16 de novembro de 2011

Silas Malafaia repreende mau-caratismo de Edir Macedo e sua TV Record

Silas Malafaia repreende mau-caratismo de Edir Macedo e sua TV Record

Julio Severo
Silas Malafaia é contra a prática neopentecostal de “cair no Espírito”, mas ele teve de criticar reportagem do Domingo Espetacular, da TV Record, que atacou o “cair no Espírito”. Malafaia mostra que o que há na Record é muito pior do que qualquer prática neopentecostal indesejável por outros. “O que tem nessa TV? Lascívia, homossexualismo, adultério, prostituição, safadeza, roubalheira, mau-caratismo, ensinando mau-caratismo”, disse Malafaia, que também denunciou que a única motivação do poderoso chefão da IURD é a inveja, pois sua igreja está perdendo muitos clientes por causa de igrejas “concorrentes”.



Confira vídeo da excelente repreensão de Malafaia aqui: http://youtu.be/7Wa7xoSEekI
Edir Macedo, com seu apoio imoral ao aborto, não tem nenhuma credibilidade para criticar o “cair no Espírito” e outras práticas neopentecostais. Assim também vigaristas travestidos de apologetas, que têm moral duvidosa e se aliam a Macedo e Caio Fábio para atacar as mesmas práticas, têm pouca ou nenhuma credibilidade.
Macedo com sua defesa ao seu próprio “evangelho” peculiar se encaixa, juntamente com os falsos apologetas, exatamente no que Jesus disse:
“Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho? Como é que você pode dizer ao seu irmão: "Me deixe tirar esse cisco do seu olho," quando você está com uma trave no seu próprio olho? Hipócrita! Tire primeiro a trave que está no seu olho e então poderá ver bem para tirar o cisco que está no olho do seu irmão.” (Mateus 7:3-5 BLH)
Sobre a prática do “cair no Espírito”, já vi pessoalmente pastores orarem e empurrem pessoas para cair. Aliás, eu mesmo fui vítima, pelo menos duas vezes, desse “empurra” confundido com “cair no Espírito”.
Contudo, já vi pessoas recebendo oração e caindo sem que ninguém tivesse nem se aproximado delas. Elas caíram, em muita paz. Em outras ocasiões, o cair que vi não era do Espírito, mas uma manifestação demoníaca.
Seja como for, quem quiser criticar precisa ter moral e credibilidade, e Macedo e os falsos apologetas não têm essas qualidades.

15 comentários :

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo Julio Severo,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

Creio que a defesa do pastor Silas Malafaia ao evangelho, não sufoca o seu apoio a Mike Murdock e muito menos a posição exarcebada ao solícito Morris Cerullo em seus pedidos hediondos de 911 REAIS e 9.011 REAIS.

E pior não somente pedem este valor, como afirmam que foi Deus quem mandou pedir. Triste!

Mais triste ainda é a venda de mensagens por telefone celular. Mensagem de ajuda positiva com pequenos valores cobrados aos que se entusiasmam com pedrinhas. De areia!

CReio que muitos estão aturdidos com estas mostras já conhecidas de uma maioria e não divulgadas, alé, do YOUTUBE.COM

aí está a grande oportunidade de não estabelecerem nenhum vínculo com a IURD e seus vendidos pastores.

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O menor de todos os menores.

Julio Severo disse...

Essas atitudes gananciosas do Malafaia são uma tristeza, Pr. Newton! Mas, para ajudar as pessoas a separar o lado bom do lado ruim dele, indiquei dois artigos no final:

http://juliosevero.blogspot.com/2011/06/silas-malafaia-ditadura-gay-e-desuniao.html

http://juliosevero.blogspot.com/2011/03/silas-malafaia-homofobia-e-apoio.html

Além disso, a Palavra de Deus nos instrui: Examinai tudo e retende o bem.

Anônimo disse...

Muito bom Julio, como disse em um comentário em seu perfil no facebook quando os dois se denunciam poupam o trabalho de serem refutados Biblicamente, porque no quesito apostasia os dois são irmãos gêmeos, mas o Macedo é o mais porco e hipócrita por assumir descaradamente o favoritismo ao aborto, malafaia arrasa a vida espiritual dos outros de outra forma, propagando suas mentiras e doutrinas anti-Bíblicas, levando milhões pro abismo, mas pelo menos ele não faz uma declaração a favor da politica de morte mais cruel que existe na historia da Humanidade, o infanticídio.

Ronie Peterson

Douglas Flores disse...

Você quer aprender de maneira descontraída e com uma linguagem simples sobre Deus, fé, religião, juventude, sentimentos, vida, etc.? Então o Blog Paradoxo Jovem servirá como uma luva para você! É um Blog Jovem que traz muit música, polêmica, notícias, humor, conselhos, respostas e reflexões!
Todos os jovens e não-jovens estão mais que convidados a dar uma olhadinha lá, e se gostarem podem nos salvar nos favoritos e passarem sempre lá quando tiverem um tempinho disponível!

Abração Galera.

www.paradoxojovem.blogspot.com

Paulo disse...

Edir Macedo e a Record?

Como diz o dito popular: 'suas palavras e ações falam tão alto que não consigo ouvir o que dizes em palavras'.

Não há o que falar deles. Já provaram ao Brasil e ao mundo quem são e para que vieram.

Apenas um ponto: em muito, Satanás tem se alegrado da atitude deles.

Triste futuro para Edir e seu grupo, se não se arrependerem de seus atos profanos.

Paulo disse...

O renomado pregador Charles Finey orava certa manhã, quando a glória de Deus desceu sobre ele de tal maneira que seu músculos se relaxaram e não teve força para ficar em pé. Caído no chão, com total consciência ele orava e dizia: "basta Senhor, basta Senhor. Não aguento mais!"

Quem é o mortal para manter-se de em pé diante de Deus. Quem?

É evidente que sempre há as misturas e os aproveitadores que deturpam isto para fazerem seus "marketings pessoas". Há até aqueles que fazem 'marketing' em cima da expulsão de demônios. Basta ir a uma sessão do descarrego (veja não é culto de libertação é sessão) e facilmente este tipo de espetáculo será visto.

O J. Cabral era um teólogo que dava suporte a IURD. Já morreu faz anos.

A turma de lá ficou 'perdinhinha', após a morte dele que foi oriundo da Igreja Metodista.

Que Deus tenha misericórdia daquela liderança.

Anônimo disse...

Julio, seria louvável a atitude de Silas Malafaia se ele mesmo não tivesse o mesmo comportamento.

Silas Malafaia apoia a numerologia descaradamente em seus programas como a tal "unção" 911.

Malafaia é contra o “cair no Espírito”? Tenho minhas dúvidas.

Além do mais todo mundo sabe que Edir Macedo não vale nada. POr que essa insistência de Malafaia ainda em defende-lo quando aparece reportagens mostrando a picaretagem do Edir Macedo e sua seita?

André

silvio disse...

Tenho pena dos ingênuos que se deixam levar pela lábia mentirosa de pessoas como Edir Macedo, um picareta de marca grande, defensor do aborto com sua TV Record.

Por falar em aborto, o Klauber Cristofen Pires provou, no MSM, que a Rede Globo também faz apologia a este homicídio através de suas novelas.

Anônimo disse...

Os tempos são difíceis, o mundo é mau e grande parte das pessoas procuram descarregar seus problemas emocionais num lugar propício a estas manifestações: Os umbandistas quando incorporam; os descarregoss na IURD; os dervixes quando rodopiam; os xiitas quando se auto-chicoteiam; a hipnose da música Rave, a explosão de sensualidade no baile Funk; um concerto de Rock e também, como não poderia ficar fora, "o cair do espírito".

O que as pessoas querem é botar para fora. Sem dúvida nenhuma é uma catarse coletiva.

Será que a ausência de uma concepção doutrinária límpida e clara que una todos os evangélicos não seja a porta de entrada para este tipo manifestação?

Desde o ponto de vista psicológico, quedas e rodopios podem demonstrar o romper dos grilhões, um grito de liberdade em relação a alguma situação opressora.

Num país onde a opressão tomou o lugar da justiça, não há como não haver gente por aí rodopiando e caindo.

Melhor o povo brasileiro "cair no espírito" do que na cocaína e no crack.

Pr. Fernando César disse...

Júlio,
Graça e Paz, meu amado!
Sobre a exposição crítica de Malafaia em relação à Rede Record, concordo plenamente.
Mas, venhamos e convenhamos, essas igrejas neopentecostais, que se dizem cristãs, e algumas outras (incluo aí a Batista da Lagoinha) estão envergonhando o Evangelho, ao defenderem, por exemplo, o divórcio e o segundo casamento de divorciados. São pessoas religiosas, oportunistas, que agem por conveniência, contribuidores da destruição familiar. É um evangelho de conveniência.
Aliás, a Universal nunca teve doutrina cristã; e a Batista da Lagoinha está se perdendo no caminho... Essa é a realidade!

Anônimo disse...

Concordo em gênero, número e grau com o pastor, mas PÔXA! como é que alguém como Silas que se coloca tão enfaticamente contra o aborto e o gayzismo, votou em Lula nos dois pleitos eleitorais?!?!?

Não é o Lula o mentor de toda essa desgraça que tentam legalizar no país?

Onde é que está a coerência desse aí também?

Chamelly Sobreira disse...

Muitos enfiam o dedo para acusar o Silas, mas não fazem 1/3 do que ele faz, colocando a cara pra bater e defendendo a família em rede nacional, não é mesmo?!

Se 1/3 dos pastores pregarem o que ele prega, não ia ter tanta gente frouxa e medrosa dentro das igrejas, essa que é a verdade.

Ele tem seu erros? Tem sim. E nós também temos. Orem por ele. Orem por vocês próprios. A coisa nesse mundo chegou a um tal ponto que muito, MUITOS crentes, tem medo de se pronunciar contra o homossexualismo, que é pecado sim, e diversas outras coisas. Estão tão preocupados com a tal Bíblia 911 (e não leem suas próprias Bíblias) que não tem argumentos para debater contra o mais importante: essa sociedade promíscua que vivemos.

Acusar é fácil. Ajudar a pregar o Evangelho verdadeiro de Deus, não, isso os acusadores com os dedões não o fazem. Me revolta ver isso.

É como Jesus disse: “quem comigo não ajunta, espalha” (Mt 12:30)

Por isso que as igrejas estão mais divididas que Lego desmontado.

Abraão Isvi disse...

Sinceramente, já aconteceu comigo, conto o caso:
Nunca concordei, e nem mesmo quis este tipo de coisa, cair, achava que existia muito teatro por trás disso, e de fato há. Mas houve uma época em minha vida, que a música secular tinha me arrebatado, eu não queria mais ouvir louvores, e só queria saber de metal ( rock pesado), era uma religião que me afastava de DEUS. Então, houve neste mesmo periodo de minha vida, uma conferência, varios irmãos de várias denominações se reuniram numa cidade do interior da Bahia, tinham irmãos até de países estrangeiros, como Inglaterra e África. Como me achava o forte espiritualmente, o grande na fé, fui ao evento cheio de mim mesmo, mas não abandonava as músicas e odiava quando no culto tocavam louvores. Minha aparência também não estava muito boa, só queria andar de preto e mal vestido, aparentando ser uma pessoa anti-social. Pois bem, num certo dia, nesta mesma conferência, um dos preletores, fez um chamado aos irmãos, dizendo:

- Quem se acha fraco venha aqui na frente que vou orar, por vocês.

Eu cheio de minha arrogância, embora com muita vontade de ir, não aceitei o convite. Foi ai que ele disse:

- Agora aqueles que se acham fortes, venham aqui na frente.

Ainda resisti um pouco a ir, mas foi muito mais fácil para mim, afinal eu era o fortão.

Chegando lá ele pediu para que orássemos pelas pessoas as quais os fortões estavam rodiando. Comecei a orar, mas num instante só orava por mim, e a angustia enchia meu peito, toda a angustia que eu sentia, e as lágrimas escorriam contra a minha vontade, e eu dizia pedindo a DEUS que me libertasse da angustia que me consumia. Foi então que ele o preletor soprou nos irmãos "fracos" e todos caíram, depois ele passou de irmão em irmão fortão, e soprava, e todos iam caindo, já tinha até um irmão para segurar. Eu fui o último, chegando em mim ele soprou, eu percebi que ele estava na minha frente, abri o olho e olhei para ele, ambos sorrimos, ele saiu, e o irmão de apoio também, continuei orando até que minha resistência de me entregar ao Senhor no louvor foi vencida! Aleluia! Nem vi quando cai, não consigo explicar, ao fechar os olhos fui tomado, parecia que estava envolto numa ventania, o vento me circulava, não havia chão. Ao cair o irmão de apoio já tinha saido de trás de mim, quando ele viu correu para me segurar, mas só conseguiu pegar um braço, acordei quando bati a cabeça no chão. Ele sentindo-se mal, tentou me levantar, fui levantando, quando senti algo, pedi para ele esperar, e ainda sentado chorei, chorei muito, toda aquela angustia, prisão á música secular, falta de prazer no louvor tinham cessado, Aleluia! Fui tomado! Depois de chorar tanto e me levantar, a alegria inundou o meu ser, e eu não mais me aborreci com os louvores, todos os louvores genuinos passaram a tocar meu coração, Aleluia!

Nem todo cair é verdadeiro, mas nem todo cristão também é, assim penso de Edir Macedo, não acredito que ele seja um cristão, acho até mesmo que ele tem o espírito do anticristo.

Anônimo disse...

Meu amigo Júlio Severo, Silas Malafaia e Edir Macedo são farinhas do mesmo saco. Todos os dois são verdadeiros mercadejadores da fé. Com relação a postura do Malafaia às práticas pentecostais de cair no poder mostrada pela Record, logicamente mandadas pelo Edir Macedo, ele está sendo um verdadeiro hipócrita, isto porque, o cara que mais desdenha do movimento pentecostal é o Malafaia, se você prestar atenção, em várias de suas "pregações" ele ironiza práticas pentecostais, quantas vezez já o vi estribuchando, se remexendo, imitando práticas pentecostais de manifestações de poder, imitando as falas esquisitas dos pentecostais. Malafaia é um verdadeiro senvergonha, na verdade, mais um vez o "Mala" quer dar uma de defensor dos evangélicos. É puro marketing, ele sempre tem que arrumar uma para manter sua popularidade e continuar vendendo seus videozinhos com a semente malígna da teologia da prosperidade. Malafaia não tem honra nem para defender suas calças.

Flávio disse...

Cair no espirito seria pentecostal, e não Neopentecostal, nunca vi isso em igrejas neopentecostais, só vejo isso em pentecostais, assembleia,quadrangular etc..