4 de dezembro de 2011

Com apoio do governo e da ONU, Rede Globo fará campanha em massa de combate à “homofobia”

Com apoio do governo e da ONU, Rede Globo fará campanha em massa de combate à “homofobia”

Julio Severo
Neste mês de feriado de Natal, a relatora do PLC 122 Marta Suplicy contará com uma poderosa artilharia de apoio.
A Rede Globo, em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e com a Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura), elaborou uma campanha de combate à “homofobia” que foi assistida e aprovada pela presidente petista Dilma Rousseff e pela Secretaria de Comunicação da Presidência. A campanha em massa será dirigida ao público durante 15 dias, dando tempo suficiente para Suplicy poder obter da população apoio para a sua ambicionada meta de aprovar a lei federal anti-“homofobia”, mais conhecida como PLC 122.

A propaganda, que durará 30 segundos, terá como slogan “discriminar homossexuais é crime. Cidadania, a gente vê por aqui”. A Secretaria Especial de Direitos Humanos (SDH) declarou que o governo federal não precisou gastar um centavo com a campanha, que foi bancada completamente pela Rede Globo.

Entretanto, a SDH deixou claro que o governo de Dilma Rousseff vai produzir sua própria campanha anti-“homofobia” em massa dirigida à população brasileira em 2012.
A SDH é dirigida pela militante petista radical Maria do Rosário, que tem um projeto de lei para proibir os pais de aplicar correção física nos filhos. De forma oposta, ela apoia o aborto legal e a doutrinação homossexual das crianças nas escolas. De acordo com ela, aplicar disciplina física nos filhos não pode. Mas pode-se, conforme a ideologia dela, matar os filhos antes de nascer e doutriná-los no homossexualismo se não forem abortados.
Se a população vacilar, o PLC 122 será aprovado, trazendo piores consequências do que as consequências que já estão ocorrendo no Estado de São Paulo, onde em 2001 o PSDB aprovou uma lei estadual anti-“homofobia”. Graças a essa lei, obscenidades homossexuais em público estão protegidas pelo governo estadual, que está perseguindo igrejas que divulgam publicamente o que a Bíblia diz sobre o homossexualismo.
Maria do Rosário, Marta Suplicy e ativistas gays exigem aprovação do PLC 122
O apoio explícito da Rede Globo à relatora do PLC 122 não é de estranhar. Anos atrás, Marta Suplicy era funcionária da Globo, apresentando na TV o sexo anormal como se fosse normal. Seu esculachado programa de besteirol sexual acabou virando profissão política. Hoje, mamãe global e filha suplício trabalham com a mesma meta.
Com informações do site homossexual A Capa.
Gaystapo verde amarelo        
Campanhas anti-“homofobia” anteriores da Rede Globo:

11 comentários :

AKOGA disse...

Fim de mundo!!! Precisa dizer mais???

Júlio Lins disse...

Eu acho que precisamos parar totalmente de ver a Globo. Graças a Deus, depois que coloquei TV a cabo, nunca mais vi Globo. Parece que para ser apresentador de televisão ali tem que ser gay.

Ricardo disse...

Julio Lins, eu estou contigo. Na verdade, eu boicoto TV, não só Globo, mas as outras também. Sinto mais prazer em ler um livro, ler blogs ou assistir filmes.

Noticiário da TV? Ha ha ha ha... são uma farsa, não vejo.

Mas eu quero te lembrar que a maldita Globo também está na TV a cabo. Então meu amigo, boicote-a ali também.

Jessé disse...

Esse sujeito barbudo, de óculos escuros, ao lado de Marta suplicy na foto é do PSOL, aquele partido que FINGE ser inimigo declarado do PT.

Ele se chama Ivan Valente, deputado federal (PSOL-SP), o mesmo partido socialista de outros dois gayzistas: Jean Wyllys e Chico Alencar, ambos do Rio de Janeiro.

Mas essa declaração de guerra entre PT e PSOL é só joguinho de cena para enganar os otários. Na verdade o PT faz FRENTE ÚNICA com PSOL, PSTU, PV, PCB, PC do B, PSDB e movimento gay.

Mauro Vieira disse...

Assinem a Carta de Protesto ao Senado Federal contra a “Lei da Homofobia”

http://www.ipco.org.br/home/assine-a-carta-de-protesto-ao-senado-federal-contra-a-lei-da-homofobia

Anônimo disse...

Quer saber o que é mais horrível nisso tudo! é que Cantores Evangélicos que a nada contribuem para essa militância anti Gayzismo estão indo para lá cantar no fim do ano, ou para fazer um showzinho vagabundo para ganhar um turzinho

http://domingosmassa.blogspot.com/2011/12/globoquem-te-viu-e-quem-te-ve.html

É realmente por nenhum repito! NENNHUM cantor evangélico nunca ter se pronunciado contra essa sandice homossexual, acaba de decretar que seus mini$tério$ de louvor é apenas para mamom, e não intervém no quesito política para dar apoio ao Cristãos militantes.


Ronie Peterson

Chamelly Sobreira disse...

Que nojo desses podres políticos que temos. PODRES, ISSO QUE ELES SÃO.

E povo burro também, que os colocaram lá. Merecem o governo que tem.

Aliás, sinto nojo de tanta coisa que tenho visto ultimamente, que nem dá pra explicar. E não é só no mundo não. É em várias igrejas também.

Que Deus tenha misericórdia de nós, para não sermos consumidos por sua Glória e Justiça.

Que Jesus volte logo, e nos leve para um lugar melhor, para perto do Pai..

JULIO, QUE DEUS TE ABENÇOE GRANDEMENTE.

Anônimo disse...

CRISTÃO ACORDEM JÁ SABEMOS QUEM SÃO NOSSOS INIMIGOS NESSA NAÇÃO, TANTO NA POLITICA QUANTO NAS MILITÂNCIAS GAYZISTAS, CHEGOU A HORA DE LEVANTAR E LUTAR CONTRA ESSE INIMIGOS, PROTESTEMOS, VOTEMOS CONTRA, FAÇAMOS BLOGS DENUNCIANDO EM REDES SOCIAIS, TUDO QUE LEGALMENTE POSSAMOS USAR CONTRA ESSE INDIVÍDUOS CHEGOU A HORA DE USAR, CAMISAS FAIXAS, CHEGOU A HORA DE DENUNCIAR O MOVIMENTO ANTI-CRISTÃO NESSE PAÍS, CHEGOU A HORA DE DÁ UM BASTA NISSO, PELO EVANGELHO E POR CRISTO!!!!!!!!!!!!!!!!

Nando

Anônimo disse...

Essa sua denúncia da emissora rede globo já foi noticiada no gospel mais.
Eles estão abraçados na causa do movimento gay e suas vertentes e do movimento feminista:
Aborto irmão mês passou lê num site uma atriz jovem global dando "conselhos" a jovens a usar métodos anticoncepcionais porque a tal personagem dela na "novela", tem uma gravidez indesejável
Eles pregam nas novelas de hoje a "CULTURA" da imoralidade e da fornicação e do sexo fora do casamento.
Ela dá conselho tão baozinha como ela é quer ensinar os adolescentes e jovens baseando a sua vida real que ela usa pílula e camisinha desde os seus 16 anos de idade quando ela começou a ter uma vida sexual ativa.
Irmão,foi batata eu lembrei logo de ti e de seus artigos e quando vc tem visão espiritual ampliada vc vê o que tá por detrás esse povo tudo sendo usada pelo demo levar as suas mensagens.
Para influenciar errado aos jovens transar sem problema algum e a já, desde cedo acostumar e contaminar com os métodos contraceptivos, sexo sem compromisso dentro de um casamento, criança é um estorvo etc... Ester!!!!

Eduardo Araújo disse...

Júlio Lins, reforçando o que escreveu o Ricardo:

Boa parte dos canais de tv a cabo são do sistema Globo (ex. GNT, Multishow, Futura, Canal Viva, SporTv etc).

Na verdade, ao comprar pacotes com esses canais você está contribuindo - ironicamente - bem mais para o sucesso desse sistema de comunicação gayzista, abortista, feminista e profundamente anti-cristianismo.

Por difícil que pareça, o mais certo a fazer é aquilo que mencionou, também, o Ricardo. Boicote total à tv. Substitua esse entretenimento dominado por pessoas que detestam a religião cristã por leituras selecionadas, filmes que você pode alugar seletivamente, leitura de espaços na internet que sejam construtivos e informativos para nós cristãos, a exemplo deste do Júlio Severo. Enfim, diversões infinitamente melhores que a tv não faltam, dependendo só da criatividade e - principalmente - da iniciativa em se libertar do jugo de grupos como a Globo e todo o lixo em que eles implicam.

Fabricio disse...

De que adianta ficar falando e nada fazer? De que adianta ficar falando mal da Rede Globo, mas na hora do jogo você liga a TV em que canal? É na Globo! Ou seja não adianta só falar, é preciso agir, eu mesmo boicoto a Globo, sou corintiano, mas se o jogo for transmitido só na Globo, eu não assisto e pronto. E também há outras formas de boicote, como por exemplo deixar de comprar CDs que são de gravadoras pertencentes ao grupo Roberto Marinho, pois se desde o começo dessa patifaria de bandas gospel migrando para a Globo, o povo de Deus tivesse deixado claro sua indignação, isso não teria chegado ao pé que chegou.