disse e saiu cabisbaixo.

Vejam: ele não me respeitou (e nem respeitou a minha família)! Os homossexuais querem até ter direito de assediar pessoas casadas em público! Fábio, eu lhe pergunto: você acha isso certo?

Agora, Fábio, se coloque no meu lugar. Vamos supor que você seja um homem casado. Você aceitaria uma lésbica assediar sua mulher na sua frente em local público? Você acharia isso normal? Do jeito que você faz tanta questão de defender o homossexualismo, com certeza você acharia isso a coisa mais natural do mundo. E se um homossexual te assediasse em frente da sua mulher? Você não reagiria? Ou você iria aceitar isso naturalmente? E onde fica o respeito às famílias, Fábio? Responda com sinceridade!

Vou fazer outra pergunta ainda mais direta: se você tivesse um filho, você confiaria em deixar seu filho a sós com um homossexual? E se esse homossexual molestasse seu filho, você não iria tomar nenhuma providência? Se um sujeito desses fizesse alguma coisa contra minha filha, eu prontamente denunciaria ele à polícia!

Fábio, você acha que todo homossexual é "bonzinho" (como as novelas da Globo fazem parecer)? Ou você não quer enxergar esta realidade nua e crua que a mídia NUNCA mostra?

Fábio, por trás de um sorriso se esconde muita maldade. Lembre-se daquele velho ditado popular: "Quem vê cara, não vê coração".

E então, Fábio? O que você tem a dizer deste caso? Espero uma resposta honesta da sua parte na primeira oportunidade!

Claudia disse...

Na Constituição Federal, artigo 5º, inciso II diz:

II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;

Ou seja, ninguém pode obrigar a mim ou meus filhos de ver beijos homossexuais na tv ou nas escolas. Se aparecer, mudo de canal e não assisto mais a programação.

Diz no inciso IV:

IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Ou seja, tenho liberdade para dizer que sou contra qualquer propaganda de beijo homossexual na tv ou nas escolas.

Diz no inciso VI:

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

Ou seja, ninguém pode entrar nas igrejas e cultos religiosos e restringir sua liturgia.

Não sou homofóbicas, porque não tenho uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação a pessoa deles, ao contrário, temos que respeitá-los, pois todos tem o direito de escolher como querem viver suas vidas. Mas, não concordo com seu estilo de vida ou comportamentos, e isto pela Constituição Federal tenho a liberdade de expressar do meu pensamento.

E qualquer lei que vai contra a Constituição Federal é considerado inconstitucional.

ELQUISSON disse...

A Ana Maria disse uma coisa muito certa (e que eu faço questão de transcrever aqui):

"... é desagradável ver 'fiéis' que querem agradar a gregos e troianos, seja qual for o motivo"

Infelizmente, Ana, esta é uma verdade dolorosa que constatamos dentro de muitas igrejas (e com muitas pessoas) que se dizem cristãs. E isso também acontece dentro da bancada evangélica do Congresso Nacional, onde muitos de seus políticos aceitam negociar qualquer coisa com o governo em troca de benefícios e mordomias pessoais.

A Bíblia ensina qual deve ser a postura de um verdadeiro cristão:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, todo aquele que se faz amigo do mundo se constitui inimigo de Deus" (Tiago 4:4)

"Não ameis o mundo, e nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, assim como a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre" (1 João 2:15-17)

"E não vos conformeis com este mundo; mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, perfeita e agradável vontade de Deus" (Romanos 12:2)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o Maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14-16)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

A Palavra de Deus é bem clara: ou você serve a Deus, ou você serve ao diabo (não existe meio-termo)!

Será que muitos que se dizem cristãos ainda estão lembrados disso?

Só sei de uma coisa: quando Jesus voltar, a Sua igreja tem que se encontrar pura, isto é, tem que se apresentar a Ele com as vestes limpas (sem a mancha do pecado). É como disse o apóstolo Paulo:

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível" (Efésios 5:26-27)

Será que muitos estarão preparados para a volta de Jesus?

Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

AnaMaria disse...

Foi o que eu postei num outro artigo. No momento, em relação ao Haddad, a bancada procura remediar a situação, já que não pôde preveni-la.


Quanto á sua pergunta Elquisson, eu lhe respondo que estou me preparando. Antes de começar a acompanhar esse blog, 'tava me tornando um perfeito perfil de adolescente de escola pública: "Politicamente correta" e temente ao Estado.

Mas Deus me colocou no caminho certo novamente. Pra começar, fez com que eu deparasse-me com esse blog, com todo esse maravilhoso conteúdo. Foi meio que, por acaso... Fiz uma pesquisa (nem me lembro do que...) e primeiramente, caí num site relacionado á Nova Ordem Mundial. De lá, vim para cá. Passei á visitá-lo diariamente e a ler todos os artigos, independente de quando tenham sido postados. E daí, houve uma verdadeira revolução na minha mente e o desperto do meu espírito.

Larguei diversos vícios, larguei dessas idéias pró-feminismo, pró-aborto, pró-homossexual, pró-coisa errada! Tudo porque eu queria ser uma pessoa agradável para Deus e eu fiz por onde. Além de ter me arrependido, de ter sentido peso na consciencia, também estou lutando para não cair nessas armadilhas de novo. E essas mudanças me fizeram bem, muito bem. Posso dizer que me sinto muito melhor e SOU uma pessoa muito melhor hoje.

Enfim, estou muito feliz pelo meu progresso e por ter reencontrado Deus. Engraçado que, quando eu olho os comentários de esquerda e "politicamente corretos", relembro que um dia também estive do outro lado. Mas alegremente, afirmo que Deus realmente é o único meio de voltarmos á uma vida sã, além desse ser a própria. :D

Leandro Matias Deon disse...

Senador Magno Malta relatou em um discurso que logo após a aprovação da união civil homossexual pelo STF o tema foi propagado de tal forma sensacionalista pelos homossexualistas (como se conseguissem uma grande vitória) que uma menina foi agredida foi agredida na escola por se recusar a ser beijada por outra garota, que teria respondido que agora estava liberado e que ela tinha que aceitar.

É por esses e outros motivos que devemos propagar e incentivar o homeschooling até o ponto em que o sistema educacional será tão desmoralizado que terá que admitir o seu fracasso em prover as famílias tanto na aprendizagem curricular, quanto na formação e vivência social, que apresenta como seU único argumento favorável.

Anônimo disse...

É irmão esse ator o lema dele deve ser esse "FAÇA O QUE EU DIGO MAIS EU MESMO NÃO FAÇO O QUE EU DIGO" KKKKKK.
Patético e ao mesmo tempo revelador pra vc vêr independente cristão ou ímpio eles tem consciência que o homossexualismo e suas vertentes é ERRADO e ANTINATURAL.
Mais ele como formador de opinão um artistinha canastrão tupiniquim ele "COVARDE" porque ele não recusa papelzinho medíocre que vênus platinada deu ele.
Não vejo novela nenhuma emissora
mais leio as notícias de críticos para me atualizar e que tá acontecendo meio artístico brasileiro tão detonando essa novela e personagem fazendo CARICATO DEMAIS nem o movimento não tá gostando dele e nem do autor novela "Fina estampa", Aganaldo silva ele gay assumido mais ele mesmo deixa claro no site dele não faz parte do movimento AGBLT contra e detona os que são igual ele "contraditório"?
Vivem nessa vida homo apanhou da rua um gay foi reclamar dele personagem esse ator faz gay afetado e caricato tinha que mudar o personagem cara comoçou a chingar ele exigindo mudanças e rumos matasse esse personagem.
Geral fora esse personagem crítico de tv gay assumido tal de "leão lobo", vê na tv ele fazendo comentários negativos sobre essa das 9 da noite novela inteira tá um horror e texto pobre e superficial e personagens ele escreveu estão todos caricatossssssss falando lamentável a falta de qualidade como todo do trabalho do autor e que bons atores existem nessa novela estão fazendo possível para interpretar caricaturas. Ester!!!!