20 de dezembro de 2011

Um terço das pessoas no mundo abraça o cristianismo

Um terço das pessoas no mundo abraça o cristianismo

Joe Klamar
Uma em cada três pessoas no mundo pertence a uma religião cristã, informou nesta segunda-feira um estudo realizado pelo Centro Pew de Pesquisa dos Estados Unidos, o que corresponde a 2,18 bilhões de cristãos, ou 31,7% da população mundial, de 6,9 bilhões.
"Os cristãos também se expandiram do ponto de vista geográfico, estando tão distantes uns dos outros de fato que nenhum continente ou região pode presumir ser o centro do cristianismo mundial", anuunciou.
Assim como há um século, os cristãos representam uma proporção significativa da população mundial, mas enquanto, em 1910, dois terços estavam na Europa, atualmente estão espalhados mais amplamente em termos mundiais.
Quase 34% dos cristãos estão na América do Norte e do Sul; 26% na Europa, enquanto que 23,6% vivem na África subsaariana e 13,1% na região Ásia-Pacífico. Apenas 0,6% está no Oriente Médio e norte da África.
"O cristianismo de hoje - ao contrário de há um século - é realmente uma fé global", disse o Centro Pew no informe "Cristianismo global", produzido pelo Foro Pew sobre Religião e a Vida Pública.
A metade de todos os cristãos são católicos, enquanto 36,7% são protestantes e 11,9%, ortodoxos, segundo o estudo.
Estados Unidos, Brasil e México lideram a lista de nações.
As conclusões do Centro Pew estão publicadas em seu site (www.pewforum.org), com uma análise país por país.
Divulgação: www.juliosevero.com

3 comentários :

Teophilo Noturno disse...

Se estiverem abraçando da forma que descrevo nesse texto:

http://bit.ly/promessasfalsas

... estamos verdadeiramente perdidos!

Anônimo disse...

Quantidade não quer dizer "QUALIDADE" da fé Cristã, como diria meu pastor isso é uma linha muito tenue tudo tem que ser avaliado e reavaliado diariamente. Ester !!!!!!

Pr. Marcio Gil disse...

Somos um terço do mundo e ainda sim, fazem da gente como um zé ninguém. E o motivo é claro, a maioria não tem compromisso com a sua fé, não a conhece e nem estendo o seu significado para a interpretação e prática social. Temos que reagir e trabalhar para outros sejam despertados para serem luz neste mundo e não apenas um número.