16 de dezembro de 2011

Histeria do aquecimento global: promovendo direitos da natureza em Durban

Histeria do aquecimento global: promovendo direitos da natureza em Durban

14 de dezembro de 2011 (Notícias Pró-Família) — Lendo o blog Climate Depot, de um blogueiro cético com relação ao aquecimento global, o lorde Monckton analisou as propostas para um abrangente tratado anti-aquecimento global. Muitas das coisas que ele descreve merecem nossa profunda preocupação e oposição implacável. Por exemplo, ao que tudo indica estão considerando a possibilidade de instituir um tribunal internacional de aquecimento global. Adeus à soberania nacional, mas essa é parte dos planos deles, não é mesmo?
Dentro da jurisdição do Fumo Passivo, vemos um esforço para decretar os “direitos da natureza”, contra os quais escrevi antes. Decidi verificar o próprio documento, e estava mesmo tudo ali. O documento “Atualização da Consolidação dos Textos Preliminares na Preparação de uma Resultado Abrangente e Equilibrado para Ser Apresentado na Conferência dos Países-Membros para Adotá-lo em sua Décima Sétima Sessão”, nas páginas 138-139, mostra os seguintes impactos:
 38. Assegurar o pleno respeito aos direitos humanos, inclusive os direitos inerentes dos povos indígenas, mulheres, crianças, migrantes e todos os setores vulneráveis;
39. (Reconhecer, promover e defender os direitos da natureza para garantir a harmonia entre os seres humanos e a natureza e garantir a prevalência de todos os elementos da natureza acima dos interesses de mercado)
40. (Assegurar que as funções ecológicas da Mãe Terra não sejam transformadas em produtos comerciais a fim de garantir os direitos da natureza;)
Esse documento nada mais é do que a adoção oficial de uma religião internacional de adoração à terra, uma religião que busca impor um neo-paganismo em todos nós.
Compreendo que essa linguagem preliminar talvez nem chegue a ser o documento final. Mas creio que muitos histéricos do aquecimento global aceitariam apaixonadamente os direitos da natureza, e num abrir e fechar de olhos, esses direitos de forma destrutiva iriam:
* Minar a excepcionalidade humana fundindo os seres humanos — que de forma exclusiva possuem direitos — com a flora, fauna, vírus, terra e rochas, fazendo tudo parte da natureza.
* Impedir materialmente o desenvolvimento e a criação de riquezas colocando um obstáculo imenso diante dos empreendimentos econômicos, considerando que com direitos, a natureza receberia consideração igual com os seres humanos. Ironicamente, isso nos empurraria para uma pobreza maior, impedindo muita redistribuição de riqueza, que é uma das metas dos histéricos do aquecimento global.
* Dar liberdade para os histéricos do aquecimento global e outros variados ambientalistas radicais de iniciar processos legais em favor de árvores, massas de algas em águas estagnadas, mosquitos ou qualquer outro aspecto da natureza que decidam defender. Daí, faltaria muito pouco para o “ecocídio”: criminalizar atividades que produzem riquezas e empregos, como os recursos de areia betuminosa de Alberta.
Isso é puro suicídio! Quaisquer que sejam os méritos ou desmerecimentos da hipótese do aquecimento, essa “solução” é uma catástrofe que estão criando. A natureza não tem direitos. Os seres humanos têm deveres, certamente de preservar adequadamente o mundo, mas também para nossa própria prosperidade e desenvolvimento.
Este artigo foi republicado com a permissão do blog First Things, Secondhand Smoke de Wesley Smith.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos sobre aquecimento global:

3 comentários :

Anônimo disse...

Julio

Eu considero o livro 1984, de George Orwell, o segundo livro mais importante da historia da humanidade, perdendo apenas para a própria Bíblia...
Neste livro o autor diz que uma das melhores formas de um governo controlar sua população é inventando ameaças e inimigos para manter seus cidadãos em constante estado de medo e submissão... No livro, o "Big Brother" (partido socialista que escravizou um terço do planeta) usa a figura de um sujeito chamado Emmanuel Goldstein, que seria a grande ameaça a "útopia" criada por esse partido... As pessoas ficam presas ao medo e horror por esse homem e ignoram a verdadeira fonte de seu problema, ou seja, o próprio "Big Brother"...

Quando eu era criança, o Goldstein da época era a ameaça nuclear... atraves dela, os governos conseguiram impor medo e submissão as suas populações... Mas acontece que a URSS caiu e essa historia já não colava mais... Era necessário inventar outra...

Então a tal ameaça ecológica se tornou o Goldstein moderno... No mundo civilizado inteiro, cada vez mais essa mentira é usada para se controlar as populações... Tanto é que eu não vi em nenhum veiculo de comunicação de grande porte no Brasil a noticia de que Al Gore mentiu descaradamente em seu documentário "Uma verdade Inconveniente"... Ele alterou dados apresentados no filme e foi o primeiro profissional da historia a correr o risco de perder o Oscar que ganhou por essa palhaçada...

Outro exemplo que posso dar sobre manipulação está bem perto dos lares brasileiros... O hipermercado Extra já avisou que o ano que vem não vai dar mais sacolas plásticas nas compras, para "para de sufocar o planeta"... Alguem acredita que o Extra está realmente preocupado com o meio ambiente ???
A verdade é que as sacolas plásticas são usadas por praticamente toda a população como sacos de lixo em suas residências... Se não forem dadas mais sacolas, as pessoas vão ter que comprar sacos de lixo, e o "prejuízo ambiental" será o mesmo... Mas o tão bem intencionado Extra já vai ter passado para seus consumidores o gasto com essas sacolas, economizando uma grande quantidade de dinheiro...

Continua...

Sandro

Anônimo disse...

Continuação...

Pode-se enxergar mais fatos descrito neste livro no outro Goldstein do momento: A insuportável paranóia do preconceito e discriminação... No livro, existia os ministérios do governo do "Big Brother"... O ministério do amor cuidava da tortura de dissidentes políticos... O ministério da paz cuidava da guerra e o da fartura cuidava do racionamento de comida... Ou seja, tudo era demonstrado a população de forma contrária... Algum paralelo entre o que vemos acontecer hoje ???
Ora, será que não vemos o nosso governo pregar os maiores absurdos em nome do "amor e da compaixão"... Querem tirar o direito de criamos nossos filhos, matar bebes em gestação, perseguir cristãos que não aceitam o homossexualismo, tudo em nome do "amor ao próximo"...
A mentalidade "Big Brother" está tão arraigada na mente de governos, mídia e ativistas homossexuais que não é preciso ir longe para achar mais exemplos... Todos aqui sabem o absurdo que foi feito com a imagem do Papa Bento 16 pela empresa de moda Beneton, não é ? Colocaram o religioso em um vergonhoso beijo na boca com outro homem... Quando foram confrontados, disseram apenas que era uma forma de mostrar o "não ódio"... Eu pergunto: Para um homem demonstrar que não odeia outro, é preciso beija-lo na boca ??? Um simples aperto de mão ou um abraço não é suficiente ???
Fica claro para quem quer enxergar que essa empresa tinha apenas a intenção de ridicularizar o papa (que é um dos principais obstáculos a agenda gay) e promover a perversão sexual que domina o mundo da moda...

Bom gente, é isso... Peço desculpas pelo longo texto... Eu recomendo a todos que leiam 1984... Esse livro me ajudou muito a não ser um marionete controlado pelo governo e a mídia... A não me tornar um zumbi que repete tudo que as novelas, o Willian Boner e as propagandas governamentais dizem... A não me tornar um eleitor do PT, que aceita qualquer absurdo dessa quadrilha sob a desculpa de "ajudar os pobres"... Como eu disse no inicio, fora a Bíblia, é o principal livro já escrito...

sds

Sandro

Neokoros disse...

.. e eu prefiro acreditar que todo início de ano acontece grandes cataclismas, sem falhar um ano, desde 2005...
Coincidência ou não...
...acredito que a humanidade está fazendo um excelente trabalho, destruindo o que DEUS criou.
E mamãe natureza, generosa, retribui a descaso recebido com esmero...

Clima, natureza, meio-ambiente: ou vai ou racha. E como racha. Já era!
Só existe um meio que poderia dar uma leve brecada na destruição do meio ambiente...
Mas...
Seja lá como for, de um jeito ou de outro sempre tem bateu-levou: cataclismas; terremotos, enchentes, tsunamis...
...seja lá como for, um meteoro já está a caminho, mesmo...
Vai tudo pro beleléu...